Your SlideShare is downloading. ×
Relatório ações da saúde
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Relatório ações da saúde

1,454
views

Published on


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,454
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
20
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. RELATÓRIO DAS AÇÕES EXECUTADAS PELA SAÚDE SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE FLORES-PE. O município de Flores conta com 07 Equipes de Saúde da Família,sendo 02 localizadas na zona urbana e 05 na zona rural. A Estratégia de Saúdeda Família (ESF) apresenta uma cobertura de 100% no que diz respeito aosprogramas da atenção básica disponíveis à população. Estes programas são:pré-natal, citologia do colo uterino, criança de risco, SISVAN (VigilânciaNutricional), Puericultura (consulta da mãe e bebê após o parto), PNI(Programa Nacional de Imunizações), hiperdia (hipertensão e diabetes),DST/AIDS, controle da hanseníase e tuberculose, consultas médicas emresidentes da área e visitas domiciliares. Contamos também com uma equipede 52 agentes comunitários de saúde, divididos nas 07 áreas de abrangência domunicípio de Flores. Cada ESF é composta por um Médico, uma Enfermeira-chefe, um técnico de enfermagem, um auxiliar de serviços gerais e 6 a 8Agentes comunitários de Saúde. No município de Flores existem 03 equipesde Saúde Bucal, localizadas nos PSFs de Fátima, Sítio dos Nunes e Alto Pedrode Souza. Segundo o Sistema de Informação da Atenção Básica (SIAB),foram realizados diversos atendimentos para complementar a produção dazona geral em relação ao programa de saúde da família. De acordo com essa produção de janeiro de 2010 a Junho de 2011formam realizados:
  • 2. 30.185 atendimentos médicos, uma média de uma consulta e meia por habitante como o preconizado pelo Ministério da Saúde; 4.306 puericulturas (consulta pós-parto e/ou crianças até 01 ano); 3.051 consultas de pré-natal; 1.718 atendimentos de prevenção de DST/AIDS visando o tratamento prévio e possível cura desses casos; 23.890 atendimentos individuais do Enfermeiro-chefe; 10.625 curativos; 1.389 inalações/neblulizações; 6.358 injeções; 815 retiradas de pontos; 68 palestras (educação em saúde); Visitas domiciliares: 2.158 dos médicos; 2.332 dos enfermeiros-chefes; 479 dos dentistas; 2.506 nível médio (técnica de enfermagem); 109.227 dos agentes comunitários de saúde. Os PSFs apresentam também o programa Saúde do Idoso que atua emparceria com a Academia das Cidades trabalhando ações de Educação emSaúde, esporte, nutrição e lazer. De acordo com a epidemiologia, apresentamos 07 casos de Hanseníasee 01 caso de tuberculose, todos em tratamento onde os quais vêem encerradospor cura. Segundo o SIAB (Sistema de Informação da Atenção Básica emSaude), temos 390 diabéticos e 2.048 hipertensos, acompanhados pelo
  • 3. programa hiperdia (hipertensão e diabetes) implantado nos PSFs doMunicípio. Vale salientar que no que diz respeito à atenção básica e aoMinistério da Saúde, o município de Flores vem atingindo todas as metaspreconizadas pelo Ministério da Saúde e cobrindo as necessidades dapopulação. A Secretaria Municipal de Saúde também dispõe do planejamentofamiliar onde é feita toda orientação e acompanhamento para as famíliasoptarem sobre qual método contraceptivo irão adquirir bem como a prevençãode DSTs (doenças sexualmente transmissíveis). São distribuídos diária egratuitamente diversos tipos de anticoncepcionais orais e injetáveis, bem comoentrega de preservativos masculinos e femininos, contraceptivo de emergência(pílulas do dia seguinte) e lubrificantes vaginais. Também existe o TFD (Tratamento fora de domicílio) onde os pacientesque necessitam de tratamento fora do Município recebem todo o apoionecessário (estrutural e financeiro), e para estes pacientes que se deslocampara a capital existe a casa de apoio, onde recebe todas as pessoas queprecisam de hospedagem em Recife durante o tratamento. Outras açõespodem ser destacadas como: Vigilância Sanitária que vistoria, fiscaliza emonitora todos os utensílios de consumo humano bem como realização depalestras educativas; Setor de Epidemiologia, onde é feita a busca ativa eacompanhamento das doenças virais, contagiosas, parasitoses; ConselhoMunicipal de Saúde, órgão de fundamental importância para saúde doMunicípio onde são decididas e apreciadas todas as condutas e novos projetospara Flores e o Programa de combate às endemias, que visa eliminar osvetores causadores de doenças.
  • 4. Um dos Programas que merece destaque em nosso Município é PNI(Programa Nacional de Imunizações). Frente às campanhas de vacinação vivenciadas durante o ano de 2011,podemos evidenciar que Flores se encontra em destaque entre os municípiosque fazem parte da XI Gerência de saúde, pois todas as metas estabelecidasestão sendo cumpridas e em conseqüência observa-se uma melhor prevençãodas doenças evitadas através da vacinação. Sendo assim, vejamos a seguir todas as doses aplicadas e o percentualde metas atingidas.Tabela 01- Distribuição das vacinas do Calendário Básico administradas no período de Janeiro a Junho em crianças de zero a 01 ano em Flores - 2011. VACINAS JAN/JUN-2011 Poliomielite 523 BCG < ano 116 Hepatite B 752 Tetravalente 357 Tríplice Viral 284 Rotavírus 196 Meningocócica C 387 Pneumocócica 10 466 Total 3.081 Fonte: PNI/Vigilância Epidemiológica/SMS - Flores
  • 5. Análise: Esse índice comprova o compromisso que o Município de Flores temem manter suas crianças protegidas. GRÁFICO INFORMATIVO DO PNI MUNICÍPIO DE FLORES – PE PRIMEIRO SEMESTRE - 2011 140% 120% 100% 80% 60% 40% 20% 0% S TE TP A AL G t O D U TR BC LI TI R D R PÓ VI TE VÍ PA TA E E C H O LI R ÍP TR Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza-2011ObjetivoReduzir a morbimortalidade e as internações causadas pela influenza.Período25 de abril a 27 de maioPúblico Alvo Crianças de 6 meses a menores de 2 anos; Gestantes; População de 60 anos e mais;
  • 6. Trabalhadores de Saúde das Unidades que fazem atendimento para a influenza;Cobertura vacinal da campanha contra influenza em Flores:93,60% (foram vacinadas 4.153 pessoas);A meta é vacinar pelo menos 90%. Vejamos então um gráfico comparativo da situação vacinal de janeirode 2004 a dezembro de 2010. Os números nos mostram a notável diferençaentre os anos em que a atual equipe de Saúde esteve à frente das questõesvacinais. Gráfico da situação de Imunizações no comparativo de Janeiro de 2004 a dezembro de 2010. Flores-PE.
  • 7. 100 90 80 70 60 50 cobertura vacinal 40 óbitos 30 20 10 0 2007 2008 2009 2010 Programa de Saúde Bucal Atendimentos Odontológicos de janeiro a Abril de 2011. USF – Alto USF - Fátima USF – Sítio dos Pedro de Souza NunesJaneiro 611 273 723Fevereiro 926 613 577 Março 1.189 562 834 Abril 760 723 551
  • 8. Atendimento Hospitalar- Hospital Genésio Francisco Xavier- Flores-PE.De janeiro a Julho de 2011 foram realizados:Atendimento ambulatorial: 7.599Consulta (clínico geral): 6.678Consulta (pediatria): 26Consulta (ginecologia): 69Consulta (psicologia): 76Consulta (cardiologia): 57Exames de citologia (prevenção do câncer de colo uterino): 70Exames laboratoriais: 9.485Consulta de urgência e emergência: 16Transferência para outra Unidade: 31Observação clínica (até 24h): 1.220Ultra sonografia: 810Admissão médica na urgência: 13.127Exame de colposcopia: 39Além da Implementação de todos esses atendimentos, a atualadministração vem conseguindo diversas melhorias na saúde, na qualpodemos destacar:
  • 9. Implantação do Programa de Saúde Bucal; Aquisição de uma Odontomóvel; Reforma e ampliação da Unidade Hospitalar Genésio Francisco Xavier; Reforma e ampliação de todos os PSFs; Construção e implantação da Unidade de Saúde da Família do Saco do Romão; Implantação da Vigilância Sanitária e Vigilância em Saúde; Realização de Concurso Público; Aquisição de novas ambulâncias e novos veículos para Vigilância em Saúde; Aquisição de novos e modernos equipamentos para os PSFs e Hospital; Projeto Academia das Cidades (visando promoção à saúde); Contratação do Profissional Farmacêutico para atuar na Farmácia Básica; Implementação da Farmácia Básica; Implantação do Programa Mãe Coruja Pernambucana (visando acompanhamento das gestantes e crianças); Aquisição de um lar do idoso, onde todos os idosos que estão ali morando recebem atendimento médico especializado em domicílio. É importante lembrar que Saúde não é somente ausência de doença, massim um dos direitos fundamentais do ser humanao que pode ser definida como
  • 10. qualidade de vida. Nossa saúde depende de muitas coisas, como por exemplo,das condições sociais, históricas, econômicas e ambientais em que vivemos.De acordo com a Organização Mundial da Saúde, os principais determinantesda saúde incluem o ambiente social e econômico, lazer, o ambiente físico e ascaracterísticas e comportamentos individuais da pessoa. Em geral, o contextoem que um indivíduo vive é de grande importância na sua qualidade de vida eem seu estado de saúde. O ambiente social e econômico são fatores essenciaisna determinação do estado de saúde das pessoas. O ambiente físico é talvez o fator mais importante que deve serconsiderado na classificação do estado de saúde de um indivíduo. Isso incluifatores como água e ar limpos, casas, saneamento, comunidades e estradasseguras, todos contribuindo para a boa saúde. Prefeitura Municipal de Flores - PE Secretaria Municipal de Saúde de Flores O Progresso Continua!!! É daqui pra melhor!