Tema de vida zeza

4,892 views

Published on

0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
4,892
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
92
Actions
Shares
0
Downloads
126
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Tema de vida zeza

  1. 1. Tema de vida (saúde) Higiene na nossa cabeça
  2. 2. Características dos Piolhos e lêndeas <ul><li>Nome científico: Pediculus humanus capitis (piolho da cabeça), Pediculus humanus humanus (piolho do corpo). </li></ul><ul><li>Tamanho: 2,1 a 2,6 mm – macho, e 2,4 a 3,3 mm – fêmea. </li></ul><ul><li>Longevidade: de 24 a 30 dias. </li></ul><ul><li>Coloração: acinzentado, azulado e negro. </li></ul><ul><li>Postura: 50 a 150 lêndeas (ovos) durante a sua vida. </li></ul><ul><li>Alimentação: sangue. </li></ul>
  3. 3. O piolho e a higiene <ul><li>O piolho não está associado aos pobres ou á falta de higiene. Pelo contrário, piolho gosta de cabelo limpo. Desta forma, quem lava o cabelo diariamente também pode ter piolhos. </li></ul><ul><li>As crianças sofrem discriminação, ganham apelidos desagradáveis na escola, mas o nosso papel é esclarecer que qualquer pessoa, independente de raça ou renda familiar, pode ser infestada. </li></ul>
  4. 4. O piolho não salta nem voa <ul><li>Apesar de ser um insecto (artrópode), ele não tem asas e nem pernas adaptadas para o salto. O piolho não voa nem salta. Ele pode ser levado pelo vento, porque é muito leve. </li></ul><ul><li>Passa de uma cabeça para outra pelo contacto directo. Isso explica a alta incidência e a prevalência em crianças em idade escolar, já que brincam juntos e compartilham os mesmos objectos, como escovas. </li></ul>
  5. 5. Piolhos e lêndeas <ul><li>O piolho é um parasita que provoca uma infestação, de fácil contaminação e de rápido desenvolvimento, provocando dermatoses. Esta é provocada pela picada que o parasita faz para se alimentar de sangue. </li></ul><ul><li>Os piolhos têm um voraz apetite e alimentam-se do sangue do couro cabeludo a cada 3 horas, depois de injectar uma substância anestésica na pele. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Os piolhos atingem rapidamente o estado adulto (cerca de 3mm) e as fêmeas começam a por os ovos. </li></ul><ul><li>As lêndeas são os ovos postos pelo piolho fêmea e ficam coladas ao cabelo por uma saliva que eles produzem. </li></ul><ul><li>Cada fêmea põe aproximadamente 10 lêndeas por dia, e 160 ao longo da vida. </li></ul><ul><li>A infestação chamada de pediculose não é uma situação grave, mas sim desagradável, quer pelo aspecto quer pela comichão que provoca. </li></ul><ul><li>Aos primeiros sintomas deve ser imediatamente tratada . </li></ul>
  7. 8. Como se transmite <ul><li>Os piolhos transmitem-se por contágio directo (cabelo, barba, sobrancelhas), ou através de objectos pessoais: pentes, chapéus, almofadas, camisolas, barretes, cachecóis, etc.. </li></ul><ul><li>A transmissão é mais fácil em escolas, infantários, colónias de férias ou entre familiares. </li></ul>
  8. 9. Sinais de alerta <ul><li>Comichão na cabeça, principalmente na nuca, atrás das orelhas, e, por vezes, na fronte. </li></ul><ul><li>Aparecimento de crostas na cabeça e atrás das orelhas, provocadas pela picada do piolho e consequente coceira. </li></ul><ul><li>Presença de lêndeas esbranquiçadas presas ao cabelo. </li></ul>
  9. 10. Como prevenir <ul><li>Vigiar e lavar com frequência a cabeça das crianças e adultos; </li></ul><ul><li>Não usar roupa nem objectos de outras pessoas, que possam estar contaminados (os piolhos podem sobreviver 36h sem se alimentarem); </li></ul><ul><li>Se sabe que está em contacto com pessoas infestadas use um repelente de piolhos para travar a infestação . </li></ul>
  10. 11. Como tratar <ul><li>Iniciar o tratamento logo que se detecte sinais de alerta de infestação; </li></ul><ul><li>Utilizar produtos adequados, de acordo com as informações do farmacêutico e do folheto informativo; </li></ul><ul><li>Eliminar as lêndeas com um pente próprio; </li></ul><ul><li>Lavar muito bem todos os objectos e roupa em contacto com o cabelo; </li></ul><ul><li>Repetir o tratamento sempre que seja necessário. </li></ul>
  11. 13. Segurança <ul><li>Grávidas, mulheres a amamentar e crianças até aos 2 anos não podem usar todo o tipo de produtos, pois pode ser prejudicial. </li></ul>
  12. 15. <ul><li>Trabalho elaborado por: </li></ul><ul><li>Maria José Amorim </li></ul><ul><li>Informação retirada da Internet e tratada por Zeza. </li></ul><ul><li>Formadora: Laurinda Castro </li></ul>

×