Fundamentos do .NET Framework - Parte 1

11,304 views

Published on

Fiz esta apresentação para dar um curso de .NET C# na faculdade Pitágoras. Esta é a primeira e mostra fundamentos do framework, é mais um overview dessa poderosa tecnologia.

Published in: Technology
1 Comment
1 Like
Statistics
Notes
  • Conteúdo muito bem explicado dessa tão poderosa plataforma. Parabéns pelo slide.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
11,304
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
46
Actions
Shares
0
Downloads
91
Comments
1
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Fundamentos do .NET Framework - Parte 1

  1. 1. Microsoft .NET C# I) Introdução à plataforma .NET .NET Framework no mundo do desenvolvimento II) Arquitetura .Net maquina virtual, compilação e execução III) A linguagem C# ênfase na linguagem IV) Evolução de arquiteturasI) Introdução a plataforma .NET • O que é a Microsoft .NET? • O que é a .NET Framework? • Fundamentos da .NET Framework • Common Language Runtime • Base Class Library
  2. 2.  Microsoft .NET é uma iniciativa da Microsoft que visa uma plataforma única para desenvolvimento e execução de sistemas e aplicações. Todo e qualquer código gerado para .NET, pode ser executado em qualquer dispositivo ou plataforma que possua um framework: a "Plataforma .NET". Com idéia semelhante à plataforma Java, o programador deixa de escrever código para um sistema ou dispositivo específico e passa a escrever para a plataforma .NET.Fonte: Wikipedia. Disponivel em http://pt.wikipedia.org/wiki/Microsoft_.NET .Acesso em:03/09/2008
  3. 3. A .NET Framework é a plataforma da Microsoft para construção de aplicativos de interface rica (RIA), comunicação segura e a capacidade para modelar vários processos de negócio. Provê modelagem de programação consistente e um conjunto comum de APIs ( Base Class Library (BCL) também conhecida como Framework Class Library (FCL) ) ajudando a construir aplicações que funcionam da maneira que você deseja, na linguagem de programação de sua preferência, através de software, serviços e dispositivos.Fonte: Microsoft. Disponivel em http://www.microsoft.com/net/Overview.aspx. Acesso em:06/10/2008
  4. 4. A .NET Framework tem dois componentes principais: o ambiente comum deexecução de linguagem (Common Language Runtime (CLR) e a Base ClassLibrary (FCL). CLR : é o alicerce da .NET Framework. Podemos pensar o runtime como um agente que gera código em tempo de execução prestando serviços essenciais. Base Class Library: coleção de tipos orientada a objetos reutilizáveis que podem ser usados para desenvolver aplicações que vão da tradicional linha de comando até interface gráfica com o usuário (GUI).  Fonte: Microsoft http://msdn.microsoft.com/en-us/library/zw4w595w.aspx Acessado em 08/10/2008
  5. 5. 6
  6. 6. 7
  7. 7.  Partial ClassPermite dividir a definição de uma classe (linha de código) em diversos arquivos;Windows Form: Form1.cs e Form1.Designer.cs. Generics Class Permite definir uma classe sem especificar o tipo dos parâmetros ou o tipo dos membros da classe; Acaba com a necessidade de Boxing e UnBoxing; Collections Generics. 8
  8. 8. Microsoft .NET C# I) Introdução à plataforma .NET .NET Framework no mundo do desenvolvimento II) Arquitetura .Net maquina virtual, compilação e execução III) A linguagem C# ênfase na linguagem IV) Evolução de arquiteturasII) Arquitetura .Net • Vantagens •Desvantagens •User Interfaces •Arquitetura .Net •Coleta de lixo • Máquina virtual •Como funciona?
  9. 9.  Alta escalabilidade para ambientes de missão crítica. Interoperabilidade entre plataformas e componentes desenvolvidos em outras linguagens suportadas pela .NET Framework. Sintonizado com as últimas tecnologias. Solução sendo mundialmente adotada. Tecnologia baseada em máquina virtual. Rotina automática de “coleta de lixo” que permite remoção de variáveis e objetos que não são mais utilizados. Novo ambiente de desenvolvimento acelerado (IDE VS). Fim do “Dll HELL”
  10. 10.  É um novo paradigma e requer aprendizado de novas técnicas para fazer o melhor uso da ferramenta, principalmente em POO. Requer a distribuição do framework. Em alguns casos de migração, requer reengenharia ou reescrita completa do código.
  11. 11. O .NET Framework suporta tres tipos de interfaces com o usuario: Windows Forms (WinForms) o qual roda sobre cliente Win32. Web Forms o qual roda com o ASP.NET Console Applications, aplicacoes estilos DOS, “command prompt window”. 12
  12. 12.  Desenvolvimento para ambiente web e desktop de forma simples e acelerada. Funcionalidades que tornam a integração entre os dois ambientes de forma fácil e ágil. Ferramentas RAD para desenvolvimento. Independência de linguagem de programação ( CLS ). Compartilhamento de componente desenvolvidos entre as diversas linguagens de forma transparente para o desenvolvedor. FCL – Framework Class Library
  13. 13.  Mecanismo de limpeza e desalocação de memória ; Destrói e limpa automaticamente objetos que saíram de referência; Termina com o problema da referência circular; Termina com problema de objetos órfãos que ocupam memória. 16
  14. 14.  Uso real de herança, polimorfismo e sobrecarga; Fácil extensão de funcionalidades (escalabilidade); Prepara o programador para as metodologias de desenvolvimento orientadas a objeto. 17
  15. 15.  Máquina virtual: o código gerado é compilado em linguagem intermediária (MSIL). O IL é distribuído para os clientes. O compilador “just in time” (JIT) compila o código em IL para linguagem de máquina.
  16. 16. Código Fonte F# C++ C# Componente não gerenciado Compilador Compilador CompiladorGerenciado Assembly Assembly Assembly MSIL MSIL MSIL CLR Compilador JIT Código Nativo Serviços do Sistema Operacional
  17. 17. Microsoft .NET C# I) Introdução à plataforma .NET .NET Framework no mundo do desenvolvimento II) Arquitetura .Net maquina virtual, compilação e execução III) A linguagem C# ênfase na linguagem IV) Evolução de arquiteturasIII) A linguagem C# • Por que C#? • A linguagem C# • ASP.NET • Componentes importantes
  18. 18.  Linguagem de programação criada para funcionar em .Net. Primeiro compilador a ser desenvolvido para a plataforma. A maior parte da .NET Framework é escrita em C#. Por tudo isto, a linguagem C# é considerada a linguagem de desenvolvimento símbolo da .NET Framework.
  19. 19.  É uma linguagem da família C++. Possui similaridades com a linguagem Java e agrega alguns conceitos difundidos pelo Object Pascal, como o uso de estruturas “properties” no código. Possui o conceito de programação genérica (Generics), que permite implementação parametrizada em design-time eliminando a necessidade de conversões de tipos e verificações em run-time (similar aos templates da linguagem C++).
  20. 20.  A tecnologia ASP.Net é uma evolução da antiga tecnologia ASP (Active Server Pages) da Microsoft. Ao contrário da sua antecessora, as aplicações ASP.NET são compiladas antes da execução, o que proporciona um maior ganho em desempenho. Tecnologia da Plataforma .Net voltada para o desenvolvimento de aplicações Web. Componente do Internet Information Service (IIS). Permite a criação de páginas HTML dinâmicas através de linguagem de programação. As aplicações podem ser escritas em várias linguagens (desde que suportadas pela .Net Framework).
  21. 21. 25
  22. 22.  Remoting: Infra-estrutura de interação remota da plataforma. Permite a comunicação dos clientes com objetos hospedados em domínios, locais ou remotos. Reflection (Reflexão): É um processo da .Net Framework que permite obter informações sobre assemblies e tipos definidos dentro destes, além da criação, invocação e acesso às instâncias de tipos em tempo de execução. Generics : É um mecanismo de linguagem de programação pelo qual um único pedaço de código (método, objeto, interface, etc) pode manipular tipos diferentes de dados sem ter explicitamente uma entidade separada para cada tipo de dado.
  23. 23. Microsoft .NET C# I) Introdução à plataforma .NET .NET Framework no mundo do desenvolvimento II) Arquitetura .Net maquina virtual, compilação e execução III) A linguagem C# ênfase na linguagem IV) Evolução das arquiteturasIV) Evolução das arquiteturas • Arquitetura Cliente/Servidor • Arquitetura N camadas ( MVC )
  24. 24.  Arquitetura Cliente/Servidor em Win32Vantagens É mais simples desenvolver as aplicações. É mais simples testar as aplicações. É mais simples distribuir e instalar as aplicações.Desvantagens Maior acoplamento da regra de negócio com a interface de usuário. Menor coesão dos módulos devido a dependências através de hard-code. Maior dificuldade de integração entre os módulos. Maior dificuldade de atualizações de versão no cliente. Desenvolvimento de ambiente web (Ex.: ASP) e desktop (Ex.: Borland Delphi) com tecnologias distintas. Maior custo para desenvolvimento de aplicações com flexibilidade e escalabilidade (COM+,).
  25. 25. Interface web Tecnologia de acesso a dados SGBD SQL Server ou OracleInterface desktop
  26. 26.  Arquitetura N Camadas com .NetVantagens Menor acoplamento da regra de negócio com a interface de usuário. Maior coesão dos módulos devido a independência de código. Maior facilidade de integração entre os módulos. Maior facilidade de atualizações de versão no cliente, podendo atualizar apenas parte de um módulo. Desenvolvimento de ambiente web e desktop com tecnologia unificada (.Net). Menor custo para desenvolvimento de aplicações com flexibilidade e escalabilidade (Remoting). Permite maior escalabilidade. Permite reaproveitamento de regras de negócio e cálculo. Permite execução remota via WEB.Desvantagens Mais difícil de desenvolver as aplicações. Mais difícil de distribuir e instalar. Mais difícil de testar.
  27. 27. Interface ASP.NET/ WebForms Regras de negócio Tecnologia compartilhadas com ADO.NET de Remoting acesso a dados SGBD Interface WinForms
  28. 28. Front-end Servidor de Aplicação Banco de Dados.NET Framework .NET Framework Cliente do Banco de Dados
  29. 29. Front-end Banco de Dados Servidores de Aplicação

×