Your SlideShare is downloading. ×
Jornal Cidade - Ano I - Nº 05
Jornal Cidade - Ano I - Nº 05
Jornal Cidade - Ano I - Nº 05
Jornal Cidade - Ano I - Nº 05
Jornal Cidade - Ano I - Nº 05
Jornal Cidade - Ano I - Nº 05
Jornal Cidade - Ano I - Nº 05
Jornal Cidade - Ano I - Nº 05
Jornal Cidade - Ano I - Nº 05
Jornal Cidade - Ano I - Nº 05
Jornal Cidade - Ano I - Nº 05
Jornal Cidade - Ano I - Nº 05
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Jornal Cidade - Ano I - Nº 05

2,837

Published on

http://www.jornalcidademg.com.br …

http://www.jornalcidademg.com.br
>Acesse e veja mais notícias
Jornal Cidade - Ano I - Nº 05 - 19 de Junho de 2013

Principais notícias das cidades do centro-oeste mineiro. Notícias de Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte, Moema, Pedra do Indaiá e Japaraíba.

Published in: News & Politics
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
2,837
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Jornal da Cidade - 19 de junho de 2013 COBERTURA ESPECIAL Lagoa da Prata, 19 de junho de 2013 - Ano I - Nº 05 DIVININHO E PAULINHO TROCAM ACUSAÇÕES EM PROGRAMA DE RÁDIO O ex-prefeito Antônio Divino de Miranda e o atual prefeito Paulo Cesar Teodoro trocaram acusações no programa Show da Manhã, com o locutor Graziano Silva, na rádio Veredas FM. Divininho participou ao vivo na terça-feira 4, um dia após receber uma Moção de Aplauso da Câmara Municipal. Ele argumentou que deixou a Prefeitura com dinheiro em caixa e criticou o Chefe do Executivo atual. “Vamos trabalhar! Se ele ficar nessa ‘chorança’ nós vamos é arrumar um bico para ele! Não passamos devendo nada. Isso é uma grande mentira do atual prefeito! Ele tem que deixar de mentira. Tem é que trabalhar. Deixamos R$ 575 mil em caixa”, disse Divininho. O prefeito Paulo Teodoro rebateu as acusações. Ele participou do programa na sexta-feira 6 e reafirmou que assumiu a prefeitura com dívidas e fez outras denúncias. “O ex-prefeito Divininho deixou uma primeira dívida de R$ 600 mil. Não deixou nenhum centavo para pagar essa dívida. Ele deixou mais ou menos 600 funcionários na justiça contra a prefeitura. Se a Justiça do Trabalho der ganho de causa a esses servidores vamos ter uma despesa de R$ 7 milhões. Essa é uma herança do ex-prefeito Divininho. Temos que pensar onde vamos conseguir dinheiro para pagar esses servidores. Como ele falou tanta besteira, fica até difícil para enumerá-los”. Veja a seguir os principais pontos debatidos entre os dois políticos: ARTICULAÇÃO POLÍTICA: Divininho: “Fiz um pedido aos vereadores para pedirem ajuda ao der para a população”, acrescenta o prefeito. Para Paulinho, o governo do antecessor Divininho realizou apenas duas obras. “O portal da cidade que está caindo à prestação e o calçadão da praia municipal, de onde ele tirou R$ 200 mil da dotação de calçamento no Sol Nascente para fazer o calçadão na praia. A obra da praia de R$ 570 mil está inacabada”. “O ex-prefeito Divininho deixou uma primeira dívida de R$ 600 mil. Não deixou nenhum centavo para pagar a dívida” - Paulinho deputado Tiago Ulisses. Se depender do nosso prefeito, ele nunca foi a Belo Horizonte ou Brasília pedir uma verba. É pessoa boa, mas ficava só criticando (quando era vereador)”. Paulinho: “Fui a Belo Horizonte por diversas vezes conversar com os deputados estaduais e federais. Para falar com um deputado federal não preciso ir a Brasília. Eles estão em Belo Horizonte também”. EMPRÉSTIMO PARA PAVIMENTAÇÃO: Divininho: “Aquele empréstimo que fizemos de R$ 3,6 milhões, com juros de 4% ao ano, é para começar a pagar daqui a dois anos. Ele (o prefeito Paulinho) falou que já está pagando porque não está dando conta de fazer obra. Pare de chorar. Vamos trabalhar! Se ele ficar nessa “chorança” nós vamos arrumar é um bico para ele! No andar da carruagem, eles não vão fazer nem um terço do que fizemos”. Paulinho: “Vamos começar a pagar no ano que vem. Ainda tem muita gente na poeira. Isso era promessa de governo dele antiga que não conseguiu fazer. Temos 27 km de ruas sem pavimentação. Vejo esse ato com muita tristeza, de desespero dele. Vamos orar para o Divininho. Ele está precisando. Comprometo-me a rezar um terço hoje em intenção do ex-prefeito e meu amigo Divininho”. FALTA DE ITENS DO PATRIMÔNIO Divininho: “Nosso prefeito falou que está faltando ventiladores. Tem 15 dias que estou aguardando um telefonema dele. Ele me ligava a cobrar e agora não atende de jeito nenhum. Estou aguardando ele liberar o Teteco para mostrar onde estão os ventiladores”. Paulinho: “Estou “Se ele ficar nessa ‘chorança’ nós vamos é arrumar um bico para ele. Deixamos R$ 575 mil em caixa” Divininho falando que nós não encontramos no patrimônio da prefeitura objetos no valor de meio milhão de reais. Não são dois ventiladores. Precisamos encontrar esses objetos porque pertencem à população”. CONVITE PARA PARTICIPAR DO GOVERNO Divininho: “Ele me convidou para trabalhar lá. Se eu tivesse ido nós não iríamos durar nem uma semana, porque eu não trabalho com gente mentirosa e falsa. Não ia dar certo”. Paulinho: “Quando eu e o Roberto chegamos na prefeitura, criamos dois critérios para fazer parte da administração. Primeiro, valorizamos o servidor concursado. E o segundo critério para fazer parte da nossa equipe tem que demonstrar qualificação técnica. O ex-prefeito Divininho não tem nenhuma das duas, por isso não tem condições de participar. Não houve esse convite. Eu nunca liguei para ele a cobrar”. DENÚNCIAS O prefeito Paulo Teodoro afirmou ainda que Divininho teria gasto, entre 2008 e 2012, de forma irregular, R$ 62 mil em diárias de viagens. “Tudo que eu vou falar aqui está documentado e nas mãos do promotor. Ele pegava dinheiro para viajar, sem lei, e foi advertido pelos técnicos da prefeitura de que não podia pegar o dinheiro das diárias de viagem daquela forma”, disse Paulinho. De acordo com o prefeito, o SAAE está cobrando uma dívida da prefeitura na ordem de R$ 1 milhão referente ao gasto com água da prefeitura e dos demais setores municipais, que não teriam sido pagas pela gestão anterior. “Tudo isso o ex-prefeito Divininho vai ter que respon- O OUTRO LADO O ex-prefeito Divininho não quis falar sobre as denúncias apresentadas pelo atual mandatário do Município. Mas um assessor da administração anterior apresentou os argumentos de defesa. Segundo este informante, com relação às diárias de viagem que teriam sido utilizadas de forma irregular, antes de 2008 havia uma súmula do Tribunal de Contas do Estado (TCE) na qual constava que bastava ao prefeito fazer somente um relatório dos gastos de viagem. Em Lagoa da Prata, a lei municipal que regulamenta as diárias de viagem de servidores, não faz nenhuma menção ao cargo do Chefe do Executivo. “A súmula do TCE foi revogada e a lei municipal não foi atualizada. Não houve má fé do ex-prefeito”, explica o informante. Sobre a falta de itens no patrimônio, a fonte ouvida pelo Jornal da Cidade confirmou que houve uma falha da gestão anterior, que foi a de não ter atualizado o patrimônio do município quando assumiu o governo em 2005. “O erro, além de não ter dado baixa nos bens que não existem mais, foi de não fazer a depreciação dos mesmos. Na lista de itens Continuação na página 3
  • 2. 2 Jornal da Cidade - 19 de junho de 2013 CARTA AO LEITOR Sol Nascente. Um bairro marginalizado pela Administração Municipal O Sol Nascente é o bairro que mais carece de serviços públicos em Lagoa da Prata. Nesta edição, publicamos um protesto de um morador do bairro que retrata as angústias e o sofrimento da população local. “Meus amigos de Lagoa da Prata: Isto é um absurdo, mais que isto, desumano! Há alguns anos, vimos fazendo campanha junto à administração pública municipal no sentido de prover o bairro Sol Nascente de uma linha de ônibus decente. Fizeram ouvidos moucos! Claro, eles não usavam ônibus e nem vinham ao Bairro. Mas, o povo? Eles são somente povo, com valor apenas de 4 em 4 anos! Fizemos projetos, entregamos na Prefeitura e nada. Agora, com praticamente 6 meses da nova administração, continuamos na mesma. Imaginem vocês, lagopratenses, morar em bairro distante do centro, carente de serviços básicos QUER VENDER MAIS? Anuncie aqui: 9938-6310 como farmácia e a linha de ônibus passar apenas na periferia do bairro, sem horário e sem trajeto definido. Imaginem as pessoas, às vezes idosas ou com crianças, aguardando na chuva ou na poeira (não há outra opção) um ônibus que talvez nem venha! Imaginem uma pessoa carente, sem transporte próprio, necessitando de um medicamento ou uma consulta no PAM, num sábado, domingo ou à noite e ter que se deslocar a pé, por vários quilômetros. Imaginem um pai ou mãe com um filho doente carregando-o de bicicleta, quando têm uma. Imaginem um trabalhador/ trabalhadora que vai cumprir pesada carga de trabalho, ter que se deslocar a pé. Ou ainda, uma diarista que mora em outro bairro distante e trabalha no Sol Nascente, como chegar? Até para coisas prosaicas, como um passeio de um/uma jovem da nossa comunidade ao centro, a uma lanchonete, sem poder se deslocar, ir e vir, direito constitucional. E quem sonega isto é mais que um criminoso, é desumano. E isto acontece também com os moradores do Bairro Coronel Luciano. Somos dois bairros abandonados às nossas mazelas, sem apoio de nenhuma autoridade, não sei por que pecados... Este grito eu lanço para sensibilizar as pessoas da nossa cidade para a população mais carente, e tão digna quanto qualquer um de nós”. Dr. Marcos André Bernardes de Menezes, médico”. PROMESSAS DE CAMPANHA Os prefeitos Paulo Teodoro e Roberto do Tuim prometeram durante a campanha eleitoral realizar ainda em 2013 di- Juliano Rossi - Editor versas obras que irão beneficiar a população do bairro Sol Nascente. São elas: - Construção de uma creche (CEMEI); - Pavimentação de cem por cento das ruas do bairro; - Solução do problema de falta de água com construção de uma caixa d´água para aumento da disponibilidade; - Aumentar o número de médicos e colocar um dentista atendendo ao bairro; - Contratação de professores de esportes para fazer funcionar a quadra do bairro; - Instalação de câmeras de segurança para vigilância no bairro. O eleitor precisa estar atendo e cobrar. Afinal, promessa é dívida.
  • 3. Jornal da Cidade - 19 de junho de 2013 MATÉRIA DE CAPA - CONTINUAÇÃO que faltam apresentada pelo atual prefeito consta um computador servidor, adquirido pelo então prefeito Lucas Rezende, em 1998, por R$ 25.489,00 na época. Por óbvio, depois de 15 anos não existe mais e, mesmo se exis- tisse, não teria utilidade. Além de não ter havido a baixa, o valor nunca foi depreciado. Apenas para se ter uma ideia, hoje é possível a aquisição de um servidor por preços a partir de R$ 2 mil”, afirma. Consta também na lista, aparelhos telefônicos e celulares adquiridos antes do ano 2000, linhas telefônicas fixas que atualmente não tem valor econômico, máquinas de datilografia, equipamentos de informática, livros didáticos, entre outros. SAAE nunca cobrou conta de água da Prefeitura O prefeito Paulo Teodoro cobrou do ex-mandatário Divininho o pagamento da conta de água que a prefeitura não pagou entre 2005 e 2012. Mas ele esqueceu-se de cobrar também do seu atual secretário de Administração José Octaviano Ribeiro, que também não pagou a conta de água da prefeitura nos seus dois mandatos como prefeito. A gestão do ex-prefeito Lucas Rezende também não pagou a conta de água nos oito anos em que administrou o Município. A verdade é que o SAAE nunca efetuou a cobrança de água da Prefeitura. O diretor da autarquia Astácio Correa Neto, explicou ao Jornal da Cidade que o regimento da instituição determina que não pode fazer isenção de tarifas de água a nenhum contribuinte. “O SAAE não tem direito de renunciar a receita”, afirma Neto. Confira a seguir trechos da entrevista com o diretor da autarquia: JC: O SAAE vai cobrar a dívida de todos os mandatos anteriores? Neto: Fizemos um levantamento em função do nosso banco de dados. Pegamos os últimos oito anos, que é basicamente o período que começou a eficácia da Lei de Responsabilidade Fiscal. Se a gente quiser cobrar os períodos anteriores teremos que arrumar uma empresa especializada em informática para abrir o banco de dados. Também tem a questão do período em que o SAAE nem era informatizado. JC: O SAAE tem banco de dados a partir de quando? Neto: Depende para que, né! A gente tem acesso das contas a partir desse período levantado. Se quisermos de um período anterior temos que procurar a empresa que presta assessoria na parte de informática. JC: A Prefeitura nunca pagou a conta de água? Neto: Infelizmente não. JC: Como está a situação da cobrança de água no atual mandato? Neto: Os 176 imóveis da Prefeitura não tinham hidrômetro. A leitura era feita estimada em cima de taxa mínima, provavelmente. Agora todos os imóveis da prefeitura são “hidrometrados” e teremos o consumo real. Estamos emitindo as contas da prefeitura, no valor aproximado de R$ 5.000,00 referente ao consumo do mês de maio. 3
  • 4. 4 Jornal da Cidade - 19 de junho de 2013 Jornal Informação completa 15 anos de circulação Há exatamente 15 anos, um pequeno grupo, integrado por Padre José Pimenta, Inês Miranda, Sônia Mesquita, Elizângela e Eloísia Melo, decidiu evangelizar através da imprensa. Assim, em junho de 1998, foi editado o primeiro exemplar do “Informação, o Jornal da Igreja”. Em setembro daquele mesmo ano, Irmã Danielle, recém-chegada de Campinas, assumiu a direção do Jornal. E em fevereiro de 2001, na 30ª edição, assumiu o jornal uma nova equipe, que ficou assim constituída: Pároco e Diretor do Jornal, Pe. José Pimenta da Silva, substituído em 2005 por Pe. João Bosco da Silva; jornalista responsável, Elizabete Lacerda Oliveira Pedrosa; diagramação, Jair Resende; publicidade, Oswaldo Caetano Reis, mais tarde substituído por Laura Resende, Regina L. Oliveira Silva, Christian de Oliveira Resende e Jonathan Augusto Resende; digitação, Maria Atual equipe do Jornal Informação: Laura, Pe João, Simone, Christian, Jair, Jonathan, Maria de Fátima (Taty), Maria do Rosário (Zarinha), Elizabete e Regina. de Fátima Melo Soares e revisão, Maria do Rosário Oliveira Rodarte e Simone M. Campos Melo. O Jornal conta com muitos outros colaboradores, que escrevem regularmente. Todos trabalhando de forma voluntária. “Sempre nos preocupamos com que o jornal seja bem recebido por Lagoa da Prata. Não por vaidade ou méritos pes- soais, mas porque ele é portador da melhor notícia, a mais sábia, a mais importante, a mais atual: A PALAVRA DE DEUS”, comenta Elizabete, jornalista responsável. CREDIBILIDADE A receptividade que o Jornal da Igreja tem, confirma tudo isso. Hoje, ele responde por uma das maiores tiragens da região: 2500 exemplares (em datas especiais, chega a 3000). Circula mensalmente, com distribuição gratuita nas paróquias São Carlos Borromeu, São Sebastião e São Francisco de Assis, totalmente custeado pelos patrocinadores. É utilizado para trabalhos nas escolas, catequese e movimentos religiosos, além de ser tomado como refe- rência pelos meios de comunicação da cidade. Aborda temas variados como religião, educação, cultura, esporte, saúde, política, dependência química, exemplos de vida, entretenimento, notícias das paróquias e outros assuntos que possam contribuir para a boa formação dos leitores. Poucos jornais cristãos conquistaram um espaço tão importante na sociedade quanto o Jornal da Igreja. A maioria não consegue manter a periodicidade e nem se sustentam financeiramente. O Informação consegue publicar mensalmente suas edições e manter-se com seus patrocínios, sem qualquer despesa para a Paróquia São Carlos. Em dezembro de 2006, o Jornal chegou a sua centésima edição. Para celebrar esta conquista, organizou e publicou a coletânea Paróquia São Carlos Borromeu – 75 anos. O livro, que conta a história da Paróquia São Carlos, foi lançado em julho de 2007, quando a Paróquia completava 75 anos de sua criação. Neste mês de junho, ao completar 15 anos de existência, o Jornal da Igreja publica sua 177ª edição. A exemplo de outros serviços comunitários de nossa cidade, o Informação demonstra a força e a beleza do trabalho voluntário. INFORMATIVO PARLAMENTAR ASSEMBLEIA DEBATE MOBILIDADE URBANA Deputado preside comissão Tendo como um dos objetivos mobilizar o poder público e a sociedade civil em torno do tema da mobilidade urbana e da construção de cidades inteligentes e sustentáveis, a Assembleia Legislativa promoverá nos dias 20 e 21 de junho o Ciclo de Debates, com a participação de diversos especialistas e autoridades responsáveis do setor. O debate é uma primeira iniciativa de uma série de discussão de alta complexidade, que deverá ser estendida pelo interior do Estado como preparação para o Fórum Técnico que acontecerá no segundo semestre. O evento pretende sensibilizar os agentes públicos, sociedade civil, trabalhadores do setor de trans- portes e população em geral para a necessidade de construção, até 2015, dos planos municipais de mobilidade, em atendimento à Lei Federal 12.587, de 2012, que institui a Política Nacional de Mobilidade Urbana. Aqueles que visi- tam Belo Horizonte sabem muito bem a dificuldade de se movimentar pela cidade. Para resolver o problema é necessário pensar a região metropolitana como um todo. Para isso foi criada a Agência RMBH, que tem como um dos objetivos formular e im- plementar soluções intermodais de mobilidade e acessibilidade, em parceria com os sistemas de transporte municipais, estadual e federal. O novo Diretor-Geral da Agência indicado pelo Governo é Gustavo Horta Palhares, que foi sa- demonstrou amplo conhecimento para exercer a função, respondendo com clareza e objetividade às questões que lhe foram formuladas pelos Deputados. batinado na Comissão Especial da Assembleia Legislativa. Os deputados consideraram que ele preenchia os requisitos necessários para exercer o cargo. Para o Deputado Tiago Ulisses, que presidiu a Comissão, Gustavo Tiago Ulisses ainda se mostrou preocupado com as cidades do interior que estão crescendo sem um planejamento adequado. Em algumas cidades, segundo ele, o trânsito costuma ficar agarrado igual nas grandes cidades, sem deixar de considerar a desordem no uso e ocupação do solo. “Cidades como Lagoa da Prata têm que dar solução para os graves problemas que já aparecem e começar a projetar políticas que propiciarão qualidade de vida a todos seus moradores”, conclui o Deputado.
  • 5. 5 Jornal da Cidade - 19 de junho de 2013 COBERTURA COMPLETA DA MELHOR EXPOSIÇÃO DA REGIÃO COBERTURA FOTOGRÁFICA DE TODOS OS DIAS DA EXPOSIÇÃO. ACOMPANHE OS FLASHES DOS MELHORES MOMENTOS E PESSOAS QUE LÁ ESTIVERAM. Abertura do rodeio com Fábio Pereira Edmar Nunes, Paulo Teodoro, Roberto do Tuim e Carlão Show de fogos pirotécnicos Presidente do Sindicato Carlão e Fábio Pereira Belas montarias em touros transmitidas em telões Parque lotado todos os dias Família e amigos prestam homenagem a Carlão Thaiane e Thalita junto ao cantor Luan Santana Cabo Isaias exibe a bandeira do Proerd Camarotes e arena do rodeio Sérgio e sua esposa Vanessa com Luan Santana A fotógrafa Cléo Cástro, fazendo a cobertura exclusiva Mais no site www.expolagoa.com e tvcidadelagoadaprata.com.br
  • 6. 6 Jornal da Cidade - 19 de junho de 2013 COBERTURA ESPECIAL EXPÔLAGOA 2013 Corpo de bombeiros Polícia garantiu segurança ao evento Rodeio mirim em carneiros Gado em exposição O cantor Gustavo Lima Adelmo Lopes apresentou “Domingo no Parque” na Expôlagoa com cantores de Lagoa da Prata e região Patrícia e Carla O empresário João Gominha Estande do Rancho 55, do empresário João Gominha Paula e Betão, Gilberto e Isabel, no La Cabana Lívia e Aldo Adriane e Emerson Maria Elza, Carlão e Camilo Rafaela e André Patrocinadores da ExpôLagoa A CLÁUDIA CALÇADOS apoia a exposição agropecuária de Lagoa da Prata desde a primeira edição Onde a moda chega primeiro 3261-1028 3261-3112
  • 7. 7 Jornal da Cidade - 19 de junho de 2013 COBERTURA ESPECIAL EXPÔLAGOA 2013 Estande do SAAE Estande da Pilares Concreto Estande da Divisa Veículos Angelo e Cerejinha produtora artística do evento Leandro, Cibele, Gustavo, Celina, Camila, Anete, Gilberto, João Marcos Banda Zuai se apresentou no espaço alternativo Alexandre, Fernanda, Sônia, Luiz Henrique, Cláudia, Pastel, Marina e Carla Alisson e Débora, Camila e Henrique, Deise e Claudinho Vinícius, Letícia, Viviane, Luciana, Nélio, Marília e Pedrinho Margarete, Juliana, Paulo Ricardo, Michele, Artur, Bruna e Naninho, Cláudio, Fernando Mateus e Viviane, Dener e Francine Sérgio, Natália, Tânia, Dr. Márcio e Diogo Balão da TOTE SEGUROS podia ser visto por toda o parque de exposições A TOTE SEGUROS fica na Avenida Getúlio Vargas, 765, sala 02 com o tel: 37 3262-2620 Placas no camarote e na arena Escola Santa Clara, também presente na ExpôLagoa, há vários anos apoiando esta bela festa. Parabéns à diretoria e equipe Santa Clara. Escola de Enfermagem Santa Clara tel: 37 3261-1221
  • 8. 8 Jornal da Cidade - 19 de junho de 2013 COBERTURA ESPECIAL EXPÔLAGOA 2013 Fernando e Sorocaba no camarim Empresário Érico Matucuma e o cantor Gustavo Lima Thaeme & Thiago No domingo show com Recanto da Chibata Fazendinha da ExpôLagoa Camarote exclusivo da Embaré Zizico, Pereira, Yago e Cleber Nair, José Antônio, Lílian e Dulce Juliana Antunes e Norma Aloy Camilo, Mariana, Gilson e Amélia Mariana, Flávia, Diomedes, Silvana e Sirlene Haroldo Neto, Haroldo Filho e Vanessa, Ana Paula, Marco Túlio, Pedro e Túlio 3261-3673 3261-1801 Também apoiaram a Expôlagoa
  • 9. 9 Jornal da Cidade - 19 de junho de 2013 Anteprojeto busca melhorar as informações nas unidades de saúde A iniciativa dos vereadores Paulo Roberto/ DEM e Quelli Cássia Couto/MD tem o objetivo de oferecer nos serviços de saúde do Município de Lagoa da Prata mais transparência e eficiência no relacionamento com os usuários. Os parlamentares são autores do anteprojeto de lei 08/2013, que institui a obrigatoriedade de se afixar informativo na recepção do Pronto Atendimento Municipal, PSF´s, Farmácia Municipal, CAPS, Policlínicas, setor de fisioterapia, CEAC e CEO. “Este anteprojeto tem grande importância. É comum o cidadão ir ao posto e não ter médico. Ir ao consultório odontológico e o dentista já ter ido embora. Sendo assim, esse anteprojeto obriga que cada unidade de saúde tenha em sua recepção informativo que esclareça ao usuário quem coordena a unidade, quem são os profissionais que trabalham na unidade, qual a especialidade de cada um, qual é o horário de trabalho ou quantas consultas ele atende diariamente, qual o tele- fone da coordenadora da Atenção Básica de Saúde, qual o telefone da Ouvidoria Pública Municipal”, explica Paulo Roberto. Para a vereadora Quelli, este anteprojeto vai proporcionar transparência no atendimento nas unidades de saúde. “Entendemos que os informativos serão decisivos na moralização do atendimento ao cidadão, haja vista as constantes e reiteradas reclamações da população a respeito do não cumprimento dos horários de atendimento nessas unidades de saúde”, afirma a vereadora. O anteprojeto não tem força de lei. Ou seja. Fica a critério da Administração Municipal – se tiver interesse ou condições – a execução da proposta. O Jornal da Cidade esteve na Farmácia Municipal na última sexta-feira 14 e comprovou que as informações afixadas na recepção da unidade atendem satisfatoriamente aos critérios determinados no anteprojeto proposto pelos vereadores. A população deve exigir que o mesmo seja feito nas demais unidades de saúde. DOIS ANOS SEM MEDICAMENTO O aposentado José Aparecido Barreto, após dois anos de espera, conseguiu pegar o medicamento Amitripitilina na Farmácia Municipal. Durante o período de ausência na rede pública, a ele teve que adquirir nas drogarias privadas o remédio que a sua esposa faz uso há 17 anos. “De todas as vezes que vínhamos aqui, eles diziam que não tinham feito a licitação para comprar o medicamento. É humilhante. A gente ganha pouco. A gente fica até constrangido, porque não temos condições de dar o melhor para a família e espera do governo a ajuda”, disse Barreto. Informações afixadas na recepção da unidade
  • 10. 10 Jornal da Cidade - 19 de junho de 2013 Lagoa da Prata recebe unidade móvel do Sesi/Senai G1 Uma oportunidade para qualificar o currículo ou até mesmo aprender uma nova profissão. Em Lagoa da Prata, no Centro-Oeste mineiro, o Sesi/Senai oferece, durante 30 dias, cursos gratuitos para a população. A unidade móvel percorre os municípios de Minas Gerais desde 2011 e já recebeu cerca de 12 mil alunos. “São cursos profissionalizantes. Os participantes são formados, certificados e ainda é feito um trabalho de inserção deles no mercado”, disse Levindo Costa, gerente da escola móvel do Sesi/Senai. Os nove cursos são oferecidos durante todo o dia. Foram abertas 500 inscrições e, segundo os organizadores, o interesse da população de Lagoa da Prata é grande. Um dos cursos mais procurados é o de assistente de mecânico de motos. “Este curso capacita os profissionais para trabalharem em conces- São oferecidos nove cursos gratuitos, durante 30 dias. Unidade percorre cidades de Minas Gerais desde 2011 sionárias, em oficinas de bairros, entre outros. E o mais importante é que eles não saem daqui somente com o aprendizado sobre motocicletas, mas também sobre normas técnicas”, explicou o instrutor do curso, Isaque Miranda Oliveira. O curso de eletricista predial tem a maioria de homens na turma, mas também chamou a atenção de algumas mulheres, que enxergam na profissão uma oportunidade para entrar no mercado e também executar algumas tarefas em casa. “Troco chuveiro, lâmpadas e coloco interruptores. Qualquer coisa que é preciso fazer na minha casa, eu mesma faço”, contou a aluna Maria Daniela Felício. Após a conclusão dos cursos, todos os alunos vão receber certificados. As informações podem ser obtidas na unidade móvel do Sesi/Senai, que está localizada na Rua Pernambuco, Bairro Santa Alexandrina.
  • 11. 11 Jornal da Cidade - 19 de junho de 2013 Sabe-se que um organismo com ausência de saúde pode sofrer um grande abatimento da atividade sexual, segundo uma pesquisa realizada pela sexóloga Natalia Gavrilova, aquela pessoa sedentária, que gosta de ficar na frente da TV e esquece-se de tentar um relacionamento com uma atividade física pode antecipar sua aposentadoria em matéria de diversão a dois, bem como uma alimentação a base de gordura, e os vampiros que não conse- Estética e bem estar Oliveira Dr.Otaviano de gue dormir? Fatores que são determinantes para se tornar o kra naquelas horas! Ai vem aquela pergunta, o envelhecimento é um obstáculo ao sexo? Uma boa notícia é que não! O problema esta nas doenças que costumam aparecer com a idade! Apesar que homens vivem menos, desfrutamos por mais tempo da vida sexual em relação as nossas parceiras, um dos motivos esta relacionado a menopausa que afeta o libido, a lubrificação e própria vaidade das mulheres, porém os homens perdem muito anos de vida sexual devido as doenças crônicas que afetam mais os homens. Pelas preliminares deste assunto, percebe-se que nossa expectativa de vida sexual espelha na realidade dos nossos hábitos, o quadro 1 vai ajudar você a se organi- Fisioterapeuta zar melhor e ter uma vida mais saudável e por consequência uma vida sexual ativa por mais tempo e o mais importante com mais qualidade. Um abraço a todos e obrigado pelo carinho que recebi nessas duas semanas após o lançamento de nossa coluna. Ate a próxima....
  • 12. Jornal da Cidade - 19 de junho de 2013 Ex-prefeito recebe Moção de Aplauso do vereador Adriano Moraes A Câmara de Lagoa da Prata concedeu uma Moção de Aplauso ao ex-prefeito Antônio Divino de Miranda pelo trabalho que seu governo realizou na área de cultura. A homenagem foi realizada na sessão do dia 3 de junho. Dezenas de pessoas lotaram o plenário do Legislativo, dentre elas, ex-secretários municipais, familiares, amigos e o deputado estadual Tiago Ulisses. A Moção do Aplauso é de autoria do vereador Adriano Moraes, fundamentada nos trabalhos que o governo Divininho realizou na área da cultura. “É notório o ótimo trabalho que Divininho fez nesta área. Criou vários projetos e ações em favor da cultura. Hoje temos uma Secretaria de Cultura graças ao ex-prefeito Antônio Divino de Miranda”, explica Moraes. O deputado Tiago Ulisses usou a palavra para falar do ex-prefeito. “Aprendi a te admirar, não só como prefeito e gestor, mas principalmente como ser humano. Você que sai da prefeitura depois de oito anos e volta a trabalhar no mesmo serviço que fazia antes de ser prefeito. É isso que temos que reconhecer. Para se conhecer uma pessoa, dê o poder a ela. Você saiu do poder e voltou a ser o mesmo Divininho de antes”, disse o deputado. Vereador Adriano Moraes, deputado estadual Tiago Ulisses, ex-prefeito Antônio Divino de Miranda e Edmar Nunes, presidente da Câmara Municipal 12

×