Your SlideShare is downloading. ×
Aula 5 - TIC-Edu.
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Aula 5 - TIC-Edu.

316
views

Published on

Aula enfocando o uso dos Blogs e a metodologia de Projetos de Aprendizagem.

Aula enfocando o uso dos Blogs e a metodologia de Projetos de Aprendizagem.

Published in: Education

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
316
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Conhecendo as formas de aprender dos nossos estudantes, valorizando imagens e movimentos. Aula – 5 Sisney Darcy Vaz da Silva Jr. Universidade Federal do Rio Grande – FURG Universidade Aberta do Brasil Programa de Pós-Graduação em Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação
  • 2. PLANO DE AULA
    • Dados Informativos:
    • Disciplina: Língua Portuguesa.
    • Tempo previsto: 4h/a.
    • Série: 8ª.
    • Tema: Produzindo textos através de pesquisas no You Tube.
  • 3. Introdução.
    • Como citado no artigo “Planejando uma aula sob a perspectiva construtivista”, Na visão construtivista,  o estudante constrói representações por meio de sua interação com a realidade, as quais irão constituir seu conhecimento, processo insubstituível e incompatível com a idéia de que o conhecimento possa ser adquirido ou transmitido. Assumir esses pressupostos significa mudar alguns aspectos centrais do processo de ensino-aprendizagem em relação à visão tradicional.
    •   Nas minhas aulas de Língua Portuguesa, acredito que o modelo construtivista é bastante funcional e é a melhor maneira de se trabalhar a Língua sem excluir nenhum aluno. Nesse processo, nós professores devemos instrumentalizar nossas ferramentas de ensino e criar maneiras de sensibilizar o aluno a reflexão e não a memorização.  
  • 4.
    • Uma forma interessante e atrativa de planejamento de uma aula, nesse contexto uma aula de Língua Portuguesa, onde a Tecnologia não é usada como pretexto metodológico, mas sim como recurso para o desenvolvimento da temática é a utilização da metodologia de Projetos de Aprendizagem, que mesmo antes de ingressar no Programa de Pós-Graduação em TICEdu eu já utilizava nas minhas práticas.
    • Essa metodologia basea-se na autonomia do educando, tendo como base o construtivismo, ele constrói o conhecimento através das suas dúvidas acerca de um tema do seu próprio interesse. Nesse sentido, Piaget (2001) refere à assimilação e à acomodação nas relações com a afetividade quando nos aponta que não há trabalho sem necessidade; não há ato de inteligência sem pergunta, quer dizer, sem experimentar a sensação de uma lacuna, portanto, sem desequilíbrio, sem necessidade.
  • 5.
    • Maturana e Zöller (2004) referem que a base da rede de conversação é o emocional presente nesta, e Piaget (2001) nos ensina que, a partir da relação de afetividade, é que surge a necessidade de estudo. “A noção de equilíbrio tem uma significação fundamental, tanto do ponto de vista afetivo como intelectual” (PIAGET, 2001, p. 20).  
  • 6. Objetivos:
    • Objetiva-se, com esta atividade, que o aluno saiba utilizar o youtube, como ferramenta de pesquisa e utilize e visualize os vídeos lá presentes como textos sincréticos. Assim, possibilitando a leitura de textos verbais e visuais presentes nos vídeos, e assim produzam textos similares e publiquem em seus blogs.
  • 7. Procedimentos:
    • Partindo do pressuposto que o educando já tenha uma noção de informática, e está participando do curso de Blogs, apresentado na PAE do estudante proponente, esta aula consistirá de 4 etapas:
    • 1ª ETAPA.
    • Utilizarei nessa proposta ferramentas como:
    • O laboratório de informática;
    • O blog e;
    • Páginas de pesquisa de vídeos do YouTube.com.
    • Como nas primeiras aulas o aluno já construiu seu blog... 
  • 8.
    • 2ª ETAPA.
    • A segunda etapa será constituída pelo emprego da metodologia de PAs.
    • Será sugerido que o educando busque um vídeo no youtube, que tenha relação direta com a temática que escolheu pesquisar. Por exemplo, se o aluno estiver pesquisando sobre “futebol”, terá que buscar um, ou mais vídeos com esta temática, buscando temas transversais dentro do assunto principal, como regras, times, penalidades, história, etc.
  • 9.
    • 3ª ETAPA.
    • Na terceira etapa será solicitado que o educando escreva um texto reflexivo acerca do(s) vídeo(s) que elencou, explicando o motivo de ter escolhido este vídeo e publique, tanto o(s) vídeos(s), quando os textos em seu blog e divulgue para os colegas.
  • 10.
    • 4ª ETAPA.
    • A quarta etapa será constituída de um diálogo simples entre docente e discentes acerca do que foi feito por eles nos blogs, reflexionando que os filmes, vídeos, propagandas também são textos, porém em outros formatos. Será trabalhada a noção de texto para que assim o aluno entenda o que é um texto verbal e o que é um texto visual.
  • 11. Avaliação
    • A avaliação será feita de maneira formativa, observando o nível de aprofundamentos das pesquisas, as observações feitas através das produções textuais e a produção feita no momento do diálogo pós-publicação no blog.
  • 12. Referências
    • FAGUNDES, Lea; SATO, Luciane; LAURINO-MAÇADA, Débora. Aprendizes futuro: as inovações começaram! Brasília: SEED; MEC; PROINFO, 1999. (Informática para a mudança na educação).
    • GUTIERREZ, Suzana. Weblogs e educação: contribuição para a construção de uma teoria . CINTED-UFRGS - Novas tecnologias na educação. V. 3 Nº 1, Maio, 2005
    • MATURANA, Humberto. Uma nova concepção de aprendizagem. Dois pontos, v. 2, n. 15, 1993.  
    • ______. Emoções e linguagem na educação e na política. Belo Horizonte: UFMG, 2002.