Your SlideShare is downloading. ×
Jidoka
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Jidoka

317

Published on

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
317
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Jidoka“Máquina trabalhando para Qualidade”Significa no contexto de produção, a não permissão que peças defeituosaspassem para a próxima operação. Trata-se de um conceito que se refereespecificamente a máquinas ou linhas de produção que são capazes de pararautomaticamente quando ocorre alguma condição anormal no processo, porexemplo, quando uma máquina quebra ou quando peças defeituosas sãoproduzidas, outro bom exemplo é imaginarmos uma máquina que trabalha emautomático e efetua junto ao ciclo de fabricação um ciclo de controle quequando o mesmo encontra uma peça não conforme, a mesma possui umsistema de descarte automático destas peças.Esta automação permite que as máquinas trabalhem de forma autônoma e quetenhamos a segurança de que em caso de quebra ou peça defeituosa amesma não vá para a próxima operação, em uma análise mais simples, tratam-se da transferência da inteligência humana as máquinas.Este conceito em tese já é utilizado em nosso dia a dia quando desenvolvemosmáquinas ou processos e sempre buscamos alternativas para conter falhas dequalidade, hoje o mais comum de se ver em empresas, são máquinasobjetivadas que frente a uma não conformidade bloqueiam a peça, e o PLCsinaliza a falha e o operador deve chamar o Líder que possui a autoridade paradesbloquear a máquina e assegurar que a peça defeituosa foi segregada, paraisso também utilizamos vincular a máquina via PLC um sensor em uma caixatipo Boca de Lobo que líber novo ciclo somente após o descarte da peçadefeituosa.Este conceito também pode ser utilizado quando operadores encontram umproblema em sua estação de trabalho, param a produção, são responsáveispor corrigir o problema e se não puderem possuem autonomia para parar alinha em vez de deixar uma peça defeituosa passar. Neste caso treinamento,Quality Gates, Andons e Registros que possibilitem a estratificação dosdefeitos e muita disciplina são requeridos, neste caso vale ressaltar aimportância do GEMBA-CHO que deve assegurar o cumprimento dasinstruções de trabalho, controle e registros, além dele próprio efetuar umaanálise dos dados apontados e promover ações de melhoria.Outro ponto importante neste caso é a aceitação pela Alta Administração doconceito, pois envolvem investimentos em processos, máquinas,equipamentos, automação, treinamento e mão de obra bem selecionada.Créditos do texto a:http://en.wikipedia.org/wiki/AutonomationPor: Jose Donizetti Moraes - 01/06/2013

×