Kamishibai e kamishibai board
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Kamishibai e kamishibai board

on

  • 1,618 views

Depois de ver alguns erros na interpretação deste conceito, me aprofundei um pouco mais no assunto e julguei ser bom compartilhar com todos o meu aprendizado, fruto de pesquisa e discussões com ...

Depois de ver alguns erros na interpretação deste conceito, me aprofundei um pouco mais no assunto e julguei ser bom compartilhar com todos o meu aprendizado, fruto de pesquisa e discussões com meus colegas dos USA e Japão, o que gerou a apresentação em questão, faltou somente eu dizer que nas aplicações junto as áreas de Manutenção e Ferramentaria, os Cartões podem ser substituidos por O.S. em seu formulário original, ficando o Quadro Kamishibai para ser usado como distribuidor de atividades ou tarefas

Statistics

Views

Total Views
1,618
Views on SlideShare
1,618
Embed Views
0

Actions

Likes
4
Downloads
158
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Kamishibai e kamishibai board Kamishibai e kamishibai board Presentation Transcript

  • GESTÃO INDUSTRIAL EM UM SISTEMA LEAN Jose Donizetti Moraes - 04/07/2013 KAMISHIBAI (纸纸纸纸 芝芝芝芝 居居居居) http://engenhariadeproducaoindustrial.blogspot.com.br/2010/12/metodologia-kamishibai.html http://www.slideshare.net/HiroakiKokudai/apresentao-kamishibai-em-pdf
  • GESTÃO INDUSTRIAL EM UM SISTEMA LEAN Jose Donizetti Moraes - 04/07/2013 O termo kamishibai tem como significado o teatro de papel, originário no Japão do século XII, era utilizado para educação das crianças e analfabetos a partir de figuras desenhadas em papeis coloridos, objetivando o ensinamento de forma simples alguma história e também para ensinar ética, moral e bons costumes.
  • GESTÃO INDUSTRIAL EM UM SISTEMA LEAN Kamishibai apareceu como um método de contar histórias por séculos, mas é talvez melhor conhecido por seu renascimento na década de 1920 até os anos 1950. O gaito kamishibaiya ou kamishibai contador de histórias, andava de aldeia em aldeia em uma bicicleta equipada com um pequeno palco. À chegada, o contador de histórias utilizava duas matracas, chamadas hyoshigi, para anunciar sua chegada. Crianças que compravam doces do contador de histórias tinha os melhores lugares na frente do palco. Uma vez que uma audiência era reunida, o narrador contava várias histórias utilizando um conjunto de placas ilustradas, inseridas no palco e retiradas uma por uma, conforme a história era contada. As histórias eram muitas vezes folhetins e novos episódios informados em cada visita à aldeia. História mais recente sobre Kamishibai Jose Donizetti Moraes - 04/07/2013 contada. As histórias eram muitas vezes folhetins e novos episódios informados em cada visita à aldeia. O renascimento do kamishibai pode ser ligado à depressão global do final de 1920, quando ele ofereceu um meio pelo qual um homem desempregado poderia ganhar uma pequena renda. A tradição foi largamente suplantada pelo advento da televisão na década de 1950, mas tem aparecido recentemente um renascimento nas bibliotecas japonesas e escolas elementares. Alguns norte-americanos têm traduzido kamishibai tradicional em Inglês e passaram oferecê-los como parte de uma "alfabetização equilibrada" filosofia de ensino. Agora é possível encontrar atividade Kamishibai também fora do Japão. Os artistas são atualmente ativo na Itália, na Nova Zelândia entre outros paises. A Toyota então com o advento de seu Sistema de Produção aproveitou-se desta originalidade em seu dia a dia, melhorando e ensinando seus operadores de forma bem eficaz. View slide
  • GESTÃO INDUSTRIAL EM UM SISTEMA LEAN Kamishibai / Mieruka / 5S (10S) Jose Donizetti Moraes - 04/07/2013 Partindo do pressuposto que o teatro de papel, tinha como fundamento ensinar algo ou contar uma história de forma visual, podemos então remeter este conceito tranquilamente ao nosso dia a dia em nossas empresas. A questão fica então em utilizar deste conceito para ensinar nossos trabalhadores, os sensos de organização, limpeza, senso de utilização, disciplina e padronização de forma visual para que uma imagem defina uma ação. Podemos então efetuar uma boa correlação entre Kamishibai e Mieruka que juntos ajudam o sistema organizativo de uma empresa e se complementam com nosso já velho conhecido programa de 5S onde temos já também uma evolução para os 10S sendo praticados em algumas empresas. View slide
  • GESTÃO INDUSTRIAL EM UM SISTEMA LEAN Nossas empresas, se utilizam sempre de modelo Toyota de Produção como referência de gestão e organização, entretanto é muito comum o recurso da contratação de consultores para treinamento nas ferramentas e conceitos deste sistema de produção, porém muitos se esquecem de que o principal fundamento da Toyota é o melhoramento contínuo e no caso do Kamishibai, este melhoramento também chegou a este conceito deixando um pouco a essência de contar uma história e passando a aplicação mais para gerenciamento da história de um setor por exemplo. Hoje temos visto muito um erro na interpretação deste conceito e visando esclarecer este erro, foi elaborado este estudo, que dividimos então em duas partes: Kamishibai e Kamishibai Board Jose Donizetti Moraes - 04/07/2013 Partindo do pressuposto que a Toyota tem como princípio o melhoramento contínuo, vamos então voltar a origem do Kamishibai que foi o Teatro de Papel, onde a mesma transformou os cartazes em Instruções de Trabalho. Com o tempo os trabalhadores estavam todos já doutrinados culturalmente nas operações, faltava então uma melhoria na gestão dos postos de trabalho e nos setores, pelas lideranças, visando facilitar a supervisão do posto ou do setor quanto a organização e limpeza, veio assim o melhoramento contínuo com a criação do kamishibai Board muito usado no gerenciamento de tarefas de forma visual nos setores, muito comum ser visto aplicado nos setores de Manutenção ou Ferramentaria. Atualmente estamos vendo a mesma aplicação no gerenciamento dos postos de trabalho quanto a organização, limpeza e conservação dos equipamentos nas empresas da Toyota e se espalhando em nossas empresas também, as vezes não tão definido como Kamishibai mas com o mesmo sentido como no caso da GM e Fiat através das Estratégias do Trabalho Padronizado e da Auditoria Escalonada.
  • GESTÃO INDUSTRIAL EM UM SISTEMA LEAN Definições: Jose Donizetti Moraes - 04/07/2013 Kamishibai / Kamishibai Board
  • GESTÃO INDUSTRIAL EM UM SISTEMA LEAN Kamishibai: Na própria concepção do Teatro de Papel, devemos então imaginar uma nossa Instrução de Trabalho, que tem por finalidade detalhar ao operador como uma operação deve ser executada, definindo claramente a sequência dos movimentos, a sequência de montagem dos componentes e a máquina, ferramenta ou dispositivo a ser utilizado. Antigamente nossas instruções de trabalho eram específicas para a operação, com o avanço de metodologias, foi incorporado também os controles de qualidade a serem executados nas operações, determinando assim mais responsabilidade aos operadores. Este avanço acabou se tornando um Jose Donizetti Moraes - 04/07/2013 determinando assim mais responsabilidade aos operadores. Este avanço acabou se tornando um problema pois tornamos nossas instruções em muito como um documento escrito, sem espaço para imagens ou ilustrações forçando assim o operador a ter que ler minúsculas letras que com o tempo e pela própria natureza mental das pessoas acabamos nos esquecendo das informações, isso é fato já comprovado pela Curva do Esquecimento de Ebbinghaus. Com o advento do QSB da GM e posteriormente com o WCM do Grupo Fiat, ficou muito consolidado o conceito do 80 – 20 (80% Imagem e 20% Escrito) o que nos remete então a origem do conceito do Teatro de Papel e até uma definição de que “uma Instrução de Trabalho esta realmente boa quando um analfabeto conseguir vê-la e executar a operação completa repetidas vezes”. Como temos já um grau de instrução predefinido para contratação em nossas empresas é até aceitável termos uma boa mescla de conteúdo escrito desde que perfeitamente compreensível pelos operadores.
  • GESTÃO INDUSTRIAL EM UM SISTEMA LEAN Exemplo Instrução de Trabalho para a GM requerido no QSB Jose Donizetti Moraes - 04/07/2013
  • GESTÃO INDUSTRIAL EM UM SISTEMA LEAN Exemplo Instrução de Trabalho para a GM requerido no QSB Jose Donizetti Moraes - 04/07/2013
  • GESTÃO INDUSTRIAL EM UM SISTEMA LEAN Exemplo prático Instrução de Trabalho em uma empresa do segmento automotivo Jose Donizetti Moraes - 04/07/2013
  • GESTÃO INDUSTRIAL EM UM SISTEMA LEAN Kamishibai board: Com a evolução no melhoramento continuo da Toyota, onde a mesma atingiu um nível cultural bem elevado quanto a organização, limpeza e padronização, passou então a utilizar os Cartões Kamishibai no gerenciamento de atividades e também a monitorar seus operadores quanto a estes requisitos visando a sustentabilidade de seu padrão organizativo e este monitoramento em um determinado momento passou a ser um problema frente a burocracia dos registros e ao tempo destinado a verificação até então requerida em vários níveis hierárquicos. Visando aprimorar sua gestão a Toyota desenvolveu então o seu Kamishibai Board destinado a viabilizar Jose Donizetti Moraes - 04/07/2013 Visando aprimorar sua gestão a Toyota desenvolveu então o seu Kamishibai Board destinado a viabilizar e desburocratizar as verificações pelos seus Líderes nos vários níveis, para isso criou sua sistemática de auditorias através do uso de cartões e quadro para gestão visual de seus postos de trabalho ou setores. A GM através do QSB também adotou esta pratica na Estratégia da Auditoria Escalonada, não tão visual mas através de check list ficando assim por se dizer um passo atrás da essência do Kamishibai Board mas que se praticado com rigor atende ao mesmo objetivo. O Kamishibai Board da Toyota leva uma vantagem em relação ao QSB por ser de fácil visualização o status “real time” pelo gestor da área que pode assim monitorar seus colaboradores e seus líderes de forma mais rápida quando estiver passando pelos corredores da área de produção, onde arrisco até dizer que temos ai uma boa Lição Aprendida para o QSB na Estratégia da Auditoria Escalonada, tanto da GM como da Fiat que são em muito parecidos uma vez que partiram da mesma origem .
  • GESTÃO INDUSTRIAL EM UM SISTEMA LEAN Como parte do sistema de produção da Toyota, placas kamishibai são utilizados como um controle visual para a realização de controles dentro de um processo de fabricação. Uma série de cartas são colocadas em uma placa e selecionados de forma aleatória ou de acordo com cronograma por supervisores e gerentes da área. Isso garante que a segurança, a limpeza do local de trabalho e que os controles de qualidade estão sendo realizadas e mantido . Aplicação Kamishibai Board Jose Donizetti Moraes - 04/07/2013 http://www.youtube.com/watch?v=oCJJNHdptzE
  • GESTÃO INDUSTRIAL EM UM SISTEMA LEAN Pensando em aplicação prática, o uso do sistema de cartões pode ser aplicado em inúmeras possibilidades, abaixo listamos quatro para servir de modelo, pois muitos já devem ter visto isso na prática sem saber se tratar de um Kamishibai Board. 1) Cartões Kan Ban 2) Cartões para gerenciamento da manutenção, muito visto em TPM 3) Quadros de gestão visual que definie status Ok e Nok mostrando o grau de atividades de um setor 4) Cartões Andon para informar o status de algum equipamento Aplicação Kamishibai Board Jose Donizetti Moraes - 04/07/2013 Entretanto, o mais visto atualmente e difundido por alguns consultores é o uso de Cartões Kamishibai aplicados em auditorias em vários níveis desde o operador, líderes, supervisores, gerentes e diretores visando avaliar as condições de Organização, Limpeza e Conservação das áreas. Esta pratica já faz parte da Estratégia Auditoria Escalonada do QSB GM e FIAT. Se considerarmos então que o Kamishibai sofreu uma evolução dentro do Sistema Toyota de produção onde as Instruções de Trabalho baseadas no conceito do Teatro de Papel atingiu um nível de maturidade excelente, a aplicação do conceito de Cartões Kamishibai Board passa a ser então interessante pois elimina-se a burocracia com papeis e nos permite uma Gestão Visual rápida das áreas monitoradas se pensarmos em termos de Auditoria Escalonada usado no QSB.
  • GESTÃO INDUSTRIAL EM UM SISTEMA LEAN Exemplo de Check List Auditoria Escalonada para a GM requerido no QSB Jose Donizetti Moraes - 04/07/2013 Burocracia Registro / Arquivo
  • GESTÃO INDUSTRIAL EM UM SISTEMA LEAN Kamishibai Board Implementação: Como toda iniciativa, kamishibai Board funciona melhor quando um patrocinador sênior apoia a necessidade de completar as tarefas de rotina. Este apoio é um reconhecimento para se ter trabalho padronizado para todos, incluindo a liderança. Onde aplicar: Kamishibai Board pode ser aplicado em toda Fábrica, muito apreciado nas áreas de manutenção autônoma com rotinas definidas no programa 5S e no gerenciamento das manutenções em ferramentais, máquinas e equipamentos, definindo prioridades. Jose Donizetti Moraes - 04/07/2013 ferramentais, máquinas e equipamentos, definindo prioridades. A aplicação do Kamishibai no local de trabalho é um sistema de cartão que exibe o status das tarefas de rotina a serem desempenhas pelos operadores, líderes, supervisores e gerentes. Cada cartão define uma atividade e quando a tarefa for concluída, vira-se o cartão indicando que tarefa foi concluída. As tarefas são escritas em cada lado na parte superior visível do cartão. Normalmente os cartões são em vermelho de um lado e verde do outro. No início da semana, todos os cartões são virados para vermelho representando que a tarefa deve ser concluída. Organizar os cartões por semana, por dia e por turno é recomendado para ajudar na distribuição das mesmas. Pode ser específica ou fazer referência a um negócio como uma lista de ajuda no trabalho de processo diário, semanal, mensal ou de períodos mais longos. Pode ser usado em conjunto com o ERP / Sistema Informatizado. Pode ser usado com código de barras para facilitar a gestão como por exemplo registrando o nome da pessoa que esteja completando tarefa.
  • GESTÃO INDUSTRIAL EM UM SISTEMA LEAN A implementação do Kamishibai tem um baixo custo para a empresa pois não necessita de sistema complexos para desenvolvimento, precisamos apenas de cartões e local para armazenagem. Temos já disponível no mercado uma certa padronização de modelo e tamanho de cartão disponível para caber no painel padrão Dexion tipo grelha como os usados até hoje para cartões de ponto. Este sistema é uma fração do custo das alternativas informatizadas. 5 dicas para a implementação: 1. Escolha primeiro - tem que haver uma aceitação de usar kamishibai antes de começar a configurar o sistema. Explorar alternativas e escolher a melhor maneira de lembrar e comunicar a conclusão da tarefa de rotina. Jose Donizetti Moraes - 04/07/2013 tarefa de rotina. 2. Escrever a mão em primeiro lugar - isso permite que você configure uma placa kamishibai em uma hora quando estiver implementando. Utilize de algumas canetas piloto tipo permanente, distribua aos participantes do setor e solicitem que distribuam sua rotina em tarefas e escrito à mão. Se você quiser fazer o ótimo na primeira vez a definição dos cortões levara dois dias. 3. Mantenha as tarefas separadas, formar grupo, deixe para mais tarde. É importante que as tarefas possam ser concluídas ao longo do dia. Um equilíbrio deve ser alcançado se as tarefas não são excessivamente trivial, mas específico o suficiente para que o detalhe não seja perdido. Levar as pessoas a voltar a escrever os cartões fazendo um fusão de tarefas mostra como o sistema amadurece.
  • GESTÃO INDUSTRIAL EM UM SISTEMA LEAN 4. Tarefas específicas podem ser escritas no cartão ou apenas o número dos cartões e ter uma lista que corresponda às tarefas. Isso funciona bem para as equipes de manutenção planejada. A lista de tarefas de manutenção planejada pode variar de semana para semana. Normalmente, estes são gerados por computador e uma lista simples pode ser fixada ao lado do tabuleiro kamishibai com a identificação de cada número. Os cartões serão implantados com diferentes números de tarefas que estão sendo agendadas em dias diferentes da semana. Você pode ter um cartão de cor diferente para identificar as tarefas de emergência que surgem durante a semana. 5. O uso de cartões Kamishibai pode ser aplicado em toda a Fábrica e Armazéns, exemplos de Jose Donizetti Moraes - 04/07/2013 5. O uso de cartões Kamishibai pode ser aplicado em toda a Fábrica e Armazéns, exemplos de processos de negócios: Engarrafamento de leite, soldagem, torrefação, empacotamento de alta velocidade, confeitos, bebidas, processamento de minerais. Almoxarifado, usar produtos de limpeza, manutenção de contratos ilha, manutenção de registro de estoque, verificação de ciclo, e as tarefas de documentação de despacho diárias. Os processos de negócio incluem o trabalho padrão para os líderes, as tarefas de rotina financeiros, tais como relatórios final do mês.
  • GESTÃO INDUSTRIAL EM UM SISTEMA LEAN Aplicando o Kamishibai Board no conceito de auditorias escalonadas para o QSB: Vamos então pensar na aplicação conforme modelo Toyota atualmente em uso e visando desburocratizar a atual Auditoria Escalonada do QSB. Pensamos primeiro na auditoria do nível gerencial, precisamos então ter o Lay Out de nossa planta, definir uma rota para o Plant Tour e o cronograma de execução. Jose Donizetti Moraes - 04/07/2013 Utilizando a mesma rota definida para o Plant Tour, no nível gerencial, o cronograma deve possuir uma frequência dobrada e condividida com demais gerentes visando termos visões diferentes para os critérios auditados. Para o nível de Coordenação ou Supervisão, mais uma vez a frequência deve ser dobrada e neste caso não se cabe a condivisão com demais pares pois falamos aqui da responsabilidade direta da área. Chegamos agora no nível de nossos Líderes e de nossos operadores, neste caso não se cabe flexibilidade, a auditoria deve ser diária.
  • GESTÃO INDUSTRIAL EM UM SISTEMA LEAN Aplicando o Kamishibai Board: O segundo passo, após a definição da rota do Plant Tour é a criação dos meios para implementação do Kamishibai Board. Antes de apresentarmos as necessidades para implantação, precisamos deixar bem claro o porque da rota do Plant Tour. Tomemos o seguinte exemplo: Jose Donizetti Moraes - 04/07/2013 Um supervisor passa todo dia nos corredores da rota estabelecida, a cada falha encontrada ele para, chama seu líder ou operador, pede permissão para lhe explicar o que precisa ser melhorado e solicita ação imediata ou a definição de um plano para restabelecimento do problema, imagine então todo dia o supervisor passa, todo dia ele irá observar os mesmos problemas ou fazer as mesmas perguntas, um dia quando o operador ver seu supervisor passando pela rota ele com certeza irá antecipar e já recompor o que estiver errado, isso é o princípio da formação cultural. Este exemplo nos remete então a começar a formação de cultura que precisamos através dos mínimos detalhes, por mais bobo que seja sempre se aprende algo.
  • GESTÃO INDUSTRIAL EM UM SISTEMA LEAN Aplicando o Kamishibai Board como Auditoria Escalonada: Com o conceito bem definido, precisaremos então dos seguintes recursos: 1) Colocar um quadro Kamishibai na entrada de cada setor, virado para o corredor e visível a todos que transitam pelo mesmo, isso é peculiar para cada empresa, todos devem desenvolver o seu modelo, não simplesmente copiar existentes. 2) Um quadro Kamishibai deve conter locais para armazenagem de cartões, para armazenagem de uma plano de ação. 3) Deve conter informações básicas do setor como: Responsável, Identificação da área e Turno. Jose Donizetti Moraes - 04/07/2013 3) Deve conter informações básicas do setor como: Responsável, Identificação da área e Turno. 4) Deve ter um local para armazenagem dos cartões que não estiverem sendo utilizados por algum motivo uma vez que novos itens podem ser adicionados. 5) Deve ter um local para colocar de forma visual o Status atual do setor quanto a Organização, por exemplo uma carinha Verde, Vermelha ou Amarela. 6) Cada quadro Kamishibai Board deve estar definido no Lay Out do Plant Tour. 7) Cada item do Check List de uma Auditoria Escalonada deve conter um cartão Verde quando tudo ok, Vermelho quando Nok, Amarelo quando estiver a espera de um plano de ação e nestes cartões deve estar escrito o item do Check List. 8) Deve ter um local para registrar as Auditorias dos níveis gerencias uma vez que para os demais níveis esta intrínseco a responsabilidade de cada nível, ou seja é mandatório, é obrigatório o execução.
  • GESTÃO INDUSTRIAL EM UM SISTEMA LEAN Exemplo de Lay Out com Rota Plant Tour para aplicação Auditoria Kamishibai Board: Jose Donizetti Moraes - 04/07/2013 Pontos de Quadros Kamishibai
  • GESTÃO INDUSTRIAL EM UM SISTEMA LEAN Modelo de Cartões Kamishibai Board para aplicação Auditoria Escalonada: Jose Donizetti Moraes - 04/07/2013
  • GESTÃO INDUSTRIAL EM UM SISTEMA LEAN No começo deste estudo ouvi o termo kamishibai (纸芝居) usado no contexto do Sistema Toyota de Produção, pela primeira vez de um Americano Todd McCann durante uma pesquisa no Linkdin. Na época eu pensei que era um uso gratuito de um termo japonês para um storyboard utilizado em treinamento para implantação da gestão visual na fábrica, mas parece que há mais do que isso. Olhando para a origem do termo kamishibai foi interessante saber que os teatros de papel no século 12 pelos budista serviam para ensinar moral e disciplina aos analfabetos. A audiência do kamishibai servia como uma "auto avaliação individual", o público assistindo a apresentação podiam aprender e ver de forma visual se eles estavam vivendo sua vida de uma forma moral. Nos dias moderno, na pré-escola são contadas histórias que ensinam nossas crianças como por exemplo as lições sobre a segurança do trânsito. No Sistema Toyota de Produção os Kamishibai são o teatro equivalente só que século 21, porém transformados em Instruções de Trabalho ou Auditorias da cultura kaizen. Cartões Kamishibai são como nossas Instruções de Trabalho para um processo de fabricação ou check list de auditoria escalonada. Se você estiver familiarizado com o TPM (Total Productive Maintenance), você pode fazer uma analogia. Pense em como kamishibai os Check List da Manutenção Autônoma (diária, semanal, mensal) realizadas pelas administrações em diferentes níveis que verificam nas máquinas os pontos monitorados ou auditados. Kamishibai impede "o colapso do equipamento por falta de manutenção" no sistema Lean através de auditorias, assim como na TPM as verificações regulares nos equipamentos evitam a quebra de máquinas, devido a desgaste, RESENHA DE CONCLUSÃO Jose Donizetti Moraes - 04/07/2013 através de auditorias, assim como na TPM as verificações regulares nos equipamentos evitam a quebra de máquinas, devido a desgaste, superaquecimento, etc... O kamishibai é uma ferramenta de gerenciamento visual como apontamentos de produção hora a hora e que possibilita aos supervisores e gerentes de linha ver o status on line de seu desempenho. Este monitoramento são usadas durante o turno e em uma cadência de hora em hora ou bi-horária, Check List kamishibai são usados para auditorias semanais, mensais e até trimestrais. Os itens de auditoria kamishibai são colocados em gestão visual próximo ou no ponto de inspeção. Se uma Instrução entregue não esta de forma completa é obviamente uma anormalidade. Assim devemos tomar ações corretivas imediatas. Uma instrução deve permitir ao operador a execução completa de uma operação, sem isso não temos um comportamento Lean. Kamishibai constrói-se no princípio gembutsu genchi. Um verdadeiro e bom Kamishibai minimiza a diferença entre a preferência individual, estilo ou atenção ao detalhe entre os operadores e gestores. Isto reduz a variabilidade nos resultados de entre pessoas diferentes e turnos diferentes. Um bom Kamishibai deve permitir que qualquer pessoa possa executar na perfeição uma operação ao invés de termos que confiar em pessoas brilhantes com comportamento heroico para fazer as coisas. As Instruções de Trabalho também chamam a atenção da gestão no gemba. A fim de fazer o seu trabalho corretamente, você precisa ir ao gemba, vá para o processo, pegue as instruções, e siga as orientações. É muito humilhante quando você faz isso pois sempre descobre que não consegue executar a operação. O Diretores e Plant Managers não costuma dar valor a estes documentos e não gosta de fazer as Auditorias periódicas, pois sempre detectam falhas gestionais, isso nos últimos tempos vem sendo nosso calcanhar de Aquiles na implantação de um sistema Lean. Kamishibai como parte do Sistema Toyota de Produção deve contemplar fielmente o 5W1H (quem, o quê, onde, quando, porquê e como) bem como levar para auditoria escalonada e de processo seu respectivo monitoramento. isso é parte da rotina de gestão em uma organização enxuta é a auditoria detectar anormalidade que podem ser abordadas e kaizen de ação corretiva ser tomada
  • GESTÃO INDUSTRIAL EM UM SISTEMA LEAN FIM e Jose Donizetti Moraes - 04/07/2013 e OBRIGADO