José Projeto

  • 260 views
Uploaded on

Lançamento Projeto Excelência

Lançamento Projeto Excelência

More in: Technology , Business
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
260
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. EXCELÊNCIAS Av. Rio Branco nas primeiras décadas do século XX Relatório Final
  • 2.  
  • 3. Pesquisa “Excelências” Equipe Técnica Professores do Curso de Economia Ana Monteiro Costa¹ Anderson Denardin¹ Herton Castiglioni Lopes¹ José Maria Dias Pereira (Coordenador Geral) Marcelo Arend¹ Reisoli Bender¹ Valduino Estefanel (Coordenador de Estatística) Estudantes do Curso de Economia Antonio Ricardo Sones Henriques Felipe Spiazzi do Nascimento Mateus Sangoi Frozza² Mauro César Batista Nogueira
  • 4.
    • A pesquisa “Excelências” foi desenvolvida pelo Centro Universitário Franciscano (UNIFRA), em convênio com a Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Santa Maria (CACISM) e Prefeitura Municipal. A pesquisa, em todas as suas etapas, levou cerca de um ano para ser concluída. Toda a metodologia da pesquisa foi desenvolvida pela UNIFRA, mas seus instrumentos de avaliação foram baseados parcialmente nos “critérios de excelência”, da Fundação Nacional de Qualidade (FPNQ)
  • 5. A definição de “excelência é complexa e, até certo ponto, subjetiva. Foi construído um conjunto de indicadores, baseados em dados ou informações numéricas, para, através da combinação entre eles, medir o desempenho das empresas/organizações e, dessa forma, chegar ao conceito de “excelência”.
  • 6.
    • Pessoal (capital humano, medido pelo nº de empregados, escolaridade, evolução do quadro de pessoal 2000-2007);
    • Financeiro (foco no crescimento, medido através do faturamento bruto, destino das vendas, evolução do faturamento bruto 2000-2007);
    • Financiamento (capacidade de obter recursos externos);
    • Clientes e mercado (foco na demanda e necessidades dos clientes);
    • Sociedade (responsabilidade social e preservação ambiental);
    • Gestão de pessoas (valorização da força de trabalho e qualidade de vida);
    • Inovação (idéias originais incorporadas aos processos e produtos);
    • Cooperação (práticas de integração com concorrentes e fornecedores);
    • Liderança (capacidade de disseminação da cultura de excelência);
    • Qualidade (instrumentos de avaliação externa e interna de processos)
  • 7.
    • A pesquisa se desenvolveu em duas etapas que se desdobraram em várias fases. Na 1ª etapa, foi definida uma amostra representativa da comunidade (margem de erro da pesquisa de 4%) e entrevistadas pessoas escolhidas aleatoriamente. Adicionalmente, foi feito uma nova pesquisa com pessoas reconhecidas como lideranças, seja no segmento empresarial seja no segmento das organizações. Na 2ª etapa, após tabulação da freqüência das citações feitas na pesquisa de opinião, foi aplicado um questionário de avaliação técnica que se propunha a confirmar (ou não) se as empresas e organizações citadas pela comunidade como excelentes, de fato, poderiam, com base em dados empíricos e qualitativos, ser classificadas como “excelências”.
  • 8.
    • Para obter a classificação final foram construídos vários indicadores de excelência. Esses indicadores procuraram medir o desempenho desses agentes no que se refere ao seu potencial econômico-financeiro, de geração e qualificação de emprego, de crescimento, de qualidade de produto ou serviço, de inovação, de gestão e planejamento. Para não identificar os dados reais fornecidos pelas empresas e organizações, a pesquisa transformou essas informações em pontos e igualou a 100 a empresa (ou organização) com maior número de pontos, derivando a classificação das demais como uma proporção da líder.
  • 9.  
  • 10. Pontuação final das grandes empresas. 25 (9) Frigorífico Silva Ind. E Com. 36 (8) Supermercado Dois Irmãos 44 (7) Superauto Comércio de Veículos 47 (6) Expresso Medianeira 54 (5) Pampeiro S.A. Comércio de Automóveis 67 (4) Santa Lúcia Comércio e Pavimentações Ltda 78 (3) Rede Vivo 91 (2) Planalto Transportes 100 (1) CVI Pontuação (classificação) Nome
  • 11. Pontuação final das médias empresas. 30 (16) Icárdio 38 (15) Eletro Peças 42 (13) Dutra Auto Posto 42 (13) S.R. Engenharia Industrial 61 (12) Agrimec Agro Industrial e Mecânica 62 (11) Corrieri Alimentos 71 (10) Mosaico Engenharia Ltda 73 (9) Uglione Comércio de Veículos 77 (8). Walter Beltrame 77 (6) Eny Com. de Calçados 77 (6) Vigilare 85 (5) Silenkar 87 (4) Cofran Engenharia 89 (3) Labimed 99 (2) Santa Fé Vagões 100 (1) NHT Linhas Aéreas Pontuação (classificação) Nome
  • 12. Pontuação final das pequenas empresas. 26 (14) Livraria da Mente 34 (13) Restaurante Augusto 38 (12) Ponto de Cinema 39 (11) Bovinus Churrascaria 42 (10) Joalheria Gaigel 49 (9) J.A. Ferramentas e Máquinas 52 (8) Estilo Campeiro 53 (7) Televisão Imembui S.A. 55 (6) Fertilizantes Multifértil 56 (5) 4sc - Idéias de Resultado 65 (4) Bianchini Cia Ltda 70 (3) Restaurante Bela Trento 71 (2) Schuster Com. de Equip Odont. 100 (1) Cauzzo Serviços Assistencias Pontuação (classificação)l Nome
  • 13. Pontuação final das organizações assistenciais. 31 (6) Theatro Treze de Maio 36 (4) Lar de Mirian 36 (4) CACC 44 (3) Lar Vila das Flores 52 (2) AAPECAN 100 (1) Lar das Vovozinhas Pontuação (classificação) Nome
  • 14. Pontuação final das organizações não assistenciais. 21 (6) CESMA 30 (5) Unimed 51 (4) Clube Recreativo Dores 83 (3) UNIFRA 89 (2) Hospital de Caridade 100 (1) UFSM Pontuação (classificação) Nome
  • 15. Pode-se prever um cenário otimista tomando como base as informações colhidas através da pesquisa “Excelências”. Entre aquelas organizações que planejam crescer aceleradamente nos próximos anos destacam-se a UFSM, que aposta na adesão ao Programa de Reestruturação das Universidades Federais (REUNI) para alavancar o seu crescimento, com o oferecimento de 45 novos cursos de graduação e um investimento previsto de cerca de R$ 160 milhões até o ano de 2012.