Your SlideShare is downloading. ×
Mod. 1   ciência e química - objetivo ituverava
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Mod. 1 ciência e química - objetivo ituverava

413
views

Published on

Ciência e Química

Ciência e Química

Published in: Education

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
413
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Prof. Marcelo
  • 2. Não investir no ensino de Ciências equivale ainvestir na pobreza intelectual e material, e éum luxo que não podemos nos dar.A Ciência é uma arma carregada de futuro. GOLOMBEK, D. A. (2009)
  • 3. A palavra ciência vem do latimscientia, que significa“conhecimento”.Ciência é um conjunto organizado deconhecimentos relativos a umdeterminado objeto ou fenômeno,especialmente os obtidos mediante aobservação, a experiência e ummétodo próprio. Ciência é umaatividade humana envolvida naacumulação de conhecimentos sobreo universo.
  • 4. Tecnologia – é o uso do conhecimento científico para manipulara natureza, o que pode envolver a produção de novas drogas,automóveis mais seguros, melhorar plásticos, reatores nuclearesetc. Por exemplo, o cientista Wallace Carothers criou o náilon, em1935. O tecnólogo usa o náilon na fabricação de tapetes.
  • 5. A poliuretano como biomaterialO Grupo de Química Analítica e Tecnologia dePolímeros (GQATP – USP-São Carlos), desde 1984,desenvolve pesquisa pioneira com polímerospoliuretanos derivados do óleo de mamona comdestaque para a aplicação na área médica.
  • 6. A poliuretano como biomaterialBiomaterial: material que apresenta propriedadequímica e mecânica semelhante à existente noorganismo.
  • 7. A poliuretano como biomaterial2003 – o invento recebeu a aprovação da Food andDrug Administration (FDA)
  • 8. “Biodegradação dePoliuretano Derivado Estudo dado Óleo de Mamona” biodegradação da espuma PU obtida a partir do óleo de mamona quando em contato com microrganismos, utilizando os métodos: TG, IV e Espuma PU vegetal 100 x MEV
  • 9. POLÍMEROBIODEGRADÁVEL Desde 2000 a Usina da Pedra (Serrana-SP) vem fabricando PHB (polihidroxibutirato) diretamente a partir do açúcar. A planta piloto produz de 50 a 60 toneladas por ano de PHB, que já é exportado para o Japão, os EUA e a Europa.
  • 10. AÇÚCAR VIRA PLÁSTICO BIODEGRADÁVEL
  • 11. A produção mundial de bioplásticoseste ano será superior a um milhão de toneladas
  • 12. Embalixo sustentável é alternativaO BIC Ecolutions, primeiro barbeador ecológica em substituição às da BIC produzido com bioplástico sacolas plásticas
  • 13. Coca-Cola lança garrafa mais ecológicaA Coca Cola lançou a PlantBottle,uma garrafa PET que diminui em25% o CO2 emitido durante afabricação.O produto tem etanol provenienteda cana como substituto de partedo petróleo e, por ser 30% à basede planta, diminui a dependênciade recursos não renováveis.
  • 14. As transformações em que substâncias se transformam emoutras com propriedades muito diferentes daquelas iniciaissão chamadas de reações químicas. Tudo o que o serhumano toca, come deve-se à química: matérias plásticas,ligas metálicas, cerâmicas, componentes eletrônicos, papel,adubos, detergentes, vidro, filmes etc. No campo damedicina, químicos isolaram os antibióticos, sintetizaramdrogas para o trata mento da hipertensão, diabetes, artrite,problemas mentais.
  • 15. Imensaversatilidade em seobter materiaiscom diferentespropriedadesfísicas e químicas.
  • 16. A importância dospoliuretanos na vida moderna
  • 17. Consumo mundial de PU por segmento VILAR,W.D. (2004)
  • 18. Alfred Nobel Linus Pauling(1833 – 1896) (1901 – 1994)
  • 19. - Conhecimento espontâneo ousenso comum: não é metódico nemsistemático e baseia-se naexperiência das pessoas na vidacotidiana.- Conhecimento científico: exigeembasamento teórico eplanejamento rigoroso.
  • 20. 1) observação do fato (a madeiraqueima)2) experimentação (quando e comoa madeira queima?)3) reunião e organização de dados(quais as quantidades de madeira ear consumidas?)4) criação de leis e teorias (existealguma relação matemática entre asquantidades de madeira e de ar?)5) previsão de novos fenômenos emateriais (o que acontecerá se amadeira for queimada a 500°C?)
  • 21. As etapas do Método Científico
  • 22. Lei é uma generalização baseada em observações.Por exemplo: objetos de madeira queimam.Teoria é a explicação de uma lei.Assim a madeira queima porqueocorre uma combinação químicacom o oxigênio do ar atmosféricoformando gás carbônico e água.
  • 23. Quando a observação de um sistema é impossível (por exemplo:sistema atômico) ou quando ele não pode ser visualizado de umaforma direta (por exemplo: objeto dentro de uma caixa-preta), ateoria é denominada modelo, que nada mais é do que umaanalogia.
  • 24. Observação é a descrição de um fenômeno. Pode ser qualitativa(não envolve dados numéricos) ou quantitativa (apresenta dadosnuméricos e provém de medidas usando aparelhos).