1º ano   sociologia - análise e interpretação de texto
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

1º ano sociologia - análise e interpretação de texto

on

  • 3,611 views

 

Statistics

Views

Total Views
3,611
Views on SlideShare
3,611
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
22
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

1º ano   sociologia - análise e interpretação de texto 1º ano sociologia - análise e interpretação de texto Presentation Transcript

  • Free Powerpoint Templates Page 1 Free Powerpoint Templates Desigualdade, alienação e conflito: Análise e interpretação do texto "Condições de vida e trabalho dos operários da construção civil, no Brasil contemporâneo" e da canção "Cidadão", do cantor e compositor Zé Ramalho. Profª Karoline Rodrigues de Melo
  • Free Powerpoint Templates Page 2 Condições de vida e trabalho dos operários da construção civil, no Brasil contemporâneo. A construção Civil se constitui na porta de entrada, ou melhor, na encruzilhada entre o campo e a cidade, entre a classe operária industrial e o subproletariado que habita as periferias das grandes cidades. (...) É um fato que os trabalhadores da construção, me sua maioria, habitam as favelas e periferiadas das grandes cidades. Seus bairros são carentes de saneamento básico. Suas casas, modestamente construídas ou eternamente em construção, refletem os baixos salários que recebem. Poucos móveis, alimentação escassa, pouca acessibilidade ao comércio e aos equipamentos urbanos: escolas, hospitais e transporte. Nos alojamentos, mesmo nos mais equipados, há a aglomeração e a vigilância constante dos seguranças das obras, que os tornam
  • Free Powerpoint Templates Page 3 Condições de vida e trabalho dos operários da construção civil, no Brasil contemporâneo. A maioria se constitui em lugares anti- higiênicos povoados por pulgas, percevejos e ratos, onde os trabalhadores cansados dividem o espaço com materiais de construção. Já é do conhecimento público, pela divulgação da imprensa, que os alojamentos e as cantinas são os principais locais onde se expressa a revolta contida em épocas de greve ou de qualquer conflito com a empresa. É que eles são o símbolo da superexploração a que estão submetidos os trabalhadores. MINAYO, Maria C. de Sousa. Olhando através dos andaimes e tapumes. Proposta; experiências em educação popular, Rio de Janeiro, (33): 27, fev. 1987.
  • Free Powerpoint Templates Page 4 Cidadão – Zé Ramalho Tá vendo aquele edifício moço Ajudei a levantar Foi um tempo de aflição Eram quatro condução Duas prá ir, duas prá voltar Hoje depois dele pronto Olho prá cima e fico tonto Mas me vem um cidadão E me diz desconfiado "Tu tá aí admirado? Ou tá querendo roubar?“ Meu domingo tá perdido Vou prá casa entristecido Dá vontade de beber E prá aumentar meu tédio Eu nem posso olhar pro prédio Que eu ajudei a fazer... Tá vendo aquele colégio moço Eu também trabalhei lá Lá eu quase me arrebento Fiz a massa, pus cimento Ajudei a rebocar Minha filha inocente Vem prá mim toda contente "Pai vou me matricular” Mas me diz um cidadão: "Criança de pé no chão Aqui não pode estudar“ Essa dor doeu mais forte Por que é que eu deixei o norte Eu me pus a me dizer Lá a seca castigava Mas o pouco que eu plantava Tinha direito a comer... Tá vendo aquela igreja moço Onde o padre diz amém Pus o sino e o badalo Enchi minha mão de calo Lá eu trabalhei também Lá foi que valeu a pena Tem quermesse, tem novena E o padre me deixa entrar Foi lá que Cristo me disse: "Rapaz deixe de tolice / Não se deixe amedrontar Fui eu quem criou a terra/ Enchi o rio, fiz a serra/ Não deixei nada faltar Hoje o homem criou asa/ E na maioria das casas / Eu também não posso entrar
  • Free Powerpoint Templates Page 5 Trabalhando com os textos... 1. Que semelhanças sociais são possíveis entre o texto sobre o trabalhador da construção civil e a canção de Zé Ramalho? Quais os versos que expressam o problema urbano da insegurança pública e desconfiança nas pessoas? 2. Descreva a relação existente entre as condições de trabalho dos operários da construção civil com o modo de produção capitalista. 3. Identifique na canção “Cidadão” os versos que podem ser associados ao conceito de alienação apresentado por Marx. 4. Na música, por que o cidadão diz que a criança não pode estudar na escola? 5. Qual a profissão do nortista antes de ser pedreiro? Que verso revela isso? 6. Cristo consola o nortista, mas faz uma crítica aos homens. De que se trata?
  • Free Powerpoint Templates Page 5 Trabalhando com os textos... 1. Que semelhanças sociais são possíveis entre o texto sobre o trabalhador da construção civil e a canção de Zé Ramalho? Quais os versos que expressam o problema urbano da insegurança pública e desconfiança nas pessoas? 2. Descreva a relação existente entre as condições de trabalho dos operários da construção civil com o modo de produção capitalista. 3. Identifique na canção “Cidadão” os versos que podem ser associados ao conceito de alienação apresentado por Marx. 4. Na música, por que o cidadão diz que a criança não pode estudar na escola? 5. Qual a profissão do nortista antes de ser pedreiro? Que verso revela isso? 6. Cristo consola o nortista, mas faz uma crítica aos homens. De que se trata?