Your SlideShare is downloading. ×
0
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Igreja dos clerigos porto
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Igreja dos clerigos porto

111

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
111
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Igreja dos Clérigos É um edifício do séc. XVIII que faz parte dum conjunto formado pelo Hospital, Enfermaria e Torre. A sua construção sofreu demasiados revezes, que hoje chamaríamos boicotes. Intrigas eclesiásticas na sua origem. A primeira pedra foi lançada em 23 de Junho de 1732 e é aberta ao culto em 28 de Julho de 1748, embora não estivesse ainda concluída. Série Igrejas do Porto
  • 2. Para a sua construção é escolhido Nicolau Nasoni, um pintor que também seguiu arquitectura. Criou uma fachada Barroca, em vários planos, e uma escadaria monumental que seria refeita por duas vezes, a última já no séc. XIX
  • 3. Pormenores da fachada Localizada fora da cerca medieval, num terreno baldio, o conjunto dominará a cidade. Nichos, símbolos, estátuas, frontões, formam a fachada da Igreja, que esconde todo o conjunto. Foi escolhida como Padroeira Nossa Senhora da Assunção.
  • 4. Pormenor da Porta Lateral Divisória da entrada entre a Torre e a Igreja
  • 5. Pia de Água-Benta – ano 1732 Estátua do Arcanjo S.Gabriel
  • 6. Capela mor. Totalmente reconstruída entre 1767-73
  • 7. Interior em módulos seguindo uma arquitectura romana
  • 8. Pormenores da Abóboda
  • 9. Sacrário
  • 10. Retábulo em mármore de várias cores, iniciando o estilo rococó
  • 11. Pormenores do Altar Mor
  • 12. Cadeirões
  • 13. Galeria estilo de origem toscana
  • 14. Quatro capelas laterais onde se destaca a da Padroeira
  • 15. Orgão de tubos de 1774
  • 16. Sino construído no ano de 1778
  • 17. A conclusão das obras foi dada em 12 de Dezembro de 1779 48 anos após a Assembleia Geral ter decidido que aqui se iria construir uma igreja
  • 18. Nicolau Nasoni e a sua obra são um símbolo da cidade do Porto e da região Norte de Portugal Aqui repousam os seus restos mortais
  • 19. Tema musical Avé Maria Interpretação André Rieu Textos Wikipédia IPPAR Vidas Lusófonas Nicolau Nasoni Toscana 1691 Porto 1773 Nicolau Nasoni 1691 Toscana – Porto 1773
  • 20. Torre e Igreja dos Clérigos Fotos e Formatação @Portojo Outubro.08 Colecção Porto a minha Cidade

×