Your SlideShare is downloading. ×
Guia alimentar para a população brasileira   ministério da saúde
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Guia alimentar para a população brasileira ministério da saúde

11,769
views

Published on

Published in: Health & Medicine

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
11,769
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
77
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Guia Alimentar para a População Brasileira O Ministério da Saúde, através da Secretaria de Atenção à Saúde/ Coordenação-Geral da Política de Alimentação e Nutrição, lançou em 2006 o Guia Alimentar para a População Brasileira - Promovendo a Alimentação Saudável. Considerando que o plano alimentar das pessoas com diabetes tem como base a alimentação saudável, é interessante avaliar se estas diretrizes são úteis também para esta clientela.
  • 2. Diretriz 1 – Os alimentos saudáveis e as refeições
    • Refeições saudáveis são as que incluem alimentos variados, com tipos e quantidades adequadas às fases do curso de vida.
    • Número de refeições = três refeições por dia (café da manhã, almoço e jantar) intercaladas por pequenos lanches
    • Comentário: Incentiva o consumo de alimentos de maneira harmoniosa, o que é adequado para as pessoas com diabetes.
  • 3. Diretriz 2- Cereais, tubérculos e raízes
    • Os alimentos fontes de carboidratos – amidos são a mais importante fonte de energia.
    • Seu consumo deve garantir parcela substancial da energia diária da alimentação.
    • Incentivo ao consumo de alimentos fontes de carboidratos preferencialmente integrais.
    • Comentário: Reforça a importância dos alimentos integrais por terem sua composição vitamínica, mineral e de fibras preservada, além de terem importante papel na prevenção de doenças e no tratamento de outras, entre elas, o diabetes mellitus.
  • 4. Diretriz 3 – Frutas, legumes e verduras
    • Alimentos ricos em vitaminas, minerais e fibras, devendo estar presentes diariamente na alimentação.
    • Indicação de consumo diário de 3 porções de frutas e 3 porções de legumes e verduras nas refeições diárias.
    • Comentário: Esta indicação pode ser aplicada à orientação alimentar da pessoa com diabetes, considerando cada caso de acordo com as suas particularidades. No entanto, assim como para a população em geral, seu consumo deve considerar as características de produção e hábitos regionais.
    • Outro fator relatado é o baixo consumo destes alimentos pela população, independendo da faixa de renda, fato que também pode ser observado nas pessoas com diabetes.
  • 5. Diretriz 4 – Feijões e outros alimentos vegetais ricos em proteínas
    • Reforça a importância das leguminosas, das oleaginosas e sementes para a saúde.
    • Combinação arroz e feijão = saudável e completa em proteínas.
    • Comentário: O documento aponta para uma tendência de queda no consumo de feijão no país. O consumo desta e de outras leguminosas deve ser estimulado, nas condições adequadas às pessoas com diabetes, especialmente quando consideramos que estes alimentos apresentam um menor índice glicêmico.
  • 6. Diretriz 5 – Leite e derivados, carnes e ovos
    • Descreve o papel de leite e derivados como fontes de cálcio e proteínas.
    • Apontam o alto valor biológico das proteínas de ovos, carnes, peixes, leite e derivados e sobre a alta biodisponibilidade do ferro presentes nas carnes.
    • Comentário: Os laticínios com menor teor de gordura são recomendados para a população adulta, o que está em concordância com as orientações sugeridas as pessoas com diabetes. O mesmo se aplica à recomendação para redução no consumo de carnes ricas em gorduras e sódio.
  • 7. Diretriz 6 – Gorduras, açúcares e sal
    • O consumo rotineiro e em quantidade elevadas de gorduras, açúcar e sal aumenta o risco para doenças e seus agravos.
    • Reforça a importância da consulta aos rótulos dos alimentos industrializados para orientar a seleção adequada dos mesmos.
    • Comentário: Também há concordância com as orientações as pessoas com diabetes, especialmente no que se refere às gorduras trans e o uso preferencial de óleos vegetais e azeite. Outro aspecto importante é a recomendação de consumo de açúcares simples abaixo de 10 % da energia total diária, especificamente açúcar e alimentos preparados com este ingrediente.
  • 8. Diretriz 7 – Água
    • Descreve a importância da água para o funcionamento do corpo humano.
    • Sugere um consumo médio de 6 a 8 copos por dia, preferencialmente nos intervalos das refeições.
    • Comentário: O texto sugere incentivar a substituição de refrigerantes, bebidas alcoólicas e sucos industrializados por água, orientação bastante adequada para pessoas com diabetes. O documento citado aborda outras questões como atividade física e a qualidade sanitária dos alimentos.
    • Fonte: www.saude.gov.br/alimentacao
    • www.diabetes.org.br