Senso comum x conhecimento científico

129,994 views

Published on

Senso comum x conhecimento científico

Published in: Education
7 Comments
24 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
129,994
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
475
Actions
Shares
0
Downloads
1,775
Comments
7
Likes
24
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Senso comum x conhecimento científico

  1. 1. SENSO COMUM X CONHECIMENTO CIENTÍFICO
  2. 2. Conhecimento APREENSÃO INTELECTUAL DE UM FATO OU DE UMA VERDADE, COMO DOMÍNIO (TEORICO OU PRÁTICO) DE UM ASSUNTO, UMA ARTE, UMA CIÊNCIA, UMA TÉCNICA, ETC.
  3. 3. Senso Comum <ul><li>TRANSMITIDO DE GERAÇÃO PARA GERAÇÃO; </li></ul><ul><li>TRADIÇÃO CULTURAL; </li></ul><ul><li>EDUCAÇÃO NÃO FORMAL; </li></ul><ul><li>BASEADO NA IMITAÇÃO E EM EXPERIÊNCIAS PESSOAIS; </li></ul><ul><li>EMPÍRICO E DESPROVIDO DE EXPLICAÇÕES; </li></ul><ul><li>EXPERIÊNCIA DO DIA-A-DIA (CASUAIS); </li></ul><ul><li>INFORMAÇÕES RELACIONADAS DIRETAMENTE COM ÀS AÇÕES HUMANAS CONCRETAS; </li></ul>
  4. 4. Senso Comum - Características Gerais <ul><li>Subjetividade </li></ul><ul><li>O sujeito que vê ou se informa sobre determinados acontecimentos se baseia em suas próprias impressões e escala de valores para definir e lidar com tais fatos vistos por ele mesmo ou que lhe foram dados a saber. </li></ul>
  5. 5. Senso Comum - Características Gerais <ul><li>Relativismo </li></ul><ul><li>O conhecimento será relativo, variável de um sujeito para outro. Em outras palavras, será relativo ao sabor do gosto e do humor de cada indivíduo. </li></ul>
  6. 6. Senso Comum - Características Gerais <ul><li>Generalidade </li></ul><ul><li>É tendência humana estabelecer relações diretas de causa e efeito para os fatos ao seu redor. Essa super simplificação de respostas para quase tudo que acontece à sua vista se baseia na repetição da experiência vivida pelo sujeito. </li></ul>
  7. 7. Senso Comum - Características Gerais <ul><li>Preconceitos </li></ul><ul><li>São noções prévias, conceitos imaturos e opiniões formadas sem qualquer prova ou evidência concreta. </li></ul>
  8. 8. CONHECIMENTO CIENTÍFICO <ul><li>RESULTA DE INVESTIGAÇÃO; </li></ul><ul><li>OBJETO DA CIÊNCIA É O UNIVERSO MATERIAL, FÍSICO, E O QUE FOR PERCEPTÍVEL PELOS ÓRGÃOS DOS SENTIDOS; </li></ul><ul><li>É VERIFICÁVEL, NA PRÁTICA, PELA DEMONSTRAÇÃO OU PELA EXPERIÊNCIA; </li></ul><ul><li>É TRANSMITIDO POR INTERMÉDIO DE TREINAMENTO APROPRIADO; </li></ul><ul><li>CONHECIMENTO OBTIDO DE MODO RACIONAL; </li></ul><ul><li>EXPLICA O POR QUÊ? </li></ul><ul><li>ACOMPANHA PROCEDIMENTOS CIENTÍFICOS. </li></ul>
  9. 9. Atitude Científica - Características Gerais <ul><li>Objetividade </li></ul><ul><li>O pesquisador deve escolher como objeto de investigação coisas e fenômenos do universo factual, material, físico e perceptível por meio dos sentidos. </li></ul>
  10. 10. Atitude Científica - Características Gerais <ul><li>Racionalidade </li></ul><ul><li>É a utilização de raciocínios lógicos, no processo de investigação, por meio de procedimentos metódicos e bem planejados; o pesquisador parte de inferências dedutivas para chegar ao funcionamento de sistemas organizados do fenômeno em estudo. </li></ul>
  11. 11. Atitude Científica - Características Gerais <ul><li>Quantitativo </li></ul><ul><li>Ferramentas, aparelhos e equipamentos são essenciais para garantir a medição precisa, a quantificação indubitável dos dados para posterior comparação e análise. Os resultados numéricos obtidos são entabulados e apresentados em quadros com valores estatísticos. </li></ul>
  12. 12. Atitude Científica - Características Gerais <ul><li>Regularidade </li></ul><ul><li>O pesquisador sai em busca da frequência, da repetição da ocorrência do fenômeno investigado. Assim, ele pode mostrar a validade de uma lei geral e argumentar que extraordinário é um caso particular do que é ordinário, comum, normal. </li></ul>
  13. 13. Atitude Científica - Características Gerais <ul><li>Teórico </li></ul><ul><li>Refere-se ao que não é doutrinário, não definitivo nem absoluto. </li></ul><ul><li>A palavra teoria também tem a ver com a admissão de que uma determinada conclusão poderá ser revista, corrigida e alterada, caso haja evidência de sua incompletude. </li></ul>
  14. 14. A ciência distingue-se do senso comum porque este é uma opinião baseada em hábitos, preconceitos, tradições cristalizadas, enquanto a primeira baseia-se em pesquisas, investigações metódicas e sistemáticas e na exigência de que as teorias sejam internamente coerentes e digam a verdade sobre a realidade. A ciência é conhecimento que resulta de um trabalho racional. Ciência x Senso Comum
  15. 15. Um exemplo que explica o senso comum e conhecimento cientifico: Que o sol, amanhã de manhã nascerá novamente, é uma convicção que tanto cientistas como leigos têm. O que difere então o senso comum do conhecimento científico? A resposta é simples: Enquanto no senso comum as pessoas acreditam simplesmente pelo hábito (porque o sol sempre nasceu, deverá amanhã nascer novamente), sem saber dar motivos (as razões) para seu julgamento, o cientista ( no caso o astrônomo) saberá explicar porque amanhã o sol nascerá com base na teoria do movimento de rotação da terra, etc. O leigo acredita sem saber dar razões, o cientista conhece as razões.
  16. 16. Referências <ul><li>XAVIER, Antonio Carlos. Como fazer e apresentar trabalhos científicos em eventos acadêmicos. Recife: Respel, 2010. </li></ul>

×