Your SlideShare is downloading. ×

Apresentacao Feisma 4.Nov.2009

421

Published on

Inovação e Desenvolvimento - Secretaria de Ciência e Tecnologia

Inovação e Desenvolvimento - Secretaria de Ciência e Tecnologia

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
421
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Inovação e Desenvolvimento Secretaria da Ciência e Tecnologia 4 de Novembro de 2009 FEISMA - Santa Maria
  • 2. Conceitos Básicos
    • Diversificação da matriz produtiva
    • Inovação tecnológica
    • Agregação de valor ao produto
    • Integração dos setores público, privado e academia
  • 3.
    • Secretaria da Ciência e
    • Tecnologia
  • 4. Missão
    • A Secretaria da Ciência e Tecnologia tem atuação estratégica para o desenvolvimento socioeconômico do Estado, atuando em parceria com universidades, empresas e associações. Desde sua criação, em 1990, investe em pesquisas científicas e tecnológicas.
    Princípios Todas as ações propostas pela SCT têm em vista: Inovação Desenvolvimento Inclusão Social
  • 5. Áreas de Competência
    • Política da ciência, tecnologia e inovação;
    • Divulgação e transferência de pesquisas científicas e tecnológicas, bem como o desenvolvimento de patentes e outros dispositivos de registro e proteção à propriedade intelectual;
    • Formação e desenvolvimento de recursos humanos;
    • Apoio a órgãos e entidades no desenvolvimento científico, tecnológico e inovação;
    • Promoção e coordenação de programas especiais e de fomento;
    • Implementação e fixação de atividades de alta tecnologia no âmbito do Estado;
    • Cooperação científica, tecnológica e universitária com organismos internacionais.
  • 6. Entidades Vinculadas
    • CIENTEC
    • Fundação de Ciência e Tecnologia
    • FAPERGS
    • Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado do Rio Grande do Sul
    • FEPAGRO
    • Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária
    • UERGS
    • Universidade Estadual do Rio Grande do Sul
  • 7. CIENTEC
    • A Cientec atua há 65 anos no desenvolvimento de pesquisas. São mais de 2 mil laudos / ano e cerca de 6 mil empresas clientes entre públicas e privadas. Além da Sede em Porto Alegre, onde estão localizados os departamentos de alimentos, de engenharia de edificações, de materiais de construção civil, de tecnologia metal-mecânica, de química e geotecnia. Possui 27 laboratórios e um campus em Cachoerinha, Região Metropolitana de Porto Alegre.
    • Atividades:
    • Pesquisa e Desenvolvimento;
    • Ensaios e Calibrações;
    • Inspeção;
    • Incubação e Extensão Tecnológica;
    • Consultoria e Assistência Técnica.
    • www.cientec.rs.gov.br
  • 8. FAPERGS
    • A Fapergs, instituída em 1964, é a agência de fomento ao desenvolvimento científico e tecnológico do RS.
    • Principais atribuições:
    • Apoio ao desenvolvimento de pesquisas;
    • Incentivo à inovação;
    • Estímulo à formação de recursos humanos.
    • www.fapergs.rs.gov.br
  • 9. FEPAGRO
    • Instituída em 1994, a Fepagro é um instrumento fundamental do governo do Estado na execução de pesquisa agropecuária. Com sede em Porto Alegre, possui 17 Centros e 6 Unidades de Pesquisa, além de 26 laboratórios em diferentes regiões do Estado.
    • Áreas de atividades:
    • Sistemas de produção vegetal;
    • Sistemas de produção animal;
    • Recursos naturais renováveis;
    • Sistemas integrados e clima.
    • www.fepagro.rs.gov.br
  • 10. QUADRO DE BASES FÍSICAS DA FEPAGRO LEGENDA : CENTROS DE PESQUISA SEDE SÃO BORJA URUGUAIANA IJUÍ JÚLIO DE CASTILHOS SANTA MARIA SÃO GABRIEL HULHA NEGRA RIO GRANDE ENCRUZILHADA DO SUL PALMEIRA DAS MISSÕES VACARIA SANTA ROSA VERANÓPOLIS CAXIAS DO SUL TERRA DE AREIA MAQUINÉ VIAMÃO TAQUARI ELDORADO DO SUL LIVRAMENTO DOM PEDRITO TUPANCIRETÃ
  • 11. UERGS Universidade Estadual do Rio Grande do Sul
    • Universidade pública, de direito privado e mantida pelo Estado, foi criada em julho de 2001 pela lei 11.646;
    • Objetivo: produzir conhecimento e pesquisas, a partir de problemas concretos pertinentes à vida e à cultura das regiões onde está inserida;
    • Presente em 24 municípios, em sete regiões do Estado;
    • 50% das vagas são destinadas a estudantes com baixa renda e outros 10% para portadores de deficiência;
    • Oferece 24 cursos, nas áreas de Ciências Humanas; Ciências da Vida e do Meio Ambiente; e Ciências Exatas e Engenharias.
  • 12. Programas Estruturantes
    • 1. Mais Trabalho Mais Futuro
    • Projeto Pólo Tecnológico Estadual
    • Projeto TIC e Redes de Convergência
  • 13. Pólo Tecnológico Estadual Mais Trabalho Mais Futuro
    • O Programa de Apoio aos Pólos de Inovação Tecnológica da SCT estimula a integração entre universidades e centros de pesquisa com o setor produtivo, objetivando o desenvolvimento de tecnologias adequadas às diferentes regiões do RS.
    • Pólo Tecnológico Estadual – Projeto Estruturante
    • Pólos Tecnológicos ( 22 Unidades Regionais)
    • Previsão de Investimento: R$ 2.080.000,00
  • 14. Pólos Tecnológicos
    • Atuam de forma organizada e articulada com empresas e universidades para a produção de tecnologias inovadoras, com foco no desenvolvimento regional.
  • 15.  
  • 16. Pólos – Unidades Executoras REGIÃO FACCAT - Taquara Paranhana Encosta da Serra UPF – Passo Fundo Produção UCS – Caxias do sul Serra FURG – Rio Grande Sul UFPEL – Pelotas Sul UCPEL – Pelotas Sul UNIVATES – Lajeado Vale do Taquari UNISC – Santa Cruz do Sul Vale do Rio Pardo UNISINOS/FEEVALE/UNILASALLE/LIBERATO/UERGS Vale do Rio dos Sinos UCS – Campus de Vacaria Campos de Cima da Serra FEPAGRO/PUC/Hospital de Clinicas/UFRGS/Instituto Cardiologia Metropolitana URI - Santiago Vale do Jaguari (ainda não foi assinado protocolo de intenções) Pólos – Unidades Executoras REGIÃO Unicruz – Cruz Alta Alto Jacuí Urcamp – Bagé Campanha UFSM – Santa Maria URI – Santiago (núcleo) Central Fundasul – Camaquã Ulbra – São Jerônimo Centro Sul PUC II – Uruguaiana Urcamp - Alegrete Fronteira Oeste Unijuí – Santa Rosa Fronteira Noroeste Ufrgs, Uergs, Unisc, Ulbra, Facos Litoral URI – Frederico Westphalen Médio Alto Uruguai URI – Santo Ângelo Missões UPF – Lagoa Vermelha UCS/URI Nordeste Unijuí – Ijuí Noroeste Colonial URI – Erechim Norte
  • 17. Polos x APL’s
    • Arranjos Produtivos Locais (APL’s) são aglomerações de empresas localizadas em um mesmo território, que apresentam especialização produtiva e mantém algum vínculo de articulação, interação, cooperação e aprendizagem entre si e com outros atores locais tais como governo, associações empresariais, instituições de crédito, ensino e pesquisa.
  • 18. APL’s no Estado do RS
  • 19. Tecnologia da Informação e Comunicação e Redes de Convergência Mais Trabalho Mais Futuro
    • ❒ Objetivos Gerais:
    • Desenvolver e implantar, no âmbito da administração pública estadual
    • e municipal, uma rede pública de telecomunicações, com serviços
    • banda larga, utilizando múltiplas tecnologias como Fibras Ópticas,
    • PLC, Wi-Fi, WiMax e VoIP, através do desenvolvimento de projetos
    • pilotos em municípios e em órgãos do governo estadual.
    • ❒ Resultados Esperados:
    • Integração e ampliação da conectividade estadual e municipal, dentro de um ambiente de inovação tecnológica, melhorando a qualidade e a velocidade dos serviços prestados à população gaúcha e compartilhando as facilidades oferecidas pelas modernas tecnologias de comunicação.
  • 20. Tecnologia da Informação e Comunicação Redes de Convergência Mais Trabalho Mais Futuro
    • ❒ Nos Municípios Pilotos
    • Será criada uma rede pública de internet banda larga para atender escolas, postos de saúde e hospitais com serviços de telessaúde, polícia civil, brigada militar e demais órgãos da administração pública estadual e municipal;
    • ❒ Para a Polícia Civil
    • Será criada uma rede de transmissão de dados, voz e imagem que incluirá uma rede virtual de formação de policiais à distância e a modernização da estrutura de comunicação atual.
  • 21.  
  • 22.  
  • 23. Desafio
    • RS Digital
    • Fomento à implantação de uma infra-estrutura de TIC voltada à modernização da administração pública e serviços sociais nas áreas de saúde, educação e segurança no RS.
    • Apoios:
    • Governo do Estado
    • Fiergs
    • Famurs
    • Internetsul
    • Outros
  • 24. Programas Estruturantes
    • Saúde Perto de Você
    • Projeto Telessaúde
    • Projeto TIC para integração da atenção à Saúde
  • 25. TIC para Integração da Atenção à Saúde
    • Informatização da Regulação Assistencial do Estado
    • - Otimização do fluxo de pacientes
    • - Acesso ético às portas de entrada do SUS
  • 26. Telessaúde Saúde Perto de Você
    • Integra serviços e processos de saúde pública, congregando centros de pesquisa e agilizando o atendimento à população
    • Programa Estadual de Telessaúde
    • Estruturar rede tecnológica de pesquisa e cooperação em Saúde
    • Capacitação de Recursos Humanos
    • Tele-ECG Digital
    • Ambulatório Virtual
  • 27. TIC em Educação Mais Trabalho Mais Futuro
    • Amplia e diversifica oportunidades na gestão
    • dos serviços de educação no Estado
    • Projeto piloto de formação de mão-de-obra em TI
    • Implantação de laboratórios em TI
    • Implantação do projeto piloto de software de integração de escolas, CRE e SEE
  • 28. Consulta Popular
    • As ações de governo escolhidas por meio de Consulta Popular geram oportunidades de investimento do Estado nos Pólos Tecnológicos Regionais
  • 29.
    • Projeto Especial
  • 30. Rede Petro-RS
    • - Articulação para o desenvolvimento de empreendimentos, tendo como foco as diversas fontes de energia
    • - Geração de oportunidades de negócios, emprego e renda
    • - São 268 empresas, 90 instituições (universidades, centros de pesquisa).
  • 31. Rede Petro-RS
  • 32. Lei da Inovação
    • A Lei nº 13.196, de 13 de julho de 2009, estabelece medidas de incentivo à inovação e à pesquisa científica e tecnológica, define mecanismos de gestão aplicáveis às instituições científicas e tecnológicas do Estado do Rio Grande do Sul e dá outras providências.
  • 33. Lei da Inovação: momento histórico para o Estado
    • A Lei da Inovação vem fortalecer o ambiente de inovação do RGS, que, com nova gestão pública, recuperou sua capacidade de investimento
    • Estímulo à competitividade.
    • Além dos investimentos convencionais, é preciso que se invista também na competitividade das empresas, a partir da inovação
  • 34. Lei da Inovação: principais aspectos
    • ❒ Cap í tulo VI
    • Do incentivo à inova ç ão nas empresas: compartilhamento de recursos Empresa e Estado; contrata ç ão sob risco tecnol ó gico; aquisi ç ão por parte do Estado de bens e servi ç os que envolvam inova ç ão e tratamento diferenciado para micro e pequenas empresas
    • ❒ Cap í tulo VII
    • Parques tecnol ó gicos e Incubadoras
    • Apoio do Estado
    • ❒ Cap í tulo VIII
    • APL ’ s
    • Apoio do Estado
    • ❒ Cap í tulo IX
    • Incentivos financeiros e fiscais, fundos e linhas de cr é dito especiais
    • Termo de Acordo com o Estado para isen ç ão de ICMS com limite de montante
  • 35. Programas de Pesquisa no RS em 2009
    • Sibratec R$ 3.143.910,-
    • Prime R$ 26.400.000,-
    • Pappe Subvenção R$14.334.000,-
    • Estruturante Biodiesel R$ 1.287.000,-
    • Pólo Tec. Estadual (1) R$ 2.049.221,-
    • Consulta Popular R$ 1.480.000,-
    • Fapergs R$ 69.623.000,-
    • Cientec R$ 10.500.000,-
    • Fepagro R$ 22.392.000,-
    • TOTAL R$ 151.209.131,-
    • Pólo Tecnológico Estadual: nove projetos aprovados, no valor de R$ 1 .652.224,00.
  • 36. Editais Inovação
    • Inova Pequena Empresa-RS – 490 micro e pequenas empresas inscritas, com apoio entre R$100 mil e R$ 500 mil. Total de R$ 13,3 milhões disponíveis. www.inovapers.com.br
    • Prime
    • www.inf.ufrgs.br/cei www.pucrs.br/agt/raiar
    • SESI/SENAI Edital Inovação 2009
    • São 16 projetos inscritos em parceria com o SESI / SENAI, totalizando de R$ 6.972.877,00 (com contra-partidas). www.senai.br
    INSCRITOS PRÉ-SELECIONADOS VAGAS PUC 287 116 100 UFRGS 267 136 120 TOTAL 554 252 220
  • 37. Secretário Artur Lorentz [email_address] Av Borges de Medeiros, 1501 - 7 º andar Porto Alegre - RS Fone: (51) 3288.7400 - www.sct.rs.gov.br

×