RELIGIÃO À LUZ DO ESPIRITISMO - CRISTIANISMO E ESPIRITISMO
MODULO II - O CRISTIANISMO
ROTEIRO 7 - FENÔMENOS PSÍQUICOS NO
E...
OBJETIVOS
• CONCEITUAR MILAGRE
SEGUNDO O ESPIRITISMO
• ANALISAR ALGUNS
FENÔMENOS PSÍQUICOS
PROVOCADOS POR JESUS
TÓPICOS A SEREM ABORDADOS
1 - MILAGRES
2 - JESUS E OS FENÔMENOS
PSÍQUICOS
33 - ALGUNS FENÔMENOS- ALGUNS FENÔMENOS
PSÍQUICO...
1 - MILAGRES
• CARACTERÍSTICAS:
• NÃO SER EXPLICÁVEL
• REALIZAR-SE CONTRARIAMENTE
ÀS LEIS NATURAIS, EXCLUINDO-
AS
• QUALQU...
MILAGRES
• OS FENÔMENOS PSÍQUICOS
REALIZADOS POR JESUS, SEUS
APÓSTOLOS E DEMAIS
DISCÍPULOS ERAM TIDOS COMO
MILAGRES OU DE ...
MILAGRES
• A GÊNESE - CAP. 13 - ITEM 1
• ETIMOLOGICAMENTE MILAGRE SIGNIFICA
ADMIRÁVEL, COISA EXTRAORDINÁRIA,
SURPREENDENTE...
MILAGRES
• EIS A RAZÃO PORQUE CERTOS
FATOS CIENTÍFICOS SÃO
IGUALMENTE CONSIDERADOS
MILAGRES - É O
DESCONHECIMENTO DAS LEIS...
MILAGRES
• OBRAS PÓSTUMAS- 1ª PARTE - CAPÍTULO 2
• O CONHECIMENTO ...
• - DO PRINCÍPIO ESPIRITUAL,
• - DA AÇÃO DOS FLUIDOS...
MILAGRES
• O ESPIRITISMO NÃO
PRODUZ MILAGRES, NEM
PRODÍGIOS DE QUALQUER
NATUREZA.
• EXISTE UMA EXPLICAÇÃO
LÓGICA E RACIONA...
MILAGRES
• O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO -
CAP. 21 - ITEM 7
• DO MESMO MODO
QUE A FÍSICA,
GEOLOGIA, QUÍMICA
E ASTRONOM...
MILAGRES
•
A GÊNESE – CAP 13 - ITEM 4 – ESCLARECE QUE
CUMPRE A CADA CIÊNCIA,
REVELAR NOVAS LEIS E
EXPLICAR OS FENÔMENOS
CO...
MILAGRES
• O ESPIRITISMO
DESMISTIFICA O CARÁTER
SOBRENATURAL DOS
FENÔMENOS PSÍQUICOS,
E
• OS EXPLICA DE FORMA
SIMPLES E CO...
MILAGRES
• A GÊNESE - CAP. 13 - ITEM 13
• OS SERES OCULTOS QUE POVOAM OS
ESPAÇOS, SÃO UMA DAS FORÇAS DA
NATUREZA.
• PORTAN...
2 - JESUS E OS FENÔMENOS PSÍQUICOS
JESUS E OS FENÔMENOS PSÍQUICOS
• OS EFEITOS PSÍQUICOS
INTERMEDIADOS POR JESUS,
EM RAZÃO DA ELEVAÇÃO DE
SEU ESPÍRITO, SÃO P...
JESUS E OS FENÔMENOS PSÍQUICOS
• O CONSOLADOR - EMMANUEL - - QUESTÃO 283
• DEVEMOS COMPREENDER QUE:
• - JESUS NÃO FOI UM F...
JESUS E OS FENÔMENOS PSÍQUICOS
• OS FATOS RELATADOS NO
EVANGELHO, NADA TIVERAM
DE MILAGROSO, NO SENTIDO
TEOLÓGICO DO TERMO...
JESUS E OS FENÔMENOS PSÍQUICOS
• A GÊNESE - CAP. 15 - ITEM 2
• JESUS COMO HOMEM
TINHA A ORGANIZAÇÃO
DOS SERES CARNAIS, MAS...
JESUS E OS FENÔMENOS PSÍQUICOS
• CONCLUI A GÊNESE - CAP. 15 - ITEM 2
• SUA ALMA PROVAVELMENTE
NÃO SE ACHAVA PRESA AO
CORPO...
JESUS E OS FENÔMENOS PSÍQUICOS
• APESAR DO ESPIRITISMO EXPLICAR COM
CLAREZA COMO SE REALIZA O FENÔMENO
MEDIÚNICO, DEVEMOS ...
3 - ALGUNS FENÔMENOS
PSÍQUICOS PROVOCADOS
POR JESUS
• 3.1 - FENÔMENO DE
DUPLA VISTA
• A TÍTULO DE EXEMPLO ESTE
FENÔMENO PO...
ALGUNS FENÔMENOS PSÍQUICOS PROVOCADOS POR JESUS
• FENÔMENO DE DUPLA VISTA
• (MATEUS, 21:2) “IDE À ALDEIA QUE
ESTÁ DEFRONTE...
ALGUNS FENÔMENOS PSÍQUICOS PROVOCADOS POR JESUS
• (LUCAS, 5:4-6) “E, QUANDO ACABOU DE
FALAR, DISSE A SIMÃO: FAZE-TE
AO MAR...
ALGUNS FENÔMENOS PSÍQUICOS PROVOCADOS POR JESUS
• A GÊNESE - CAP. 15 – ITEM 9 - ALLAN KARDEC
• JESUS POSSUIA EM GRAU ELEVA...
ALGUNS FENÔMENOS PSÍQUICOS PROVOCADOS POR JESUS
• 3.2 - FENÔMENOS DE CURA
• A GÊNESE - CAP. 15 - ITEM 27
• AS CURAS SÃO OS...
FENÔMENOS DE CURA
• (MARCOS, 5:25-34)
• “E CERTA MULHER, QUE
HAVIA DOZE ANOS TINHA UM
FLUXO DE SANGUE, E QUE
HAVIA PADECID...
FENÔMENOS DE CURA
• (MARCOS, 5:25-34)
• PORQUE ELA DIZIA: SE TÃO–
SOMENTE TOCAR NAS SUAS
VESTES, SARAREI.
• E LOGO SE LHE ...
FENÔMENOS DE CURA
• (MARCOS, 5:25-34)
• E DISSERAM-LHE OS SEUSE DISSERAM-LHE OS SEUS
DISCÍPULOS: VÊS QUE A MULTIDÃODISCÍPU...
FENÔMENOS DE CURA
• A GÊNESE - CAP. 15 - ITEM 11
• QUE VIRTUDE SAÍU DE JESUS?
• MOVIMENTO FLUÍDICO QUE SE
OPERARA DE JESUS...
FENÔMENOS DE CURA
• (MARCOS, 8:22-25)
• “E CHEGOU A BETSAIDA E
TROUXERAM-LHE UM CEGO E
ROGARAM-LHE QUE JESUS O
TOCASSE.
• ...
FENÔMENOS DE CURA
• A GÊNESE – CAP. 15 – ITEM 13
• QUE FENÔMENO TEMOS
AQUI?
• O EFEITO MAGNÉTICO, POIS
A CURA NÃO FOI
INST...
FENÔMENOS DE CURA
• LUCAS, 17:11-15
• “E ACONTECEU QUE, INDO JESUS A
JERUSALÉM, PASSOU PELO MEIO DE
SAMARIA E DA GALILÉIA;...
FENÔMENOS DE CURA
• A GÊNESE - CAP. 15 - ITEM 17
• OS SAMARITANOS À
ÉPOCA DE JESUS,
ERAM
CONSIDERADOS
CISMÁTICOS EM
RELAÇÃ...
FENÔMENOS DE CURA
• A GÊNESE - CAP. 15 - ITEM
17
• JESUS DÁ UM
GRANDE EXEMPLO DE
TOLERÂNCIA, AO
CURAR AO MESMO
TEMPO, JUDE...
ALGUNS FENÔMENOS PSÍQUICOS PROVOCADOS POR JESUS
• 3.3 - RESSURREIÇÕES
• MARCOS, 5: 21-24; 38-42
• “E EIS QUE CHEGOU UM DOS...
RESSURREIÇÕES
• MARCOS, 5: 21-24; 38-42
• “A MENINA NÃO ESTÁ MORTA, MAS
DORME.
• E RIAM-SE DELE;
• PORÉM ELE, TENDO-OS FEI...
RESSURREIÇÕES
RESSURREIÇÕES
• LUCAS, 7: 11-17
• “E ACONTECEU, POUCO DEPOIS, IR
JESUS À CIDADE CHAMADA NAIM, E
COM ELE IAM MUITOS DOS SEU...
RESSURREIÇÕES
• LUCAS, 7: 11-17
• JOVEM, EU TE DIGO: LEVANTA-TE.
• E O DEFUNTO ASSENTOU-SE E
COMEÇOU A FALAR. E O SENHOR,
...
RESSURREIÇÕES
FILHO DA VIÚVA
RESSURREIÇÕES
• A GÊNESE - CAP. 15 - ITEM 39
• SERIA CONTRÁRIO ÀS LEIS DA
NATUREZA E PORTANTO,
MILAGROSO, O FATO DE VOLTAR...
RESSURREIÇÕES
• A GÊNESE - CAP. 15 - ITEM 39
• NENHUMA PRECAUÇÃO SE
TOMAVA PARA EVITAR AS
OCORRÊNCIAS DESTA
NATUREZA, E, O...
RESSURREIÇÕES
• A GÊNESE – CAP. 15 - ITEM 39
• JESUS COM DUPLA VISTA QUASE QUE
CONTÍNUA, PERCEBEU QUE O ESPÍRITO
ESTAVA LI...
RESSURREIÇÕES
• PARA AS PESSOAS DAQUELA
ÉPOCA, ELES CONSIDERAVAM
MORTO O INDIVÍDUO, DESDE QUE
DEIXAVA DE RESPIRAR, ENTÃO ....
RESSURREIÇÕES
• POR QUE ESTE FENÔMENO DE
LETARGIA ACONTECIA COM
FREQÜÊNCIA NA ÉPOCA?
• PORQUE SE UTILIZAVA NA
ÉPOCA DE JES...
RESSURREIÇÕES
• ISSO ACONTECIA
FREQÜENTEMENTE COM OS
TOMATES, QUE SÃO ÁCIDOS, E
EM CONTATO COM O ESTANHO
LIBERAM ÓXIDO DE ...
ALGUNS FENÔMENOS PSÍQUICOS PROVOCADOS POR JESUS
• 3.4 - TRANSFIGURAÇÃO
MARCOS, 9: 2-8
• “E, SEIS DIAS DEPOIS, JESUS
TOMOU ...
TRANSFIGURAÇÃO
MARCOS, 9: 2-8
• “E PEDRO, TOMANDO A PALAVRA
DISSE A JESUS:
• MESTRE, BOM É QUE NÓS ESTEJAMOS
AQUI E FAÇAMO...
TRANSFIGURAÇÃO
• ONDE ESTÁ A EXPLICAÇÃO
DESTE FENÔMENO DE
TRANSFIGURAÇÃO?
• GÊNESE - CAP. 15 - ITEM 44
• É NAS PROPRIEDADE...
TRANSFIGURAÇÃO
• A PUREZA DO PERISPÍRITO
DE JESUS, PERMITIU QUE
SEU ESPÍRITO LHE DESSE
EXCEPCIONAL FULGOR.
• A APARIÇÃO DE...
TRANSFIGURAÇÃO
• A QUALIDADE DE
ESPÍRITO PURO,
• A
SUPERIORIDADE
DA ESSÊNCIA
MORAL DE JESUS
E AS SUAS
QUALIDADES
FLUIDICAS...
ALGUNS FENÔMENOS PSÍQUICOS PROVOCADOS POR JESUS
• 3.5 - APARIÇÃO DE JESUS APÓS
A SUA CRUCIFICAÇÃO
• JOÃO, 20: 19-22; 26-30...
APARIÇÃO DE JESUS, APÓS A SUA CRUCIFICAÇÃO
• JOÃO, 20: 19-22; 26-30
• “DISSE-LHES, POIS, JESUS
OUTRA VEZ:
• PAZ SEJA CONVO...
APARIÇÃO DE JESUS, APÓS A SUA CRUCIFICAÇÃO
• JOÃO, 20: 19-22; 26-30
• “E, OITO DIAS DEPOIS,
ESTAVAM OUTRA VEZ OS
SEUS DISC...
APARIÇÃO DE JESUS, APÓS A SUA CRUCIFICAÇÃO
• JOÃO, 20: 19-22; 26-30
• PÕE AQUI O TEU DEDO E VÊ AS
MINHAS MÃOS;
• CHEGA A T...
APARIÇÃO DE JESUS, APÓS A SUA CRUCIFICAÇÃO
CARAVAGGIO
APARIÇÃO DE JESUS, APÓS A SUA CRUCIFICAÇÃO
• ANTES DA
APARIÇÃO AOS
DISCÍPULOS,
JESUS SE
MANIFESTA
PERANTE MARIA
MADALENA E...
APARIÇÃO DE JESUS, APÓS A SUA CRUCIFICAÇÃO
JESUS
APARECEU
MAIS TARDE,
AOS DOIS
DISCÍPULOS,
NO CAMINHO
DE EMAÚS,
CONFIRMAND...
APARIÇÃO DE JESUS, APÓS A SUA CRUCIFICAÇÃO
• A GÊNESE - CAP 15 - ITEM 61 OFERECE AS
SEGUINTES EXPLICAÇÕES PARA ESTE FENÔME...
APARIÇÃO DE JESUS, APÓS A SUA CRUCIFICAÇÃO
• E CONTINUA ...
• OBSERVANDO AS CIRCUNSTÂNCIAS NAS
QUAIS SE DERAM AS DIVERSAS
...
ALGUNS FENÔNENOS PSÍQUICOS PROVOCADOS POR JESUS
• CONCLUI A GENESE – CAP. 15 - ITEM 61:
• POR QUE OS SEUS DISCÍPULOS NÃO
P...
APARIÇÃO DE JESUS, APÓS A SUA CRUCIFICAÇÃO
• O ITEM 63 DO CAP 15 DO LIVRO A
GÊNESE, TRAZ PARA NOSSA
REFLEXÃO, QUE OS FATOS...
APARIÇÃO DE JESUS, APÓS A SUA CRUCIFICAÇÃO
• A GÊNESE, O ITEM 63 DO CAP 15
• JESUS ERA DESCONHECIDO,
POBRE, NASCIDO NA MAI...
APARIÇÃO DE JESUS, APÓS A SUA CRUCIFICAÇÃO
• A GÊNESE, O ITEM 63 DO CAP 15
• O TRIUNFO ALCANÇADO PELA
DOUTRINA DE JESUS, F...
APARIÇÃO DE JESUS, APÓS A SUA CRUCIFICAÇÃO
• A GÊNESE, O ITEM 63 DO CAP 15 - FINAL
• SE AO INVÉS DE NOS
DEIXAR PRINCÍPIOS ...
JESUS: SER DIVINO - HOMEM EXTRAORDINÁRIO
ESTUDO APROFUNDADO DA DOUTRINA ESPÍRITA
CRISTIANISMO E ESPIRITISMO
MÓDULO II - ROTEIRO 7
• GRUPO
ESPÍRITA
CHICO
XAVIER
• E...
• FENÔMENOS PSÍQUICOS NO
EVANGELHO
• TEMA PARA DEBATE:
•CURA OU
RESSURREIÇÃO?
• COM BASE NOS DADOS
EXPLANADOS, ARGUMENTE E...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Eade i-ii-7-o-cristianismo-fenômenos-psíquicos-no-evangelho (1)

750

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
750
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
32
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Eade i-ii-7-o-cristianismo-fenômenos-psíquicos-no-evangelho (1)

  1. 1. RELIGIÃO À LUZ DO ESPIRITISMO - CRISTIANISMO E ESPIRITISMO MODULO II - O CRISTIANISMO ROTEIRO 7 - FENÔMENOS PSÍQUICOS NO EVANGELHO GECX - GRUPO ESPÍRITA CHICO XAVIER - EXPOSITOR: JBMAIDA – MAIO/2013
  2. 2. OBJETIVOS • CONCEITUAR MILAGRE SEGUNDO O ESPIRITISMO • ANALISAR ALGUNS FENÔMENOS PSÍQUICOS PROVOCADOS POR JESUS
  3. 3. TÓPICOS A SEREM ABORDADOS 1 - MILAGRES 2 - JESUS E OS FENÔMENOS PSÍQUICOS 33 - ALGUNS FENÔMENOS- ALGUNS FENÔMENOS PSÍQUICOS PROVOCADOS PORPSÍQUICOS PROVOCADOS POR JESUSJESUS 3.1 - FENÔMENO DE DUPLA VISTA 3.2 - FENÔMENOS DE CURA 3.3 - RESSURREIÇÕES 3.4 - TRANSFIGURAÇÃO 3.5 - APARIÇÃO DE JESUS, APÓS A3.5 - APARIÇÃO DE JESUS, APÓS A SUA CRUCIFICAÇÃOSUA CRUCIFICAÇÃO
  4. 4. 1 - MILAGRES • CARACTERÍSTICAS: • NÃO SER EXPLICÁVEL • REALIZAR-SE CONTRARIAMENTE ÀS LEIS NATURAIS, EXCLUINDO- AS • QUALQUER FATO POR MAIS ESPANTOSO QUE SEJA, SE TIVER UMA EXPLICAÇÃO, AFIRMA-SE QUE NÃO É UM MILAGRE A GÊNESE – CAP. 13 - ITEM 4 - ALLAN KARDEC
  5. 5. MILAGRES • OS FENÔMENOS PSÍQUICOS REALIZADOS POR JESUS, SEUS APÓSTOLOS E DEMAIS DISCÍPULOS ERAM TIDOS COMO MILAGRES OU DE ORDEM SOBRENATURAL. • NA A GÊNESE - CAP. 13 - ITEM 62, ALLAN KARDEC AFIRMA QUE A DOUTRINA ESPÍRITA VEIO ESCLARECER QUANTO À ORIGEM E À FORMA DE MANIFESTAÇÃO DESSES FENÔMENOS, PROVANDO A POSSIBILIDADE DELES.
  6. 6. MILAGRES • A GÊNESE - CAP. 13 - ITEM 1 • ETIMOLOGICAMENTE MILAGRE SIGNIFICA ADMIRÁVEL, COISA EXTRAORDINÁRIA, SURPREENDENTE. • NO ENTENDER DAS MASSAS MILAGRE É UMA IDÉIA EXTRA NATURAL • NO SENTIDO TEOLÓGICO É UMA DERROGAÇÃO - NÃO CUMPRIMENTO DAS LEIS DA NATUREZA, É QUANDO DEUS ENTÃO MOSTRA SEU PODER • SE UM FATO MILAGROSO É EXPLICADO, AS MASSAS DIZEM QUE NÃO É MILAGRE • JÁ A IGREJA CONSIDERA MILAGRE O FATO INSÓLITO E SEM EXPLICAÇÃO. • QUALQUER FENÔMENO QUE SE REPRODUZ EXPONTÂNEA OU VOLUNTARIAMENTE, ESTÁ SUBMETIDO A UMA LEI DA NATUREZA , CONHECIDA OU NÃO, PORTANTO NÃO É MILAGRE
  7. 7. MILAGRES • EIS A RAZÃO PORQUE CERTOS FATOS CIENTÍFICOS SÃO IGUALMENTE CONSIDERADOS MILAGRES - É O DESCONHECIMENTO DAS LEIS QUE REGEM A SUA MANIFESTAÇÃO. • EXISTE UMA EXPLICAÇÃO LÓGICA E RACIONAL PARA A MANIFESTAÇÃO DE TODOS FENÔMENOS PSÍQUICOS, MEDIÚNICOS OU ANÍMICOS.
  8. 8. MILAGRES • OBRAS PÓSTUMAS- 1ª PARTE - CAPÍTULO 2 • O CONHECIMENTO ... • - DO PRINCÍPIO ESPIRITUAL, • - DA AÇÃO DOS FLUIDOS NO MUNDO INVISÍVEL, • - DAS FACULDADES DA ALMA, • - DA EXISTÊNCIA E DAS PROPRIEDADES DO PERISPÍRITO • TUDO ISTO FACULTOU A EXPLICAÇÃO DOS FENÔMENOS DE ORDEM PSÍQUICA, PROVANDO QUE ELES SÃO APLICAÇÕES DAS LEIS DA NATUREZA E NÃO A SUA DERROGAÇÃO. • TODOS OS EFEITOS DO • - MAGNETISMO • - SONAMBULISMO • - EXTÂSE • - DUPLA VISTA • - HIPNOTISMO • - CATALEPSIA • - LETARGIA • - ANESTESIA • - TRANSMISSÃO DE PENSAMENTOS • - PRESCIÊNCIA • - CURAS INSTANTÂNEAS • - OBSESSÕES - FASCINAÇÕES • - SUBJUGAÇÕES (POSSESSÕES) • - APARIÇÕES • - TRANSFIGURAÇÕES, ETC. • ESTES EFEITOS, FORMAM O QUE SE CHAMA DE MILAGRES NO EVANGELHO, PORÉM SÃO FENÔMENOS CUJAS LEIS ERAM DESCONHECIDAS ATÉ O ADVENTO DO ESPIRITISMO
  9. 9. MILAGRES • O ESPIRITISMO NÃO PRODUZ MILAGRES, NEM PRODÍGIOS DE QUALQUER NATUREZA. • EXISTE UMA EXPLICAÇÃO LÓGICA E RACIONAL PARA A MANIFESTAÇÃO DE TODOS FENÔMENOS PSÍQUICOS.
  10. 10. MILAGRES • O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO - CAP. 21 - ITEM 7 • DO MESMO MODO QUE A FÍSICA, GEOLOGIA, QUÍMICA E ASTRONOMIA REVELARAM SUAS LEIS DO MUNDO MATERIAL, • O ESPIRITISMO REVELA AS LEIS DESCONHECIDAS QUE REGEM AS RELAÇÕES ENTRE O MUNDO CORPÓREO E O MUNDO ESPIRITUAL. • TODAS SÃO LEIS DA NATUREZA. • ESTAS LEIS FACULTAM A EXPLICAÇÃO DOS FENÔMENOS INCOMPREENDIDOS ATÉ ENTÃO, • DESTRUINDO O QUE RESTAVA DO DOMÍNIO DO MARAVILHOSO. • A CIÊNCIA ESPÍRITA AO PESQUISAR A CAUSA DOS FENÔMENOS ESPÍRITAS, • LEVANTOU O VÉU DO MISTÉRIO E ENQUADROU-OS DENTRO DAS LEIS DA NATUREZA
  11. 11. MILAGRES • A GÊNESE – CAP 13 - ITEM 4 – ESCLARECE QUE CUMPRE A CADA CIÊNCIA, REVELAR NOVAS LEIS E EXPLICAR OS FENÔMENOS COMPREENDIDOS NA ALÇADA DESSAS LEIS. • ESSES FENÔMENOS SE PRENDEM À EXISTÊNCIA DOS ESPÍRITOS E À INTERVENÇÃO DELES NO MUNDO MATERIAL E É ISTO QUE DIZEM SER O SOBRENATURAL ...
  12. 12. MILAGRES • O ESPIRITISMO DESMISTIFICA O CARÁTER SOBRENATURAL DOS FENÔMENOS PSÍQUICOS, E • OS EXPLICA DE FORMA SIMPLES E CONSISTENTE.
  13. 13. MILAGRES • A GÊNESE - CAP. 13 - ITEM 13 • OS SERES OCULTOS QUE POVOAM OS ESPAÇOS, SÃO UMA DAS FORÇAS DA NATUREZA. • PORTANTO, A INTERVENÇÃO DESTAS INTELIGÊNCIAS OCULTAS NOS FENÔMENOS ESPÍRITAS, NÃO OS TORNA MAIS MILAGROSOS. • ESTA FORÇA É INCESSANTE SOBRE O MUNDO MATERIAL E O MUNDO MORAL. • CONHECIA-SE OS EFEITOS DESTA FORÇA, QUE SE PRODUZIRAM EM TODOS OS TEMPOS, PORÉM NÃO SE CONHECIA A LEI DESTES EFEITOS, O QUE GEROU A SUPERSTIÇÃO. • CONHECIDA A LEI, DESAPARECE O MARAVILHOSO, E OS FENÔMENOS ENTRAM NA ORDEM DAS COISAS NATURAIS.
  14. 14. 2 - JESUS E OS FENÔMENOS PSÍQUICOS
  15. 15. JESUS E OS FENÔMENOS PSÍQUICOS • OS EFEITOS PSÍQUICOS INTERMEDIADOS POR JESUS, EM RAZÃO DA ELEVAÇÃO DE SEU ESPÍRITO, SÃO POR DEMAIS COMPLEXOS PARA SUPÔ-LOS COMO DE NATUREZA MEDIÚNICA. • É MUITO DIFÍCIL IMAGINAR QUE JESUS TENHA AGIDO COMO MÉDIUM DE OUTRO ESPÍRITO.
  16. 16. JESUS E OS FENÔMENOS PSÍQUICOS • O CONSOLADOR - EMMANUEL - - QUESTÃO 283 • DEVEMOS COMPREENDER QUE: • - JESUS NÃO FOI UM FILÓSOFO • - NÃO PODE SER CLASSIFICADO ENTRE OS VALORES HUMANOS EM FUNÇÃO DOS VALORES DIVINOS CONTIDOS NA SUA HIERARQUIA ESPIRITUAL COMO DIRIGENTE DOS TERRÍCOLAS • - FOI ENVIADO DE DEUS JUNTO AOS FILHOS TRANSVIADOS DO SEU AMOR E DA SUA SABEDORIA • COMO DIRETOR ANGÉLICO DA TERRA SEU CORAÇÃO NÃO FUGIU À PERMANÊNCIA DIRETA ENTRE OS SEUS TUTELADOS MÍSEROS E IGNORANTES.
  17. 17. JESUS E OS FENÔMENOS PSÍQUICOS • OS FATOS RELATADOS NO EVANGELHO, NADA TIVERAM DE MILAGROSO, NO SENTIDO TEOLÓGICO DO TERMO. • ESTAVAM FUNDAMENTADOS NAS FACULDADES E NOS ATRIBUTOS EXCEPCIONAIS DO SEU ESPÍRITO DE ALTÍSSIMA HIERARQUIA (PURO).
  18. 18. JESUS E OS FENÔMENOS PSÍQUICOS • A GÊNESE - CAP. 15 - ITEM 2 • JESUS COMO HOMEM TINHA A ORGANIZAÇÃO DOS SERES CARNAIS, MAS • COMO ESPÍRITO PURO, DESPRENDIDO DA MATÉRIA, VIVIA MAIS DA VIDA ESPIRITUAL DO QUE DA VIDA CORPORAL, CUJAS FRAQUEZAS EM NADA O ATINGIAM. • SUAS QUALIDADES SUPERIORES A DOS HOMENS, NÃO DERIVAVA DE QUALIDADES DO CORPO FÍSICO, MAS • DO SEU ESPÍRITO QUE DOMINAVA DE MODO ABSOLUTO TANTO O CORPO FÍSICO COMO O PERISPÍRITO CUJA ORIGEM ERA NA QUINTESSÊNCIA DOS FLUIDOS TERRESTRES.
  19. 19. JESUS E OS FENÔMENOS PSÍQUICOS • CONCLUI A GÊNESE - CAP. 15 - ITEM 2 • SUA ALMA PROVAVELMENTE NÃO SE ACHAVA PRESA AO CORPO, SENÃO PELOS LAÇOS ESTRITAMENTE INDISPENSÁVEIS. • ELA CONSTANTEMENTE DESPRENDIDA, DECERTO LHE DAVA DUPLA VISTA PERMANENTE E COM EXCEPCIONAL PENETRAÇÃO MUITO SUPERIOR À DOS HOMENS COMUNS. • A QUALIDADE DE SEUS FLUIDOS LHE CONFERIA IMENSA FORÇA MAGNÉTICA, COM O INCESSANTE DESEJO DE FAZER O BEM. • O PRÓPRIO CRISTO CURAVA E NÃO NECESSITAVA DA ASSISTÊNCIA DE ESPÍRITOS DESENCARNADOS, POIS ERA ELE PRÓPRIO QUE DAVA A ASSISTÊNCIA AOS NECESSITADOS. • ?SERÁ QUE ALGUM ESPÍRITO OUSARIA INSUFLAR-LHE SEUS PRÓPRIOS PENSAMENTOS PARA QUE O CRISTO OS TRANSMITISSE? • SE ISTO OCORRIA, SOMENTE DE DEUSDEUS O RECEBIA, POIS CONFORME DEFINIÇÃO DADA POR UM ESPÍRITO, CRISTO ERA MÉDIUM DE DEUS.
  20. 20. JESUS E OS FENÔMENOS PSÍQUICOS • APESAR DO ESPIRITISMO EXPLICAR COM CLAREZA COMO SE REALIZA O FENÔMENO MEDIÚNICO, DEVEMOS NOS LEMBRAR QUE O PRÓPRIO JESUS CLASSIFICOU ALGUNS DOS SEUS FEITOS COMO MILAGROSOS. • POR QUE FEZ ISTO? • OBRAS PÓSTUMAS - CAP. 2 - ALLAN KARDEC, INFORMA: QUE NISTO E EM OUTRAS COISAS, LHE CUMPRIA APROPRIAR SUA LINGUAGEM AOS CONHECIMENTOS DOS SEUS CONTEMPORÂNEOS. • PARA O POVO, ERAM MILAGRES AS COISAS EXTRAORDINÁRIAS QUE O CRISTO FAZIA E QUE PARECIAM SOBRENATURAIS, NÃO SÓ NAQUELE TEMPO, COMO PARA MUITOS AINDA HOJE. • CRISTO NÃO PODIA DAR OUTRO NOME, POIS O CONHECIMENTO DA ÉPOCA NÃO PERMITIA • CRISTO NUNCA SE PREVALECEU DOS MILAGRES PARA SE APRESENTAR COMO POSSUIDOR DE PODER DIVINO.
  21. 21. 3 - ALGUNS FENÔMENOS PSÍQUICOS PROVOCADOS POR JESUS • 3.1 - FENÔMENO DE DUPLA VISTA • A TÍTULO DE EXEMPLO ESTE FENÔMENO PODE SER ATESTADO NAS SEGUINTES CITAÇÕES EVANGÉLICAS:
  22. 22. ALGUNS FENÔMENOS PSÍQUICOS PROVOCADOS POR JESUS • FENÔMENO DE DUPLA VISTA • (MATEUS, 21:2) “IDE À ALDEIA QUE ESTÁ DEFRONTE DE VÓS E LOGO ENCONTRAREIS UMA JUMENTA PRESA E UM JUMENTINHO COM ELA; DESPRENDEI-A E TRAZEI- MOS” • (MATEUS, 26,20:21) “E CHEGADA A TARDE, ASSENTOU-SE À MESA COM OS DOZE. E, ENQUANTO ELES COMIAM, DISSE: EM VERDADE VOS DIGO QUE UM DE VÓS ME HÁ DE TRAIR”
  23. 23. ALGUNS FENÔMENOS PSÍQUICOS PROVOCADOS POR JESUS • (LUCAS, 5:4-6) “E, QUANDO ACABOU DE FALAR, DISSE A SIMÃO: FAZE-TE AO MAR ALTO, E LANÇAI AS VOSSAS REDES PARA PESCAR. • E, RESPONDENDO SIMÃO, DISSE- LHE: MESTRE, HAVENDO TRABALHADO TODA A NOITE, NADA APANHAMOS, MAS, • PORQUE MANDAS, LANÇAREI A REDE. • E, FAZENDO ASSIM, COLHERAM UMA GRANDE QUANTIDADE DE PEIXE, E ROMPIA-SE-LHES A REDE.”
  24. 24. ALGUNS FENÔMENOS PSÍQUICOS PROVOCADOS POR JESUS • A GÊNESE - CAP. 15 – ITEM 9 - ALLAN KARDEC • JESUS POSSUIA EM GRAU ELEVADO A DUPLA VISTA E ELA CONSTITUIA SEU ESTADO NORMAL, O QUE FICOU PROVADO POR GRANDE NÚMERO DE ATOS DE SUA VIDA. • A PESCA MIRACULOSA SE EXPLICA PELA DUPLA VISTA, POIS JESUS NÃO PRODUZIU ESPONTANEAMENTE PEIXES ONDE NÃO OS HAVIA. • JESUS VIU COM A VISTA DA ALMA ONDE SE ACHAVAM OS PEIXES E INDICOU AOS PESCADORES O LOCAL PARA QUE LANÇASSEM SUAS REDES.
  25. 25. ALGUNS FENÔMENOS PSÍQUICOS PROVOCADOS POR JESUS • 3.2 - FENÔMENOS DE CURA • A GÊNESE - CAP. 15 - ITEM 27 • AS CURAS SÃO OS FATOS MAIS NUMEROSOS QUE DÃO TESTEMUNHO DE JESUS • QUERIA PROVAR QUE O VERDADEIRO PODER É DAQUELE QUE FAZ O BEM. • QUERIA SER ÚTIL E NÃO SATISFAZER A CURIOSIDADE DOS INDIFERENTES ATRAVÉS DE COISAS EXTRAORDINÁRIAS. • AO ALIVIAR O SOFRIMENTO, PRENDIA AS CRIATURAS PELO CORAÇÃO TENDO-OS COMO SEGUIDORES SINCEROS
  26. 26. FENÔMENOS DE CURA • (MARCOS, 5:25-34) • “E CERTA MULHER, QUE HAVIA DOZE ANOS TINHA UM FLUXO DE SANGUE, E QUE HAVIA PADECIDO MUITO COM MUITOS MÉDICOS E DESPENDIDO TUDO QUANTO TINHA, NADA LHE APROVEITANDO ISSO, ANTES INDO A PIOR, • OUVINDO FALAR DE JESUS, VEIO POR DETRÁS, ENTRE A MULTIDÃO, E TOCOU NA FÍMBRIA DE SUA TÚNICA.
  27. 27. FENÔMENOS DE CURA • (MARCOS, 5:25-34) • PORQUE ELA DIZIA: SE TÃO– SOMENTE TOCAR NAS SUAS VESTES, SARAREI. • E LOGO SE LHE SECOU A FONTE DO SEU SANGUE, E SENTIU NO SEU CORPO, ESTAR JÁ CURADA DAQUELE MAL. • E JESUS, RECONHECENDO QUE A VIRTUDE DE SI MESMO SAÍRA, VOLTOU PARA A MULTIDÃO E DISSE: • QUEM TOCOU NAS MINHAS VESTES?
  28. 28. FENÔMENOS DE CURA • (MARCOS, 5:25-34) • E DISSERAM-LHE OS SEUSE DISSERAM-LHE OS SEUS DISCÍPULOS: VÊS QUE A MULTIDÃODISCÍPULOS: VÊS QUE A MULTIDÃO TE APERTA E DIZES: QUEM METE APERTA E DIZES: QUEM ME TOCOU?TOCOU? • E JESUS OLHAVA EM REDOR, PARA VER QUEM ISSO FIZERA. • ENTÃO, A MULHER, QUE SABIA O QUE TINHA ACONTECIDO, TEMENDO E TREMENDO, APROXIMOU-SE, E PROSTROU-SE DIANTE DELE, E DISSE- LHE TODA A VERDADE. • E JESUS LHE DISSE: FILHA, A TUA FÉ TE SALVOU; VAI EM PAZ E SÊ CURADA DESTE TEU MAL”
  29. 29. FENÔMENOS DE CURA • A GÊNESE - CAP. 15 - ITEM 11 • QUE VIRTUDE SAÍU DE JESUS? • MOVIMENTO FLUÍDICO QUE SE OPERARA DE JESUS PARA A DOENTE. • AMBOS PERCEBERAM A AÇÃO QUE ACABARA DE PRODUZIR- SE. • O EFEITO NÃO FOI PROVOCADO POR NENHUM ATO DA VONTADE DE JESUS. • NÃO HOUVE MAGNETIZAÇÃO,NÃO HOUVE MAGNETIZAÇÃO, NEM IMPOSIÇÃO DE MÃOS.NEM IMPOSIÇÃO DE MÃOS. • BASTOU A IRRADIAÇÃO FLUÍDICA NORMAL PARA REALIZAR A CURA
  30. 30. FENÔMENOS DE CURA • (MARCOS, 8:22-25) • “E CHEGOU A BETSAIDA E TROUXERAM-LHE UM CEGO E ROGARAM-LHE QUE JESUS O TOCASSE. • E, TOMANDO O CEGO PELA MÃO, LEVOU-O PARA FORA DA ALDEIA; E, CUSPINDO-LHE NOS OLHOS E IMPONDO-LHE AS MÃOS, PERGUNTOU- LHE SE VIA ALGUMA COISA. • E, LEVANTANDO ELE OS OLHOS, DISSE: VEJO OS HOMENS, POIS OS VEJO COMO ÁRVORES QUE ANDAM. • DEPOIS, TORNOU A PÔR-LHE AS MÃOS NOS OLHOS, E ELE, OLHANDO FIRMEMENTE, FICOU RESTABELECIDO E JÁ VIA AO LONGE E DISTINTAMENTE A TODOS”
  31. 31. FENÔMENOS DE CURA • A GÊNESE – CAP. 15 – ITEM 13 • QUE FENÔMENO TEMOS AQUI? • O EFEITO MAGNÉTICO, POIS A CURA NÃO FOI INSTANTÂNEA, PORÉM GRADUAL E EM CONSEQÜÊNCIA DE UMA AÇÃO PROLONGADA E REITERADA, ENTRETANTO, MAIS RÁPIDA DO QUE NA MAGNETIZAÇÃO COMUM. • A PRIMEIRA SENSAÇÃO QUE O HOMEM TEVE, FOI EXATAMENTE A QUE EXPERIMENTAM OS CEGOS AO RECOBRAREM A VISÃO. • POR UM EFEITO DE ÓPTICA, OS OBJETOS LHES PARECEM DE TAMANHO EXAGERADO.
  32. 32. FENÔMENOS DE CURA • LUCAS, 17:11-15 • “E ACONTECEU QUE, INDO JESUS A JERUSALÉM, PASSOU PELO MEIO DE SAMARIA E DA GALILÉIA; E, ENTRANDO NUMA CERTA ALDEIA, SAIRAM-LHE AO ENCONTRO DEZ HOMENS LEPROSOS, OS QUAIS PARARAM DE LONGE. • E LEVANTARAM A VOZ, DIZENDO: JESUS, MESTRE, TEM MISERICÓRDIA DE NÓS! • E ELE, VENDO-OS, DISSE-LHES: • IDE E MOSTRAI-VOS AOS SACERDOTES. E ACONTECEU QUE, INDO ELES, FICARAM LIMPOS. E UM DELES, VENDO QUE ESTAVA SÃO, VOLTOU GLORIFICANDO A DEUS EM ALTA VOZ.”
  33. 33. FENÔMENOS DE CURA • A GÊNESE - CAP. 15 - ITEM 17 • OS SAMARITANOS À ÉPOCA DE JESUS, ERAM CONSIDERADOS CISMÁTICOS EM RELAÇÃO AOS JUDEUS, ASSIM COMO OS PROTESTANTES SÃO EM RELAÇÃO AOS CATÓLICOS. • PORÉM, COM UMA DIFERENÇA MUITO GRANDE, OS JUDEUS TINHAM POR ELES DESPREZO.
  34. 34. FENÔMENOS DE CURA • A GÊNESE - CAP. 15 - ITEM 17 • JESUS DÁ UM GRANDE EXEMPLO DE TOLERÂNCIA, AO CURAR AO MESMO TEMPO, JUDEUS E SAMARITANOS, PORÉM • SOMENTE O SAMARITANO VOLTOU PARA AGRADECER, OU SEJA, PARA GLORIFICAR A DEUS. • HAVIA MAIS FÉ E RECONHECIMENTO NESTE DO QUE NOS QUE SE DIZIAM
  35. 35. ALGUNS FENÔMENOS PSÍQUICOS PROVOCADOS POR JESUS • 3.3 - RESSURREIÇÕES • MARCOS, 5: 21-24; 38-42 • “E EIS QUE CHEGOU UM DOS PRINCIPAIS DA SINAGOGA, POR NOME JAIRO, E, VENDO-O, PROSTROU-SE AOS SEUS PÉS, E ROGAVA-LHE MUITO, DIZENDO: • MINHA FILHA ESTÁ MORIBUNDA. ROGO-TE QUE VENHAS E SE IMPONHAS AS MÃOS PARA QUE SARE E VIVA. • E FOI COM ELE, E SEGUIA-O UMA GRANDE MULTIDÃO, QUE O APERTAVA. • E, TENDO CHEGADO À CASA DE JAIRO, VIU O ALVOROÇO E OS QUE CHORAVAM MUITO E PRANTAVAM. E, ENTRANDO, DISSE-LHES: • POR QUE VOS ALVOROÇAIS E CHORAIS?”
  36. 36. RESSURREIÇÕES • MARCOS, 5: 21-24; 38-42 • “A MENINA NÃO ESTÁ MORTA, MAS DORME. • E RIAM-SE DELE; • PORÉM ELE, TENDO-OS FEITO SAIR, TOMOU CONSIGO O PAI E A MÃE DA MENINA E OS QUE COM ELE ESTAVAM E ENTROU ONDE A MENINA ESTAVA DEITADA. • E, TOMANDO A MÃO DA MENINA, DISSE- LHE: TALITÁ CUMI, QUE TRADUZIDO, É: MENINA, A TI TE DIGO: LEVANTA-TE. • E LOGO A MENINA SE LEVANTOU E ANDAVA, POIS JÁ TINHA DOZE ANOS; • E ASSOMBRARAM-SE COM GRANDE ESPANTO.”
  37. 37. RESSURREIÇÕES
  38. 38. RESSURREIÇÕES • LUCAS, 7: 11-17 • “E ACONTECEU, POUCO DEPOIS, IR JESUS À CIDADE CHAMADA NAIM, E COM ELE IAM MUITOS DOS SEUS DISCÍPULOS E UMA GRANDE MULTIDÃO. • E, QUANDO, CHEGOU PERTO DA PORTA DA CIDADE, EIS QUE LEVAVAM UM DEFUNDO, FILHO ÚNICO DE SUA MÃE, QUE ERA VIÚVA; E COM ELA IA UMA GRANDE MULTIDÃO DA CIDADE. • E, VENDO-A, O SENHOR MOVEU-SE DE ÍNTIMA COMPAIXÃO POR ELA E DISSE- LHE: NÃO CHORES. E, CHEGANDO-SE, TOCOU O ESQUIFE - E OS QUE O LEVAVAM PARARAM, E DISSE O SENHOR:
  39. 39. RESSURREIÇÕES • LUCAS, 7: 11-17 • JOVEM, EU TE DIGO: LEVANTA-TE. • E O DEFUNTO ASSENTOU-SE E COMEÇOU A FALAR. E O SENHOR, ENTREGOU-O À SUA MÃE. • E DE TODOS SE APODEROU O TEMOR E GLORIFICAVAM A DEUS, DIZENDO: • UM GRANDE PROFETA SE LEVANTOU ENTRE NÓS, E DEUS VISITOU O SEU POVO. E CORREU DE JESUS, ESTA FAMA POR TODA A JUDÉIA E POR A TERRA CIRCUNVIZINHA”
  40. 40. RESSURREIÇÕES FILHO DA VIÚVA
  41. 41. RESSURREIÇÕES • A GÊNESE - CAP. 15 - ITEM 39 • SERIA CONTRÁRIO ÀS LEIS DA NATUREZA E PORTANTO, MILAGROSO, O FATO DE VOLTAR À VIDA CORPÓREA UMA PESSOA QUE SE ACHASSE REALMENTE MORTA. • AS “RESSURREIÇÕES” OPERADAS POR JESUS NADA TEM DE MILAGROSO. • SE MESMO NA ATUALIDADE AS APARÊNCIAS ENGANAM PROFISSIONAIS, O QUE SE DIZER NAQUELA ÉPOCA, EM QUE ...
  42. 42. RESSURREIÇÕES • A GÊNESE - CAP. 15 - ITEM 39 • NENHUMA PRECAUÇÃO SE TOMAVA PARA EVITAR AS OCORRÊNCIAS DESTA NATUREZA, E, ONDE O SEPULTAMENTO ERA DESEPULTAMENTO ERA DE IMEDIATO.IMEDIATO. • NOS DOIS CASOS RELATADOS É MUITO PROVÁVEL QUE OS “MORTOS” ESTIVESSEM EM ESTADO DE LETARGIA.
  43. 43. RESSURREIÇÕES • A GÊNESE – CAP. 15 - ITEM 39 • JESUS COM DUPLA VISTA QUASE QUE CONTÍNUA, PERCEBEU QUE O ESPÍRITO ESTAVA LIGADO AINDA AO CORPO DA MENINA, POR ESTA RAZÃO, FALOU COM TANTA CONVICÇÃO: ESTA MENINA NÃO ESTÁ MORTA, SOMENTE ADORMECIDA. • E, COM SEUS FLUIDOS PURÍSSIMOS, VIVIFICANTES DE ALTO PODER DE PENETRAÇÃO, REANIMOU OS SENTIDOS EM TORPOR E FEZ COM QUE O ESPÍRITO QUE ESTAVA PRESTES A ABANDONAR O CORPO, VOLTASSE A ELE. • ISTO SÓ FOI POSSÍVEL PORQUE OS LAÇOS QUE UNEM O ESPÍRITO AO CORPO ATRAVÉS DO PERISPÍRITO, AINDA NÃO TINHAM SE ROMPIDO. QUANDO ISTO OCORRE, É IMPOSSÍVEL RETORNAR AO MESMO CORPO.
  44. 44. RESSURREIÇÕES • PARA AS PESSOAS DAQUELA ÉPOCA, ELES CONSIDERAVAM MORTO O INDIVÍDUO, DESDE QUE DEIXAVA DE RESPIRAR, ENTÃO ... • PARA ELES HAVIA A RESSURREIÇÃO NESTES CASOS, POIS AS LEIS DO MUNDO ESPIRITUAL AINDA ERAM DESCONHECIDAS. • NA REALIDADE, O QUE OCORRIA ? • CURA E NÃO RESSURREIÇÃO.”
  45. 45. RESSURREIÇÕES • POR QUE ESTE FENÔMENO DE LETARGIA ACONTECIA COM FREQÜÊNCIA NA ÉPOCA? • PORQUE SE UTILIZAVA NA ÉPOCA DE JESUS, PRATOS, COPOS E OUTROS UTENSÍLIOS, FEITOS DE ESTANHO. • SABE-SE HOJE E NÃO NAQUELA ÉPOCA, QUE CERTOS TIPOS DE ALIMENTOS OXIDAVAM O ESTANHO, LIBERANDO ÓXIDO DE ESTANHO, O QUE FAZIA COM QUE MUITA GENTE MORRESSE ENVENENADA OU FICASSE EM
  46. 46. RESSURREIÇÕES • ISSO ACONTECIA FREQÜENTEMENTE COM OS TOMATES, QUE SÃO ÁCIDOS, E EM CONTATO COM O ESTANHO LIBERAM ÓXIDO DE ESTANHO. • DAÍ TEREM SIDO CONSIDERADOS, DURANTE MUITO TEMPO, COMO VENENOSOS. • OS COPOS DE ESTANHO ERAM USADOS NORMALMENTE E NO CASO DE BEBIDAS ALCOÓLICAS, DERRUBAVA LITERALMENTE AS PESSOAS DEIXANDO-AS EM ESTADO LETÁRGICO.
  47. 47. ALGUNS FENÔMENOS PSÍQUICOS PROVOCADOS POR JESUS • 3.4 - TRANSFIGURAÇÃO MARCOS, 9: 2-8 • “E, SEIS DIAS DEPOIS, JESUS TOMOU CONSIGO A PEDRO, A TIAGO E A JOÃO, E OS LEVOU SÓS, EM PARTICULAR, A UM ALTO MONTE, E TRANSFIGUROU-SE DIANTE DELES. • E AS SUAS VESTES TORNARAM-SE RESPLANDECENTES, EM EXTREMO BRANCAS COMO A NEVE, TAIS COMO NENHUM LAVADEIRO SOBRE A TERRA AS PODERIA BRANQUEAR. • E APARECERAM-LHES ELIAS E MOISÉS E FALAVAM COM JESUS.
  48. 48. TRANSFIGURAÇÃO MARCOS, 9: 2-8 • “E PEDRO, TOMANDO A PALAVRA DISSE A JESUS: • MESTRE, BOM É QUE NÓS ESTEJAMOS AQUI E FAÇAMOS TRÊS CABANAS, UMA PARA TI, OUTRA PARA MOISÉS E OUTRA ELIAS. NÃO SABIA O QUE DIZIA, PORQUE ESTAVAM ASSOMBRADOS. • E DESCEU UMA NUVEM QUE OS COBRIU COM A SUA SOMBRA, E SAIU DA NUVEM UMA VOZ, QUE DIZIA: • ESTE É O MEU FILHO AMADO; A ELE OUVI. • E, TENDO OLHADO AO REDOR, NINGUÉM MAIS VIERAM, SENÃO JESUS COM ELES.”
  49. 49. TRANSFIGURAÇÃO • ONDE ESTÁ A EXPLICAÇÃO DESTE FENÔMENO DE TRANSFIGURAÇÃO? • GÊNESE - CAP. 15 - ITEM 44 • É NAS PROPRIEDADES DO FLUIDO PERISPIRÍTICO. • A TRANSFIGURAÇÃO É UM FATO MUITO COMUM, QUE EM VIRTUDE DA IRRADIAÇÃO FLUÍDICA, PODE MODIFICAR A APARÊNCIA DE UM INDIVÍDUO.
  50. 50. TRANSFIGURAÇÃO • A PUREZA DO PERISPÍRITO DE JESUS, PERMITIU QUE SEU ESPÍRITO LHE DESSE EXCEPCIONAL FULGOR. • A APARIÇÃO DE MOISÉS E ELIAS CABE PERFEITAMENTE NO ROL DE FENÔMENOS DO MESMO GÊNERO. • TODAS AS FACULDADES QUE JESUS REVELOU ESTÃO NA ORDEM DA NATUREZA.
  51. 51. TRANSFIGURAÇÃO • A QUALIDADE DE ESPÍRITO PURO, • A SUPERIORIDADE DA ESSÊNCIA MORAL DE JESUS E AS SUAS QUALIDADES FLUIDICAS, • FAZIAM COM QUE TODAS AS SUAS FACULDADES ESTIVESSEM INFINITAMENTE ACIMA DA DOS TERRÍCOLAS.
  52. 52. ALGUNS FENÔMENOS PSÍQUICOS PROVOCADOS POR JESUS • 3.5 - APARIÇÃO DE JESUS APÓS A SUA CRUCIFICAÇÃO • JOÃO, 20: 19-22; 26-30 • “CHEGADA, POIS, A TARDE DAQUELE DIA, O PRIMEIRO DA SEMANA, E CERRADAS AS PORTAS ONDE OS DISCÍPULOS, COM MEDO DOS JUDEUS, SE TINHAM AJUNTADO, CHEGOU JESUS, E PÔS-SE NO MEIO, E DISSE-LHES: • PAZ SEJA CONVOSCO! • E, DIZENDO ISSO, MOSTROU-SE- LHES AS MÃOS E O LADO. DE SORTE QUE OS DISCÍPULOS SE
  53. 53. APARIÇÃO DE JESUS, APÓS A SUA CRUCIFICAÇÃO • JOÃO, 20: 19-22; 26-30 • “DISSE-LHES, POIS, JESUS OUTRA VEZ: • PAZ SEJA CONVOSCO! • ASSIM COMO O PAI ME ENVIOU, TAMBÉM EU VOS ENVIO A VÓS. • E, HAVENDO DITO ISSO, ASSOPROU SOBRE ELES E DISSE-LHES: RECEBEI O ESPÍRITO SANTO.
  54. 54. APARIÇÃO DE JESUS, APÓS A SUA CRUCIFICAÇÃO • JOÃO, 20: 19-22; 26-30 • “E, OITO DIAS DEPOIS, ESTAVAM OUTRA VEZ OS SEUS DISCÍPULOS DENTRO, E, COM ELES, TOMÉ. • CHEGOU JESUS, ESTANDO AS PORTAS FECHADAS, E APRESENTOU-SE NO MEIO E DISSE: PAZ SEJA CONVOSCO! • DEPOIS, DISSE A TOMÉ:
  55. 55. APARIÇÃO DE JESUS, APÓS A SUA CRUCIFICAÇÃO • JOÃO, 20: 19-22; 26-30 • PÕE AQUI O TEU DEDO E VÊ AS MINHAS MÃOS; • CHEGA A TUA MÃO E PÕE-NA NO MEU LADO: NÃO SEJAS INCRÉDULO, MAS CRENTE. • TOMÉ RESPONDEU E DISSE-LHE: SENHOR MEU, E DEUS MEU! • DISSE-LHE JESUS: PORQUE ME VISTE, TOMÉ, CRESTE: BEM- AVENTURADOS OS QUE NÃO VIRAM E CRERAM.”
  56. 56. APARIÇÃO DE JESUS, APÓS A SUA CRUCIFICAÇÃO CARAVAGGIO
  57. 57. APARIÇÃO DE JESUS, APÓS A SUA CRUCIFICAÇÃO • ANTES DA APARIÇÃO AOS DISCÍPULOS, JESUS SE MANIFESTA PERANTE MARIA MADALENA E OUTRAS MULHERES, CONFIRMANDO O SEU RESSURGIMENTO • MARCOS, 16: 1-7
  58. 58. APARIÇÃO DE JESUS, APÓS A SUA CRUCIFICAÇÃO JESUS APARECEU MAIS TARDE, AOS DOIS DISCÍPULOS, NO CAMINHO DE EMAÚS, CONFIRMANDO SUA RESSURREIÇÃO LUCAS, 24: 13 - 35
  59. 59. APARIÇÃO DE JESUS, APÓS A SUA CRUCIFICAÇÃO • A GÊNESE - CAP 15 - ITEM 61 OFERECE AS SEGUINTES EXPLICAÇÕES PARA ESTE FENÔMENO: • TODOS OS EVANGELISTAS NARRAM AS APARIÇÕES DE JESUS, APÓS A SUA MORTE, COM PORMENORES, QUE NÃO PERMITEM DÚVIDAS SOBRE A REALIDADE DO FATO • AS APARIÇÕES SE EXPLICAM PERFEITAMENTE PELAS LEIS FLUIDICAS E PELAS PROPRIEDADES DO PERISPÍRITO • NADA DE ANÔMALO EM FENÔMENOS DO MESMO GÊNERO, RELATADOS PELA HISTÓRIA ANTIGA E ATUAL, NÃO FALTANDO SEQUER A TANGIBILIDADE.
  60. 60. APARIÇÃO DE JESUS, APÓS A SUA CRUCIFICAÇÃO • E CONTINUA ... • OBSERVANDO AS CIRCUNSTÂNCIAS NAS QUAIS SE DERAM AS DIVERSAS APARIÇÕES, RECONHECEREMOS TODOS OS CARACTERES DE UM SER FLUIDICO. • APARECE INOPINADAMENTE E DO MESMO MODO DESAPARECE. • UNS O VÊEM OUTROS NÃO... • JESUS MOSTROU-SE COM SEU CORPO PERISPIRÍTICO, O QUE EXPLICA QUE SÓ TENHA SIDO VISTO POR AQUELES QUE ELE QUIS QUE O VISSEM. • SE JESUS ESTIVESSE COM O SEU CORPO CARNAL, TODOS O ENXERGARIAM.
  61. 61. ALGUNS FENÔNENOS PSÍQUICOS PROVOCADOS POR JESUS • CONCLUI A GENESE – CAP. 15 - ITEM 61: • POR QUE OS SEUS DISCÍPULOS NÃO PERCEBERAM AS DIFERENÇAS ENTRE O CORPO FLUIDICO E O CARNAL DE JESUS? • PORQUE IGNORAVAM A CAUSA ORIGINÁRIA DO FENÔMENO DAS APARIÇÕES E TAMBÉM, PORQUE NÃO DAVAM ATENÇÃO A ESSAS PARTICULARIDADES. • DESDE QUE VIAM JESUS E O TOCAVAM, ACHAVAM QUE AQUELE ERA O SEU CORPO RESSUSCITADO. • ALÉM DO MAIS, HAVIAM PRESENCIADO INÚMERAS “RESSURREIÇÕES”. • POR QUE DUVIDAR?
  62. 62. APARIÇÃO DE JESUS, APÓS A SUA CRUCIFICAÇÃO • O ITEM 63 DO CAP 15 DO LIVRO A GÊNESE, TRAZ PARA NOSSA REFLEXÃO, QUE OS FATOS EXTRAORDINÁRIOS DA VIDA DE JESUS AQUI NO PLANO FÍSICO, NÃO FORAM OS SEUS MAIORES FEITOS. • QUAL FOI ENTÃO O SEU MAIOR FEITO? • FOI A REVOLUÇÃO QUE OS SEUS ENSINOS PRODUZIRAM NO MUNDO, APESAR DA EXIGÜIDADE DOS SEUS MEIOS DE AÇÃO.
  63. 63. APARIÇÃO DE JESUS, APÓS A SUA CRUCIFICAÇÃO • A GÊNESE, O ITEM 63 DO CAP 15 • JESUS ERA DESCONHECIDO, POBRE, NASCIDO NA MAIS HUMILDE CONDIÇÃO, NO SEIO DE UM POVO PEQUENINO, QUASE IGNORADO E SEM PREPONDERÂNCIA POLÍTICA, ARTÍSTICA OU LITERÁRIA E • AINDA SOMENTE DURANTE TRÊS ANOS PREGA SUA DOUTRINA. • TINHA JESUS, CONTRA SI, TUDO O QUE CAUSA MALOGRO DAS OBRAS DOS HOMENS.
  64. 64. APARIÇÃO DE JESUS, APÓS A SUA CRUCIFICAÇÃO • A GÊNESE, O ITEM 63 DO CAP 15 • O TRIUNFO ALCANÇADO PELA DOUTRINA DE JESUS, FOI O MAIOR DE TODOS OS SEUS FEITOS OU “MILAGRES”, AO MESMO TEMPO EM QUE PROVA, QUE A SUA MISSÃO ERA DIVINA. • SE AO INVÉS DE NOS DEIXAR PRINCÍPIOS SOCIAIS E REGENERADORES, BASEADOS SOBRE O FUTURO ESPIRITUAL DO HOMEM, JESUS APENAS HOUVESSE DEIXADO PARA A POSTERIDADE, ALGUNS FATOS MARAVILHOSOS, TALVEZ HOJE MAL CONHECESSEMOS O SEU NOME.
  65. 65. APARIÇÃO DE JESUS, APÓS A SUA CRUCIFICAÇÃO • A GÊNESE, O ITEM 63 DO CAP 15 - FINAL • SE AO INVÉS DE NOS DEIXAR PRINCÍPIOS SOCIAIS E REGENERADORES, BASEADOS SOBRE O FUTURO ESPIRITUAL DO HOMEM, • JESUS APENAS HOUVESSE DEIXADO PARA A POSTERIDADE, ALGUNS FATOS MARAVILHOSOS, TALVEZ HOJE MAL CONHECÊSSEMOS O SEU NOME.
  66. 66. JESUS: SER DIVINO - HOMEM EXTRAORDINÁRIO
  67. 67. ESTUDO APROFUNDADO DA DOUTRINA ESPÍRITA CRISTIANISMO E ESPIRITISMO MÓDULO II - ROTEIRO 7 • GRUPO ESPÍRITA CHICO XAVIER • EXPOSITOR JBMAIDA MAIO-2013 JESUS MODELO E GUIA DA HUMANIDADE OLE 625
  68. 68. • FENÔMENOS PSÍQUICOS NO EVANGELHO • TEMA PARA DEBATE: •CURA OU RESSURREIÇÃO? • COM BASE NOS DADOS EXPLANADOS, ARGUMENTE E JUSTIFIQUE A SUA ESCOLHA • GECX - EADE - MÓDULO II ROTEIRO 7 - MAIO-2013
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×