Your SlideShare is downloading. ×
0
Reanimação cardiorrespiratória
Reanimação cardiorrespiratória
Reanimação cardiorrespiratória
Reanimação cardiorrespiratória
Reanimação cardiorrespiratória
Reanimação cardiorrespiratória
Reanimação cardiorrespiratória
Reanimação cardiorrespiratória
Reanimação cardiorrespiratória
Reanimação cardiorrespiratória
Reanimação cardiorrespiratória
Reanimação cardiorrespiratória
Reanimação cardiorrespiratória
Reanimação cardiorrespiratória
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Reanimação cardiorrespiratória

8,281

Published on

RCP

RCP

Published in: Education
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
8,281
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
220
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. REANIMAÇÃO CARDIORRESPIRATÓRIAEDITADO POR:JOZIANE A. BRUNELLI07/12/12
  • 2. REANIMAÇÃO CARDIORRESPIRATÓRIA é um conjunto de manobras destinadas a garantir a oxigenação dos órgãos quando a circulação do sangue para (parada cardiorrespiratória). Nesta situação, se o sangue não é bombeado para os órgãos vitais, como o cérebro e o coração, esses órgãos acabam por entrar em necrose, pondo em risco a vida da pessoa.
  • 3. REANIMAÇÃO CARDIO-PULMONAR As compressões torácicas asseguram um pequeno, mas crucial, aporte de sangue ao coração e ao cérebro. As insuflações asseguram um fornecimento mínimo de oxigénio à circulação sanguínea.
  • 4. PROCEDIMENTOS BÁSICOSDA RESPIRAÇÃO SÃO: desobistrua as vias áerias (com cuidado pois pode haver danos na cervical) afrouxe as roupas da vítima, verifique se há obstruição na boca ou garganta da vítima; inicie a respiração de socorro tão logo tenha a vítima sido colocada na posição correta. Cada segundo é precioso.
  • 5. PROCEDIMENTOS BÁSICOS DA MASSAGEMCARDÍACA SÃO: coloque a vítima deitada superfície dura em decúbito dorsal; coloque suas mãos sobrepostas na metade inferior do esterno com os braços estendidos; os dedos devem ficar abertos e não tocam a parede do tórax; faça a seguir uma pressão, com bastante vigor, para que se abaixe o esterno cerca de 4 cm, comprimindo o coração de encontro à coluna vertebral; descomprima em seguida.
  • 6.  inicie a manobra com uma 2 respiração, depois faça 30 compressões cardíacas e repita a respiração, continuando até que o ritmo cardíaco/respiratório se restabeleça ou até o socorro chegar. De 4 a 6 minutos já pode ocorrer dano cerebral na vitima. Após 6 minutos o dano cerebral é praticamente certo.
  • 7. COMO REALIZAR AS COMPRESSÕES TORÁCICAS? 1. Ajoelhe-se ao lado da vítima; 2. Coloque a base de uma mão no centro do tórax da vítima; 3. Coloque a base da outra mão em cima da primeira mão; 4. Enlace os dedos das duas mãos. Não deve pressionar nem as costelas da vítima, nem a porção superior do estômago, nem a porção inferior do esterno;
  • 8. COMO REALIZAR AS COMPRESSÕES TORÁCICAS? 5Certifique-se que os seus ombros estão diretamente acima do centro do tórax da vítima. Com os braços esticados, exerça pressão 4 a 5 centímetros diretamente para baixo. 6. Cada vez que pressionar para baixo, deixe que o tórax se eleve totalmente. Isto permitirá que o sangue flua de volta ao coração. As suas mãos devem manter-se sempre em contacto com o tórax sem sair da posição inicial; 7. Execute 30 compressões torácicas desta forma, a um ritmo de cerca de 100 compressões por minuto. Isto é equivalente a pouco menos de 2 compressões por segundo.
  • 9. FORMA CORRETA
  • 10. COMO REALIZAR AS INSUFLAÇÕES? 1Incline a cabeça da vítima para trás e eleve-lhe o queixo; 2. Deixe ficar a mão na testa da vítima. Comprima as narinas da vítima com o seu polegar e indicador; 3. Com a outra mão, mantenha o queixo elevado e deixe que a boca se abra; 4. Inspire normalmente, incline-se para a frente e coloque a sua boca completamente sobre a boca da vítima;
  • 11. COMO REALIZAR AS INSUFLAÇÕES? 5. Insufle ar para dentro da boca da vítima de forma homogénea e ao mesmo tempo verifique se o tórax se eleva. Deixe que cada insuflação dure cerca de 1 segundo; 6. Mantenha a cabeça da vítima para trás com a elevação do queixo. Eleve a sua cabeça para verificar se o tórax baixa; 7. Inspire normalmente e faça uma 2ª insuflação; 8. Reposicione as suas mãos adequadamente e continue com mais 30 compressões torácicas.
  • 12. NOTA Para constatar se a vítima se restabeleceu, deve- se verificar a pulsação e a respiração novamente; caso não estejam recuperados, retomar o processo de reanimação. Até que chegue o socorro. Lembre se cada segundo é valioso...
  • 13. FIM

×