2ª Edição doNaval Summit                                                                          Brazil22 e 23 de Novembr...
Terça-Feira, 22 de Novembro de 201108h40 Recepção dos Participantes e Credenciamento                                      ...
Quarta-Feira, 23 de Novembro de 201115h30 Panorama dos Estaleiros de Reparo Naval no Brasil                               ...
Roberto Galli      Vice-Presidente Executivo      SYNDARMA - SINDICATO NACIONAL DAS EMPRESAS DE NAVEGAÇÃO MARÍTIMA      En...
INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES:   (11) 3017.6888 | naval@ibcbrasil.com.br   www.informagroup.com.br/navalsummit                 ...
FICHA DE INSCRIÇÃO - Naval Summit - EX0903211Nome:                                                                        ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Naval Summit Brazil 2011

1,026

Published on

O Naval Summit Brazil está na sua segunda edição e já é considerado um dos mais respeitados eventos do setor naval.
Dias 22 e 23 de novembro, 2011 - Windsor Barra Hotel - Rio de Janeiro

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,026
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
22
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Naval Summit Brazil 2011"

  1. 1. 2ª Edição doNaval Summit Brazil22 e 23 de Novembro de 2011 - Windsor Barra Hotel – Rio de Janeiro Conheça os Pontos da Política de Conteúdo Local e Debataos Maiores Gargalos do Setor Naval com os Principais Players do Mercado: • Capacidade dos Estaleiros • Cadeia Sustentável de Suprimentos e Logística • Preço do Aço Nacional • Formação de Marítimos • Capacitação de Mão de Obra • Legislação Tributária: Repetro e Reb Realização: Patrocínio:
  2. 2. Terça-Feira, 22 de Novembro de 201108h40 Recepção dos Participantes e Credenciamento 11h30 O Impacto do Desenvolvimento do Mercado Offshore na Indústria Naval • Novo plano de investimentos na indústria naval voltados para o setor offshore08h50 Abertura da Conferência pelo Presidente de Mesa • Investimentos da Petrobras • Construção de navios e plataformas offshore Esse encontro está dividido em 07 sessões que representam as • Panorama da cadeia de fornecimento offshore principais demandas e desafios do setor naval com o objetivo de • Manutenção e serviços apresentar distintas óticas e fomentar discussões para uma • Mão de obra para este nicho específico participação ativa de todos os profissionais presentes. • Mercado offshore e energias alternativas • Exploração do pré-sal: regulamentação ambiental • A extração de óleo e gás na região Norte Mesa de Abertura Eduardo Autran de Almeida Júnior09h00 O Retrato Atual da Indústria Naval no Brasil: Veja o que esse Mercado Gerente Executivo de Abastecimento Logística Petrobras Está Vivenciando no Momento e Quais São os Planos Futuros Um overview dos temas que serão discutidos mais profundamente no decorrer das palestras: Augusto Ribeiro de Mendonça Neto • Gargalos Presidente • Investimentos nacionais e internacionais ABENAV - Associação Brasileira das Empresas de Construção Naval e Offshore Empresário, Presidente da ABENAV, formado em Engenharia Elétrica pela UMC – Universidade de • Competitividade Mogi das Cruzes (São Paulo, Brasil). É vice-presidente do SINAVAL (Sindicato Nacional da Indústria • Importação e exportação da Construção Naval), onde coordena as ações da atividade de construção offshore, e Sergio Leal vice-presidente da ABDIB (Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base). Pelo Secretário Executivo PROMINP (Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural), é integrante desde a sua criação tendo participado como coordenador em alguns projetos. Sinaval - Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore Alexandre Castanhola Gurgel Graduou-se em Engenharia Mecânica de Operação em 1968 pela Escola Politécnica da PUC (Pontifícia Superintendente de Indústria Naval e Offshore Universidade Católica) do Rio de Janeiro. Graduou-se em Engenharia Industrial Mecânica em julho de Governo do Estado do RJ - Secretaria de Desenvolvimento Econômico, 1972 pela Escola de Engenharia da Universidade Federal Fluminense. Na Construção Naval, ingressou Energia, Indústria e Serviços em 1970 na EBIN S/A – Indústria Naval como estagiário, tendo sido contratado como Engenheiro em Mestrado Executivo em Petróleo e Gás - COPPE – UFRJ, Pós-Graduação em Análise de Sistemas - UES 1º. de dezembro de 1970. Trabalhou na empresa até maio de 1984, quando a empresa desativou sua – RJ, Bacharel em Ciências Náuticas (Oficial de Náutica) - EFOMM – RJ, Coordenador do Comitê Naval planta de construção naval, passando a operar apenas como reparadora naval até encerrar suas RJ do PROMINP – Governo Federal, Membro do Conselho de Autoridades Portuárias de Itaguaí – RJ – atividades em 1980. Foi Professor da Escola Técnica Henrique Lage (Governo do Estado do RJ) de 1972 Governo Federal. Membro do Conselho Executivo do PRODESMAR – Convênio Petrobras e Governo do a 1993 e do Colégio Nilo Peçanha (Niterói) nos anos de 1974 e 1975, ministrando disciplinas nos RJ, Responsável pela coordenação das ações para a Indústria Naval e Offshore pela Secretaria de Cursos de Estruturas e Máquinas Navais. Ingressou no SINAVAL em 1º. de agosto de 1984 como Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços - Governo do Estado do RJ. Assistente Técnico. Assumiu em seguida o cargo de Secretário-Executivo, onde permanece. Sessão I: Aço Nacional 12h30 Almoço09h20 A Ação da Usiminas para a Indústria Naval no Brasil • A indústria do aço no Brasil Sessão III: Estaleiros Brasileiros • A estratégia da Usiminas Sergio Leite de Andrade Vice-presidente de Siderurgia 14h00 Desafios Internos Para o Cumprimento das Atuais e Futuras Usiminas S/A Encomendas dos Estaleiros Brasileiros Engenheiro Metalurgista pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ e Mestre em Metalurgia pela • Competitividade econômica Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, Sergio Leite de Andrade desenvolveu, ao longo de sua carreira, diversas atividades nas áreas industrial e comercial da Usiminas, tendo ocupado, sucessivamente, • Condições e capacidade de atender a demanda as posições de Engenheiro Pesquisador, Engenheiro do Controle Integrado de Chapas Grossas, Gerente da • Prazos Unidade de Metalurgia de Aciaria e Laminação de Placas, Gerente da Unidade de Padronização e Controle • Conheça os estaleiros de pequeno porte da Região Norte Integrado da Qualidade, Gerente Geral de Pesquisa e Desenvolvimento, Superintendente Técnico da Usina de Ipatinga e Superintendente de Marketing. É Engenheiro e Auditor da Qualidade pela American Society for • Estaleiros Fluviais Quality - ASQ/USA. Desde 2008, é Vice-Presidente, tendo ocupado até 2011, a Vice-Presidência de • Estaleiros para cabotagem e rebocadores Negócios e, atualmente, a Vice-Presidência de Siderurgia da Usiminas. • A importância do uso da tecnologia Sessão II: Mercado Offshore Eduardo Musa Diretor de Operações da Unidade de Construção Naval Estaleiro OSX09h50 A Regulação de Conteúdo Local: Desafios e Oportunidades Eduardo Musa é Diretor de Operações da Unidade de Construção Naval da OSX. É formado em • Conteúdo local: definições e objetivos Engenharia Naval pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, e começou a carreira como engenheiro da Ishibras. Em 1978, ingressou na Petrobras, onde trabalhou por mais de 30 anos, • As regras de conteúdo local nas rodadas de licitação sendo responsável pela construção e implantação de instalações offshore na área de engenharia • Atual modelo regulatório e área internacional. É pós-graduado pelo COPPE/MIT/UFRJ (1980), tem MBA pela Universidade • O processo de certificação de conteúdo local de São Paulo (1994), e MBA Advanced Manager Program pelo INSEAD, França. Em janeiro de • O conteúdo local nos futuros contratos 2009, Eduardo Musa se desligou da Petrobras e ingressou na OGX como Gerente Executivo de Engenharia. Michelle Maximiano Steenhagen Especialista em Regulação de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis Luiz Marcelo Martins Almeida ANP - Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis Gerente do Departamento de Gás, Petróleo e Bens de Capital sob Encomenda Especialista em Regulação da Agência Nacional do Petróleo - ANP, formada em Engenharia BNDES Mecânica pela UERJ, com experiência de 10 anos em empresa multinacional do ramo de É formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e também possui distribuição de combustíveis, e 5 anos no serviço público federal. Atualmente encontra-se lotada Mestrado em Administração de Empresas e MBA Executivo em Gestão de Negócios, ambos na Coordenadoria de Conteúdo Local com atribuições voltadas às atividades de regulação, realizados e concluídos pela Ibmec. Iniciou sua carreira em 1998 no Unibanco Seguros como fiscalização e acompanhamento do cumprimento das obrigações contratuais de execução de engenheiro mecânico e também teve passagens no Bradesco como Gerente Corporate e na Vale investimentos locais nas atividades de exploração e desenvolvimento da produção de petróleo. como Analista de Novos Negócios e de Mercado. Há 06 anos atua no BNDES e atualmente é Roberto Azevedo de Oliveira Magalhães Gerente do Departamento de Gás e Petróleo e Bens de Capital sob Encomenda. Superintendente Ricardo Rabelo ONIP - Organização Nacional da Indústria do Petróleo Consultor de Soluções Roberto Azevedo de Oliveira Magalhães graduou-se em Engenharia Mecânica pela Escola de Engenharia de Pernambuco em 1964 e concluiu o curso de Engenharia de Equipamento da PETROBRAS em 1965.Durante AVEVA os 37 anos em que esteve na PETROBRAS, atuou na sede e em diversos órgãos operacionais, inclusive no Ricardo possui mais de 7 anos de experiência com soluções de ERP, incluindo definição e Escritório de Houston/Tx e nas áreas de manutenção, suprimento, compras e comércio exterior. Na ONIP há 8 mapeamento de processos, como também implementação, suporte e consultoria com ênfase nas anos, participou diretamente do desenvolvimento da metodologia para apuração do conteúdo nacional de áreas de Compras, Material, Produção e Planejamento. Ricardo trabalhou anteriormente no diversas plataformas e refinarias da Petrobras, bem como na implantação do CADFOR. Foi Diretor Geral da Estaleiro Atlântico Sul como responsável pela implementação, apoio e consultoria nos sistemas Sociedade Brasileira de Controle de Qualidade –SBCQ- 2001/2003. utilizados no estaleiro e na Coca-Cola como responsável pelos sistemas de ERP da companhia. Na AVEVA Ricardo Rabelo é consultor das soluções de Enterprise Solutions: AVEVA MARS e AVEVA NET.11h00 Coffee Break e Networking
  3. 3. Quarta-Feira, 23 de Novembro de 201115h30 Panorama dos Estaleiros de Reparo Naval no Brasil 08h30 Recepção dos Participantes • Cenário • Quantidade 08h50 Abertura do Segundo Dia de Conferência pelo Presidente de Mesa • Capacidade • Desafios Estamos buscando a melhor opção para apresentar este tema. Se sua empresa Sessão VI: Cabotagem possui expertise no assunto, escreva para julia.greghi@ibcbrasil.com.br. Confira a programação atualizada em www.informagroup.com.br/naval 09h00 Aspectos da Cabotagem no Brasil e Perspectivas de Crescimento • A necessidade do desenvolvimento da indústria de cabotagem16h00 Coffee Break e Networking • O custo do frete • O investimento do governo no estímulo da cabotagem • Transporte de passageiros via mar Sessão IV: Navipeças e Cadeia Logística • A importância da cabotagem durante os jogos olímpicos e Copa do Mundo Tiago Pereira Lima16h30 Cadeia de Suprimentos para Construção de Navios e Diretor Plataformas Offshore AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS - ANTAQ Tiago Pereira Lima é alagoano, de Maceió. Economista, formado pela Universidade de Brasília (UnB), tem • Nacionalização de Equipamentos pós-graduação pela Escola Superior de Administração Fazendária e Fundação Dom Cabral. Iniciou • Exportação e Importação de produtos industrializados e acabados sua vida profissional no Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas – IPEA no ano de 1977, tendo posteriormente ingressado através de concurso público na Secretaria do Tesouro Nacional. • Volatilidade do dólar Ocupou inúmeras funções públicas e privadas ao longo de sua carreira, tais como auditor chefe de fundação pública, secretário de controle interno, diretor-geral de tribunal superior, • Custos e logística da indústria naval e preço dos insumos nacionais superintendente de empresas de comunicação, assessor parlamentar e secretário executivo do • Impacto no custo do frete Conselho Nacional do Serviço Social da Indústria (SESI). Atualmente, ocupa o cargo de Diretor na Agência Nacional de Transportes Aquaviário – ANTAQ. • Reflexos na produtividade dos estaleiros • Rebocadores de alta tecnologia Rogério Fernandes Figueró Gerente Geral de Transportes Marítimos de Abastecimento Heloisa Regina Guimarães de Menezes* Petrobras Secretária do Desenvolvimento da Produção Oficial da Marinha Mercante, graduado na Escola de Formação de Oficiais do CIAGA, no Rio de Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Janeiro, em 1979. Ingressou na Petrobras em dezembro/1979, onde trabalha até hoje. Nos Mineira, é graduada em Economia, com mestrado em desenvolvimento agrícola. Atualmente, primeiros 12 anos de carreira trabalhou a bordo dos navios da empresa até o posto de Chefe de ocupa o cargo de Secretária do Desenvolvimento da Produção, do Ministério do Desenvolvimento, Máquinas, passando então a atuar na sede da empresa, sempre na área de "shipping", em Indústria e Comércio Exterior. Foi Diretora de Relações Institucionais da Confederação Nacional da diferentes funções, até o cargo atual. Tem MBA em Portos e Logística pela Univ. Gama Filho e MBA Indústria; Superintendente do Instituto Euvaldo Lodi-MG; Diretora Técnica do Instituto Metas; e em Desenvolvimento Gerencial pela Fundação Dom Cabral. também Professora de Economia da PUC-MG. Conta com mais de 15 anos de experiência em projetos de política industrial e tecnológica. É membro de conselhos governamentais ligados ao Claudio Marcos Correa da Rosa desenvolvimento econômico, industrial e social. Gerente Geral de Frota e Operações *Palestra pré agendada Mercosul Line Formado em Ciências Náuticas pela Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante em Cesar Prata 1995. Embarcado em navios da frota brasileira por 3 anos como Oficial de Náutica. Trabalhando Presidente para o grupo APMoller Maersk desde 2000, dentre funções exercidas: responsável pelas ASVAC Bombas Industriais e Navais e da Câmara Setorial de operações Marítimas da Maersk Line na América do sul. Gerencia Geral de Operações Comerciais Equipamentos Navais e Offshore da Região Sub-Sahara para Safmarine na Cidade do Cabo na África do Sul e com a mesma função Diretor do Conselho de Óleo & Gás e do Conselho de Mineração e Metalurgia e na Região da Ásia trabalhando em Cingapura por 5 anos. Especialista em transporte de Carga Vice-Presidente Perigosa. Membro ativo da Comunidade de Navegação e Cabotagem entre empresas nacionais e Abimaq – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e multinacionais. Há quase dois anos dedicado as Operações Multimodal da Mercosul Line e Equipamentos também responsável pela Frota de Navios na área técnica e de tripulação. Formado em administração de empresas e marketing, trabalhando no setor naval desde 1972, presidente da ASVAC bombas industriais e navais desde 1983 , presidente da câmara setorial de equipamentos navais e offshore desde 2007 , diretor do conselho de óleo & gás desde 2008 , diretor do conselho de mineração e metalurgia desde 2010 , vice-presidente da ABIMAQ- 10h00 Coffee Break e Networking Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos desde 2007. Alberto Jesus Padilla Lizondo Sessão VII: Mão de Obra Conselheiro / Presidente Sog – Óleo e Gás s/a e Estaleiros do Brasil S.A Membro do Conselho (Diretor) da SOG – Óleo e Gás S/A e Presidente do Estaleiros do Brasil S/A. 10h30 Escola Técnica do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro Possui 40 anos de experiência profissional, com sólida experiência em construções e gerência de Contra - Almirante (EN) Arthur Paraizo Campos empreendimentos na área de óleo e gás, onshore e offshore. Exerceu as funções de presidente, Diretor do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro vice-presidente executivo, diretor de construções, diretor de operações e gerente de Marinha do Brasil empreendimentos. Formado pela Escola Naval, cursou engenharia naval pela escola politécnica da USP e também efetuou o curso de Submarinos para Engenheiros Navais e Política e Estratégia Marítimas pela Escola de Guerra Naval. Possui passagens pelos cargos: Superintendente Industrial do Arsenal de Marinha do Rio de Sessão V: Seguros e Resseguros Janeiro, Diretor do Centro de Coordenação de Estudos da Marinha em São Paulo, Coordenador Técnico Científico Nuclear no Ministério da Ciência e Tecnologia, Superintendente do Programa Nuclear do Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo, Diretor do Departamento de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Ensino, Logística, Mobilização, Ciência e Tecnologia do Ministério da Defesa. Atualmente17h30 A Contratação do Seguro e Resseguro no Mercado Naval é diretor do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro. • Conheça o portfólio de produtos oferecidos no segmento naval • Cenário dos riscos e desafios 11h00 A Capacitação, Retenção e Qualificação da Mão de Obra • As necessidades dos clientes Especializada no Setor Naval Roberta Sermoud Resende • O cenário e as perspectivas para um dos maiores gargalos enfrentados hoje pela Coordenadora de Riscos Marítimos e de Transportes indústria naval IRB-Brasil Resseguros S/A • A formação e o aperfeiçoamento de marítimos: saiba como o Sistema de Ensino Profissional Marítimo, a cargo da Marinha do Brasil, está enfrentando o crescimento da18h00 Encerramento do primeiro dia de conferência demanda por oficiais e subalternos de Marinha Mercante • Os desafios da importação de mão de obra para o mercado offshore: o uso da carteira de marítimo e os impactos da nova modalidade de registro via agendamento eletrônico
  4. 4. Roberto Galli Vice-Presidente Executivo SYNDARMA - SINDICATO NACIONAL DAS EMPRESAS DE NAVEGAÇÃO MARÍTIMA Engenheiro Naval pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo – EPUSP. Professor Efetivo de Estatística na Escola Naval (Rio de Janeiro) – 1971/1977, Professor Assistente de Estruturas Navais na E.P.U.S.P.– 1971 e Oficial Superior da Reserva da Marinha do Brasil. Experiência Profissional na área de navegação: Trabalhou na Docenave - Grupo Vale, (1973-1990) onde chegou a Diretor Comercial. Trabalhou também na Superintendência de materiais não ferrosos e na área de minério de ferro. Trabalhou em outras empresas na área comercial: H. Dantas – Com. Nav. e Ind. e foi Diretor Comercial da Companhia Paulista (Grupo Libra) 1997 – até sua transferência para o Grupo CVSAV em 1999. No período de 2005 a 2007, trabalhou como representante da empresa norueguesa Ivaran, no Brasil. De 2007 até a presente data é o Vice-Presidente Executivo do Sindicato Nacional das Empresas de Navegação Marítima – SYNDARMA. Contra-Almirante (RM1) Sergio A. C. Freitas Gerente de Desenvolvimento do Ensino Profissional Marítimo Diretoria de Portos e Costas Marinha do Brasil Formado pela Escola Naval, realizou todos os cursos de carreira, tendo alcançado o posto de Contra-Almirante em 2003 e sido transferido para a reserva remunerada em 2007. Entre os cargos exercidos, destacam-se: o de oficial da Escola Naval; Encarregado de Turma em Viagem de Instrução de Guardas-Marinha; Comandante das Corveta Purus e Fragata União; Comandante do Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (CIAGA) durante três anos ( 2000 a 2003); Diretor de Assistência Social da Marinha; Assistente Marinha na Escola Superior de Guerra; Comandante da Primeira Divisão da Esquadra; e Diretor do Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira. Desde 2003 trabalha na Diretoria de Portos e Costas, atuando hoje com Gerente de Desenvolvimento do Ensino Profissional Marítimo. Mariangela Moreira Diretora Mundivisas – Legalização de Estrangeiros Advogada com MBA em Direito Tributário pela Fundação Getúlio Vargas, a Dra. Mariangela Moreira atua na área de imigração desde 1988, inicialmente de forma autônoma. Com o tempo, conquista reconhecimento no mercado e em 2001 funda em Niterói a Mundivisas Serviços Ltda., empresa de assessoria para Legalização de Estrangeiros, Vistos Consulares, Passaportes e assistência à transferência do estrangeiro de forma geral. Após bem-sucedidas parcerias, expande a atuação da Mundivisas, abrindo escritórios em Macaé e Brasília e estabelecendo contratos com Clientes nas áreas Offshore, de Estaleiros, empresas de Navegação e Dragagem. Na posição de Sócia-diretora trouxe grandes players para a carteira de clientes, vencendo licitações e propostas de diversos segmentos, com destaque para as áreas de Construção Naval, Navegação, Offshore e Óleo e Gás.12h30 Encerramento da Conferência14h00 Início dos Workshops Simultâneos Pós-Conferência A) REGIMES ADUANEIROS E FISCAIS APLICÁVEIS Á INDÚSTRIA NAVAL E FORNECIMENTO OFFSHORE O objetivo do workshop é discutir os principais regimes aduaneiros e fiscais de fomento à indústria de construção naval e ao fornecimento offshore de equipamentos para atividades relacionadas à exploração petrolífera. Temas abordados: • Aspectos fiscais e jurídicos relacionados às operações • ENTREPOSTO ADUANEIRO de afretamento de embarcações, FPSOs, FSOs, etc • Depósito Alfandegado • Admissão Temporária Certificado – DAC • REB • REPORTO • REPETRO Paulo Valois Sócio Schmidt, Valois, Miranda, Ferreira e Agel Advogados Paulo Valois Pires representa clientes em projetos nos setores de petróleo e gás natural, financiamento e construção de dutos, embarcações e equipamentos offshore, M&A, infraestrutura nacional e internacional e questões tributárias. Iniciou sua carreira em 1989 como advogado corporativo da Shell Brasil. Entre 1993 e abril de 2007, trabalhou em Ulhôa Canto, Rezende e Guerra - Advogados, tornando-se, em 2001, sócio responsável pelo setor de petróleo e de gás natural. Estudou na Université Robert Schuman, Strasbourg, (Certificat des Hautes Études Européennes) e é Mestre em Direito Internacional pela Universidade de São Paulo - USP. É autor do livro "A Evolução do Monopólio Estatal do Petróleo" (2000). Foi citado pelo 2003 Energy Survey de Latin Lawyer e indicado por Chambers and Partners (2006, 2007, 2008, 2009, 2010 e 2011) como um dos leading lawyers nos setores Energy and Natural Resources. Foi indicado ainda ao 2007 Energy Arbitrators List do International Centre for Dispute Resolution - ICDR da American Arbitration Association - AAA, e listado no Guide to the Worlds Leading Lawyers Energy and Natural Resources Lawyers 2007 - 2008 e 2010, publicado pela Euromoney, pelo Best Lawyers em 2009 e pelo Whos Who Legal 2009 e 2010. B) ASPECTOS LEGAIS E JURÍDICOS NA CONSTRUÇÃO NAVAL • Direito Regulatório • Direito Aduaneiro • Direito de Engenharia (Construção Naval) Estamos buscando a melhor opção para apresentar este tema. Se sua empresa possui expertise no assunto, escreva para julia.greghi@ibcbrasil.com.br. Confira a programação atualizada em www.informagroup.com.br/naval18h00 Encerramento dos workshops pós-conferência
  5. 5. INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES: (11) 3017.6888 | naval@ibcbrasil.com.br www.informagroup.com.br/navalsummit Apoio Institucional: Associados de nossos apoiadores têm desconto especial em sua participação. Apoio de Mídia: Leitores e Assinantes de nossos apoiadores de mídia têm desconto especial em sua participação. Portal MarítimoAlteração da Programação:O compromisso da IBC é fornecer a discussão e o estudo de temas e casos de interesse por palestrantes habilitados.Eventuais alterações no programa serão decorrentes de caso fortuito ou força maior. Caso algum palestrante não possacomparecer, a IBC, empenhará maiores esforços possíveis para substituir o palestrante ausente por outro apto a promover adiscussão do tema, conforme programado. Contudo, tal empenho não implica em garantia da substituição.
  6. 6. FICHA DE INSCRIÇÃO - Naval Summit - EX0903211Nome: Cargo: 9912247475-DR/SPMCPF: Depto.: E-mail: IIRSup. Imediato: Cargo:Razão Social:Nome Fantasia da Empresa: Ramo de Atividade: Fechamento autorizado, pode ser aberto pela ECTCCM: CNPJ: Insc. Estadual:Endereço Comercial:CEP: Cidade: Estado: FORMAS DE PAGAMENTOTelefone: ( ) Celular: ( ) Fax: ( ) Emissão de boleto restrita até 3 dias antes do evento. Após esta data, favor contatar a Central de Atendimento pelo telefone 11 3017 6888 ou e-mail customer.service@ibcbrasil.com.br. ANome p/ contato: Área: participação do inscrito estará condicionada à efetiva comprovação de pagamentoNº de Funcionários: [ ] 01 - 99 [ ] 100 - 199 [ ] 200 - 499 [ ] 500 - 999 [ ] 1.000 - 1.999 [ ] 2.000 - 4.999 [ ]acima de 5.000 da inscrição antes da realização do evento. Autorizo o envio de informações da empresa por todos os canais de comunicação. Caso não queira receber informações, favor enviar e-mail para cadastro@ibcbrasil.com.br [ ] Boleto Bancário [ ] AMEX [ ] VISA [ ] MASTERCARD [ ] DINERS Nº | _ | _ | _ | _ | _ | _ | _ | _ | _ | _ | _ | _ | _ | _ | _ | _ | Valid.:............. / ............... CONDIÇÕES GERAIS DE INSCRIÇÃO ............................................................................................................................... Assinatura:Data:Conferência Valor especial para Valor especial para Valor para inscrições22 e 23 de Novembro de 2011 Naval Summit inscrições até 23/09/11* inscrições até 21/10/11* após 21/10/11Workshops: DADOS SOBRE COBRANÇA23 de Novembro de 2011 Conferência R$ 2.995,00 R$ 3.195,00 R$ 3.395,00 Nome do contato: Economize Economize Cargo:Local: Conferência R$ 3.795,00 R$ 400 R$ 3.995,00 R$ 200 R$ 4.195,00 + Wokrshop 1 Endereço:Windsor Barra HotelAvenida Lucio Costa, 2630Rio de Janeiro - RJ Conferência R$ 3.795,00 R$ 3.995,00 R$ 4.195,00 + Wokrshop 2 Tel.: Fax: E-mail p/ envio de NF-e: Cidade: *Desconto não cumulativo, válido somente para inscrição e pagamento antecipados. (1) ATENÇÃO: Os valores incluem os impostos que devem ser recolhidos pela fonte pagadora em conformidade com a legislação vigente (Lei Estado: CEP:O Informa Group plc está presente no Brasil e na America Latina pelas marcas IBC e IIR. 116/2003, art. 5º da Lei 10.925/04 e art. 647 do RIR). Pedimos a gentileza de contatar nossa central de atendimentoPlanejamento e Organização dos eventos no Brasil: IIR Informa Seminários Ltda. para obter detalhes sobre o valor a ser pago, antes de efetuar o pagamento da inscrição. A B C D E F G H I J K L M N A inscrição será confirmada após a Organizadora receber esta ficha preenchida, assinada e carimbada. CANCELAMENTOS E SUBSTITUIÇÕES: Os cancelamentos podem ser feitos sem ônus ou encargos até 10 dias antes do evento. Após esta data, as substituições podem ser feitas sem ônus, mas os cancelamentos terão uma 4 MANEIRAS RÁPIDAS DE taxa administrativa de R$ 500,00. Em todos os casos, solicitamos informar a Organizadora sobre qualquer alteração ENTRAR EM CONTATO CONOSCO até às 12h da véspera do evento. Os inscritos que não cancelarem sua participação segundo as condições acima descritas, e não comparecerem ao evento, serão cobrados no valor integral acordado. Todas as notificações devem ser feitas por escrito pelo fax, e-mail ou endereço indicados nesta ficha. ALTERAÇÃO DE PROGRAMA: O nosso compromisso é fornecer a discussão e o estudo de temas e casos TELEFONE: 55 11 3017-6888 relevantes por palestrantes habilitados. Eventuais alterações no programa serão decorrentes de caso fortuito ou força maior. Na eventualidade de algum palestrante não comparecer, envidaremos maiores esforços possíveis para substituir o executivo ausente por outro apto a promover a discussão do tema conforme programado. Contudo, tal FAX: 0800 11 4664 empenho não implica em garantia da substituição. Ao assinar este documento, concordo com os termos acima pactuados. E-MAIL: naval@ibcbrasil.com.br Insira no campo abaixo o código que se encontra na etiqueta de endereçamento Local e Data Código da etiqueta SITE: www.informagroup.com.br/navalsummit Código Lado superior direito Assinatura e Carimbo da Empresa Cargo:

×