infoeducação fevereiro a abril/2011                                            Transmitindo a alma                        ...
Metas de estudo                                                               impulsionam o                               ...
editorialpara reduzir o tempo de estudo, etc. O orientador       aulas eram individualizadas. Assim, foram obtidosnão ensi...
português         Muito mais que ler e                          interpretar             O curso de Português do Kumon tem ...
matemática                                                       Como desenvolver                                         ...
capa                                   Bens para toda a                                     vida                          ...
A ilustração do garotinho escalando uma montanha é a representaçãográfica do tipo de aluno que o Kumon forma, destacando t...
inglês                                leitura e interpretação:                   a base do estudo em             Nos dias ...
japonêsler, interpretar e...   aprender japonês    O método Kumon utiliza a leitura e a escrita para desenvolverelevada ca...
cadê você?      concluintes                  o defensor das           florestas             Concluinte do Kumon ganha o pr...
campanha   Você já pensou nisso? Ser responsável pela             O Kumon vem trabalhando lado a lado com oseducação de ou...
Fique               por             dentro!                                  Venha conhecer o último                      ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Info educação Fevereiro 2011 a Abril 2011

1,619

Published on

Transmitindo a alma do método KUMON

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,619
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
25
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Info educação Fevereiro 2011 a Abril 2011"

  1. 1. infoeducação fevereiro a abril/2011 Transmitindo a alma do método Kumon. Base sólida de estudos Descubra por que as capacidades de cálculo,leitura e interpretação sãotão importantes para a vida de qualquer pessoa! Jovem cientista Aluno concluinte ganha prêmio em ciências florestais! Nesta edição:2 Editorial: Metas de estudo e E mais: o avanço pelo método Kumon Português: Muito mais que ler Que tipo de4 e interpretar educação você Matemática: Como desenvolver a5 capacidade de cálculo? quer para seu6 Capa: Bens para toda a vida - poten- cializando a base sólida de estudos filho? Inglês: A leitura e a interpretação8 em inglês Japonês: Ler, interpretar e...9 aprender japonês Aluna Clarisse Hermont Belo Horizonte/ MG Cadê você? – concluintes:10 O defensor das florestas Campanha: Que tipo de educação11 você quer para seu filho? Fique por dentro: novidades nos12 cursos de Inglês e Matemática!
  2. 2. Metas de estudo impulsionam o avanço pelo método Kumon por Naoya Kitagawa | Presidente do Kumon América do Sul Prezados alunos e familiares: número um do Japão nos 200 metros rasos”, “redu- Gostaria de compartilhar dois casos reais ocor- zir as próprias marcas de tempo em um segundo” ridos no Japão, pois acredito que representam ou “conseguir ser 3 segundos mais veloz após um uma informação bastante útil referente ao método ano”. E, para isso, escreviam metas como “correr Kumon. O primeiro caso diz respeito a algo 200 metros 10 vezes por dia, todos os dias”, que aconteceu numa escola. No time ou “fazer 20 minutos de musculação”, de atletismo* de um colégio públi- coisas que realmente colocavam em co começaram a surgir muitos prática. Registrar num formulário alunos que conseguiam os “A continuidade nos e fazer cada aluno trabalhar em melhores resultados do Ja- estudos e o alcance das prol de suas metas fez o time pão, depois da chegada de de atletismo daquela esco- metas menores sem dúvida la formar vários alunos que certo professor. fazem o aluno alcançaram os melhores re- Será que esse profes- sor fez os alunos treinarem se beneficiar do grande sultados do país. mais? Será que aplicou al- resultado que isso produz: o No caso do Kumon, isso guma técnica especial com aprimoramento da acontece de forma seme- eles? A resposta é: não. Sur- lhante porque, por exemplo, própria habilidade preendentemente, a grande temos como meta maior a acadêmica.” conclusão do material didático, diferença estava no fato do pro- fessor fazer os alunos preenche- que é um grande objetivo, e, para rem um formulário. Nessa folha, eles alcançá-lo, podemos ter metas in- deviam escrever suas metas e declarar termediárias como, por exemplo, termi- o que deviam fazer para alcançá-las. Cada aluno nar o estágio atual dentro de um mês, chegar anotava tanto as suas metas máximas, como a de ao estágio G até o próximo ano, etc. ser o melhor do Japão, como as metas interme- É lógico que essas metas podem ser alcançadas diárias necessárias para alcançar as máximas. Es- se o aluno adotar ações para tal feito como estu- creviam metas ousadas como, por exemplo, “ser o dar 5 folhas todos os dias, ser mais concentrado * atividade extra-curricular com diversas modalidades de atletismo• 2•
  3. 3. editorialpara reduzir o tempo de estudo, etc. O orientador aulas eram individualizadas. Assim, foram obtidosnão ensina o aluno porque, no Kumon, é o próprio resultados excelentes, tais como a formação dosaluno que estuda o material didático por si mes- alunos mais jovens aprovados nos exames anuaismo e, desse modo, vai alcançando suas metas. para auditor fiscal de todo o país.O material didático está estruturado de maneira A metodologia de estudo aplicada por aqueleque o aluno possa resolver os exercícios sozinho, professor é muito parecida ao método Kumon. Ouma vez que o grau de complexidade do conteú- aluno resolve exercícios adequados ao próprio ní-do aumenta gradativamente. Em outras palavras, o vel, estudando sozinho em vez de ser ensinado. Éestudo no Kumon tem incorporada a mesma meto- justamente por isso que o aluno consegue resolverdologia de trabalho que produziu grandes resultados por si mesmo, e em seu próprio ritmo, até os exer-no colégio citado anteriormente. Por isso, estudando cícios mais complexos. Essa técnica é exatamentecom o método Kumon e alcançando as metas, todos igual ao nosso Método. O Kumon também desen-os alunos podem aumentar sua habilidade acadê- volve no aluno uma elevada habilidade acadêmicamica ao ponto de se tornarem o número um de seu que lhe será útil no futuro.país. A continuidade nos estudos e o alcance das Nesta edição apresentei casos do Japão, masmetas menores sem dúvida fazem o aluno se benefi- acredito que no Brasil tenhamos diversos casos deciar do grande resultado que isso produz: o aprimo- sucesso similares aos do método Kumon. Esperoramento da própria habilidade acadêmica. que, com metas e confiança, sigam adiante no Em outra escola, desta vez do ensino médio, estudo pelo método Kumon.vários alunos obtiveram o título nacional de con-sultor fiscal, o qual é muito difícil de se conseguirno Japão. Naturalmente, esses alunos foram aspessoas mais jovens a obter tal título. O que teriaacontecido naquela escola? Neste caso, tudoesteve relacionado também ao trabalho deum professor recém-chegado na escola.Mas, o que ele fez? Algo parecido aoexemplo anterior... Antes de obter o difícil títulode consultor fiscal, ele propunhaaos alunos a meta de conse-guir a habilitação de contador,que era mais fácil. Para isso,estabeleceu metas menores,como a de resolver certo li-vro de exercícios. E fez comque os alunos tivessemmuitas metas que poderiamser alcançadas com menoresforço. Nas aulas, entre-gava aos alunos uma apos-tila personalizada com exer-cícios específicos para cadaum. Os alunos estudavamsozinhos essas apostilas e so-mente procuravam o professorpara tirar dúvidas. Ou seja, as • 3•
  4. 4. português Muito mais que ler e interpretar O curso de Português do Kumon tem como prin- a quantidade de palavras e o grau de complexidade cipal objetivo desenvolver, de maneira gradativa, a vai aumentando, até chegar, por exemplo, a Shakes- capacidade de leitura e interpretação de textos, habi- peare, Rousseau e Padre Antônio Vieira, no estágio J. lidades básicas de estudo importantes para a vida de Para alcançar este e muito outros objetivos, no qualquer pessoa. Assim, os primeiros estágios traba- entanto, é preciso partir de um ponto fundamental: o lham com textos curtos e bem simples e, aos poucos, desenvolvimento da capacidade básica de estudos. E isso pode começar a ser feito mesmo antes de Amigo dos livros as crianças aprenderem a ler e escrever. Basta esti- mulá-las a reconhecer letras, sons e palavras, como Cuidando da horta que tem em casa, vendo te- o próprio nome, na fase de pré-alfabetização. levisão, usando o computador e passeando com o cãozinho da família. Todos na casa de Heitor Luiz No primeiro estágio do curso de Português do Ku- Pereira já sabem: se não está entretido com a lei- mon, o aluno associa as palavras escritas com seus tura de algum livro, provavelmente está desempe- sons e imagens. Com isso, a criança começa a reco- nhando uma dessas atividades. nhecer as palavras, percebe como elas são formadas Bastante curioso e muito tranquilo, este mineiri- e, então, tem início o processo de leitura. nho de 11 anos viu a vida mudar depois que iniciou Com o estímulo adequado, a criança também o curso de Português do Kumon. “O Heitor não adquire a capacidade de cópia consciente, isto é, gostava de ler e tinha muita dificuldade para inter- consegue, além de reproduzir corretamente as letras pretar e produzir textos. O Kumon tem lhe ajudado de uma palavra, associar o que escreveu ao seu real muito em suas conquistas. Ele adquiriu um grande significado, desenvolvendo a escrita. prazer pela leitura, competência na interpretação e A partir daí, o material didático do Kumon desen- produção de textos, e se tornou mais organizado e volve uma outra habilidade fundamental em seus alu- concentrado”, conta feliz sua mãe. nos: a leitura associada à formação de imagens. Isso Mas não foi só isso. O estudo pelo Método tam- porque ler não significa apenas decodificar as letras. bém trouxe outra importante vitória para a vida do Junto com esse processo, é necessário também que garoto. “Com seu esforço, o Heitor conseguiu uma o leitor imagine o conteúdo lido. É isso que irá garan- bolsa integral para estudar no Colégio São Miguel tir a compreensão textual. Arganjo, da rede particular. Ficamos muito felizes Na medida em que vai desenvolvendo as habili- e orgulhosos, porque sem esta con- dades de leitura e compreensão, a criança torna-se quista não teríamos como man- capaz de ler textos cada vez mais complexos e tam- tê-lo em um colégio tão bom bém de fazer sínteses. como esse”, diz orgulhosa. Para sintetizar um texto, o aluno precisa compre- Heitor é concluinte endê-lo em sua plenitude. Assim, a síntese exige que de Português e estuda o aluno tenha compreendido o que leu e tenha reco- Matemática na Unidade nhecido e assimilado as informações mais importan- Santa Inês, em Belo Horizonte/MG, com a tes ali inseridas. É esse trabalho de ler sintetizando orientadora Sueli Hott. que garantirá que o aluno possa ler e compreender textos mais extensos e complexos, como os clássi- “O que o Kumon trouxe de melhor para a minha vida foi a leitura. Hoje, posso dizer cos da literatura mundial; e também os conteúdos de que não saberia viver sem a companhia de outras disciplinas e textos diversos, o que lhe será útil um livro”. - Heitor, ao lado da mãe. dentro e fora da escola... para sempre.• 4•
  5. 5. matemática Como desenvolver a capacidade de cálculo? S o m a r, tinha concentração. Aos poucos, ele foi assimilandoEric deixa todos admirados com subtrair, mul- a postura. “Tenho que ressaltar o papel importantesua alta habilidade de cálculo. tiplicar, dividir. da família neste processo. Os pais sempre o esti- Estas quatro ope- mularam e criaram em casa horários para estudar erações formam a base do raciocínio matemático. o hábito de fazer as tarefas diariamente. A mãe faz aPorém, esta capacidade de raciocinar baseando-se chamada oral, brinca de adição, de subtração, o queem operações com números envolve outros fatores ajuda o trabalho no Kumon”, ressalta a orientadora.além dos cálculos como, por exemplo, o preparo O responsável pelo Departamento de Matemáti-intelectual e o raciocínio lógico. ca do Kumon, Benedito da Silva Filho, observa que Ao adquirir estas habilidades, além do próprio todos estes aspectos são considerados no desen-aprendizado escolar, o aluno despertará para o seu volvimento dos materiais didáticos do método. “Apróprio desenvolvimento pessoal, passando a ser al- maneira mais eficaz para se conseguir desenvolverguém solícito, pró-ativo e autoconfiante; e desenvol- a capacidade de cálculo é fazer com que o alunoverá o hábito de estudos e a capacidade de execu- comece a estudar num nível que ele domine comção de tarefas. Isso sem falar que seu caminho a ser segurança e que possa fazer os exercícios com fa-trilhado rumo ao ensino médio tende a ser suavizado. cilidade. Isso, aliado ao material didático autoins- E o quanto antes adquirir a capacidade básica trutivo e à orientação individualizada é o caminhode cálculos, mais interessante e motivadora será a para que o aluno consiga estudar os conteúdos domatemática para a criança; como o Eric Toledo, de ensino médio, ainda no ensino fundamental, e pas-4 anos, que deixa todos admirados ao observá-lo se a gostar de estudar”, explica.estudando. Quem vai à unidade da orientadora It- No caso de Eric, o conhecimento matemático tevesuye Kobata, na Vila Clementino, em São Paulo, não como ponto de partida as noções de quantidade e,deixa de percebê-lo com tamanha concentração e agora, ele já evoluiu à soma, à subtração e apresentapostura. Porém, este resultado é fruto da orientação um desempenho excepcional, em todos os aspec-individualizada focada nas necessidades do aluno, tos, como conta Adelaide Inácio, sua mãe: “Ele con-cerne do método Kumon. segue fazer a associação dos números, vê preços No caso de crianças pequenas, é preciso traba- dos brinquedos e comenta comigo sobre os valores.lhar paulatinamente. A cada aula tenta-se fazer o Estou muito segura e tranquila sobre o aprendizadoaluno se concentrar um pouco mais. Como foi com dele, pois seu ritmo está sendo respeitado. E mes-o Eric que, ao chegar ao Kumon, não tinha postura mo sendo ainda muito pequeno, ele já demonstra umde estudos, levantava, sentava, conversava e não grande interesse de aprender além”.Saiba como os es- Estágios 7A e 6A Estágio 4A Estágio 2Atágios iniciais do Trabalham: estímulos visuais Trabalha: sequência numérica Trabalha: cálculo mental das Desenvolvem: noções de quantidade Desenvolve: relação entre os números adições básicasmaterial didático do Desenvolve: execução de tarefasKumon foram es- e concentraçãotruturados visando Estágio 5A Estágio 3Adesenvolver as ha- Trabalha: desde segurar o lápis até Trabalha: sequência numérica e Estágio A mais diversos tipos de traçados sua relação com a adição Trabalha: adição e subtração mentalbilidades básicas de Desenvolve: coordenação motora fina Desenvolve: execução de tarefas Desenvolve: capacidade de cálculocálculo nos alunos: com ritmo e concentração mental de adição e subtração • 5•
  6. 6. capa Bens para toda a vida Alunos do Kumon potencializam sua base sólida de estudos, aprendem a aprender e tornam-se pessoas de sucesso marcando a diferença na sociedade. Estimular as crianças para que consigam se de- O caminho para se chegar a essa situação se ini- senvolver e sejam bem-sucedidas em suas vidas cia com o desenvolvimento de uma base sólida de quando adultas é um dos maiores desejos dos pais. estudos. E é por isso que oferecer à criança estímu- E um dos principais meios para que isso aconteça los para que ela adquira uma elevada habilidade em é a educação. cálculo, leitura e interpretação representa algo tão Saber ler, escrever e dominar as quatro opera- importante para seu presente e futuro. ções básicas é muito pouco diante do infinito poten- No Kumon, isso acontece logo quando a crian- cial que podemos descobrir nas crianças. É preciso ça inicia seus estudos. Porque além de fortalecer os que elas sejam capazes de interpretar o mundo com conteúdos que já domina, o aluno amplia suas ca- seus próprios olhos. pacidades e trabalha, além das disciplinas de Mate- Além de saber ler e escrever, a criança pode mática, Português, Inglês e Japonês, a postura ideal ser estimulada e ir além: pode ser capaz de sinte- de estudos, a responsabilidade, o raciocínio lógico e tizar um texto, interpretá-lo e exprimir uma opinião muitas outras habilidades. consciente sobre ele. E o mesmo acontece com os E, gradativamente, o estudo pelo Kumon vai in- conceitos matemáticos, já que a criança se torna centivando o aluno a buscar novos conhecimentos, capaz de aplicar a base das quatro operações em para que ele possa aplicar o que aprendeu e tenha o conteúdos muito mais complexos, descobrindo desejo de saber cada vez mais sobre diversos tipos novas formas de enfrentar seus desafios, aprimo- de assunto. E todo esse processo reflete a busca rando cada vez mais seu raciocínio lógico. do desenvolvimento de sua capacidade autodidata, Nesse processo de ampliação dos conhecimentos ou seja, a capacidade de aprender por si mesmo, básicos, a criança começa a interagir com o mundo, em evidência a partir do momento em que o aluno atuar sobre ele e se torna capaz de decidir sozinha começa a ter contato com conteúdos que ainda não quais trajetórias deverá seguir. Nesse momento, ela aprendeu na escola, tornando-se adiantado em rela- põe em prática os valores que recebeu, ou seja, a ção à série escolar. Nesse momento, os conteúdos criança não precisa mais ser ensinada sobre o que é trabalhados se tornam um meio eficiente para forta- certo e o que é errado. Ela própria é capaz de analisar, lecer ainda mais as habilidades adquiridas até então, decidir e criar seus próprios valores. além de expandir a base sólida de estudos. o desenvolvimento da capacidade de estudo pelo método Kumon 1• 6•
  7. 7. A ilustração do garotinho escalando uma montanha é a representaçãográfica do tipo de aluno que o Kumon forma, destacando todas as etapas dedesenvolvimento de sua capacidade e sua relação com a base sólida de estudos adquirida. Conheça o que o aluno desenvolve em cada uma das 5 etapas de estudo no Kumon:Etapa 1: o aluno se motiva por iniciar os estudos em um ponto “fácil e simples”, consegueresolver os exercícios sozinho, desenvolve a habilidade de execução de tarefas e aconcentração nos estudos.Etapa 2: o aluno chega aos conteúdos da série escolar, ganha habilidade na execução dastarefas e se sente mais confiante para estudar conteúdos mais desafiadores.Etapa 3: ao ultrapassar os conteúdos da série escolar, o aluno desenvolve persistência ehabilidade de chegar à resposta a partir dos exemplos, percebe que a prática o ajuda a 5superar seus desafios e passa a ter visão de suas metas.Etapa 4: o aluno aprimora sua habilidade acadêmica e a capacidade de aprender sozinhoao aplicar tudo o que aprendeu no estudo de conteúdos do ensino médio e ganha reservade capacidade para encarar novos assuntos.Etapa 5: ao aprender a estudar sozinho, o aluno estuda conteúdos do ensino médiocom tranquilidade, adquire reserva de capacidade, iniciativa, raciocínio lógico, confiançaem si mesmo e se torna uma pessoa altamente capacitada que continua estudando econtribuindo com os demais. Com esse estímulo, o estudo pelo método Ku- 4mon proporciona aos alunos as condições neces-sárias que podem contribuir para que eles tenhamum futuro promissor e se tornem pessoas bem-su-cedidas, líderes de sua geração, que busquemseu próprio conhecimento efaçam a diferença na so-ciedade. Esse é o caminho 3do sucesso de todos osque estudam pelo Kumon,fortalecendo sua base sóli-da de estudos e desenvolvendo acapacidade autodidata! 2 ilustração: Deise Ueda/ Cosmic Cartoons Os objetivos do método Kumon em cada disciplina são: Matemática: estudar os conteúdos do ensino médio com facilidade. Língua Pátria: desenvolver a capacidade de leitura e compreensão e elevada habilidade de leitura. Inglês e Japonês: desenvolver a capacidade de leitura e compreen- são de textos. • 7•
  8. 8. inglês leitura e interpretação: a base do estudo em Nos dias de hoje, nada é mais essencial e exigi- inglês maior de palavras novas e estruturas gramaticais: do pela sociedade do que a capacidade de apren- somente no estágio K, por exemplo, são apresen- der continuamente. Um dos objetivos do Kumon tadas 570 palavras novas; no estágio O, o último é desenvolver no aluno uma postura autodidata, do curso, são outras 1.146. Os textos inseridos no fazendo com que ele busque respostas aos seus material também colaboram nesse sentido porque questionamentos sem depender de terceiros. apresentam centenas de palavras novas e são ex- No caso do Inglês, imagine que interessante po- traídos diretamente do original da língua inglesa. der acessar informações não disponíveis em portu- Os exercícios, por sua vez, trabalham não ape- guês, sem recorrer a um tradutor ou a algum artifí- nas a interpretação do texto, mas também paráfra- cio devido ao desenvolvimento da capacidade de ses (formas simplificadas de se dizer a mesma coi- leitura e interpretação de textos no idioma! sa) e sínteses (resumos) do texto. Além de facilitar Mas isso requer um preparo. Os alunos, desde a compreensão, ainda capacitam o aluno a selecio- o início, desenvolvem diariamente a acuidade au- nar as principais informações de uma passagem, ditiva por meio dos CDs de áudio e, paralelamente eliminando dados secundários, potencializando o a isso, são expostos a uma quantidade cada vez aprendizado do idioma pelo aluno. Uma estrela...quase internacional Tudo começou Cantar músicas em português e em inglês ela tira quando ela tinha 5 de letra. Esta jovem estrela já gravou um cd, possui anos de idade. Mo- dançarinas e uma equipe de apoio para os shows que tivada pelos pais, faz pelo Brasil afora. E até já reuniu mais de dez mil por seu interesse e pessoas em uma única apresentação. dedicação, a gau- O estudo pelo Kumon está lhe rendendo conquistas chinha Laira Kichel na escola e em sua carreira. “A Laira passou a ser mais Alves inseriu duas responsável com seus deveres, a ter horários para os grandes paixões em estudos e se tornou uma aluna nota 10. A leitura e a sua vida: a música e interpretação em inglês estão contribuindo para sua o inglês. E de lá pra vida artística, pois ela não tem nenhuma dificuldade “O inglês que aprendi no Ku- cá sua vida mudou. para cantar músicas nessa língua”, conta orgulhosa mon me ajuda na escola, a Ela foi apren- cantar músicas internacionais sua mãe. E a família tem muitos sonhos para a peque- e também em minha comuni- dendo o idioma na: “Desejamos que ela tenha um futuro brilhante com cação. Sonho em conhecer os apoiada pela família muito sucesso em sua carreira musical em todo o Bra- Estados Unidos, ir a Disney, e, no ano passado, sil e, quem sabe, no exterior, pois estamos lhe dando o ter amigos em outros países e iniciou o curso de suporte de uma língua mundial e o Kumon está sendo ser uma cantora de sucesso”. inglês pelo método o alicerce desta caminhada”, acrescenta contente. Kumon. Hoje, aos Laira cursa o estágio N do Kumon de Inglês na Uni- 10 anos, Laira se comunica tranquilamente utilizan- dade Getúlio Vargas-Centro, em Porto Alegre, com a do essa língua estrangeira para ler, falar e escrever e orientadora Melania Rotta. dedica-se bastante ao seu hobby que, na verdade, já Conheça mais sobre a carreira da Laira no site: se tornou profissão: o canto. www.lairaalves.com.br !• 8•
  9. 9. japonêsler, interpretar e... aprender japonês O método Kumon utiliza a leitura e a escrita para desenvolverelevada capacidade de leitura e compreensão em línguas estran-geiras. Por meio de seu material didático programado e auto-ins-trutivo, o aluno adquire rico vocabulário e sólidos conhecimentossobre a estrutura do idioma, o que possibilita que ele se torne ca-paz de expressar seus pensamentos com suas próprias palavras Vinícius estuda japonês na Unidade San-nessa nova língua. tana-Francisca Júlia, com a orientadora O material didático é acompanhado por CDs, que ajudam o Kimiko Tomo, em São Paulo. Ele acreditaaluno a desenvolver a capacidade de compreensão auditiva, além que ter o estudo de um idioma diferente, além do inglês, é um diferencial para ode assimilar e treinar a pronúncia correta. Deste modo, uma vez mercado de trabalho e trará bons frutosinserido num ambiente onde o idioma estrangeiro seja usado, o para sua futura carreira em arquitetura.aluno do Kumon tem condições de conversar e se expressar comdesenvoltura. “Comecei a estudar no Kumon em 2006. Sempre tive muita curiosidade em rela-Nihongo e Kokugo ção à cultura e costumes japoneses, e No caso do japonês, é preciso aprender a grafia para poder ler isso me motivou a querer conhecer tam-e, assim, o estudo começa no Nihongo (curso de japonês para bém o seu idioma.brasileiros), com a alfabetização, e segue com o aprendizado de Optei pelo Kumon, por ser um mé-toda a estrutura de sentença da língua japonesa, importante para todo já muito respeitado, além de sea compreensão leitora. adequar aos meus horários de estudo e O curso de Kokugo do Kumon é destinado aos japoneses e de outras atividades. Concluí com muitaseus descendentes que já estão familiarizados com a prática do satisfação o curso de Nihongo em no-idioma e também aos brasileiros que já concluíram o Ninhongo. vembro de 2007, o que já me permitia O aluno que estuda o Kokugo já é autodidata, pois desenvol- compreender satisfatoriamente o idio-veu a capacidade de aprender por si mesmo, e está apto a estu- ma, porém decidi continuar estudandodar o material didático preparado para os nativos, potencializando e iniciei o curso de Kokugo, para que aainda mais sua habilidade de comunicação no idioma. minha compreensão leitora e de inter- Com um material rico em textos e inteiramente voltado para a pretação pudesse ser ainda maior.prática da leitura e interpretação, o aluno tem a oportunidade de Hoje, com 17 anos, estou no estágio adquirir a capacidade de ler e interpre- E2, e pretendo concluir o Kokugo tam- tar de forma gradativa tanto por bém. Para praticar o idioma, assisto os meio de trechos extraídos de canais de televisão japoneses e leio tex-O ESTUDO DA livros infantis como atra- tos da Internet além de, é claro, fazer asLíNGUA JAPONESA vés de textos científicos minhas lições diariamente.O desenvolvimento da capacidade e da literatura clássi- Quando terminar o curso, sei que po-de leitura e interpretação na língua ca japonesa. derei ler e compreender o idioma japonêsjaponesa depende do: completamente, e que o Kumon terá sido• ESTUDO DA ESCRITA: hiragana, mais do que apenas uma escola que mekatakana e kanji (e estudo ensinou um novo idioma, pois tambémdo significado do ideograma) terei aprendido a ter mais disciplina e or-• ESTUDO DA ESTRUTURA DE ganização, que certamente terão extremaSENTENçA importância por toda a minha vida”.• ESTUDO DO VOCABULáRIO Vinícius Meneghin de Oliveira •9 •
  10. 10. cadê você? concluintes o defensor das florestas Concluinte do Kumon ganha o prêmio da Fundação Bunge 2010 por suas pesquisas Alexandre na premiação da Fundação Bunge, ao lado de sua orientadora do Kumon. em ciências florestais. Você já fez alguma coisa em prol do meio am- ve presente na cerimônia de premiação. “O Alexandre biente? Ou é do tipo de pessoa que não faz mais do concluiu o Kumon em julho de 1995 e, desde então, que tirar fotos das belezas naturais de nosso país? teve uma trajetória admirável de muita dedicação e O concluinte do curso de Matemática do Kumon, estudo. Fiquei muito emocionada por ser lembrada Alexandre Fadigas de Souza, já fez muito e continua depois de tanto tempo para um evento tão especial fazendo ainda mais, principalmente com relação às de mérito e esforço de meu aluno concluinte”, con- florestas brasileiras. ta orgulhosa a orientadora da Unidade Copacabana- Djalma Ulrich, com sede no Rio de Janeiro. Formado em ciências biológicas e com mestrado, doutorado e pós-doutorado em ecologia, Ale- A persistência e a disciplina desse cien- xandre sempre se preocupou com o bem- tista carioca contribuíram muito para estar da natureza, o que o levou a estu- seu sucesso. Mas não foi só isso que “Quero ser um o impulsionou a chegar onde está. dar a fundo a ecologia vegetal tropical e subtropical, mais especificamente cidadão que ajude a O apoio de sua família e o fato de a ecologia de populações e comuni- sociedade brasileira a ter estudado no Kumon também dades de plantas em ambientes flo- crescer de forma foram fundamentais. “A formação restais e campestres, identificando saudável, sustentável, humanista e geral que meus pais as variações dos números de plan- me deram e o apoio deles de for- humana e fraterna”. tas ao longo do tempo e do espaço. ma contínua foram muito importan- tes para mim”, diz o pesquisador, Seus vários anos de estudos lhe ren- que completa: “O Kumon me ajudou a deram pesquisas inéditas no Brasil, interli- lançar duas grandes bases: a matemáti- gando a matemática à biologia e utilizando a ca em si e o estilo de trabalho constante e estatística como recurso para mapear a atual situ- regular. Utilizo estas duas ferramentas em todos os ação das florestas de araucária no sul do país. momentos de meu trabalho até hoje”. Foi dessa maneira que este jovem pesquisador E além de modelar matematicamente a dinâmica começou a se destacar no cenário científico e teve das florestas de araucárias e da vegetação de dunas seu trabalho indicado para a 31ª edição do Prêmio litorâneas do nordeste brasileiro, contribuir com sua Bunge Juventude. conservação e disponibilizar este conhecimento para Resultado: após o parecer das comissões técni- a sociedade, Alexandre tem outro sonho bastante es- cas formadas por especialistas nacionais e interna- pecial: “Quero ser um cidadão que ajude a sociedade cionais, Alexandre conquistou, no dia 13 de outubro brasileira a crescer de forma saudável, sustentável, do ano passado, na Sala São Paulo, na capital paulis- humana e fraterna”. ta, o prêmio da Fundação Bunge. O clima de festa contagiou não somente ele e sua Alexandre Fadigas de Souza é formado pela Universidade Santa Úrsula, mestre e doutor pela Unicamp e pós-doutor família como também outras pessoas que tiveram pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRS). uma importância especial em sua vida, como a orien- Ele foi professor da UFRS e da Unisinos. Agora dá aulas tadora do Kumon Meiry Miyamoto, que também este- na Universidade Federal do Rio Grande do Norte.• 10 •
  11. 11. campanha Você já pensou nisso? Ser responsável pela O Kumon vem trabalhando lado a lado com oseducação de outra pessoa representa uma impor- pais pela educação de seus filhos em todo o mun-tante e nobre missão na vida de qualquer um. do há mais de 50 anos. Milhões de alunos já se be- A escolha da pré-escola, das atividades de la- neficiaram estudando pelo Método, potencializan-zer, das atividades em família, dos cursos extra- do suas habilidades básicas de estudo – cálculo,curriculares, dos professores do ensino funda- leitura e interpretação – e aprendendo a aprendermental, do colégio do ensino médio, da profissão, por si mesmos.da universidade e até dos amigos e dos valores Dê a seu filho a chance de aproveitar realmen-que serão ensinados à criança vão interferir dire- te as oportunidades que a vida irá lhe oferecer!tamente em seu jeito de ser, em sua maneira de Estudando Matemática, Português, Inglês oulidar com os desafios e com as conquistas. Enfim, Japonês pelo método Kumon seu filho desenvol-em sua vida. verá suas habilidades e o gosto pelos estudos. É por isso que na busca pela felicidade dos fi- Aproveite o próximo período de promoção! Es-lhos, ano após ano os pais vão se esforçando para taremos oferecendo desconto de 100% nas ma-fazer as melhores escolhas e tomar as decisões trículas entre os dias 11/02 e 10/04 na região decertas que garantirão a formação de adultos rea- Porto Alegre e, nas demais regiões do Brasil, entrelizados e felizes. os dias 01/02 e 19/03/2011. Preparada para o futuro Meiga, amiga e muito esforçada, Luiza Aze- vedo Silva, ao lado dos irmãos Lídia e Lucas, divide seu tempo entre os estudos, a família, a natação, o balé, o judô e os momentos de lazer, que não podem faltar. Sempre disposta e muito empolgada, a pequena de apenas oito anos vai se desenvolvendo bastante bem em todas as atividades e, principalmente, nos estudos, com o apoio dos pais e da orientadora Mitiê de Nóvoa Aragão, responsável pela Unidade 13 de Julho, em Aracaju/SE, para a alegria de todos. “Desejamos que nossos filhos estejam preparados para o futuro, por isso investimos em sua educação. Com o Kumon, a Luiza tem alegria em fazer cálculos e aprender sozinha, além de se destacar por sua elevada habilidade de leitura e raciocínio”, diz feliz Maria Terezinha, sua mãe. • 11 •
  12. 12. Fique por dentro! Venha conhecer o último estágio do Kumon de Inglês! A partir de 1º de março, as unidades do Kumon que traba- lham com a disciplina de Inglês passarão a contar com o novo (e último) estágio – O. Nesse estágio, todos os textos foram extraídos direta- mente do original, possibilitando que o aluno coloque em prática, ao máximo limite, sua capacidade de compreensão leitora. Paralelamente a isso, ocorre o aumento de voca- bulário: só no estágio O, são apresentadas exatas 1.146 palavras novas!!! E, a fim de estimular os alunos cada vez mais para a leitura, foram utilizados textos famosos e inte- ressantes, como The Curious Case of Benjamin Button. Entre agora mesmo em contato com a unidade Kumon mais próxima da sua casa, e venha ler o mundo com os seus próprios olhos! Chegam às unidades os novos estágios 4a ao a de Matemática! Os alunos do curso de Matemática do Kumon de numerais em sequência, o também terão uma ótima surpresa a partir deste aumento gradativo do núme- mês de fevereiro: estão sendo lançados os novos ro de exercícios por folha e a estágios 4A ao A desta disciplina! ordem de alguns conteúdos. Estes novos materiais didáticos foram desen- volvidos para potencializar ainda mais o aprendi- zado dos alunos, contribuindo para que desenvol- vam sua capacidade de execução de tarefas com ritmo e motivação extra, fortalecendo também sua concentração e a postura de estudo. Os estágios continuam tendo 200 folhas cada um e muitas figuras e ilustrações para favorecer a compreensão da lógica matemática. O que mu- dou, essencialmente, foi a distribuição da escrita Info Educação: Boletim informativo para pais e alunos do Kumon do Brasil. Kumon Instituto de Educação | Matriz América do Sul Rua tomás Carvalhal, 686 – Paraíso – são Paulo/sP – CeP 02046-002 Contatos: (11) 3059-3700 | kumon@kumon.com.br Jornalista Responsável: Rigeria salado (MtB: 31.745) | Texto: Rigeria salado e djenifer Berardi | Revisão: Rigeria salado e Cleiton lopes | Colaboração: departamentos do Kas Diagramação: Motoca design (motoca@motoca.net) | Tiragem: 115.000 exemplares• 12 • Para conhecer mais sobre o Kumon visite nosso site: www.kumon.com.br

×