Your SlideShare is downloading. ×
Primeiro beijo  grupo 5
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Primeiro beijo grupo 5

348
views

Published on


0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
348
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. SITUAÇÃO DEAPRENDIZAGEMAPRECIAÇÃO E PRODUÇÃO DE CRÔNICA“O Primeiro Beijo”, de Antonio Barreto
  • 2. PLANO DE AULA Tempo previsto: 4 a 6 aulas.  Conteúdo e temas: leitura oral de textos do gênero crônica .  Competências e habilidades: identificar, por meio de levantamento, oselementos que compõem o contexto (autor, lugar social que ocupa, ondecircula, veículo onde é divulgado, intencionalidade comunicativa). Estratégias: sondagem inicial com base no repertório narrativo dosalunos, definição de finalidades e metas de atividade de leitura,interpretação e produção de texto.   Recursos: apresentação de diversas crônicas veiculadas em jornais,revistas, livros didáticos e paradidáticos, vídeos ilustrativos.  Avaliação: seleção de crônicas misturadas a outros gêneros narrativos;produção de relato de experiência; produção de quadro-síntese comcaracterísticas do gênero “crônica”.
  • 3. ANTONIO BARRETOÉ DIFÍCIL ACREDITAR, MAS MEU PRIMEIRO BEIJO FOI NUMÔNIBUS, NA VOLTA DA ESCOLA. E SABEM COM QUEM? COM OCULTURA INÚTIL! PODE? ATÉ QUE FOI LEGAL. NEM EU NEM ELESABÍAMOS EXATAMENTE O QUE ERA "O BEIJO". SÓ DE FILME.ESTÁVAMOS VIRGENS NESSE ASSUNTO, E MORRENDO DE MEDO.MAS APRENDEMOS. E FOI ASSIM...NÃO SEI SE NUMA AULA DE BIOLOGIA OU DE QUÍMICA, O CULTATINHA ME MANDADO UM DOS SEUS MILHARES DE BILHETINHOS:" VOCÊ É A GLICOSE DO MEU METABOLISMO.TE AMO MUITO!PARACELSO"E ASSINOU COM UMA LETRINHA MIÚDA: PARACELSO. PARACELSOERA OUTRO APELIDO DELE. ASSINOU COM LETRINHA TÃOMINÚSCULA QUE QUASE TIVE DÓ, TIVE PENA, INSTINTOMATERNAL, COISAS DE MULHER...E TAMBÉM NÃO SEI POR QUE:RESOLVI DAR UMA CHANCE PRA ELE, MESMO SEM SABER QUETIPO DE LANCE IA ROLAR.NO DIA SEGUINTE, DEPOIS DO INGLÊS, PEDIU PRA MEACOMPANHAR ATÉ EM CASA. NO ÔNIBUS, VEIO COM O SEGUINTEPAPO:- UM BEIJO PODE DEIXAR A GENTE EXAUSTO, SABIA? - FIZ CARA DEDESENTENDIDA.
  • 4. ACELERA O CORAÇÃO DE 70 PARA 150 BATIDAS PORMINUTO. - AÍ ELE TOMOU CORAGEM E PEGOU NAMINHA MÃO. MAS CONTINUOU SALIVANDO SEUSPERDIGOTOS:- A GENTE TAMBÉM GASTA, NA SALIVA, NADA MENOSQUE 9 MG DE ÁGUA; 0,7 MG DE ALBUMINA; 0,18 G DESUBSTÂNCIAS ORGÂNICA; 0,711 MG DE MATÉRIASGRAXAS; 0,45 MG DE SAIS E PELO MENOS 250BACTÉRIAS...AÍ O BACTÉRIA FALANTE APROXIMOU O ROSTO DO MEUE, TREMENDO, TIROU SEUS ÓCULOS, TIROU OS MEUS, EFICAMOS NOS OLHANDO, DE PERTINHO. O BASTANTEPARA QUE EU DESCOBRISSE QUE, SEM OS ÓCULOS,SEUS OLHOS ERAM BONITOS E EXPRESSIVOS, AZUIS EBRILHANTES. E ACHEI GOSTOSO AQUELE CALORZINHOQUE ENVOLVIA O CORPO DA GENTE. ELE BEIJOU APONTINHA DO MEU NARIZ, FECHEI OS OLHOS E SENTISUA RESPIRAÇÃO OFEGANTE. SEUS LÁBIOS TOCARAMOS MEUS.
  • 5. PRIMEIRO DE LEVE, DEPOIS COM MAIS FORÇA, E ENTÃO NOSABRAÇAMOS DE BOCAS COLADAS, POR ALGUNS SEGUNDOS.E DE REPENTE O ÔNIBUS JÁ HAVIA CHEGADO NO PONTO FINAL EJÁ TÍNHAMOS TRANSPOSTO , JUNTOS, O ABISMO DO PRIMEIROBEIJO.DESCI, CHEGUEI EM CASA, NOS BEIJAMOS DE NOVO NO PORTÃO DOPRÉDIO, E AÍ FICAMOS APAIXONADOS POR VÁRIA SEMANAS. ATÉQUE O MUNDO ROLOU, AS LUAS VIERAM E VOLTARAM, O TEMPO SEESQUECEU DO TEMPO, AS CONTAS DE TELEFONE AUMENTARAM,DEPOIS DIMINUÍRAM...E FOI FICANDO NISSO. NORMAL. QUE NEMMEU PRIMEIRO BEIJO. MAS FOI INESQUECÍVEL!BARRETO, ANTONIO. MEU PRIMEIRO BEIJO. BALADA DO PRIMEIROAMOR. SÃO PAULO: FTD, 1977. P. 134-6.
  • 6. ROTEIRO PARA A APLICAÇÃO DASITUAÇÃO DE APRENDIZAGEMComo foi apresentado previamente, esta Situação de Aprendizagemtem como objetivo a identificação do gênero “crônica ”. Dessa forma,as atividades foram desenvolvidas para que os alunos se apropriemdeste traço a partir de experiências concretas e contextualizadas àssuas realidades.Primeiramente, os alunos manusearão os jornais, as revistas e livrosde crônicas levados para a sala de aula pelo professor. A leitura dostextos se dará de várias formas: leitura oral feita pelo professor,leitura compartilhada e leitura individual e silenciosa. Depois, combase nos textos lidos, escolhe-se uma crônica para fazer asistematização das características do gênero “crônica narrativa”, bemcomo sua intencionalidade e finalidade comunicativas, seusinterlocutores e veículos/suportes comunicativos em que sãonormalmente publicadas.Sequencialmente, numa roda de conversa, faz-se uma sondagemdiagnóstica sobre que os alunos sabem a respeito da “avestruz”: quemjá ouviu falar, se viu uma pessoalmente ou se já viu imagens/fotosdesse animal; além de perguntar o que eles sabem a respeito do termo“estômago de avestruz”. Em seguida, baseados na conversa, oprofessor leva os alunos para a Sala de Informática para mostrar aeles imagens e as características da avestruz em sites confiáveis epreviamente consultados.
  • 7. PARA O DESENVOLVIMENTO DAS HABILIDADESDE LEITURA E ESCUTA, SERÁ FEITA A LEITURAORAL DA CRÔNICA “MEU PRIMEIRO BEIJO”, DEANTONIO BARRETO. APÓS A LEITURA(REALIZADA PELO PROFESSOR COMENTONAÇÃO E RITMO), SERÁ PROPOSTA UMADISCUSSÃO EM QUE, ORALMENTE, OS ALUNOSDEVEM DIZER POR QUE PODEMOS CONSIDERARO TEXTO UMA CRÔNICA . OS ALUNOS DEVEMREGISTRAR A CONCLUSÃO NO CADERNO EMFORMA DE FICHA ORGANIZATIVA
  • 8. FICHA ORGANIZATIVATítuloAutorTemaLocal de publicaçãoGênero
  • 9. TEXTOS QUE PODEM SERVIR PARAPERCEPÇÃO DEINTERTEXTUALIDADE Música: Um Beijo, Luan SantanaComposição: Luan SantanaEm:http://www.youtube.com/watch?feature=player_embe Vídeo: O primeiro beijo – Confissões deadolescente.Em:http://www.youtube.com/watch?v=nZ4JQ-gtKOk
  • 10. A SEGUIR, PARA DESENVOLVERHABILIDADES DE ESCRITA, OS ALUNOSTERÃO DE PRODUZIR UMA CRÔNICA SOBREALGO PITORESCO ENVOLVENDO OPRIMEIRO BEIJO.
  • 11. FEITO O ESQUEMA, SERÁRECAPITULADO COM OS ALUNOS QUEA HISTÓRIA A SER PRODUZIDA SERÁUMA CRÔNICA, PORTANTO DEVERÁ: ser uma história curta; abordar um tema banal, que possa ser vivido porqualquer leitor de nosso tempo; ser escrita com imaginação; ser escrita com linguagem apropriada, com uso deconotação e imagens poéticas; ser escrita em primeira pessoa em tom leve,descontraído.
  • 12. CURSO MELHOR GESTÃO MELHORENSINOGRUPO 5Glauco Gleiber JulioJozilene Moraes do AmaralLenice Correa Marcondes Arrivabene