Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
SEM & SEO
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

SEM & SEO

  • 1,065 views
Published

 

Published in Technology , Business
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
1,065
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2

Actions

Shares
Downloads
57
Comments
0
Likes
3

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. prefácil: Google Adwords Monday, November 8, 2010
  • 2. Search Engine Marketing karinacomk@gmail.com facebook.com/karinarochacomk Monday, November 8, 2010
  • 3. Epic 2014 História futura da mídia, por Robin Sloan e Matt Thompson Monday, November 8, 2010
  • 4. Search Engine Marketing SEM é uma parte do E-Marketing mix que tem o objetivo de promover websites aumentando sua visibilidade nas páginas dos mecanismos de busca através do uso de: Search Engine Optimization (Pesquisa Orgânica) Palavras chaves com compras de posições (Paid Search) Anúncios pagos Monday, November 8, 2010
  • 5. Como funcionam os Mecanismos de Busca Monday, November 8, 2010
  • 6. O market share das ferramentas de busca Ask & AOL are Powered by Google Yahoo search is Powered by Bing Google domina Figure 1. Top 10 Search Engines as of 8/2010 from SEO Consultants. (Directory, 2010) Monday, November 8, 2010
  • 7. As empresas estão investindo cada vez mais no marketing de pesquisa na internet Google domina, com 97% das empresas pagando para anúnciar com o Google AdWords. Na média, empresas devem gastar 43% mais em SEO em 2010 do que gastaram em 2009. Orçamentos de Social Media Marketing ainda são modestos comparados com SEO e pesquisa paga. O número de empresas que fazem SEO (90%) tem se mantido desde 2007, enquanto a proporção de empresas optando por pesquisa paga (agora 81%) tem crescido de 78% em 2009 e 70% em 2008. Treis quartos das empresas estão usando Facebook (74%) e Twitter (73%) para promover suas marcas ou organizações. (Econsultancy, 2010) Monday, November 8, 2010
  • 8. Fontes de tráfegoE-Marketing Mix Buscadores Busca paga Pesquisa Orgânica Display / Banners com propaganda Retargeting Tráfego Direto URL no browser Bookmark Email marketing Store kiosk Referring Sites Comparative shopping engines Affiliate program Social marketing Market places Geradores de Link ! Para cada uma das fontes de tráfego, uma tática diferente é usada. O objetivo é manter o mix de fonte de tráfego balanceado. Figure 2. Example of Traffic Source from the Totes-Isotoner.com site from Google Analytics. (Totes-Isotoner, 2010) Monday, November 8, 2010
  • 9. Mecanismo de Busca/Página de Resultados Pago PagoOrgânico Figure 3. Example of a search engine result page from Google. (Google, 2010) Monday, November 8, 2010
  • 10. SMM – Marketing nas Mídias Sociais SEM – Marketing nos sites de Busca Mapa / Maps Flickr Facebook Myspace SEO PPC Blog Monday, November 8, 2010
  • 11. Serviços PROFISSIONAIS para resultados garantidos Sobre a atitude comportamental do usuario que pesquisa online Busca informações Pesquisa de ofertas Aquisição Usa serviços Feedback Fidelização SEM Buzz Marketing Web analytics – Buzz Metrics Social Media Marketing Click Lead/Sales Nova acquisicao Passa parola (outro clientes) Program Affiliation Monday, November 8, 2010
  • 12. Otimização de Sites A Completa otimização do site do cliente. Feito por Search Engine Optimization, se entende pela melhoria de todos os elementos relevantes do site aos olhos dos mecanismos de busca, com o objetivo de obtenção de posicionamento e de tráfego. O objetivo é presidir à frente dos resultados orgânicos (ou naturais) dos mecanismos de busca para as palavras-chave no setor de negócio do cliente (representado por exemplo palavra-chave identificadas anteriormente). • Melhorar a acessibilidade do site pelos mecanismos de busca • Otimização da Estrutura e do Còdigo do site • Otimização do Conteúdo atual do SIte • Desenvolvimento de novos conteúdos na plataforma cliente (CMS) • Formação e Aconselhamento sobre Conteúdo • Comentários no site Monday, November 8, 2010
  • 13. Sites Otimizados <head> <title>Seobra (SEO) - Otimização de sites e Marketing de Busca em Fortaleza</title> <meta name="description" content="Otimização de sites (SEO) …" /> <meta name="keywords" content="seo, sem, google local, otimização de sites, .." /> </head> <body> <a href="http://www.seobra.com.br" title="Otimização de sites SEO e Marketing de Busca - Seobra">Home</a> <div id="empresa"> <h2 class="titulo-index">SEOBRA - Otimização SEO e Marketing nos Sites de Busca</h2> <h3 class="destaque-index">Para ter um site de sucesso nos mecanismos de..h3></div> <div id="social-media"> <a href="http://twitter.com/seobrasilsem" target="_blank"><img src="http://www.seobra.com.br/wp-content/themes/seobra/images/ twitter-trans.png" alt="Follow in Twitter" width="145" height="45" border="0" /></a></div> <div id="tags"> <a href='http://www.seobra.com.br/tag/amazon-com' class='tag- link-93' title='2 tópicos' rel="tag" style='font-size: 10pt;'>Amazon.com</ a> </div> Monday, November 8, 2010
  • 14. Maior é Melhor Monday, November 8, 2010
  • 15. Orgânico x Pago Figure 4. Results of click mapping on a Google search engine result page. (Hubspot, 2010) Monday, November 8, 2010
  • 16. 61 61% dos clientes acham websites usando buscadores Figure 7. From the Forrester Research Customer Tehcnographic and Interactive Marketing surveys. (VanBoskirk, 2010) Monday, November 8, 2010
  • 17. Terminologia ROI = return on investment (gross profit/cost) ROAS = return on ad spend (revenue/cost) CPC = cost per click Conversion Rate = % de visitantes que compram Average Sale = valor por conversão CPA = cost-per-acquisition (total das vendas no mês) Monday, November 8, 2010
  • 18. Internet Revolução a cada cinco anos aproximadamente: 1990 Criação da world wide web (www) 1995 Lançamento do Netscape (primeiro navegador) 2000 Estouro da bolha 2005 Web 2.0, colaborativa, conteúdos gerados pelos usuários 2010 Web 3.0, semântica (o conteúdo organizado passa a ter significado) Monday, November 8, 2010
  • 19. Web Semântica Monday, November 8, 2010
  • 20. Monday, November 8, 2010
  • 21. Monday, November 8, 2010
  • 22. O Poder dos Buscadores Hábitos dos usuários de buscadores: – Raramente vão além da 1a página de resultados – 50% abadonam a busca depois da 2a página – 75% confiam nos resultados de busca obtidos. – 81.7% raramente lêem além da 3a página de resultados. Monday, November 8, 2010
  • 23. Ditadura dos Top 10 – Necessidade de estar na 1a página dos resultados, entre os Top 10, para ser encontrado com certeza. – Provoca uma corrida do ouro entre as empresas para tentar melhorar a posição dos seus websites nos resultados de busca para as palavras-chaves mais importantes para os seus negócios. – Para melhorar o posicionamento␣SEM (Search Engine Marketing) ou MOB (Marketing de Otimização de Buscas) Monday, November 8, 2010
  • 24. Monday, November 8, 2010
  • 25. Monday, November 8, 2010
  • 26. A Google anunciou em 26/8 um novo recurso de pesquisa em tempo real por atualizações feitas no Facebook e no Twitter. Batizado de Real Time, o site permite que usuários encontrem as últimas mensagens postadas na redes sociais com base em uma frase ou um termo desejado. Monday, November 8, 2010
  • 27. FaceBing O Bing anunciou em (13/10) que algumas funcionalidades do Facebook seriam exibidas nas pesquisas do serviço - o que inclui os populares “curti” da rede. Se, por exemplo, o usuário procurar pelo filme Star Wars, poderá ver quantos de seus amigos apreciaram algum site que trata sobre a obra. Monday, November 8, 2010
  • 28. Monday, November 8, 2010
  • 29. Monday, November 8, 2010
  • 30. Monday, November 8, 2010
  • 31. Alternativas de Busca - Cooliris Monday, November 8, 2010
  • 32. Monday, November 8, 2010
  • 33. Monday, November 8, 2010
  • 34. Monday, November 8, 2010
  • 35. Monday, November 8, 2010
  • 36. Monday, November 8, 2010
  • 37. Monday, November 8, 2010
  • 38. Google Wave Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. O Google Wave é um projeto anunciado pela Google durante a conferência "Google I/O", realizada no dia 28 de maio de 2009. Trata-se de uma plataforma para web cuja intenção é unir as características de serviços como e-mail, instant messaging, wiki e social networking em um ambiente único, funcionando a partir de qualquer browser, em qualquer sistema operacional. Algumas de suas características mais interessantes são os avançados sistemas de correção ortográfica e tradução instantânea durante bate-papos virtuais. O Google Wave foi lançado no ano de 2009. Monday, November 8, 2010
  • 39. Monday, November 8, 2010
  • 40. The Golden Triangle of Search Monday, November 8, 2010
  • 41. Monday, November 8, 2010
  • 42. Otimização orgânica ou links patrocinados? Os links patrocinados complementam as otimizações orgânicas (SEO) e vice- versa. Ou seja, o que o SEO não consegue atingir, os links patrocinados atingem. Monday, November 8, 2010
  • 43. Casos em que links patrocinados são recomendados Testar as melhores palavras-chave Erros de digitação Campanhas temporárias Otimizar para muitas palavras-chave Rapidez Palavra-chave muito concorrida Monday, November 8, 2010
  • 44. SEM – Search Engine Marketing •! SEM é o processo que usa os sites de busca na web para promover um determinado website, aumentar seu tráfego e/ou fidelidade, e principalmente aumentar o ROI. SEM envolve todas as ações internas (on-page) e externas (off-page) ao site com esse objetivo. – SEM processo todo de marketing de otimização, incluindo tanto as ações internas (SEO / on-page) quanto as externas (off-page). – SEO refere-se mais às técnicas de otimização internas do site (on-page) Monday, November 8, 2010
  • 45. SEM – Search Engine Marketing Otimização off-page – todas as técnicas envolvidas na promoção do website: – Links Patrocinados (Sponsored Links / Adwords) – WOMM, SMM & SMO – Construção de Rede de Links – Constar de Diretórios – Programas Afiliados – Press Releases – Link Bait Otimização on-page (SEO – Search Engine Optimization) Monday, November 8, 2010
  • 46. Monday, November 8, 2010
  • 47. PLANO DE MARKETING Monday, November 8, 2010
  • 48. Plano de Marketing de Busca: TI + Marketing 1)Análise Preliminar das páginas/site a otimizar e determinação dos Objetivos 2) Determinação e seleção das palavras- chave (keywords) 3) Otimização on-page e off-page 4) Monitoramento do posicionamento nas buscas 5) Controle e ajustes Monday, November 8, 2010
  • 49. Plano de Marketing: OBJETIVOS e METAS Monday, November 8, 2010
  • 50. Plano de Marketing: PALAVRAS-CHAVE As palavras-chave são o coração do SEM – toda busca começa com pessoas digitando palavras-chave “Se quiser derrubar uma árvore na metade do tempo, passe o dobro do tempo amolando o machado.” -- Provérbio chinês Palavras-chave são o machado! UM imã Monday, November 8, 2010
  • 51. Palavras-chave •!As palavras-chave estão intimamente relacionadas com os objetivos da estratégia de otimização: – Palavras genéricas – trazem tráfego – Palavras específicas – trazem conversão •! Ferramentas de palavras-chave – – Keyword Discovery – Google Adwords – Google Trends & Insights for Search Monday, November 8, 2010
  • 52. Palavras-chave •! Pelo quê as pessoas realmente procuram? Pet x cachorro / refrigerador x geladeira? •! Quantidade de palavras na palavra-chave de busca - tem aumentado ao longo do tempo (checar Google Hot Trends) •! Grafia das palavras – Junto x separado – Pluralxsingular – Grafia errada •! Palavras em outras línguas Monday, November 8, 2010
  • 53. Palavras-chave: cauda longa Monday, November 8, 2010
  • 54. Palavras-chave: cauda longa • Cabeça da cauda longa - atraem grande volume de tráfego. Maior competição. Geralmente são menos relevantes para o website - tráfego. •! Parte da cauda - atraem menor tráfego por busca. Menor competição. Atraem público mais qualificado, relevante, para o website - conversão. Monday, November 8, 2010
  • 55. Palavras-chave de qualidade atraem tráfego de qualidade! Monday, November 8, 2010
  • 56. Plano de Marketing: Monitoramento e Ajustes Monday, November 8, 2010
  • 57. Gestão de Marketing de Busca • As posições nas buscas são dinâmicas e relativas – dependem dos outros sites / das regras dos buscadores / do padrão de busca dos usuários, etc. • Por isso,depois de alcançar o posicionamento desejado, é necessário Monitorar e Ajustar constantemente a estratégia para se manter lá. Monday, November 8, 2010
  • 58. Controle a) posição nas buscas para as palavras-chave otimizadas/ compradas; b) visitas e acessos no website e em quais páginas; c) aranhas (robots e crawlers) dos buscadores que visitaram o website, e quando; d) quantas visitas se originaram de cada buscador; e) quais palavras-chaves foram usadas para trazer as pessoas a partir dos buscadores e quais são mais efetivas; f) bounce rate (taxa de rejeição) das páginas; g) quais os valores de CPC, CTR e demais indicadores das campanhas de links patrocinados; h) qual a taxa de conversão obtida; i) qual o comportamento do funil de conversão; j) etc. Monday, November 8, 2010
  • 59. ! ! " # #$ #% #$ $ #$ $ " #$%&$'()* +,&!-.). !&"'(& )#*(#$+, #%& '-#$.$/*#$'+0 $ "/ #$%&$'()* +,&!-.). *1)' *2'3# #%& +&&4 '" 5(&*#$+, *4"/ #$%&$'()* +,&!-.). *1)' *2'3# #%& +&&4 '" 5(&*#$+, *4 *6 7&#&(.$+& #%& 012'*$)3'. 40%*6 7&#&(.$+& #%& 012'*$)3'. 40% 26 8%&59 :'3( 5&('. *0,$'6$0 176 : 5 ( 0 56 8%&59 :'3( 5&('. &,8 -07% *056 8%&59 :'3( 5&('. &,8 -07% *0 46 ;*9& *095&%&$)3' &,&!-.).46 ;*9& *095&%&$)3' &,&!-.). 6 8% 9 : 8) ;&6 8%&59 :'3( :&,8),( ;&('. < . < 8 ='->0%8. &%' $?' 90.$ )950%$&,$ 5&%$ 04 & #@A < ='->0%8. ='->0%8. &%' $?' 90.$ )950%$&,$ 5&%$ 04 & #@A 4 1$ 9 116</ ='->0%8. )-'+)'(&4 1$+9) )#(*#&,: *) =&116></ ='->0%8. - ,: #'&%*? &!>&-. .$&%$. >)$? & 5'%.0, $-5),( & B'->0%- 5 -5 ( - ;*(9&#$+, ? !3)$+&)) ? @A +&&4 #' (&)&*(5% #' 4),;*(9&#$+, ? !3)$+&)) ? @A +&&4 #' (&)&*(5% #' 4), B 8 !! 8 1 $? $ $ 8) $B'->0%8. &%' %'&!!- 7.'8 1- $?' $&%('$ &78)',*' $0 C !) B 8 !) 44)C7&!)$- B'->0%8. D E7&!)$- $%&44)*- - E - F A A $) ) $)F A, 5&(' A5$)9)G&$)0, H ) !$F/ A, 5&(' A5$)9)G&$)0, H.)97!$&,'0F/ A 5&(' A5$ &$ 0 H. 7 & '0 ; I 8 J $ ! :) B;&(' I08' J,$'%,&! :),B.( • #%& &,*?0% $'6$ 97.$# & & * 0 $' $ 7.$ 1$+9&4 -*,& KL: 1$+9&4 -*,&> = 8 MKL: &*5% -*,& .3)# 2& 5(&*#&4 =$#% #%& 9&), B'->0%8. &55'&%),( ='->0%8 M%'E7',*-&*5% -*,& .3)# 2& 5(&*#&4 =$#% #%& 9&), B'->0%8. &55'&%),( ) )$ KL: • 3'%- )950%$&,$ *%)$'% ), )$. KL:/ - 5 • 9&:='(4) .3)# 2& %' N'$& O&(. 9&:='(4) .3)# 2& %' .5&99),( #%& )&*(5%N'$& O&(. .&#* #*,) &%' *0,.)8'%'8 1- .'3'%&! .'&%*? ',(),'. )-&5$*11:B .5&99),( #%& )&*(5% ).&#* #*,) &%' *0,.)8'%'8 1- .'3'%&! .'&%*? ',(),'.0 )-&5$*11:B • .&#* #*, ='->0%8. #%& .'(& ='(4) $+ #%& #*, #%& 1&)) 9'&,),(> • .&#* #*, ='->0%8. < #%& .'(& ='(4) $+ #%& #*,0 #%& 1&)) % 4 $ % • "(&C3&+5$&) 2&#=&&+ &*5% ='(4 $) ='(#%:> #*%)5$. ), $?' ;&('• .&#* #*, P'.*%)5$)0, < 4&#&(.$+& #%& #&D# #%*# $) )%'=+ #*%)5$. ), $?' ;&(' • 3)& '6$'%,&! .*%)5$ 4 , 5 "'( :'3( -*,& $+ #%& )&*(5% (&)31#)> • 3)& '6$'%,&! .*%)5$ 4 "'( :'3( -*,& $+ #%& )&*(5% (&)31#)> O)$!' O&( Q&3)(&$)0, N',7.O)$!' O&( ( • &30)8 2&3&.*%)5$ 0% 0 • 97.$ R@ $?' B'->0%8 '( *# 1&*)# 5'+#*$+ #%& .*$+ &30)8 2&3&.*%)5$ 0% 0 5*+ +'# 2& 3+4&()#'' $.-'(#*+# 9&:='(4 '" #%& -*,&> 5*+ +'# 2& 3+4&()#'' - : - , • #%& B'->0%8 97.$ 1' ), $?' 1'(),,),( '" #%& #$#1& #&D##%& B'->0%8 97.$ 1' ), $?' 1'(),,),( '" #%& #$#1& #&D#> # 1 $)$! O S?"TS?<TS?FT#71 $)$!' O&(.U S?"TS?<TS?FTV ;&(' I0,$',$• $?' B'->0%8. 97.$ 1' ), $?' .71 $)$!' $&(. *+4 *) +&*( '" ;&(' I0,$',$- ( #%& 2&,$++$+, '" #%& -%(*)& *) -'))$21&>#%& 2&,$++$+, '" #%& -%(*)& *) -'))$21&> • E&:='(4) $+ #%& $&( S?"T ). 90%' >0%$?- $?&, ), S?<T L'!'3&,*'• E&:='(4) $+ #%& $&( S?"T ). 90%' >0%$?- $?&, ), S?<T0 #%*# '(#% .'(& #%*+ $+ F%GH *+4 )' '+ L'!'3&,*' #%*# ='(#% .'(& #%*+ $+ F%GH0 *+4 )' '+> • O0 1' %'!'3&,$W 1' %' J9( O&( • !*4 5'+#&+# $) -''(1:( ( • #&D#) $+ #%& X&!$Y 5&%&9'$'% ). *0,.)8'%'8 5&(' *0,$',$ - : 3-4*#&0 +' (&1&I*+5&• #&D#) $+ #%& &!$ 5&%&9'$'% ). *0,.)8'%'8 5&(' *0,$',$> • #%& B'->0%8. 97.$ &55'&% ), $?' X&!$Y $'6$ =%&+ -'))$21& 3-4*#&0 +' (&1&I*+5& ZFI #$&,8&%8.• #%& B'->0%8. 97.$ &55'&% ), $?' X&!$Y $'6$ =%&+ -'))$21&/ ZFI #$&,8&%8. O05 04 $?' ;&(' • -*,&) 5'.-1:$+, #' Z5 ( • $# $) * -($I$1&,&4 -1*5& *+4 *0,.)8'%'8 )950%$&,$ 1- $?' - , - : , ',(),' 4%)',8!-$# $) * -($I$1&,&4 -1*5& *+4 *0,.)8'%'8 )950%$&,$ 1- $?' .'&%*? ',(),'. ',(),' 4%)',8!- M!&.? I0,$',$.'&%*? ',(),'.> # $ # # B 8 $ $ $? $ M!&.? I0,$',$ • .')# $.-'(#*+# B'->0%8. 97.$ &55'&% &. ,'&% $0 $?' $05 • J'',1& K)&&)L *11 "1*) '" #%& -*,& *) -'))$21&> 1' 05$)9)G'8 $00>5 [ A44 A ) ) )[ A44 5&(' A5$)9)G&$)0, H ) !$[/ A44 5&(' A5$)9)G&$)0, H.)97!$&[/ A44 5&(' A5$)9)G&$)0, H.)97!$& #50,.0%'8 :),B. :),B R&)$.#50,.0%'8 :),B. 1 9 ? :),B R&)$. • )-'+)'(&4 1$+9) (0 >?'%' #@A *&, ,0$B J8'&.o O'.$),( $?' 1'.$ B'->0%8. 2&"'(& MNO '-#$.$/*#$'+ J8'&. o O-#$.$/$+, "'( N).$-5),( &,8 N)..5'!!),( • ;*9& o O'950%&%- +83'%$).'9',$ I&95&)(,. '"0 %'= o O-#$.$/$+, "'( 9&,- B'->0%8. &$ 0,*' P.$11$'+)6 0 • J,$'%3 o C7)*B,'.. < #%& (&)31#) )#*(# Q3)# *"#&( )#*(#$+, #%& 5*.-*$,+ -321$) o ])(?!- 8'9&,8'8 B'->0%8. - • !3$14 * :),B R7)!8),( • R($#&:),B R7)!8),( • A%& .'(& ?)(? %&,B'8 ),107,8 !),B. *(& #%& 2&##&( • L7, & • A%& .'(& ?)(? %&,B'8 ),107,8 !),B. *(&0 #%& 2&##&(> S 1 #% 4 " $$) !) B ;AQOJQ^ $ • O'.$ .0 • S&,*1 .&#%'4) "'( ('$$),( !),B. ;AQOJQ^ $0 -07% 5&(' B • R' $?' o ;%'.. L'!'&.'. • R($#& o +44)!)&$'8 ;%0(%&9. 1 4 % 4 4 " 1 • R' $?' o !& 1$)#&4 $+ %3.*+ .*+*,&4 4$(&5#'($&) P90G/0%(0 "'( &D*.-1& P 4 " % 9 6 P 1 4 9 6 T • R' $?' o ZANN PR'(4 '" ;'3#% ;9#60 #NN PM'5$*1 ;&4$* ;9#6 T #NA P $ 1 4$ $ $ $ 6 $ $ $ $ 1 • P).&(% PM'5$*1 ;&4$* O-#$.$/*#$'+6 < $+5(&*)$+, -(&)&+5& $+ )'5$*1 9 1$ 9 7 1 $ $ 7$ U A 2 • R($#& +&#='(9) 1$+9) 7&1>$5$'>3)0 7$,,0 U'3A32&0 &#5> :) B R ) P " % $ % 6 !"#$%&' ()*o :),B R&)$. P)&& "(*.& '+ #%& ($,%#6 !"#$%&' ()* _ N N ) )_ N'&.7%'9',$ N0,)$0%),(_/ N'&.7%'9',$W N0,)$0%),(_/ N'&.7%'9',$W N0,)$0%),( 8 ) ) 4 ? 4 !! ) 4 ) ! 4N'&.7%'9',$ &,8 90,)$0%),( 04 $?' 40!!0>),( 4&*$0%. &%' '..',$)&! 40% *0,$%( ( &827.$),( $?' 5!&, >?', ,''8'8 O?' 9&), 5&%&9'$'%. 40% 9'&.7%),( &%'&827.$),( $?' 5!&, >?', ,''8'8/ O?' 9&), 5&%&9'$'%. 40% 9'&.7%),( &%' 3).)$'8 $?' 5&('. &,8 >?',` 8a ?0> 9&,- 3).)$. '&*? .'&%*? ',(),' 8%03' $03).)$'8 $?' 5&('. &,8 >?',` 8a ?0> 9&,- 3).)$. '&*? .'&%*? ',(),' 8%03' $0 1 ? 1 ) !1- N&%$?& I&%%'% I%7G ^&1%)'!1- N&%$?& I&%%'% I%7G ^&1%)'! $? b $? 1 $? 19&%$?&b9&%$?&/*09/1% >>>/9&%$?&/*09/1% 1- 9&%$?& (&1%)'!1- 9&%$?& (&1%)'!1- 9&%$?& (&1%)'! # $ # 9 1$ $ 1 $ 2 # %$ % # 2 #$ $ 4 4# $) +&5&))*(: #' .*9& * -(&1$.$+*(: *+*1:)$) *2'3# =%$5% -*,&) .3)# 2& '-#$.$/&4 *+4 44$#$'+*1 )-&5$"$5 -*,&) =$#% (&1&I*+# 5'+#&+# #' :'3( =&2)$#& 23)$+&))44$#$'+*1 )-&5$"$5 -*,&) =$#% (&1&I*+# 5'+#&+# #' :'3( =&2)$#& 23)$+&))> $?' 05$)9)G&$)0, P#(*""$5 )32)5($-#$'+) )&11) 4'=+1'*4) &#5 6$?' 05$)9)G&$)0, P#(*""$50 )32)5($-#$'+)0 )&11)0 4'=+1'*4)0 &#5>6 7.),'.. &%'&0 4&#&(.$+$+, :'3( *095'$)$0%. >'1.)$'. %&,B $+ #%& )&*(5% &+,$+&)0 , : 5 , 095'$)$0%. %'!'3&,*'095'$)$0%. %'!'3&,*' 9 #$ 4 4 $ 1 $ " $ $ #% 2 $ 2Q #$.*(9&#$+, *+4 4&)$,+ *+*1:)$) "'53)$+, $+ #%& 23)$+&)) '2Q&5#$I&) A .$%&$'(- P$+ ='->0%8. 6 L&,B),(BA .$%&$'(- P$+ ='->0%8. 6 L&,B),(B • E& '(4 "(&C &+5• E&:='(4 "(&C3&+5: % % 9 4 % P 4 2 4• R%&(& #%& 9&:='(4) *--&*( $+ #%& -*,& P5'4&0 VWS0 2'4:0 4'.*$+ +*.&6 %8X 6 • R%$5% #*,) 3)& #%&. P#$#1&0 %Y0 $.,Z*1#0 &#5>6R%$5% #*,) 3)& #%&. P#$#1&0 %Y0 $.,Z*1#0 &#5>6 • ['= #%&: *(& -')$#$'+&4 '+ #%& -*,& 5'.-*(&4 =$#% '#%&(['= #%&: *(& -')$#$'+&4 '+ #%& -*,& 5'.-*(&4 =$#% '#%&( ='(4) P#'- .$441& 2'##'.6 ,8 07$ >?)*? ='(4) P#'-0 .$441&0 2'##'.6 ,8 07$ >?)*? 4) 84),8 -07> ='->0%8. 6 I0,3'%.)0,B='->0%8. 6 I0,3'%.)0,B • J&+&($5 E&:='(4) #&+4 #' *##(*5# .'(& #(*""$5• J&+&($5 E&:='(4) #&+4 #' *##(*5# .'(& #(*""$5> M $"$ E 4 # 4 # ## # $• M-&5$"$5 E&:='(4) #&+4 #' *##(*5# 5'+I&()$'+> ! )$? 44 $) ) $) a7.!- >)$? 044 5&(' 05$)9)G&$)0,a7. - 0 5&(' 05 & 0 a P-,&9)* I0,$',$ $ ),*!78' $?' B'->0%8 (&1*#&4 #' #%& - • 4:+*.$5 -*,&) 5(&*#&4 0, $?' 4!- 3)3*11: 5*+ +'# 2&$ * 78' $ ' '- 0 8 & *#&4 #' # & • 4:+*.$5 -*,&)0 5(&*#&4 0, $?' 4!-0 3)3*11: 5*+ +'# 2& .'&%*?&1!' 2: )&*(5% &+,$+&).'&%*?&1!' 2: )&*(5% &+,$+&)> $ % ) 8 c• 5(&*#& )#(*#&,$&) =%&(& )950%$&,$ 5&('. 80,c$ ('$ %)& "'( -*,& (*+9$+,> !0.$ $+)$4& #%& 4*#*2*)&)>- , , '5'&$'8 $?' 90.$ 50..)1!' ZJO]AKO IN#'5'&$'8 $?' 90.$ 50..)1!'0 ZJO]AKO % &+,$+&) *+4 ^K+L+O@@JQ^ $?' $'6$ IN# 8;M #% # # % $ " $ 41 KL:% &+,$+&) *+4 ^K+L+O@@JQ^ $?' $'6$ • 3)& 8;M) #%*# 5(&*#&) )&*(5% &+,$+& "($&+41: KL:.0 ),8)3)87&! 5&('. 9'$& $&(.0 *095)!'. 5&('. P$+)#&*4 + Fd &,8 ed &%' %'!&$)3'!- .&4'/ '" 5(&*#$+, #%&. '+ #%& "1:60 &!!0>. *%'&$),( ),$'%,&!, :60 ( !),B. &,8 $'95!&$' 5&('. 9&,7&!!-> )!'. P Q) "'( &D*.-1&6 !),B. &,8 $'95!&$' 5&('. 9&,7&!!-> )!'. P>Q)0 "'( &D*.-1&6 Z'1.)$' #$%7*$7%'0$?'% *08' 40% *%'&$),( ,&3)(&$)0, #%*# Z'1.)$' #$%7*$7%'0$?'% *08' 40% *%'&$),( ,&3)(&$)0, #%*# '4 2: #%& )&*(5% &+,$+& 5(*=1&()'4 2: #%& )&*(5% &+,$+& 5(*=1&()> P ) f #$ $P'.)(, f #$%7*$7%' • 5&(' 8'5$? ).0!&$'8 5&('. &%' !'.. >0%$?- $?&,5&(' 8'5$? ).0!&$'8 5&('. &%' !'.. >0%$?- $?&, 5&('. $?&$ !),B #' '#%&( -*,&) P'3#2'3+4 1$+9)65&('. $?&$ !),B #' '#%&( -*,&) P'3#2'3+4 1$+9)6> • +*I$,*#$'+ 2&#=&&+ -*,&) 97.$ 4&30% *%&>!'%. 3).)$• +*I$,*#$'+ 2&#=&&+ -*,&) 97.$ 4&30% *%&>!'%. 3).)$> ? ) # 2 $4 4• ?'&3- )9&('. .3)# 2& *I'$4&4> • 5'+"$,3(& -('-&(1: #%& %010$./$6$ 4)!'/ '!'3&,$g • .719)$ -07% .)$'9&5 #' #%& )&*(5% &+,$+&)> : =($##&+0 =$#% +' 9&:='(4)0 +' - 5 , +(' &,8 K58&$),(: 0 : 0 &> +(' &,8 K58&$),(&> • #%& '14&( * -*,&0 #%& .'(& #(3)#*21& $# #&+4) #' 2& $)9' 4&30%. %&,B),(/ ZFI .$&,8&%8. 7.7&!!- &%' .'&%*? ( • #%& 5&(' 758&$),( 5&*' *""&5#) #%& .'&%*? ',(),'- #%& 5&(' 758&$),( 5&*' *""&5#) #%& .'&%*? ',(),' *%&>!'%. 3).)$ 5&*'*%&>!'%. 3).)$ 5&*'/ Z 1 )$ J 8) )8 ! ;Z'1.)$' 3'%.7. J,8)3)87&! ;&('. )% 5'+#&+#0 #%&(&"'(& M!&.? 4)!'. 97.$ • )&*(5% &+,$+&) 51*))$": &*5% -*,& $+4$I$43*11: 23#)&*(5% &+,$+&) 51*))$": &*5% -*,& $+4$I$43*11: 23# *1)' 7.' $?')% ),$'%,&! !),B. &,8 B'->0%8. $0 *!&..)4-*1)' 7.' $?')% ),$'%,&! !),B. &,8 B'->0%8. $0 *!&..)4- &,8 *&$'(0%)G' $?' >?0!' >'1.)$'&,8 *&$'(0%)G' $?' >?0!' >'1.)$'/ ! )$? 44 $) ) $) a,'07.!- >)$? 044 5&(' 05$)9)G&$)0,a,'07.!- >)$? 044 5&(' 05$)9)G&$)0,a &%' 1&.'8 0, #:-&) '" %''9)B *6 ,'>.] 26 0550.)$)0,] 56 &$$&*B] 46 %'.07%*'.] &6 ?790%&%' 1&.'8 0, #:-&) '" %''9)B *6 ,'>.] 26 0550.)$)0,] 56 &$$&*B] 46 %'.07%*'.] &6 ?790%> 40% :),B R&)$.40% :),B R&)$. * 3&!7&1!' %'.07%*' P1$)#)0 )-&5$*1 (&-'(#)0 %$)#'(: • ;*9& *+ ),$'%'.$),( 5)*$7%'P 0 - - 0 : = #'0 &#5>6 ( 5 • R' $?' 4)%.$ $0 %'.'&%*? &,8 80*79',$ )'.&#%$+,0 6 3)'> H' 9&)!5?0,'a 5%09),',$ 5'05!' *+4 , • ;*9& * $?'9'W 5!7( ), 0% 5)'*' 04 .04$>&%'H 5 a 5 5 5 )% $#> W 5 ( 5 • ;*9& & $00! $?&$ 0$?'%. *&, 57$ 0, $?')% .)$'. 23# #%*# *+ 7.'47! $00! 5 !),B. $0 -07 *+ ),$'%'.$),( &%$)*!' - • ;*9& & 20B' &107$ & B,0>, 5'%.0,( ,'>.>0%$?- h'3',$c )35% *) * 5'+#&)# 2 5 • ;*9& & %'.07%*' $?&$ ). 27.$ ), $)9' "'( * .*Q'( &I&+#- 09'$?),( ,'> #%*# %*) +'# 2&&+ 4'+& 2&"'(& 2 Q • R($#& *+ 07$%&('07. $?'0%- &,8 1&*B )$ 75 >)$? !0()*.( ' 4)%.$ ), 80),( .09'$?),( 0, $?' ),$'%,'$ ( - 5 ( • R($#& 7.'47! *099',$. 0, .09'$?),( #%*# $) %*--&+$+,( ( .09'$?),( *0,$%03'%.)&! ( -- , • ^)3' .09'$?),( 3&!7&1!' 40% 4%''( ' 4)%.$ $0 >%)$' $?' !&$'.$ ,'>. $+ :'3( +$5%& • I0), & ,'> &*%0,-9 $+ :'3( +$5%& *+4 ,&# -&'-1& #' #*19: ' 4)%.$ $0 '650.' & .*&99'% *2'3# $# %'' >)$? &, &7$?0%)$- • R'*09' &, '65'%$ ), -07% ,)*?' *+4 =($#& I*13*21& )'.& 47,,- ?790% $+"'(.*#$'+ +&,-&$.$&/ 01--2'33444 5)*4&,-&$.$&/ %"*36)/7 89)-Z+&,-&$.$&/ 01--2'33444:5)*4&,-&$.$&/:%"*36)/7 89)-Z I ! f +82I0,$%0! f +827.$9',$.W I0,$%0! f +827.$9',$.W I0,$%0! f +827.$9',$. !!) ? ) ) ) ? 8 ) 8 ! 8 ! 4%0!!),( $?' 05$)9)G&$)0, 5%0*'.. $0 ('$ $?' 8'.)%'8 %'.7!$. &,8 &!.0 40%( 5 5 ( U &a 5&(' 3)'>. 6 7,)E7' 3).)$.` 1a %'2'*$)0, %&$'` *a>?)*? *%&>!'%.U &a 5&(' 3)'>. 6 7,)E7' 3).)$.` 1a %'2'*$)0, %&$'` *a>?)*? *%&>!'%. -07% 5&('.` 'a >?)*? B'->0%8. 1%07(?$ &**'.. $0 -07% 5&('./-07% 5&('.` 'a >?)*? B'->0%8. 1%07(?$ &**'.. $0 -07% 5&('./ ^'$ $?). 50.$'%gI05-%)(?$ <iie N&%$?& I&%%'% I%7G ^&1%)'! +!! L)(?$. L'.'%3'8 Monday, November 8, 2010
  • 60. SEO – Search Engine Optimization Search engine optimization (em português optimização para motores de busca) é um processo que visa melhorar a quantidade e a qualidade dos visitantes para um site através dos resultados naturais (também conhecidos como orgânicos.) O SEO é parte do Search engine Marketing, que para lá do SEO, se preocupa também em posicionar os sites nos resultados pagos. Pode-se por isso falar no SEO como a actividade do Search Marketing que atrai visitantes “gratuitamente“. Monday, November 8, 2010
  • 61. Domínio - Se o foco não for criar uma marca, busque registrar domínio que possua a palavra-chave principal; - Ordem da palavra-chave IMPORTA; Ex: Palavra-chave em foco é Notícias www.onlinenoticias.com.br/www.noticiasonline.com.br Qual dos dois domínios terá mais peso quando usuário for buscar por noticias no Google? - Domínios ANTIGOS são bem vistos; - Tamanho importa? - Facilidade de memorização e linkagem - Fluxo natural das palavras Monday, November 8, 2010
  • 62. URL - Estrutura de diretórios simples; - Palavras relevantes ao conteúdo abordado na página; - URL deve ser AMIGÁVEL; Monday, November 8, 2010
  • 63. Título - Crie Títulos únicos; - Ordem das palavras-chave do título IMPORTA; - Conter o que vai ser abordado na página; - Sempre pense no usuário, escreva as palavras com acento; - Use vírgulas para separação das palavras-chave e | para separar as palavras-chave da marca ou nome do site; - Máximo 70 caracteres (65); Monday, November 8, 2010
  • 64. Conteúdo - Maioria dos usuários “escaneiam” as páginas. Pesquisa feita pelo site especializado em usabilidade http:// useit.com Monday, November 8, 2010
  • 65. Conteúdo - Texto - Utilize sempre o título da página relacionado com o conteúdo - Valorizar sempre o primeiro parágrafo, sem muita introdução; - Usar variações, sinônimos da palavra-chave; - Não repetir excessivamente a palavra-chave; - Jamais copiar o conteúdo dos outros, caso copie citar fonte; - Evitar textos grandes, e sempre dar atenção para o uso de imagens e vídeos; - Fazer o uso das tags HTML de forma correta. - Nunca esquecer o USUÁRIO, pois o texto está sendo criado para ele, portanto não esqueça da usabilidade e acessibilidade Monday, November 8, 2010
  • 66. Conteúdo - Imagem - Escritor Raimundo Carrero sofre derrame internado do hospital portugues - SEMPRE utilizar a tag ALT – ( Descrição da imagem); - Recomenda-se a nomeação igual da URL; - Caption (em cima ou embaixo); - NUNCA esquecer, em SEO uma imagem não vale mais que mil palavras Monday, November 8, 2010
  • 67. Conteúdo - Video - Título; - Keywords; - Descrição; - Links externos; - Votos; - Quantidade de visualizações; - Número de pessoas que deram share no seu vídeo; - Números de vezes que o vídeo foi adicionado aos favoritos; - Número de comentários; - Número de assinantes; Monday, November 8, 2010
  • 68. Meta Tags - Meta Description - Sempre descrever o que o usuário encontrará na página; - Nunca esquecer da escrita correta (sempre utilizar acentos); - Recomenda-se utilizar no máximo 160 caracteres (155); Monday, November 8, 2010
  • 69. Meta Tags - Meta Robots - Usado para controlar a indexação da página e de links; - TOME CUIDADO! Monday, November 8, 2010
  • 70. Codidicação – Elementos HTML - H1: utilizada pra títulos; - H2 e H3: Utilizadas para subtítulos; - Strong ou b e i: Utilizadas para darem destaque ao texto, ou palavra-chave; - ALT: usada para imagens, uso correto é escrever uma descrição; - Title: usada pra links, uso correto é escrever uma descrição; - Uso correto das meta tags; - Código LIMPO! - Tempo de carregamento é um fator de peso atualmente; Monday, November 8, 2010
  • 71. Estratégias/Fatores Off Pages - Links Externos (Link Building) - PageRank - Links Recíprocos (Troca de Links) - Link Bait - Cadastro em diretórios - Cadastro em Agregadores - Redes Sociais Monday, November 8, 2010
  • 72. Linkbuilding Monday, November 8, 2010
  • 73. Linkbuilding Na escalada profissional o linkbuilder passa obrigatoriamente pela função de linkbuilder júnior. Ele tem por atribuições a descoberta de links relevantes para o cliente, o envio de solicitações, pesquisa por palavras-chave, deve montar relatórios e seu trabalho tem metas que podem variar de cinco a 20 links por semana; tudo depende do cliente e do grau de dificuldade em conseguir essas recomendações virtuais. O profissional: 1. Ter um olhar mais voltado para o marketing do que para a tecnologia; 2. Ser adorador da redação; 3. Estar disposto a passar horas pesquisando a web na busca por sites relevantes; 4. Ter mente aberta para encarar uma diversidade de temas que vai desde lustra- móveis até calçados infantis; 5. Ser metódico suficiente para manter o ritmo e contro le sobre sua atividades. Monday, November 8, 2010
  • 74. PageRank É a forma pela qual o Google procura representar a importância que um site ou página tem. - Divulgada em uma escala de 0 a 10; - Considerado a quantidade de links que a página recebe; - Considerado a qualidade de cada link; - Semelhante a uma eleição (Voto de confiança); - A relação do conteúdo do site que está linkando; Calcular o PageRank: http://www.marketingdebusca.com.br/pagerank/ Monday, November 8, 2010
  • 75. Links Recíprocos - Troca de links é um dos fatores mais importantes em SEO. - Evitar a troca EXCESSIVA de links. - Jamais criar ciclos SiteA->SiteB->SiteC->SiteD-> SiteA O fechamento de um ciclo pode levar à penalização de TODOS os sites. - Troca de links com sites de conteúdo RELACIONADOS. Recebeu um link natural? Divulga o link que te referenciou. Monday, November 8, 2010
  • 76. Link Bait Atrativo de um site. É aquilo que vai fazer com que as pessoas linkem para o site. Algumas iscas surgem naturalmente, outras são intencionais. -TOP 10 - Serviços grátis - Tutorial - Análise, coberturas - Furos - Criticar - Humor - Concursos, competições - Novidades, Reviews - Viral - Facilitar links do site para os usuários divulgarem em outros sites; Monday, November 8, 2010
  • 77. Link Bait de Informação É quando as pessoas tendem a linkar para os sites pelo fato de que eles provêm informação útil. Por exemplo, um arquivo tutorial de como configurar um servidor web é uma link bait de informação. Um usuário irá ler o artigo um dia que irá ajudá-lo, e então ele poderá postar o link indicando que ele foi útil. Além disso, usar palavras chaves como “top 10“, “tutorial” e “dicas” é um macete que é usado há muito tempo e até hoje funciona bem. Outra coisa que ajuda muito para que as pessoas linkem para você é o fato do site ser sempre atualizado. Link Bait de Novidades Ser o primeiro site a reportar uma novidade pertinente irá tipicamente dar ao seu site um status de fonte de novidades. Então, assim que você ver alguma coisa nova e interessante, coloque no seu blog. . Postar com com opiniões diferentes e atualizadas pode chamar atenção. Link Bait de Humor Pessoas adoram rir, e conteúdo de humor é bem viral por natureza. Um exemplo é o site do pudim. Chega a ser cômico como ele conseguiu primeira posição dos buscadores para a keyword “pudim” por muito tempo somente com uma imagem.Outros exemplos interessantes são as animações em flash e vídeos engraçados, como o cara tussiu. Link Bait Maléficos Citar coisas polêmicas é arriscado, mas pode gerar tráfego também. Geralmente ocorre com questões políticas, sociais, raciais e sobre gosto musical. Pessoas adoram falar mal. Se você puser algo polêmico, é fácil a chance de alguém comentar em algum blog e linkar para você para citar o exemplo. Mas tome cuidado: isto aumenta as chances de você tomar um Google Bomb da blogosfera. Link Baits de Pessoas Famosas Pessoas procuram muitos por atores, bandas, etc. Fazer um artigo interessante sobre eles (como descrição de vida pessoal) é algo muito interessante, principalmente para os fanáticos. Você pode juntar este exemplo com o citado acima. Por exemplo, fale que Legião Urbana é uma droga e dê um argumento coerente. Monday, November 8, 2010
  • 78. Cadastro em Diretórios Pode ser um dos primeiros passos para ser indexado rapidamente pelo Google. O que se deve levar em conta? - O diretório é indexado? - Qual o pagerank? - Passa pagerank? - Sites ruins são aceitos? - É Free ou Pago? - É específico pro teu nicho? Monday, November 8, 2010
  • 79. Cadastro em Agregadores - Criar Títulos e Descrições DIFERENTES para cada agregador; - Crie títulos e descrições bem escritos, sempre com variações de palavras-chave; Monday, November 8, 2010
  • 80. Agregadores Monday, November 8, 2010
  • 81. Redes Sociais - Bookmarking Compartilhamento do conteúdo através de botões para envio em Redes Sociais e agregadores Ex: Twitter, Facebook, Orkut, Delicious - Conseguir links - Divulgação de conteúdo - Aumento no tráfego do site Monday, November 8, 2010
  • 82. O que EVITAR em SEO - Usar Frames: - Várias páginas para montar uma. - Usar Splash Screen: - Clique em ENTRAR para acessar o site. - Criar sites com Flash: - Mesmo o Google indexando flash o recomendado é evitá-lo. - Conteúdo com Javascript: - Google já reconhece e lê JavaScript, mas o recomendado é não abusar do uso. Monday, November 8, 2010
  • 83. O que NÃO FAZER em SEO - Keyword Stuffing - Inserção de forma excessiva de palavras-chave; - Texto Invisível - Texto com a mesma cor do fundo; - display:none; em tabela ou div com texto; - Cloaking - Exibição de conteúdo diferente para usuário e para o motor de busca; - Doorway page - Minisites com conteúdo otimizado com links para um site principal; - Link Farming (Fazenda de Links) - Varios links para vários sites. O foco é a troca excessiva de links; Monday, November 8, 2010
  • 84. O que FAZER em SEO - Conteúdo relevante; - Títulos de páginas descritivos; - Uso correto das meta tags - Fazer bom uso das tags (H1, strong, alt, title...) ; - Hierarquia clara e navegabilidade; - Links descritivos; - Troca de links com bom senso; Monday, November 8, 2010
  • 85. SEO – Search Engine Optimization • Dois fatores principais afetam o posicionamento de um site na busca orgânica na web: – Relevância das páginas (importância): “Diga-me com quem andas que te direi quem és”. – Palavras-chave relacionadas a elas (vocação) • TODAS AS AÇÕES–internas e externas– de uma estratégia de SEM visam aumentar esses fatores. Monday, November 8, 2010
  • 86. Case Cultura Inglesa Monday, November 8, 2010
  • 87. Para pensar.... Uma certa pequena e quase desconhecida empresa partilhava parte do seu nome, e logo a parte mais distinta do nome, com uma organização multinacional gigantesca. Procurando pelo nome desta nos motores de busca era impossível encontrar o site da primeira, ainda que fosse essa a parte mais significativa da sua denominação. A presidente da pequena empresa via nisso um problema sério ao desenvolvimento das actividades da mesma e pediu ajuda a três especialistas em marketing. Monday, November 8, 2010
  • 88. Ferramentas - http://www.professionalblogger.com.br/ - http://siteexplorer.search.yahoo.com - http://www.google.com/insights/search/ - http://www.marketingdebusca.com.br/pagerank/ - http://www.opensiteexplorer.org - http://www.rankingmonitor.com.br Monday, November 8, 2010
  • 89. Outras Referências Monday, November 8, 2010