Your SlideShare is downloading. ×
Oito fatos sobre_oraçao_livro
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Oito fatos sobre_oraçao_livro

1,803
views

Published on


0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,803
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
168
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração Josivaldo Oliveira
  • 2. Índice Introdução .......................................................................... 7 A oração deve ser um hábito.........................................10 A oração me dá poder para vencer a tentação .......14 Protegendo a família através da oração ...................18 A oração individual, no meu lugar secreto, gera um nível maior de comunhão com Deus...........................20 O ativismo nos rouba de Deus .....................................22 A oração deve ser feita em atitude de humildade .24 A oração de Ana – exemplo de humildade ...............26 A oração nos ajuda a sujeitar nossa vontade à vontade do Pai ..................................................................30 Deus não é o gênio da lâmpada ..................................34 Oração bem sucedida – orando de acordo com a vontade de Deus ..............................................................35 A oração se relaciona com o ministério dos anjos em favor dos servos de Deus .......................................38
  • 3. A oração de Daniel e o ministério dos anjos ...........40 A oração deve ser mais intensa nos momentos de angústia ..............................................................................44 Deus está formando uma pérola em você ................46 A oração nos dá a capacidade para suportar as adversidades .....................................................................48 Conclusão ...........................................................................52
  • 4. A todos que desejam fazer da oração um estilo de vida, mergulhando diariamente na presença do Eterno.
  • 5. Introdução Como de costume, Jesus foi para o monte das Oliveiras, e os seus discípulos o seguiram. Chegando ao lugar, ele lhes disse: "Orem para que vocês não caiam em tentação". Ele se afastou deles a uma pequena distância, ajoelhou-se e começou a orar: "Pai, se queres, afasta de mim este cálice; contudo, não seja feita a minha vontade, mas a tua". Apareceu-lhe então um anjo do céu que o fortalecia. Estando angustiado, ele orou ainda mais intensamente; e o seu suor era como gotas de sangue que caíam no chão. Quando se levantou da oração e voltou aos discípulos, encontrou-os dormindo, dominados pela tristeza. "Por que estão dormindo?”, perguntou-lhes. "Levantem-se e orem para que vocês não caiam em tentação!” Enquanto ele ainda falava, apareceu uma multidão conduzida por Judas, um dos Doze. Este se aproximou de Jesus para saudá-lo com um beijo. Mas Jesus lhe perguntou: "Judas, com um beijo você está traindo o Filho do homem? "(...) Então Jesus disse aos chefes dos sacerdotes, aos oficiais da guarda do templo e aos líderes religiosos que tinham vindo procurá-lo: "Estou eu chefiando alguma rebelião, para que vocês tenham vindo com espadas e varas? Todos os dias eu estava com vocês no templo e vocês não levantaram a mão contra
  • 6. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 8 mim. Mas esta é a hora de vocês — quando as trevas reinam". (Lucas 22:39-53). Orar é um privilégio e uma necessidade. Jesus sempre valorizou a oração. Ele foi um grande mestre na arte de orar. Todas as vezes que Ele orava o Pai lhe respondia favoravelmente. Todas as Suas orações foram bem sucedidas. Precisamos aprender com Jesus os princípios para uma vida de oração frutífera, que nos leve a um nível mais profundo de intimidade com Deus. A oração é um assunto extremamente importante, visto que Deus só estabelecerá sua vontade na terra em resposta ao clamor dos seus filhos. Se entendermos isso, nos esforçaremos para orar mais, e nos dedicaremos muito mais a uma vida de plena comunhão com Deus. Em Lucas 22:39-53 encontramos pelo menos oito fatos que precisamos aprender sobre a oração. Quando um discípulo pediu a Jesus que lhe ensinasse a orar, o Senhor respondeu dando-lhe um modelo de oração (Lucas 11:1- 4). Aqui, porém, podemos aprender, não apenas com as palavras de Jesus, mas principalmente, observando como Ele orava e as implicações que a oração tinha em Sua vida.
  • 7. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 9 A minha oração é que o maravilhoso Espírito Santo possa descortinar esse texto diante dos nossos olhos para podermos captar com o nosso coração e discernir com o nosso espírito as verdades nele contidas, a fim de que tenhamos uma vida de oração bem sucedida.
  • 8. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 10 1- A ORAÇÃO DEVE SER UM HÁBITO O texto bíblico acima diz claramente no v. 39 que “COMO DE COSTUME, Jesus foi para o monte das Oliveiras”..., ele foi ali para orar e a bíblia diz que este era um costume dele. Jesus decidiu fazer da oração um hábito. Ainda que fosse Deus feito homem, o Filho unigênito de Deus, Aquele que sustenta todas as coisas com a sua palavra poderosa, mas enquanto esteve aqui na terra ele conhecia a necessidade e o privilégio que tinha de estabelecer a oração como uma maravilhosa rotina diária. O Filho estava diariamente anelante pela presença do Pai, ele não se contentava em passar poucos minutos conversando com Deus, queria mais, pois se deleitava em Sua Presença, ela o satisfazia. O Senhor Jesus Cristo constitui um modelo para nós de uma vida totalmente dependente do Pai. Assim, a oração, na nossa vida, não pode ser apenas no “dia que dá certo”, ou somente no momento em que sentimos vontade. Todos os dias, precisamos prostrar o nosso coração humildemente diante do Eterno em adoração, cantando para ele, orando, suplicando, intercedendo, buscando com toda intensidade à Sua Face e desejando com todo o nosso coração desfrutar da Sua presença. Esse é o ensino bíblico: “Orem continuamente” (I Tess 5:17).
  • 9. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 11 Encontramos na Bíblia o exemplo de outros homens de Deus que tinham o hábito da oração. Daniel orava três vezes por dia “Quando Daniel soube que o decreto tinha sido publicado, foi para casa, para o seu quarto, no andar de cima, onde as janelas davam para Jerusalém. TRÊS VEZES POR DIA ELE SE AJOELHAVA E ORAVA, agradecendo ao seu Deus, COMO COSTUMAVA FAZER”. (Daniel 6:10) “Então disseram ao rei: ‘Daniel, um dos exilados de Judá, não te dá ouvidos, ó rei, nem ao decreto que assinaste. ELE CONTINUA ORANDO TRÊS VEZES POR DIA’”. (Daniel 6:13). O Salmista tinha o hábito de louvar a Deus sete vezes por dia “SETE VEZES POR DIA EU TE LOUVO por causa das tuas justas ordenanças”. (Salmos 119:164). Cornélio tinha o hábito da oração “Havia em Cesaréia um homem chamado Cornélio, centurião do regimento conhecido como Italiano. Ele e toda a sua família eram piedosos e tementes a Deus; dava muitas esmolas ao povo e ORAVA CONTINUAMENTE A DEUS”. (Atos 10:1-2).
  • 10. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 12 O Apóstolo Paulo tinha o hábito de interceder por seus discípulos “NÃO DEIXO DE DAR GRAÇAS POR VOCÊS, MENCIONANDO-OS EM MINHAS ORAÇÕES. Peço que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o glorioso Pai, lhes dê espírito de sabedoria e de revelação, no pleno conhecimento dele. ORO também para que os olhos do coração de vocês sejam iluminados, a fim de que vocês conheçam a esperança para a qual ele os chamou, as riquezas da gloriosa herança dele nos santos e a incomparável grandeza do seu poder para conosco, os que cremos, conforme a atuação da sua poderosa força”. (Efésios 1:16-19) “Por essa razão, AJOELHO-ME DIANTE DO PAI, do qual recebe o nome toda a família nos céus e na terra. ORO PARA QUE, COM AS SUAS GLORIOSAS RIQUEZAS, ELE OS FORTALEÇA NO ÍNTIMO DO SEU SER COM PODER, por meio do seu Espírito, para que Cristo habite em seus corações mediante a fé; e ORO para que vocês, arraigados e alicerçados em amor, possam, juntamente com todos os santos, compreender a largura, o comprimento, a altura e a profundidade, e conhecer o amor de Cristo que excede todo conhecimento, para que vocês sejam cheios de toda a plenitude de Deus”. (Efésios 3:14-19).
  • 11. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 13 Esses são apenas alguns dos muitos exemplos que encontramos no Livro Sagrado de homens de Deus que tinham o hábito da oração. Precisamos urgentemente seguir esses exemplos. Devemos permitir que o ensino da Palavra de Deus transforme a nossa vida e os nossos hábitos integralmente. Orar deve ser um hábito tal como escovar os dentes, tomar banho, comer etc. Segundo o Dr. Mike Murdock, “o hábito é mais forte do que o desejo”. Você pode até ter o desejo de orar, mas se não começar a praticar a oração como estilo de vida, este desejo vai enfraquecendo até desaparecer completamente do seu coração. Se você não tiver o costume de orar, vai fazer isso apenas quando sentir vontade, e a verdade que a maioria das vezes não sentirá vontade de fazê-lo. Por isso sua vida devocional exigirá de você uma boa dose de disciplina, mas valerá apena. Pois, a presença de Cristo é como água que sacia a sua sede, a Palavra é o pão que alimenta a sua alma, o Espírito de Deus é como o ar que enche os seus pulmões espirituais. Entre diariamente na Presença do Pai para comer, beber e respirar. Diga consigo mesmo: “Farei da oração um hábito na minha vida”.
  • 12. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 14 2- A ORAÇÃO ME DÁ PODER PARA VENCER A TENTAÇÃO Olhe o que Jesus diz no v. 40 “Orai para que não entreis em tentação” Jesus sabia que no momento da crise os seus discípulos seriam tentados a abandoná-lo. A pressão seria intensa, o instinto pela sobrevivência poderia falar mais alto que a fidelidade ao Senhor, a fé deles seria testada ao máximo e corria o risco de enfraquecer. O próprio Jesus já havia advertido a Pedro sobre isso (Lc 22:31). Somente por meio da oração intensa eles poderiam obter forças para enfrentar aquele momento de tamanha tentação, mas, infelizmente, na hora de orar eles estavam dormindo (V.46). Todavia, Jesus orou por eles e a intercessão do Mestre os livrou de abandonar completamente a fé. Portanto, uma pessoa que tem o hábito de orar, que tem uma vida fundamentada no seu lugar secreto (Mt 6:6) – logicamente não me refiro orações farisaicas, ou bem articuladas apenas para impressionar as pessoas –, vence tentações e guerras espirituais, e dificilmente cairá nas teias do pecado. A oração nos fortalece, ela constitui uma das mais poderosas armas espirituais na nossa luta conta o pecado e as sugestões malignas.
  • 13. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 15 Quando você tem uma vida de oração e meditação na Palavra, naturalmente desfrutará da Presença de Deus, e essa Presença divina afugentará o maligno. Pois, ainda que o diabo venha com suas sugestões, tentando lhe seduzir, para que você desvie-se do propósito de Deus, a presença do Senhor lhe dará a capacidade para discernir a tentação e compreender que é uma cilada de satanás contra a sua vida. Quando Deus está presente em sua vida, a vitória sobre os ardis de satanás torna-se possível. Enquanto Jesus orava seus discípulos dormiam, mas o Mestre aproveitou a ocasião para ensinar-lhes que a oração é fundamental para obter vitória sobre a tentação. “Quando se levantou da oração e voltou aos discípulos, encontrou-os dormindo, dominados pela tristeza. “Por que estão dormindo?", perguntou-lhes. "Levantem-se e orem para que vocês não caiam em tentação!”(Lucas 22:45-46). A Bíblia nos diz que Jesus esteve em um período de 40 dias de oração e jejum (Mt 4:1-11; Lc 4:1-11) depois dos quais satanás veio tentá-lo em três níveis: 1º nível: Jesus foi tentado a usar Seu poder em benefício próprio Então Jesus foi levado pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo. Depois de jejuar quarenta dias e quarenta noites, teve fome. O tentador aproximou-se dele
  • 14. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 16 e disse: "Se você é o Filho de Deus, mande que estas pedras se transformem em pães". Jesus respondeu: "Está escrito: ‘Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus’". (Mateus 4:1-4) 2º nível: Jesus foi tentado a colocar o amor e o cuidado de Deus à prova Então o diabo o levou à cidade santa, colocou-o na parte mais alta do templo e lhe disse: "Se você é o Filho de Deus, jogue-se daqui para baixo. Pois está escrito: ‘Ele dará ordens a seus anjos a seu respeito, e com as mãos eles o segurarão, para que você não tropece em alguma pedra’". Jesus lhe respondeu: "Também está escrito: ‘Não ponha à prova o Senhor, o seu Deus’". (Mateus 4:5-7) 3º nível: Jesus foi tentado a trocar o Reino de Deus pelos reinos deste mundo Depois, o diabo o levou a um monte muito alto e mostrou- lhe todos os reinos do mundo e o seu esplendor. E lhe disse: "Tudo isto lhe darei, se você se prostrar e me adorar". Jesus lhe disse: "Retire-se, Satanás! Pois está escrito: ‘Adore o Senhor, o seu Deus e só a ele preste culto’". Então o diabo o deixou, e anjos vieram e o serviram. (Mateus 4:8-11) O adversário tem o desejo de roubar a adoração que pertence a Deus. Tudo que ele quer é a nossa adoração.
  • 15. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 17 Se ele foi capaz de tentar o próprio Senhor, não pense que será diferente conosco. "Tudo isto lhe darei, se você se prostrar e me adorar". Essa mesma proposta ele continua fazendo hoje. Por isso, muita gente faz um pacto com o diabo, para ter as glórias deste mundo. Conhecemos casos de celebridades que abertamente dizem ter uma aliança com o maligno, sabe por quê? Porque essas pessoas aceitaram aquilo que Jesus rejeitou: o esplendor deste mundo. Glória a Deus! Jesus venceu a tentação! O diabo teve que deixá-lo, e os anjos vieram servi-lo. Mas, compreenda, Jesus estava em quarenta dias de oração e jejum, Ele estava revestido da Glória e da Presença do Pai, envolvido num relacionamento de profunda intimidade com Deus e em total dependência dele. E é neste contexto de relação, comunhão e intimidade com o Pai, que ele vence uma tentação terrível cara a cara com o maligno. Quando temos uma vida de oração – fundamentada e praticada sob os ensinos da Palavra (Cf. Mt 6:6-18) – desfrutamos de um relacionamento profundo e íntimo com o Senhor, o que torna possível vencermos as tentações. Sozinhos, jamais conseguiremos vencer os argumentos de satanás. Por isso, na oração modelo, Jesus nos ensinou a orar pedindo a proteção do Pai: “E não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal” (Mt 6:13).
  • 16. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 18 Protegendo a família através da oração Se você tiver o hábito de orar por sua família, o diabo terá dificuldade para assaltá-la. Os assaltos de satanás em uma casa acontecem, geralmente, quando ele encontra brechas por falta de oração. Quando uma família se prostra diante do Senhor Jesus Cristo para orar, adorar e buscar a face dEle, a glória e a unção de Deus envolvem a casa, e o Espírito Santo enche- a de poder e o maligno não encontra brecha para destruí- la. É assim que a casa permanece em pé mesmo diante dos ataques do diabo. Talvez, você diga: “Pastor, em minha casa somente eu sirvo a Jesus”, então seja você fiel a Deus e persevere em oração até que toda a sua família esteja aos pés de Cristo. Quero compartilhar com você um testemunho pessoal. Eu me converti ao Senhor Jesus quando tinha dezesseis anos de idade. Aquela foi uma experiência maravilhosa, a partir daquele dia (16 de setembro de 1995 – essa é uma data extremamente importante para mim, jamais poderei esquecê-la) a minha vida não seria mais a mesma, eu fui radicalmente transformado por Deus, recebi a salvação, o Doce Amigo Espírito Santo veio habitar dentro de mim, a paz e a alegria passaram a ser uma realidade no meu
  • 17. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 19 interior, Jesus Cristo tornou-se o Senhor da minha vida. Experimentei de fato o novo nascimento. No entanto, a minha família não havia passado pela mesma experiência que eu – pelo menos não naquele momento – por conta disso passei por um período de provações em minha própria casa. A princípio minha família não conseguia compreender a minha decisão por Cristo, pois a minha nova vida era um confronto para o estilo de vida que ela mantinha. Porém, apesar de ter apenas 16 anos, eu perseverava em oração (muitas vezes me trancava em meu quarto e passava horas orando) e procurava dar um bom testemunho dentro de casa. Depois de dois anos, toda a minha família se entregou ao Senhor Jesus e experimentou o milagre do novo nascimento. Sabe por quê? Porque Deus levantou alguém para orar. Porém, eu tenho certeza que essa salvação maravilhosa que alcançou a minha família não foi fruto dos meus méritos, da minha inteligência ou santidade, mas, fruto da bondade de Deus em atender o clamor de um dos seus filhos, somente isso. Portanto, se você orar Deus vai livrar sua família de muitos ataques do adversário.
  • 18. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 20 3- A ORAÇÃO INDIVIDUAL, NO MEU LUGAR SECRETO, GERA UM NÍVEL MAIOR DE COMUNHÃO COM DEUS O Versículo 41 diz: “Ele se afastou deles a uma pequena distância, ajoelhou-se e começou a orar”. Jesus subiu ao monte das oliveiras acompanhado de dois discípulos, mas a Bíblia diz que Ele se afastou deles e foi para um lugar isolado onde pudesse está a sós com o Pai. Nosso Senhor sempre deu a máxima importância para estes momentos de oração individual, onde podia ficar sozinho com o Pai e desfrutar da Sua Presença. Ele passava horas no seu lugar secreto totalmente concentrado em seu relacionamento de profunda comunhão com Deus. Houve momentos que Ele passou noites inteiras mergulhado na presença do Pai através da oração. “Num daqueles dias, Jesus saiu para o monte a fim de orar, e passou a noite orando a Deus” (Lc 6:12). É maravilhoso orarmos no templo, participamos da oração nas células, subirmos ao monte com outros irmãos para orarmos etc. Toda oração coletiva é maravilhosa e tem os seus resultados. "Digo-lhes a verdade: Tudo o que vocês ligarem na terra terá sido ligado no céu, e tudo o que
  • 19. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 21 vocês desligarem na terra terá sido desligado no céu. Também lhes digo que se dois de vocês concordarem na terra em qualquer assunto sobre o qual pedirem, isso lhes será feito por meu Pai que está nos céus. Pois onde se reunirem dois ou três em meu nome, ali eu estou no meio deles". (Mateus 18:18-20). Porém, a oração que gera um nível maior de intimidade com Deus, e um relacionamento mais profundo com Ele é a oração individual. É quando nos recolhemos no nosso lugar secreto e passamos um bom tempo imergidos em Sua Presença. “Mas quando você orar, vá para seu quarto, feche a porta e ore a seu Pai, que está no secreto. Então seu Pai, que vê no secreto, o recompensará”. (Mateus 6:6). Quando oramos sozinhos temos mais liberdade para confessar um pecado específico, para apresentar a Deus uma questão particular, para expressar a nossa adoração com toda intensidade sem temer ser julgados pelas pessoas. É muito difícil termos essa mesma liberdade quando oramos com outras pessoas. É por isso que afirmo que a oração individual, no meu lugar secreto, gera um nível maior de comunhão com Deus. Como igreja, precisamos urgentemente aprender a orar a sós com Deus. Se cada discípulo de Jesus se levantar em
  • 20. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 22 adoração ao Senhor em sua casa, dobrar os joelhos e clamar a Deus, investir tempo de qualidade para ficar a sós na Presença do Senhor, nós vamos experimentar um avivamento sobrenatural. Deus vai fazer coisas tremendas começando por nossa família. A Glória de Deus virá sobre nossa casa, e começará acontecer milagres e transformações em nosso lar. Milagres só acontecerão quando a gente se dispuser a orar. Mas, se não nos dispusermos a transformar nossa casa num lugar de oração, nada vai acontecer. O ativismo nos rouba de Deus Levantamo-nos, é assim com a maioria de nós, temos horário para trabalhar, e acordamos quase em cima do horário, atropelando as coisas, corremos para o banheiro, escovamos os dentes, penteamos o cabelo..., as mulheres usam a maquiagem, vestem a roupa..., é tudo muito rápido, e enquanto fazemos estas coisas, começamos a dizer: Deus obrigado pela noite, obrigado por tua presença, obrigado pelo alimento... amém! E essa oração é feita enquanto estamos correndo para o trabalho. A grande questão é que isso se repete dia a após dia. Agora, imagine se o marido fizer isso com a esposa, o que ela dirá? Se semana após semana ele estiver sempre tão ocupado ao ponto de não ter tempo para ela, o que acontecerá com a relação deles? Se isso ocorrer, é certo
  • 21. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 23 que a intimidade, a comunhão e o companheirismo deles ficarão enfraquecidos. O tempo é uma grande prova de amor. Sempre encontramos tempo para quem amamos, e para aquilo que julgamos importante em nossa vida. Portanto, se amamos a Deus verdadeiramente, e se de fato Ele é importante para nós, sempre encontraremos tempo para Ele, para conversar com Ele e desfrutar da Sua Presença. Esta é uma boa maneira de honrar a Deus e Ele é digno de ser honrado por nós. “O filho honra seu pai, e o servo o seu senhor. Se eu sou pai, onde está a honra que me é devida? Se eu sou senhor, onde está o temor que me devem? pergunta o Senhor dos Exércitos...” (Malaquias 1:6). Deus quer relacionamento, amizade, comunhão, intimidade. Chega de vida vazia, Deus deseja que você entre na Presença dEle e fique ali. Deus quer que você seja amigo dEle. "Abraão creu em Deus, e isso lhe foi creditado como justiça, e ele foi chamado amigo de Deus” (Tiago 2:23). Deus quer te chamar de “meu amigo”. "Você, porém, ó Israel, meu servo, Jacó, a quem escolhi, vocês, descendentes de Abraão, meu amigo. (Isaías 41:8)
  • 22. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 24 4- A ORAÇÃO DEVE SER FEITA EM ATITUDE DE HUMILDADE A oração eficaz que agrada ao Senhor é aquela que é feita em atitude de humildade. O V. 41b diz que Jesus “ajoelhou-se e começou a orar” É evidente que a posição mais importante na oração é a “posição do coração”, mas o fato de Jesus ajoelhar-se para orar era um modo de humilhar-se diante da potente mão do Pai. Ou seja, ficar de joelhos foi um sinal externo de uma humildade interna. Todas as vezes que Jesus orava, ele se humilhava diante do Pai e esse foi um dos motivos de ele sempre ser ouvido em seu clamor. “Durante os seus dias de vida na terra, Jesus ofereceu orações e súplicas, em alta voz e com lágrimas, àquele que o podia salvar da morte, sendo ouvido por causa da sua reverente submissão”. (Hebreus 5:7). Todo aquele que deseja obter a resposta do Senhor às suas orações precisa chegar diante dEle com humildade. “Humilhai-vos perante o Senhor, e ele vos exaltará”. (Tg 4:10) Toda oração orgulhosa ou motivada pela soberba é rejeitada pelo Senhor. A Bíblia diz que “... Deus se opõe
  • 23. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 25 aos orgulhosos, mas concede graça aos humildes”. (Tiago 4:6). O Senhor Jesus nos ensina através de uma parábola que a oração que move o coração de Deus é aquela feita em atitude de completa humildade. "Dois homens subiram ao templo para orar; um era fariseu e o outro, publicano. O fariseu, em pé, orava no íntimo: ‘Deus, eu te agradeço porque não sou como os outros homens: ladrões, corruptos, adúlteros; nem mesmo como este publicano. Jejuo duas vezes por semana e dou o dízimo de tudo quanto ganho’. "Mas o publicano ficou à distância. Ele nem ousava olhar para o céu, mas batendo no peito, dizia: ‘Deus, tem misericórdia de mim, que sou pecador’. "Eu lhes digo que este homem, e não o outro, foi para casa justificado diante de Deus. Pois quem se exalta será humilhado, e quem se humilha será exaltado". (Lucas 18:10-14). Se quisermos que as nossas orações sejam atendidas devemos nos aproximar de Deus com um coração quebrantado, reverente e humilde, caso contrário, as nossas orações não passarão do teto. Por isso, quando estiver diante do Senhor permita que o Santo Espírito de Deus gere em seu interior um santo temor. Neste momento, quebrante o seu coração, humilhe-se, peça perdão pelos seus pecados. Não tente apresentar a Deus
  • 24. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 26 o seu “currículo”, os seus méritos. Deus não quer que você fale das suas justiças próprias, Ele já te conhece demais. O que ele deseja é que você chegue diante dEle e confesse suas fraquezas, seus pecados e reconheça o quanto precisa dEle na sua vida. “... não é por causa das nossas justiças que apresentamos perante ti as nossas súplicas, mas por causa das tuas grandes misericórdias”. (Daniel 9:18) "Bem-aventurados os pobres em espírito, pois deles é o Reino dos céus. (Mateus 5:3). A oração de Ana – exemplo de humildade “Havia certo homem (...) dos montes de Efraim, chamado Elcana (...). Ele tinha duas mulheres; uma se chamava Ana, e a outra Penina. Penina tinha filhos, Ana, porém, não tinha. Todos os anos esse homem subia de sua cidade a Siló para adorar e sacrificar ao Senhor dos Exércitos. Lá, Hofni e Finéias, os dois filhos de Eli, eram sacerdotes do Senhor. No dia em que Elcana oferecia sacrifícios, dava porções à sua mulher Penina e a todos os filhos e filhas dela. Mas a Ana dava uma porção dupla, porque a amava, mesmo que o Senhor a houvesse deixado estéril. E porque o Senhor a tinha deixado estéril, sua rival a provocava continuamente, a fim de irritá-la. Isso
  • 25. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 27 acontecia ano após ano. Sempre que Ana subia à casa do Senhor, sua rival a provocava e ela chorava e não comia. Elcana, seu marido, lhe perguntava: "Ana, por que você está chorando? Por que não come? Por que está triste? Será que eu não sou melhor para você do que dez filhos? " Certa vez quando terminou de comer e beber em Siló, estando o sacerdote Eli sentado numa cadeira junto à entrada do santuário do Senhor, Ana se levantou e, com a alma amargurada, chorou muito e orou ao Senhor. E fez um voto, dizendo: "Ó Senhor dos Exércitos, se tu deres atenção à humilhação de tua serva, te lembrares de mim e não te esqueceres de tua serva, mas lhe deres um filho, então eu o dedicarei ao Senhor por todos os dias de sua vida, e o seu cabelo e a sua barba nunca serão cortados". Enquanto ela continuava a orar diante do Senhor, Eli observava sua boca. Como Ana orava silenciosamente, seus lábios se mexiam, mas não se ouvia sua voz. Então Eli pensou que ela estivesse embriagada e lhe disse: "Até quando você continuará embriagada? Abandone o vinho! " Ana respondeu: "Não se trata disso, meu senhor. Sou uma mulher muito angustiada. Não bebi vinho nem bebida fermentada; eu estava derramando minha alma diante do Senhor. Não julgues tua serva uma mulher vadia; estou orando aqui até agora por causa de minha grande angústia e tristeza". Eli respondeu: "Vá em paz, e
  • 26. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 28 que o Deus de Israel lhe conceda o que você pediu". Ela disse: "Espero que sejas benevolente para com tua serva! " Então ela seguiu seu caminho, comeu, e seu rosto já não estava mais abatido. Na manhã seguinte, eles se levantaram e adoraram ao Senhor; então voltaram para casa, em Ramá. Elcana teve relações com sua mulher Ana, e o Senhor se lembrou dela. Assim Ana engravidou e, no devido tempo, deu à luz um filho. E deu-lhe o nome de Samuel, dizendo: "Eu o pedi ao Senhor". Quando no ano seguinte Elcana subiu com toda a família para oferecer o sacrifício anual ao Senhor e para cumprir o seu voto, Ana não foi e disse a seu marido: "Depois que o menino for desmamado, eu o levarei e o apresentarei ao Senhor, e ele morará ali para sempre". Disse Elcana, seu marido: "Faça o que lhe parecer melhor. Fique aqui até desmamá-lo; que o Senhor apenas confirme a palavra dele!" Então ela ficou em casa e amamentou seu filho até que o desmamou. Depois de desmamá-lo, levou o menino, ainda pequeno, à casa do Senhor, em Siló, com um novilho de três anos de idade, uma arroba de farinha e uma vasilha de couro cheia de vinho. Eles sacrificaram o novilho e levaram o menino a Eli, e ela lhe disse: "Meu senhor, juro por tua vida que eu sou a mulher que esteve
  • 27. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 29 aqui a teu lado, orando ao Senhor. ERA ESTE MENINO QUE EU PEDIA, E O SENHOR CONCEDEU-ME O PEDIDO. Por isso, agora, eu o dedico ao Senhor. Por toda a sua vida será dedicado ao Senhor". E ali adorou o Senhor”. (I Samuel 1:1-28).
  • 28. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 30 5- A ORAÇÃO NOS AJUDA A SUJEITAR A NOSSA VONTADE À VONTADE DO PAI “Pai, se queres, afasta de mim este cálice; contudo, não seja feita a minha vontade, mas a tua". (Lucas 22:42). Este foi um momento crucial na vida de Jesus. Ele estava prestes a se oferecer como sacrifício pelos nossos pecados. Na cruz Ele se tornaria pecado por nós (II Co 5:21) e experimentaria o cálice da ira de Deus. Em toda a eternidade este seria o único momento em que Jesus estaria debaixo da ira de Deus por causa do pecado – não o seu próprio pecado, mas o de toda a humanidade que naquele instante estaria sendo julgado sobre Ele. Diante disso, Jesus, em sua humanidade, clama “Pai, se queres, afasta de mim este cálice; contudo, não seja feita a minha vontade, mas a tua". (Lucas 22:42). É como se o Senhor dissesse: Pai, existe outra maneira de redimir a humanidade sem que eu tenha que beber o cálice da tua ira contra o pecado? Como o céu ficou em silêncio, Jesus se submeteu à vontade do Pai. “Embora sendo Filho, ele aprendeu a obedecer por meio daquilo que sofreu” (Hebreus 5:8).
  • 29. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 31 Não devemos orar para forçar Deus a fazer nossa vontade, ao contrário devemos orar para obtermos força a fim de obedecermos à vontade de Deus. Na oração modelo Jesus nos ensinou a orar assim: “Venha o teu Reino; seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu” (Mateus 6:10). Todas as vezes que fazemos a nossa vontade em detrimento da vontade de Deus colhemos consequências ruins em nossa vida. É melhor seguir a vontade de Deus, ainda que seja difícil, e que a princípio seja doloroso, do que se arriscar num atalho, aparentemente fácil, que o adversário apresenta diante de nós. Sempre que alguém se desvia do caminho do Senhor e pega um atalho crendo ser o caminho mais curto e rápido para a felicidade, lá na frente vai ter um grande prejuízo em sua vida. Em toda a Bíblia encontramos exemplos de pessoas que se desviram do propósito do Senhor e colheram consequências amargas. Adão e Eva deram ouvidos a satanás, desobedeceram a Deus e comeram do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal, consequentemente colheram a morte (Gn 3). Por desobedecer à ordem do Senhor, Saul foi atormentado por espíritos malignos, perdeu o reino de Israel e teve uma morte trágica (I Samuel caps.15; 16; 31). Sansão
  • 30. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 32 desviou-se do propósito do Senhor, brincou com o pecado e consequentemente tornou-se escravo dos seus inimigos vindo a morrer prematuramente e cego (Juízes caps. 14; 15; 16). Poderia prosseguir, mas o tempo não permite. Ainda existem muitos outros – Caim, Corá, Datã, Abirão, Acabe, Manassés, Judas... Por seus atos de desobediência, eles rejeitaram a vontade do Senhor e colheram as terríveis consequências da semeadura que fizeram. “Há caminho que parece certo ao homem, mas no final conduz à morte”. (Provérbios 14:12). Jesus, porém, obedeceu até o fim à vontade do Pai e depois de vencer tudo, Deus o exaltou soberanamente. “Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus, que, embora sendo Deus, não considerou que o ser igual a Deus era algo a que devia apegar-se; mas esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo, tornando-se semelhante aos homens. E, sendo encontrado em forma humana, humilhou-se a si mesmo e foi obediente até à morte, e morte de cruz! Por isso Deus o exaltou à mais alta posição e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, no céu, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai”. (Filipenses 2:5-11)
  • 31. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 33 É bom obedecer à vontade do Senhor. Por exemplo: Deus chamou alguns de nós para exercermos ministérios específicos no Reino de Deus, tais como: ministério da pregação e ensino, ministério infantil, ministério de louvor e adoração, ministério de liderar células etc. Além destes, há o ministério geral de todos os santos que é compartilhar o evangelho de Cristo e ganhar pessoas para o Reino de Deus. Porém, se resistimos à vontade de Deus enquanto Ele está nos falando “...cumpra plenamente o seu ministério” (II Timóteo 4:5), o que é que vai acontecer? Lá na frente vamos sofrer os prejuízos. Por isso, se Deus tem falado com a gente, se tem revelado a Sua vontade na Palavra com respeito a áreas especificas da nossa vida, não devemos resistir, mas obedecê-la. A oração é uma aliada poderosa nesta batalha de renunciar a nossa vontade egoísta para cumprir a vontade de Deus. Todas as vezes que dobrarmos os nossos joelhos diante do Senhor para orar, devemos dizer: Senhor cumpra a tua vontade na minha vida! Que seja feita a tua vontade na terra, assim como é no céu! Mas precisamos compreender que nem sempre precisamos usar na oração a expressão “se for a tua vontade”, pois em Sua Palavra Deus já nos revela a vontade dEle para muitos aspectos da vida. Por exemplo: se você estiver orando pela salvação de alguém não precisa dizer “Senhor salva esta
  • 32. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 34 pessoa se for a tua vontade”, porque a Bíblia já revela que esta é a vontade de Deus. “Antes de tudo, recomendo que se façam súplicas, orações, intercessões e ação de graças por todos os homens; pelos reis e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranquila e pacífica, com toda a piedade e dignidade. Isso é bom e agradável perante DEUS, NOSSO SALVADOR, que DESEJA QUE TODOS OS HOMENS SEJAM SALVOS e cheguem ao conhecimento da verdade”. (1 Timóteo 2:1-4). Somente nas orações que você busca a orientação de Deus para assuntos específicos que não estão explícitos na Palavra de Deus é que se deve usar a expressão “se for a tua vontade”. Por exemplo, a Bíblia não diz qual é a pessoa com quem você deve se casar, diz apenas que ela deve compartilhar da mesma fé com você (I Cor 7:39, II Cor 6:14-16 ), por isso, em questões como essa, você deve orar buscando a orientação específica de Deus, e pode até dizer “se for a tua vontade”. Deus não é o gênio da lâmpada Muitas pessoas veem Deus como se fosse o gênio da lâmpada mágica. Você conhece a história do gênio da lâmpada? Aladim pega a lâmpada e esfrega-a, o gênio que habitava dentro dela aparece, e diz: Qual é o seu
  • 33. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 35 desejo? O seu desejo é uma ordem! O gênio concede a Aladim a realização de seus pedidos, que são todos concretizados, inclusive o de se tornar um príncipe e casar com a princesa, filha do sultão. Infelizmente, muitos acreditam que Deus, como o gênio da lâmpada, é obrigado a cumprir seus desejos egoístas. É assim que muita gente ver Deus, mas não é assim que Ele se apresenta na Palavra. O Deus da Bíblia é soberano, Senhor, Dono do universo, Criador dos céus e da terra, Aquele que nos resgatou e nos redimiu com o sangue do Seu próprio Filho, sendo, portanto, nosso proprietário e não nossa propriedade. Por isso, a oração não deve ser um artifício para forçar Deus a fazer a nossa vontade, mas para que a vontade dEle seja feita em nossa vida. Isto significa que se orarmos de acordo com a vontade de Deus, revelada na Palavra, seremos atendidos. “Esta é a confiança que temos ao nos aproximarmos de Deus: se pedirmos alguma coisa de acordo com a sua vontade, ele nos ouve” (I João 5:14). Oração bem sucedida – orando de acordo com a vontade de Deus Não é o nosso querer que deve prevalecer, é o de Deus. Se não entendermos isso as nossas orações não serão bem sucedidas. Podemos até obter aparentes sucessos,
  • 34. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 36 mas no final podemos ter um prejuízo eterno. Pois, nem tudo que é sucesso aqui na terra, do ponto de vista humano, é sucesso no céu, aos olhos de Deus. Foi sobre isso que Jesus falou a igreja de Laodicéia: “Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu; Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e roupas brancas, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas. Eu repreendo e castigo a todos quantos amo; sê pois zeloso, e arrepende-te”. (Apocalipse 3:17-19). Lembre-se: A oração nos ajuda a sujeitar a nossa vontade à vontade do Pai. Isso não significa que não seremos abençoados, ao contrário, é a vontade de Deus nos abençoar, aliás, em Cristo Jesus Ele já nos tem abençoado (Ef 1:3). Deus por amor ao nome dEle deseja abençoar a sua vida, sabe por quê? Para que todos possam ver a glória de Deus sobre você, e glorifiquem ao Seu Santo Nome. Por isso, se você busca obedecer ao Pai, fique despreocupado, é a vontade de Deus te abençoar. Mas toda benção que Deus nos dá é por amor ao Nome dEle, isso prova que Ele é Senhor sobre nossas vidas e não que é obrigado a
  • 35. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 37 satisfazer nossos desejos egoístas. Portanto, glória seja dada a Deus por todas as bênçãos derramadas sobre nós! “Senhor, ouve! Senhor, perdoa! Senhor, vê e age! POR AMOR DE TI, MEU DEUS, não te demores, pois a tua cidade e o teu povo levam o teu nome". (Daniel 9:19). Mas tu, Soberano Senhor, intervém em meu favor, POR CAUSA DO TEU NOME. Livra-me, pois é sublime o teu amor leal! (Salmos 109:21). POR AMOR DO MEU PRÓPRIO NOME eu adio a minha ira; por amor de meu louvor eu a contive, para que você não fosse eliminado. (Isaías 48:9).
  • 36. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 38 6- A ORAÇÃO SE RELACIONA COM O MINISTÉRIO DOS ANJOS EM FAVOR DOS SERVOS DE DEUS À medida que Jesus orava, o Pai lhe dava força para cumprir a vontade dEle. A Bíblia diz que Deus enviou um anjo para fortalecê-lo, pois Ele teria que cumprir até o fim o propósito de Deus. “Apareceu-lhe então um anjo do céu que o fortalecia” (Lucas 22:43). Percebemos em toda a Bíblia que há uma forte relação entre a oração dos filhos de Deus e o ministério dos anjos. “Outro anjo, que trazia um incensário de ouro, aproximou-se e se colocou de pé junto ao altar. A ele foi dado muito incenso para oferecer com as orações de todos os santos sobre o altar de ouro diante do trono. E da mão do anjo subiu diante de Deus a fumaça do incenso juntamente com as orações dos santos”. (Apocalipse 8:3-4) A Bíblia diz que Cornélio, comandante da guarda italiana, orava continuamente a Deus. “Certo dia, por volta das três horas da tarde, ele teve uma visão. Viu claramente um anjo de Deus que se aproximava dele e dizia: Cornélio! (...) Suas orações e esmolas subiram como oferta memorial diante de Deus. Agora, mande
  • 37. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 39 alguns homens a Jope para trazerem um certo Simão, também conhecido como Pedro”. (Atos 10:3-5) Quando oramos, Deus envia anjos para trabalhar em nosso favor e nos proteger. No Capítulo 32 do segundo livro das Crônicas, a palavra de Deus diz que “Senaqueribe, rei da Assíria, declarou guerra a Judá. Ele sitiou as cidades fortificadas e estava determinado a invadi-las (V.1) Senaqueribe também escreveu cartas insultando o Senhor, o Deus de Israel, e o desafiando (V.17). Por tudo isso o rei Ezequias [rei de Judá] e o profeta Isaías, filho de Amoz, CLAMARAM EM ORAÇÃO aos céus. E O SENHOR ENVIOU UM ANJO, que matou todos os homens de combate e todos os líderes e oficiais no acampamento do rei assírio, de forma que este se retirou envergonhado para a sua terra. Quando ele entrou no templo do seu deus, foi morto pelo próprio filho”. (Vv.20- 21) O rei Ezequias orou e Deus enviou um anjo para livrar Judá da invasão assíria. “E Ezequias orou ao Senhor (...) Naquela noite o anjo do Senhor saiu e matou cento e oitenta e cinco mil homens no acampamento assírio. Quando o povo se levantou na manhã seguinte, o lugar estava repleto de cadáveres!” (2 Reis 19:15,35).
  • 38. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 40 Jesus disse que se Ele desejasse ou fosse necessário oraria ao Pai e Ele enviaria mais de doze legiões de anjos para protegê-lo. “Você acha que eu não posso pedir a meu Pai, e ele não colocaria imediatamente à minha disposição mais de doze legiões de anjos?” (Mateus 26:53). “O anjo do Senhor acampa-se ao redor dos que o temem, e os livra”. (Salmos 34:7). “Os anjos não são, todos eles, espíritos ministradores enviados para servir aqueles que hão de herdar a salvação?” (Hebreus 1:14). A oração de Daniel e o ministério dos anjos A Bíblia diz que Daniel estava orando, no primeiro dia aparentemente não houve resultado algum, orou o segundo dia e nada aconteceu, passou dez dias orando e nem sinal de resposta, quinze dias..., vinte dias orando e nada. Imagine se Daniel tivesse desistido no vigésimo dia? Já pensou se ele dissesse: Deus não está ouvindo a minha oração, por isso eu não vou orar mais. Infelizmente isso acontece com muita gente. Depois de um tempo de oração sem aparentes respostas, muitos dizem: vou parar de orar, Deus não está me ouvindo. Mas Daniel continuou orando e jejuando, e no vigésimo primeiro dia, Deus enviou o arcanjo Miguel para guerrear contra o principado
  • 39. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 41 da Pérsia que estava retendo as respostas às suas orações. “E ele prosseguiu: Não tenha medo, Daniel. DESDE O PRIMEIRO DIA em que você decidiu buscar entendimento e humilhar-se diante do seu Deus, SUAS PALAVRAS FORAM OUVIDAS, e eu vim em resposta a elas. MAS O PRÍNCIPE DO REINO DA PÉRSIA ME RESISTIU VINTE E UM DIAS. Então Miguel, um dos príncipes supremos, veio em minha ajuda, pois eu fui impedido de prosseguir ali com os reis da Pérsia. Agora vim explicar-lhe o que acontecerá ao seu povo no futuro, pois a visão se refere a uma época futura”. (Daniel 10:12-14). É interessante notar que desde o primeiro dia que Daniel começou a orar suas orações foram ouvidas e um anjo foi enviado para trazer as respostas, mas houve uma resistência no mundo espiritual. Somente depois de vinte e um dias de oração e jejum o arcanjo Miguel foi enviado para ajudar o primeiro anjo (aquele que estava trazendo a mensagem a Daniel) na batalha contra o principado da Pérsia. A resistência foi vencida e a oração de Daniel foi respondida. Isto nos ensina uma lição muito preciosa: precisamos ser perseverantes na oração. Não podemos desistir de orar. Se estiver difícil devemos orar mais e jejuar o tempo que for necessário. Porque na hora certa a resposta virá.
  • 40. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 42 “Jesus contou aos seus discípulos uma parábola, para mostrar-lhes que eles deviam ORAR SEMPRE E NUNCA DESANIMAR”. (Lucas 18:1) “Orem continuamente”. (I Tessalonicenses 5:17) “Orem no Espírito em todas as ocasiões, com toda oração e súplica; tendo isso em mente, estejam atentos e perseverem na oração por todos os santos”. (Efésios 6:18). Não se esqueça: A oração se relaciona com o ministério dos anjos em favor dos servos de Deus. Isso, evidentemente, não significa que devemos orar aos anjos ou direcionar a eles a nossa adoração. Devemos adorar somente a Deus. Todos os nossos pedidos, suplicas e ações de graças devem ser dirigidos apenas para Ele. Qualquer tentativa de orar aos anjos constitui-se em idolatria, que é o desejo de substituir Deus por outros seres ou objetos. A Bíblia diz que os idólatras não herdarão o Reino de Deus (Ap 21:8). Os anjos de Deus nunca aceitaram a adoração dos homens, mas sempre a direcionaram para Deus. “Eu, João, sou aquele que ouviu e viu estas coisas. Tendo-as ouvido e visto, caí aos pés do anjo que me mostrou tudo aquilo, para adorá-lo. Mas ele me disse: “Não faça isso! Sou servo como você e seus irmãos, os profetas, e como os que guardam as palavras deste livro. Adore a Deus!”(Ap 22:8).
  • 41. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 43 Portanto, se quisermos ser beneficiados pelo ministério dos anjos devemos estar perto do Senhor Deus, buscar a Sua Face e viver mergulhado em Sua Presença, afinal, a promessa que Deus fez de dar ordens aos seus anjos para nos proteger foi feita ao “que se senta na presença do Deus Altíssimo e passa a noite à sombra do Todo- poderoso” e diz assim: “Deus, tu és meu refugio. Confio em ti e estou seguro!” (Sl 91 AM).
  • 42. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 44 7- A ORAÇÃO DEVE SER MAIS INTENSA NOS MOMENTOS DE ANGÚSTIA “Estando angustiado, ele orou ainda mais intensamente; e o seu suor era como gotas de sangue que caíam no chão”. (Lc 22:44). A Bíblia diz que no momento que Jesus estava angustiado Ele orou com mais intensidade. Nosso Senhor estava no Getsêmani (como especifica Mateus 26:36) onde havia a prensa de azeite. Ali as azeitonas eram premidas para extrair o azeite, e ali, também, o Filho de Deus padeceu agonia pela a humanidade. A pressão foi tão intensa que Jesus começou a suar sangue. Aconteceu um fenômeno raro chamado hematidrose. Sob pressão intensa existe a possibilidade dos vasos capilares das glândulas sudoríparas romperem-se e o sangue misturar-se com o suor. Porém, neste momento de extrema pressão, Jesus orou mais intensamente. É exatamente isso que precisamos fazer, orar com mais intensidade no tempo da adversidade. Foi isso que Ana fez: “... estou orando aqui até agora por causa de minha grande angústia e tristeza”. (1Sm 1:16)
  • 43. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 45 Mas, infelizmente, muitos de nós no tempo da angustia, da crise, da aflição, oram menos. Muitas pessoas enfraquecem e no momento que devem orar mais, deixam de orar. Mas o próprio Deus nos ordena a clamar a Ele no tempo da adversidade. “... clame a mim no dia da angústia; eu o livrarei, e você me honrará.” (Sl 50:15) Quando você ora na sua angústia, no tempo da crise, a resposta vem. “Que o Senhor te responda no tempo da angústia; o nome do Deus de Jacó te proteja!” (Sl 20:1). Se estiver difícil, ore mais, Se você estiver enfrentando lutas e perseguições, ore com mais intensidade. Seja perseverante na oração, não desista, Deus virá ao teu socorro. A Bíblia diz que Deus ouve o clamor dos Seus filhos em tempos de angústia. “Na minha angústia, clamei ao Senhor; clamei ao meu Deus. Do seu templo ele ouviu a minha voz; o meu grito de socorro chegou aos seus ouvidos”. (II Samuel 22:7) “Venham! Vamos subir a Betel, onde farei um altar ao Deus que me ouviu no dia da minha angústia e que tem estado comigo por onde tenho andado”. (Gênesis 35:3) “No dia da minha angústia clamarei a ti, pois tu me responderás”. (Salmo 86:7) “Na minha angústia clamei ao Senhor; e o Senhor me respondeu, dando-me ampla liberdade”. (Sl 118:5)
  • 44. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 46 “Eu clamo pelo Senhor na minha angústia, e ele me responde”. (Salmo 120:1) “Se alguma desgraça nos atingir, seja o castigo da espada, seja a peste, seja a fome, nós nos colocaremos em tua presença diante deste templo, pois ele leva o teu nome, e clamaremos a ti em nossa angústia, e tu nos ouvirás e nos salvarás”. (II Crônicas 20:9) Deus está formando uma pérola em você Os momentos de provações são necessários para que nós possamos desenvolver um relacionamento mais profundo e íntimo com o nosso Senhor, e ter, consequentemente, o nosso caráter aperfeiçoado. Um dia uma irmã me perguntou: “por que tudo parece ser tão difícil para mim?” Porque Deus está formando uma pérola em você, foi a minha resposta. A pérola é formada quando um organismo ou objeto externo (um grão de areia, por exemplo) entra no interior da ostra causando irritação. Para se defender a ostra começa a liberar uma substância química chamada nácar. Aos poucos essa substância envolve o invasor e a pérola se forma. Então, podemos assim dizer, que a pérola é formada em meio à dor e ao sofrimento. Quando passamos por momentos de angústia temos a oportunidade de nos aproximar do Senhor Deus em
  • 45. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 47 oração e permitir que Ele forme em nós as “pérolas preciosas” do caráter do Seu Filho amado, Jesus Cristo. “... também nos gloriamos nas tribulações, porque sabemos que a tribulação produz perseverança; a perseverança, um caráter aprovado; e o caráter aprovado, esperança”. (Romanos 5:3-4) “Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma”. (Tiago 1:2-4)
  • 46. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 48 8- A ORAÇÃO NOS DÁ A CAPACIDADE PARA SUPORTAR AS ADVERSIDADES “Quando se levantou da oração (...) apareceu uma multidão conduzida por Judas, um dos Doze. Este se aproximou de Jesus para saudá-lo com um beijo. Mas Jesus lhe perguntou: "Judas, com um beijo você está traindo o Filho do homem?” (Lucas 22:45-48). A Bíblia diz que Jesus depois de ter se levantado da oração enfrentou a maior provação da sua vida. Judas, um dos seus Doze, estava lhe traindo. Ele trazia uma multidão para prender Jesus. Nosso Senhor foi humilhado, chicoteado, julgado e condenado à morte de cruz. É claro que Jesus teve que passar por tudo isso para a nossa redenção. Mas Ele suportou tamanha provação porque tinha uma vida de total dependência do Pai mediante o hábito da oração. Oração nos dá a capacidade de suportarmos os momentos difíceis da vida. Quando temos o hábito da oração “exercitamos nossos músculos espirituais” o que nos torna mais fortes para enfrentarmos as provações mais severas. Deus nos concede sua graça quando buscamos a Sua Presença e nos sustenta mesmo em face das piores adversidades.
  • 47. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 49 O Apóstolo Paulo estava enfrentando uma terrível aflição, que ele chama de espinho na carne, diante disso, ele ora a Deus três vezes a respeito desse assunto, o Senhor lhe respondeu concedendo-lhe Graça para suportar tamanha aflição. “Para impedir que eu me exaltasse por causa da grandeza dessas revelações, foi-me dado um espinho na carne, um mensageiro de Satanás, para me atormentar. Três vezes roguei ao Senhor que o tirasse de mim. Mas ele me disse: "Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza". Portanto, eu me gloriarei ainda mais alegremente em minhas fraquezas, para que o poder de Cristo repouse em mim. Por isso, por amor de Cristo, regozijo-me nas fraquezas, nos insultos, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias. Pois, quando sou fraco é que sou forte”. (2 Coríntios 12:7-10) Aquele que tem uma vida de oração pode se alegrar até nas suas fraquezas (fraqueza não é sinônimo de pecado, mas de limitações humanas), pois sabe que o poder de Cristo está sendo aperfeiçoado sobre a vida dele. Todos nós enfrentamos tempestades algumas vezes, mas a diferença não é o tamanho da tempestade, e sim, sobre qual fundamento temos edificado a nossa vida. A quem clamamos quando a força dos ventos bate contra nossa casa? Se buscarmos a Deus, Ele será a nossa rocha de apoio onde estaremos seguros, e depois que a tempestade passar estaremos firmes.
  • 48. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 50 "O Senhor vive! Bendita seja a minha Rocha! Exaltado seja Deus, a Rocha que me salva!” (2 Samuel 22:47) “Peço-te que sejas a minha rocha de refúgio, para onde eu sempre possa ir; dá ordem para que me libertem, pois és a minha rocha e a minha fortaleza”. (Salmos 71:3) “A minha salvação e a minha honra de Deus dependem; ele é a minha rocha firme, o meu refúgio”. (Salmos 62:7) “Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela não caiu, porque tinha seus alicerces na rocha”. (Mateus 7:25) Aquele que ora em harmonia com os princípios da Palavra de Deus edifica a sua vida sobre a rocha que é Cristo, Mas aquele que assim não procede está construindo sua vida sobre fundamentos instáveis, e no momento que vêm os vendavais e as tempestades, ele não suporta e cai em ruína. Precisamos orar em total dependência de Deus, porém, isso não significa que todas as vezes que oramos as nossas circunstâncias são imediatamente mudadas, e sim, que Deus nos transforma quando o buscamos com sinceridade. Todas as vezes que oramos (conforme o ensino da Palavra) somos transformados, nossa vida muda. A oração nos dá a oportunidade de nos encontrar com o Senhor, e é impossível termos um verdadeiro encontro com Deus e
  • 49. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 51 permanecermos os mesmos, pois a Sua Presença gloriosa e a Sua santidade nos confrontam com o Seu padrão elevado. Diante da Presença de Deus não poderemos ter outra reação senão permitir que Ele nos toque e graciosamente nos transforme. “E todos nós, que com a face descoberta contemplamos a glória do Senhor, segundo a sua imagem estamos sendo transformados com glória cada vez maior, a qual vem do Senhor, que é o Espírito”. (2 Coríntios 3:18). Portanto, diante da adversidade não devemos murmurar, mas mergulhar na presença de Deus em oração onde encontraremos graça e força para enfrentar e vencer o dia mal, e onde seremos transformados segundo a imagem do Senhor.
  • 50. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 52 CONCLUSÃO O Senhor Jesus constitui para nós um modelo digno de ser imitado. Ele nos ensinou sobre oração não apenas com as suas palavras, mas também com o seu exemplo. Se de fato aprendermos com Jesus faremos da oração um hábito em nossa vida, crendo que por meio dela poderemos desfrutar de um relacionamento mais íntimo com o Senhor, vencer as tentações, experimentar a vontade de Deus, ser beneficiados pelo ministério dos anjos e suportar qualquer adversidade. Por isso, devemos nos humilhar diante da potente mão do Senhor e buscá-lO com toda intensidade, pois Ele tem prazer em ouvir a nossa oração. Então, vamos orar! “Dediquem-se à oração, estejam alertas e sejam agradecidos”. (Colossenses 4:2). Por: Josivaldo S. Oliveira
  • 51. Oito fatos que você precisa saber sobre a oração, por Josivaldo Oliveira 53 Ministério Shallom ‫םולש‬ Uma família especial para você! Para aqueles que desejam semear em nosso ministério: Bradesco Ag: 2060-5 C/c: 8306-2 Contato: Tel.: (73) 9199-2120 / (73) 98257074/ (73) 99888983/ (73) 8842-9324. prjosivaldo12@hotmail.com ministerioshallom.blogspot.com.