03 doen‡as provocadas por protozo rios

2,353 views
1,859 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,353
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
406
Actions
Shares
0
Downloads
74
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

03 doen‡as provocadas por protozo rios

  1. 1. DOENÇAS CAUSADAS POR P ROTOZOÁRIOS PARASITAS MONOXENOS :  Passam por um único tipo de hospedeiro. PARASITAS HETEROXENOS :  Passam por dois tipos de hospedeiro: •Hospedeiro intermediário: no qual o parasita se reproduz de maneira assexuada; •Hospedeiro definitivo: no qual o parasita se reproduz de maneira sexuada.
  2. 2. 1) DOENÇAS CAUSADAS POR SARCODÍNEOS 1.1) Amebíase   Agente causador (etiológico) : Entamoeba histolytica Ciclo: Homem infectado (Trofozoítos no intestino) Água e alimentos contaminados Cisto nas fezes
  3. 3. AMEBÍASE  Transmissão: Ingestão de alimento e água contaminados.  Local de infecção: intestino grosso.  Sintomas: diarréia com sangue, febre e cólicas abdominais.  Profilaxia: Saneamento básico; tratar o doente; lavar os alimentos; ferver ou filtrar a água.
  4. 4. 2) DOENÇAS CAUSADAS POR CILIADOS 2.1) Balantidiose   Agente causador (etiológico) : Balantidium coli Ciclo: Homem infectado (Trofozoítos no intestino) Água e alimentos contaminados Cisto nas fezes
  5. 5. 3) DOENÇAS CAUSADAS POR FLAGELADOS 3.1) Tricomoníase  Agente causador (etiológico) : Trichomonas vaginalis  Transmissão: contato sexual e sanitários.  Sintomas: prurido, irritação e leucorréia.  Profilaxia: higiene pessoal e cuidado nas relações sexuais.
  6. 6. 3.2) Leishmaniose ou Úlcera de Bauru  Agente causador (etiológico) : Leishmania brazilienses  Agente transmissor ( vetor): Lutzomia ou Phlebotomus (mosquito palha)  Transmissão: picada do mosquito.  Profilaxia: tratar o doente, telas na janela, inseticidas, construção de casas longe das matas.
  7. 7. 3.3) Giardíase  Agente causador (etiológico) : Giardia lamblia  Ciclo: Homem infectado (Trofozoítos no intestino) Água e alimentos contaminados Cisto nas fezes
  8. 8. GIARDÍASE  Transmissão: Ingestão de alimento e água contaminados.  Local de infecção: intestino delgado  Sintomas: diarréia, febre e cólicas abdominais.  Profilaxia: Saneamento básico; tratar o doente; lavar os alimentos; ferver ou filtrar a água.
  9. 9. 3.2) Doença do sono  Agente gambiense causador (etiológico) : Trypanossoma  Agente transmissor (vetor): Glossina palpalis (mosca tsé-tsé)  Transmissão: picada da mosca.  Profilaxia: tratar o doente, inseticidas.
  10. 10. 3.4) Doença de Chagas  Agente causador (etiológico) : Trypanossoma cruzi  Agente transmissor (vetor): Triatoma infestans e Panstrongilus megistrus (barbeiro ou chupança).  Hospedeiros: definitivo homem intermediário barbeiro Local de infecção: sangue (tripomastigota) e órgãos (forma amastigota). 
  11. 11. Ciclo da Doença de Chagas Parasita nas fezes do barbeiro Homem infectado (parasita no sangue e nos órgãos) Picada do barbeiro ou reservatórios naturais Picada do barbeiro Parasita no aparelho digestivo do barbeiro
  12. 12. Doença de Chagas  Transmissão: fezes do barbeiro, transfusão de sangue e placenta.  Sintomas: chagoma, sinal de cardiomegalia, megaesofagia e megacolia. Romanã,  Profilaxia: melhoria de habitações, combate ao barbeiro, controle de bancos de sangue.
  13. 13. 4) DOENÇAS CAUSADAS POR ESPOROZOÁRIO 4.1) Toxoplasmose  Agente causador (etiológico) : Toxoplasmosa gondii  Transmissão: contaminados. contato com animais  Sintomas: febre, formação de gânglios emáformação do embrião.  Profilaxia: domésticos. evitar o contato com animais
  14. 14. 4.2) Malária, Impaludismo ou Sezão  Agente causador (etiológico) : falciparum Plasmodium vivax malarie  Agente transmissor (vetor): Anopheles darling (mosquito prego)  Hospedeiros: definitivo mosquito intermediário homem
  15. 15. Homem doente (gametócitos no sangue) Merozoítos Hemácias Esquizogonia e rompimento das hemáceas Esporozoítos no sangue, fígado e baço Picada Picada Gametócitos e gametas no intestino do Anopheles Fecundação OOcistos Esporozoítos na saliva Esporogonia
  16. 16.  Local de ação: células do sangue e fígado. Transmissão: picada do mosquito Anopheles .  Profilaxia: combate ao mosquito, tela na janela, tratar o doente .  Sintomas: febre intermitente, sudorese, tremores e calafrio, anemia e problemas hepáticos.
  17. 17. ATENÇÃO Os picos de febre coincidem com o rompimento das hemácias e a liberação de novos merozoítos e hemozoína (pigmento malárico). Os intervalos dependem da espécie de Plasmodium:  P. vivax: Febre terça benigna ( intervalos de 48 horas)  P. falciparum : Febre terça maligna (intervalos de 36-48 horas)  P. malarie : Febre quartã benigna (intervalos de 72 horas)
  18. 18. Plasmodium vivax: Febre terça benigna Temperatura (ºC) 39 38 37 Tempo (horas) 0 48 96
  19. 19. Plasmodium falciparum: Febre terçã maligna Temperatura (ºC) 41 39 38 37 Tempo (horas) 0 48 96
  20. 20. Plasmodium malarie: Febre quartã benigna Temperatura (ºC) 39 38 37 Tempo (horas) 0 72 144

×