Apresentação aprendizagem autoria_avaliacao

218
-1

Published on

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
218
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apresentação aprendizagem autoria_avaliacao

  1. 1. SEJAM BEM-VINDOS!
  2. 2. Aprendizagem, autoria e avaliação
  3. 3. Aprendizagem e a Interiorização <ul><li>A aprendizagem é um processo que pode ser perdido, é necessário que os conteúdos sejam interiorizados para que se tornem ferramentas do pensamento e, portanto mediadores para outros conhecimentos. O processo de interiorização refere-se à forma como cada sujeito se apropria da cultura com conteúdos e sentidos que lhe são próprios. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Através dessa abordagem é possível depreender que o professor irá mediar o processo de aprendizagem, estimulando a contradição, colocando situações problemas através de indagações. </li></ul>
  5. 5. AUTONOMIA DO EDUCANDO <ul><li>Ao invés de entregar ao educando exercícios para serem preenchidas lacunas com o auxílio do teclado é mais interessante que o aluno seja autor, crie, inove, questione. A problemática e o recurso para possível solução precisam ser estimulantes, aproximar a cultura do aluno com a aprendizagem, daí a importância do computador e de outras tecnologias na educação. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Redes cada vez mais complexas de relações, geradas pela velocidade das comunicações e informações estão rompendo as fronteiras das disciplinas e estabelecendo novos marcos de compreensão entre as pessoas. Logo, a escola não pode continuar ignorando o novo, as tecnologias, anulando e marginalizando as diferenças nos processos pelos quais ensina. </li></ul>
  7. 7. AVALIAÇÃO <ul><li>O aluno dever ser entendido como um todo e não reduzi-lo aos resultados. A prova é apenas uma amostra de comportamento diante de um teste e só mede a eficiência nesse teste, a aprendizagem é algo mais amplo e portanto a avaliação também deve sê-lo. Se coloca-se ênfase nas notas, como é feito na maior parte do processo de aprendizagem hoje, condiciona-se o aluno que apenas decora, estuda um dia antes da prova ou ainda cola, pois o reforço está atrelado ao resultado e não nos meios para obtê-los. </li></ul>
  8. 8. “ O trabalho educativo é o ato de produzir, direta e intencionalmente, em cada indivíduo singular, a humanidade que é produzida histórica e coletivamente pelos homens” Saviani (2003)
  9. 9. HOFFMANN, J. O jogo do contrário em avaliação . Porto Alegre: Mediação, 2005. LUCKESI, CIPRIANO C. Avaliação da aprendizagem componente do ato pedagógico. 1. ed. São Paulo: Cortez. 2011. SAVIANI, D (2003a). A nova lei da educação (LDB): trajetória, limites e perspectivas. 8.ed.Campinas, Autores Associados. SAVIANI, D. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações . 8. ed. Campinas: Autores Associados, 2003. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

×