• Save
Bronquiolite
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Bronquiolite

on

  • 4,026 views

 

Statistics

Views

Total Views
4,026
Views on SlideShare
4,026
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Bronquiolite Presentation Transcript

  • 1. Bronquiolite
  • 2. INTRODUÇÃO
    • Bronquioliteé uma infecção aguda do sistema respiratório. Causada por vírus, ela afeta predominantemente os bronquíolos (menores ramificações dos brônquios).
    • 3. A maioria das crianças acometidas está na faixa etária inferior a 6 meses e o risco de contrair a doença é maior em bebês prematuros, que não possuem o aparelho respiratório totalmente desenvolvido.
    • 4. Pesquisas revelam que cerca de 10% das crianças desenvolverão bronquiolite no primeiro ano de vida e, destas, aproximadamente 10% necessitarão de hospitalização.
  • CAUSA
    • O vírus sincicial respiratório (VSR) é o agente mais comum (cerca de 80% dos casos de bronquiolite).
    • 5. Também são responsáveis pela doença os vírus parainfluenza 1 e 3, adenovírus, rinovírus e Mycoplasmapneumoniae.
  • SINTOMAS
    • Os sintomas são semelhantes aos de um resfriado comum:
    Nariz entupido;
    Febre baixa;
    Coriza;
    Tosse.
    • No entanto, dependendo da evolução do quadro, a intensidade da inflamação pode causar graus variados de falta de ar e desconforto respiratório. Na maioria das crianças, a doença tem duração média de sete dias.
  • DIAGNÓSTICO
    • O diagnóstico da bronquiolite é dado pelo médico após exame clínico e radiografia de tórax. Esse exame mostra sinais de inflamação dos brônquios e bronquíolos e aprisionamento de ar nos pulmões.
  • TRATAMENTO
    • Procurar um médico com regularidade e, principalmente, aos primeiros sinais da doença é fundamental para que ele possa indicar o melhor tratamento para cada caso.
    • 6. Somente o médico deverá orientar o paciente em relação aos procedimentos adequados e ao uso de remédios.
  • TRATAMENTO
    • Nos casos leves, o tratamento pode ser realizado em casa com orientação médica. Ele consiste em hidratação oral, desobstrução nasal com soluções à base de soro fisiológico, administração de antitérmicos e fisioterapia respiratória, se houver secreção pulmonar.
    • 7. Em alguns casos, há necessidade de internação. Para aqueles mais graves, estão indicados suporte ventilatório (entubação), broncodilatadores e outros medicamentos que variam de acordo com a intensidade da inflamação.
  • PREVENÇÃO
    • Por se tratar de uma infecção viral para qual, até o momento, não foi desenvolvida uma vacina eficaz e segura contra seu principal agente (VSR), não existe um método eficaz de prevenção.
    • 8. Alguns medicamentos, no entanto, são utilizados como medida preventiva em bebês prematuros portadores de displasia broncopulmonar e crianças portadoras de doenças cardíacas congênitas graves, que, quando infectadas, podem sofrer complicações graves.
  • Consulte sempre o seu médico.
    Fontes: 
    http://www.spsp.org.br/spsp_2008/materias.asp?Id_Pagina=245&sub_secao=104
    http://drauziovarella.com.br/infancia/bronquiolite/
      
    Editora médica: Dra. Anna Gabriela Fuks (615039-RJ)
    Jornalista responsável: Roberto Maggessi (31.250 RJ)