• Save
Estadísticas de uso e impacto-Tardelli
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Estadísticas de uso e impacto-Tardelli

on

  • 1,453 views

Taller Latindex para editores de revistas científicas.

Taller Latindex para editores de revistas científicas.
Santiago de Chile, 5 al 7 de abril de 2004.

Estadísticas de uso e impacto. Adalberto Tardelli

Statistics

Views

Total Views
1,453
Slideshare-icon Views on SlideShare
1,452
Embed Views
1

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
1

1 Embed 1

http://www.slideshare.net 1

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

11 of 1

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Estadísticas de uso e impacto-Tardelli Estadísticas de uso e impacto-Tardelli Presentation Transcript

    • www. .org Estadísticas de uso e impacto de las revistas de la colección SciELO Adalberto Tardelli <tardelli@bireme.ops-oms.org> Administración de Fuentes de Información, Gerente BIREME/OPS/OMS Taller Latindex para Editores de Revistas Cient í ficas CONICYT, Santiago de Chile, 5-7 de abril de 2004
    • uso da publicação eletrônica e o modelo de “open access” para a operação descentralizada de coleções de periódicos científicos. Contribui para superar o círculo vicioso que afeta a maioria dos periódicos científicos não indexados no ISI, MEDLINE e outros índices internacionais. índice da produção científica brasileira, demais países da AL&C, Espanha e Portugal, incluindo a produção e publicação de indicadores de desempenho de periódicos baseado em uso e impacto baseado em citações lançado em 1997, no Brasil, em projeto de parceria entre a FAPESP e a BIREME. Apoio do CNPq a partir de 2002. www. .org
    • 3 componentes: Metodologia SciELO – como publicar revistas eletrônicas em coleções com interface de navegação e recuperação em 3 idiomas ( português, espanhol e englês ), links com outras fontes de informação, exportação de meta-dados e medidas de uso e impacto Sites SciELO – coleções SciELO operadas na Internet com a Metodologia SciELO. BIREME certifica sites SciELO que obedecem aos critérios de qualidade. Em operação regular: Brasil, Chile, Cuba e Espanha e SciELO Saúde Pública. Em processo de certificação: Argentina, Venezuela, México e Portugal Rede SciELO – coleções SciELO operadas em rede e integradas por meio do portal www.scielo.org 1. Modelo SciELO – open access
    • 207 títulos > 2.500 fascículos > 45.000 artigos * Somente Ciências da Saúde ** Coleções em desenvolvimento Rede SciELO em Dezembro de 2003
    •  
    • SciELO Brasil – dezembro 2003
      • 114 títulos
      • 1.885 fascículos
      • 26.784 artigos
      • 665.344 referências citadas
      • >2.753.619 acessos a artigos em 2003
      • 19% dos títulos indexados por ISI
      • 17% dos títulos indexados por MEDLINE
    • * Os títulos podem ser classificados em mais de uma área do conhecimento. SciELO Brasil – dezembro 2003 1 Linguística, Letras e Artes 7 Engenharias 5 Ciências Sociais Aplicadas 18 Ciências Humanas 13 Ciências Exatas e da Terra 36 Ciências da Saúde 24 Ciências Biológicas 16 Ciências Agrárias % (*) Áreas do conhecimento
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    • SciELO Brasil x JCR Revistas da coleção SciELO Brasil que tiveram aumento no fator de impacto no ISI 2001-2002
    • CAPES Revista FAPESP CV ScienTI OAI SciELO PUBMED MEDLINE WoS LILACS artigo SciELO MEDLINE Cv Lattes Grupos Pesquisa SHARED SciELO LILACS Cv ScienTI
    • 2. Estudo e definição do conjunto de mecanismos e indicadores de uso e impacto da Coleção SciELO
    • • Identificar as revistas científicas do núcleo de cada disciplina • Contribuir para a formulação de políticas de financiamento da produção científica • Estimar a produtividade de editores, autores, organizações, países etc • Identificar as tendências e crescimento do conhecimento em diferentes disciplinas Indicadores de desempenho implantados: medidas de acesso, uso e de impacto baseado em citações compatível com ISI JCR
      • Indicadores adicionais que podem ser produzidos
      • principais revistas por disciplina
      • produtividade de autores
      • taxas de crescimento da produção por disciplina
      • análises dos padrões e freqüência de citações
      • análises de colaboração científica e redes de citações
      • índices de isolamento e abertura da produção
      • índices de auto-citação por autor e revista
      • análises de co-ocorrência de palavras-chave
      • fator de leitura de periódicos
    • 3. Desenvolvimento, implantação e operação online de versões aperfeiçoadas dos sistemas e interfaces do Módulo de Bibliometria
    • desenvolvimento e implantação dos sistemas computacionais de produção e interfaces de operação dos indicadores de uso e impacto da coleção SciELO Brasil. Plataforma de domínio público operada em Linux e MS-Windows. Uso de padrões internacionais não proprietários – XML, XSL. WS, etc. operação online dos relatórios, estatísticas e indicadores de uso e impacto de modo integrado ao site SciELO. atende as necessidades dos estudiosos de bibliometria e cienciometria, agências de apoio à pesquisa em seus processos de avaliação de produção científica, avaliação de performance de periódicos.
    • 4. Desenvolvimento de uma metodologia para a construção de dossiês de periódicos científicos para submissão a índices internacionais
    • desenvolvimento e experimentação de uma metodologia para a elaboração de dossiês sobre a performance de periódicos científicos permite subsidiar com evidências a apresentação de periódicos aos índices internacionais, como as bases de dados do ISI, NLM, IEEE, etc. ……… . 4 …… 3 … 2 1 ISI-JCR MEDLINE etc, … SciELO LILACS, etc.
    • Conclusões. Impacto do Projeto CNPq SciELO
    • obrigado!
      • aprimoramento dos processos relacionados com a composição da coleção SciELO como núcleo dos periódicos brasileiros de qualidade, criando assim um índice de referência para políticas e procedimentos relacionados com avaliação e financiamento da pesquisa científica e a comunicação eficiente dos seus resultados
      1
      • avaliação mais completa e precisa da produção científica brasileira, ao complementar os dados do ISI-JCR com indicadores atualizados e sistemáticos do conjunto dos periódicos brasileiros de qualidade
      2
      • impulsionar a participação brasileira na produção científica internacional, ao promover a inclusão de mais títulos de periódicos nas bases de dados internacionais
      3