Miastenia

4,849 views
4,542 views

Published on

Published in: Health & Medicine
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
4,849
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Miastenia

  1. 1. Miasteniagrave<br />
  2. 2. INTRODUÇÃO<br /> A miastenia grave é uma doença autoimune caracterizada por uma alteração na transmissão dos impulsos nervosos para os músculos. Ela é fatal quando atinge os músculos da deglutição e da respiração.<br />
  3. 3. CAUSAS<br /><ul><li>Desconhece-se o fator que desencadeia o “ataque” do organismo contra os seus próprios receptores de acetilcolina (substância que funciona como transmissor do impulso nervoso).
  4. 4. Na miastenia grave, o sistema imune produz anticorpos que atacam estes receptores.
  5. 5. É sabido que a predisposição genética desempenha importante papel nesta doença.</li></li></ul><li>SINTOMAS<br /><ul><li> No início da doença, os sintomas geralmente são variáveis e sutis, podendo também ser súbitos, com fraqueza muscular grave e generalizada, daí a dificuldade no estabelecimento do diagnóstico.
  6. 6. Com frequência se observa como primeiro sintoma a fraqueza dos músculos dos olhos, que pode ser isolada ou progredir para os músculos da deglutição, da fala, da mastigação e/ou dos membros.
  7. 7. Os sintomas variam muito entre os pacientes acometidos, mas as pequenas e mais simples atividades cotidianas (levantar da cama, tomar banho) podem estar comprometidas devido à fraqueza muscular.</li></li></ul><li>DIAGNÓSTICO<br />O exame físico e o histórico do paciente podem determinar a suspeita da miastenia grave, que pode ser confirmada pela investigação da presença de anticorpos no sangue contra os receptores de acetilcolina.<br /> <br />
  8. 8. TRATAMENTO<br /><ul><li> Procurar um médico com regularidade e, principalmente, aos primeiros sinais da doença é fundamental para que se possa indicar o melhor tratamento para cada caso.
  9. 9. Somente o médico deverá orientar o paciente em relação aos procedimentos adequados e ao uso de remédios.
  10. 10. O tratamento é feito com uma classe de medicamentos específica que diminui a ação da enzima que degrada a acetilcolina na placa motora. Este procedimento faz que a acetilcolina funcione por mais tempo, facilitando sua tarefa de transmissão neuromuscular. </li></ul> <br />
  11. 11. TRATAMENTO<br /><ul><li>A cirurgia de remoção do timo (timectomia) geralmente é o passo seguinte. Os esteroides são usados em casos mais graves, bem como as imunoglobulinas.
  12. 12. A crise miastênica, que começa com a dificuldade respiratória e que não responde à medicação, necessita de hospitalização imediata. Essa crise pode ser oriunda de estresse emocional, infecção, gravidez, menstruação, acidente e reação adversa a certos medicamentos.</li></ul> <br />
  13. 13. PREVENÇÃO<br /><ul><li> Não existe forma de prevenção à miastenia grave.
  14. 14. Em se tratando de uma doença de prognóstico que permite uma qualidade de vida quase normal, deve-se ater às complicações que ela pode gerar. Para isso é importante que o diagnóstico seja precoce.</li></li></ul><li>Procure sempre o seu médico.<br />Fontes: <br />Associação Brasileira de Miastenia Grave. <Disponível em>:<br />www.abrami.org.br/index.php?option=com_content&view=section&layout=blog&id=2&Itemid=14<br /> <br />Dra. Anna Gabriela Fuks (CRM 677680-RJ)<br />Editora médica<br /> <br />Roberto Maggessi (MTE 31.250 RJ)<br />Jornalista responsável<br />

×