• Save
Plano tic 2007_2008
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Plano tic 2007_2008

on

  • 549 views

 

Statistics

Views

Total Views
549
Views on SlideShare
549
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Plano tic 2007_2008 Plano tic 2007_2008 Document Transcript

  • Escola Secundária Daniel Sampaio Plano TIC Escola Secundária Daniel Sampaio Plano TIC Ano 2007/2008 Transmitir, Inovar, Conhecer - melhor conhecimento, mais cidadania - Coordenador TIC: Jorge Teixeira Aprovado em Conselho Pedagógico de 05/12/2007 1
  • Escola Secundária Daniel Sampaio Plano TIC Índice Enquadramento 03 Equipa 04 1. Diagnóstico TIC A. Meios 05 B. Recursos Humanos 06 C. Utilização das TIC 06 D. Situação de partida (indicadores-chave) 07 E. Enquadramento no Projecto Educativo 08 2. Objectivos centrais e específicos por actividades 09 3. Especificação das actividades 12 4. Cronograma das actividades 16 5. Modelo de acompanhamento e metodologia de avaliação 17 2
  • Escola Secundária Daniel Sampaio Plano TIC 3
  • Escola Secundária Daniel Sampaio Plano TIC EnquadramentoAo abrigo do Despacho N.º 26 691/2005 (II série) de 27 de Dezembro de 2005,cumpre ao coordenador TIC de entre outras funções pedagógicas, elaborar o planoTIC, no qual deve definir entre outros objectivos os seguintes “(…) Este plano visapromover a integração da utilização das TIC nas actividades lectivas e não lectivas,rentabilizando os meios informáticos disponíveis e generalizando a sua utilização portodos os elementos da comunidade educativa. Este plano TIC deverá ser concebido noquadro do projecto educativo da escola e do respectivo plano anual de actividades,em conjunto com os órgãos de administração e gestão, em articulação e com o apoiodo centro de formação da área do agrupamento/escola (CFAE) e de outros parceiros aenvolver; (…)”.Assim, e ao abrigo do referido despacho, serve o presente documento para estruturare apresentar a aprovação o plano TIC da Escola Secundária Daniel Sampaio para oano lectivo de 2007/2008. 4
  • Escola Secundária Daniel Sampaio Plano TIC EquipaCoordenador: Jorge Teixeira – Informática (550)Equipa: Anabela Correia – Informática (550) Fernando Rebelo – Português (300) João Leigo – Informática (550) José Afonso - Artes Visuais e Tecnológicas (530) Laila Ribeiro – Física e Química (510) Lígia Luís – Inglês (330) Maria Armanda Mendes – Artes Visuais e Tecnológicas (530) Maria Chinopa – Francês (300) Maria de Fátima Delgado – Matemática (500) Rudolfo Pereira - Física e Química (510) Sérgio Ferreira - Artes Visuais e Tecnológicas (600) Teresa Antunes – Filosofia (410) Vanda Rodrigues – Economia (430)Centro de Competência Acompanhante: PROFORMAR - Centro de Formação de Almada Ocidental Escola Secundária Monte de Caparica Rua Projectada à da Urraca 2825 MONTE DE CAPARICA Telef. 21 294 65 07/8 Fax. 21 294 65 09 5
  • Escola Secundária Daniel Sampaio Plano TIC 1. Diagnóstico TIC A. MEIOSA escola dispõe dos seguintes espaços apetrechados com equipamentos informáticosdestinados a utilização por parte dos seus professores e alunos:• Centro de Recursos (Biblioteca, Videoteca e sala Nónio) – para além um assinalável espólio bibliográfico, com cerca de 7000 monografias, cassetes de áudio e vídeo, CD-ROM, CD–Áudio e DVDs, dossiers temáticos, mapas e cartas, diapositivos, transparências, etc… ao nível dos equipamentos informáticos, existem dois computadores destinados à própria organização do centro, consulta do catálogo, entre outras utilizações. A sala Nónio, é o espaço do centro de recursos destinado ao trabalho livre dos alunos usando meios informáticos (Impressora, Scanner e oito computadores). Existe ligação à Internet em todos os postos. O Centro de Recursos tem uma elevada frequência de utilização por alunos e professores. Apenas a utilização por parte dos funcionários não é significativa.• Laboratórios Informáticos – As salas C2 e C7 encontram-se dotadas de dez computadores cada, um servidor de rede e uma impressora por cada sala. Estas salas destinam-se em exclusivo à leccionação das disciplinas dos Cursos Profissionais e Tecnológicos de Informática.• Salas de Informática – As salas C9 e C10 estão equipadas com dez computadores cada e destinam-se à leccionação de disciplinas na área da administração e do design. Nelas também podem funcionar outro tipo de aulas.• Sala TIC (Sala C11) – composta por catorze computadores e uma impressora. Destina-se à leccionação das disciplinas de TIC e de Área de Projecto.• Sala de Projectos – equipada com dois computadores e uma impressora, destinados ao apoio aos vários clubes e projectos da escola, principalmente ao jornal escolar.• Sala de estudo / Laboratório de Matemática – equipada com oito computadores destinados às actividades de apoio matemático entre outros.A escola dispõe ainda de vinte e um computadores portáteis que são objecto derequisição no Centro de Recursos.Todas as áreas acima descritas têm acesso a Internet cablada, sendo que a rede 6
  • Escola Secundária Daniel Sampaio Plano TICWireless já se encontra disponível nos blocos A, C e E.De referir ainda que a escola dispõe de uma página web própria (com domíniopróprio) e de uma plataforma de aprendizagem – Moodle (alojado na FCCN). B. RECURSOS HUMANOSExcluindo o grupo de Informática, considera-se que cerca de 30% do corpo docentese sentem confortáveis com a utilização das ferramentas e dos equipamentos TICmais usuais. Estes indicadores foram obtidos através do número de requisições doscomputadores portáteis.Apesar da maioria dos docentes envolvidos no presente plano já possuirconhecimentos adequados à concretização do mesmo, apontam-se desde já asseguintes necessidades de complemento de formação: Linguagem de Programação Java (ambiente gráfico); Linguagem de Programação JavaScript; Animação em Flash; Administração de redes e sistemas em Linux.Para além destas, foram indicados pelos docentes da escola as seguintes necessidadesde formação: Folha de Cálculo; Criação de sites e páginas de Internet; Ferramentas diversas para produção de materiais educativos. C. UTILIZAÇÃO DAS TICExcluindo os cursos tecnológicos e profissionais de informática, as TIC são aindaobjecto de leccionação ao 9º ano e em Área de Projecto de 8º ano.De forma cada vez mais frequente se assiste a uma utilização das TIC noutras áreasdisciplinares e não disciplinares.Existem, no entanto, tendências a alterar num futuro próximo: No que se refere à utilização com alunos em ambiente de sala de aula, as utilizações foram sobretudo orientadas para a apresentação de diapositivos e 7
  • Escola Secundária Daniel Sampaio Plano TIC para pesquisas na Internet. Há que fomentar a utilização de outros tipos de recursos, incluindo aqueles produzidos pelos colegas; No que se refere à utilização pessoal e profissional dos equipamentos pelos professores, esta caracteriza-se sobretudo pela utilização em tarefas de gestão (reuniões, actas e direcção de turma). Também aqui há que fomentar o espírito de produção conjunta de recursos educativos e consequente disponibilização à comunidade educativa. D. SITUAÇÃO DE PARTIDA (indicadores-chave)Taxa de Utilização das TIC - 15,01 % (excluíram-se as disciplinas em que o recursoa estas tecnologias é obrigatório)Distribuição por áreas curriculares e não curriculares 86,56 % - Em áreas disciplinares; 13,44 % - Em áreas não disciplinares.Distribuição por grupos de docência 15,05 % - Educação Visual; 14,42 % - Inglês; 11,60 % - Física e Química; 8,78 % - Francês; 7,21 % - Informática; 6,90 % - Português; 5,33 % - Biologia e Geologia; 4,39 % - Educação Física; 4,08 % - Economia e Gestão; 3,45 % - Geografia; 3,13 % - História; 1,57 % - Matemática; 3,13 % - Outras. 8
  • Escola Secundária Daniel Sampaio Plano TIC E. ENQUADRAMENTO NO PROJECTO EDUCATIVOO presente documento prevê actividades enquadradas em três das áreas do projectoeducativo, nomeadamente: Áreas Objectivos Gerais Objectivos Específicos • Melhorar os resultados • Diminuir os níveis de insucesso escolar (em disciplinas a definir); escolares dos alunos • Aumentar a percentagem de alunos que concluem o 12º ano no período máximo de quatro anos; • Diminuir o número de abandonos escolares no ensino básico e ENSINO – secundário; APRENDIZAGEM • Aumentar o índice de entrada dos alunos no ensino superior • Promover a diversidade da • Oferecer cursos diversificados que contribuam para o sucesso dos oferta educativa numa alunos com vista à sua integração na vida activa lógica de inclusão • Promover actividades • Alargar os horizontes culturais dos alunos potencializando a culturais, desportivas e interactividade entre os vários intervenientes (departamentos, artísticas que contribuam projectos e clubes, associações de alunos e pais), rentabilizando CULTURA E DESPORTO para a formação global recursos materiais e articulando competências de transversalidade e de dos alunos entre-ajuda; • Criar Clubes que promovam actividades desportivas e a dança. • Projectar a imagem da • Conceber produtos / serviços que permitam a projecção da imagem da escola a nível exterior escola e a promovam, a partir do seu interior, para o exterior. IMAGEM DA • Reforçar o sentido de • Realizar actividades extra-curriculares que reforçam o sentimento de ESCOLA pertença dentro da pertença na comunidade escolar. comunidade escolar 9
  • Escola Secundária Daniel Sampaio Plano TIC 2. Objectivos centrais e específicos por actividadesO presente plano tem como objectivos centrais: Possibilitar a alunos e professores a utilização das TIC nas suas práticas de ensino/aprendizagem, sejam elas centradas nas salas de aula, na escola, entre escolas ou em projectos de âmbito mais alargado; Utilizar, de forma eficaz, sistemas de gestão e informação por parte dos professores que permita melhorar a comunicação institucional; Estabelecer redes de comunicação e fomentar o trabalho colaborativo entre os vários actores do sistema educativo; Melhorar a visibilidade do trabalho da escola e o seu envolvimento na comunidade onde se integra;Para tal, é previsto a realização das seguintes actividades, cujos objectivos específicosestão identificados nos quadros abaixo: Actividade 1: Implementação da ferramenta GATo:> (Gestão de Actividades TIC na Educação)Objectivos Específicos:• Promover uma adequada implementação de projectos de aplicação das TIC à Educação;• Fornecer soluções tecnológicas para o apoio ao funcionamento desses projectos nomeadamente ao nível da planificação de actividades, gestão de recursos e avaliação;• Disponibilizar uma ferramenta de comunicação e trabalho cooperativo para alunos e professores; Actividade 2: Fórum “ESDS Actual”Objectivos Específicos:• Desenvolver o pensamento crítico, utilizando ferramentas TIC para pesquisar, seleccionar, avaliar e (re)utilizar a informação;• Compreender os desafios sociais e culturais das TIC, promovendo atitudes de inclusão, segurança e outras relacionadas com a cidadania;• Participar, através das TIC, em comunidades científicas, redes sociais e de conhecimento que facilitem o desenvolvimento pessoal e profissional, numa perspectiva de aprendizagem ao longo da vida. 10
  • Escola Secundária Daniel Sampaio Plano TIC Actividade 3: Oferta curricular da disciplina de Oficina de InformáticaObjectivos Específicos:• Mobilizar saberes culturais, científicos e tecnológicos para compreender as implicações sociais das TIC, incluindo as éticas e legais, desenvolvendo práticas adequadas e uma atitude crítica face à sua utilização.• Construir conhecimento e desenvolver o pensamento criativo, participando em processos de integração das TIC e produzindo produtos inovadores com as TIC;• Resolver problemas e desenvolver projectos, utilizando as ferramentas e recursos digitais adequados;• Utilizar as TIC, tendo em consideração questões éticas e sociais, promovendo o respeito pelos direitos de autoria, a não discriminação e a desconstrução de estereótipos, a valorização da diversidade, da saúde e da qualidade de vida;• Apoiar o desenvolvimento das crianças, no sentido da construção da sua autonomia e da sua segurança, de uma forma geral, e da utilização das TIC em particular;• Recorrer às TIC para promover a participação dos alunos nas questões relacionadas com a cultura, com o ambiente e com outras temáticas relevantes para as comunidades em que se inserem;• Desenvolver progressivamente competências e proficiência tecnológica.• Utilizar e integrar as TIC nos processos de ensino-aprendizagem das diversas áreas curriculares, planificando, concebendo, desenvolvendo e avaliando actividades que mobilizem as TIC para a criação de contextos de aprendizagem centrados no aluno.• Detectar interesses e necessidades dos alunos apoiando na sua concretização;• Criar condições que permitam o desenvolvimento de Atitudes de Responsabilidade e Autonomia;• Estimular os alunos ao desenvolvimento das potencialidades humanas, sociais e culturais;• Fomentar o desenvolvimento de atitudes e valores que permitam o exercício de uma cidadania plena e responsável. Actividade 4: Implementar a página na plataforma JoomlaObjectivos Específicos:• Transformar a página num meio de divulgar a escola;• Promover a utilização das TIC para optimização dos diferentes processos de gestão na comunidade educativa, seleccionando as ferramentas que permitam um maior grau de consecução dos objectivos e implementando estratégias visando a sua utilização.• Compreender e utilizar as potencialidades das TIC para a (re)organização dos processos de gestão e comunicação da informação em contexto escolar.• Contribuir para a melhoria das relações: Prof./Alunos, Prof./Prof., Prof./EE, Escola/Meio;• Incentivar os professores a divulgarem online os critérios de avaliação e as planificações;• Incentivar os Directores de Turma à publicação do registo de faltas dos alunos online – acesso mediante password;• Diversificar as formas de contacto dos Encarregados de Educação com a escola.• Contribuir para elevar o nível de informação/conhecimentos dos EE sobre: o Currículos/Saídas Profissionais, o Regime de avaliação, o Apoios disponíveis na Escola; 11
  • Escola Secundária Daniel Sampaio Plano TIC Actividade 5: Moodle – Sistema de Gestão de AprendizagemObjectivos Específicos:• Fomentar novos métodos de ensino / aprendizagem com recurso às TIC;• Fomentar a utilização da página como recurso tecnológico ao serviço da escola;• Incentivar a produção de materiais lúdico-didácticos (Tutoriais; Webquest’s; Matérias de outras áreas curriculares / extra-curriculares; clubes e projectos etc…);• Contribuir para uma intervenção pedagógica mais eficaz e coerente por parte de todos os professores;• Fomentar a cooperação e experimentação pedagógica entre os professores das diversas disciplinas;• Desenvolver competências básicas na utilização do Moodle para actividades lectivas (disponibilização de conteúdos, documentos, imagens, vídeos, áudio, animações), realização de tarefas on-line (fóruns de discussão, chat, entrega de trabalhos on-line, testes, inquéritos, glossários, texto em colaboração, etc.) e funcionalidades de avaliação (grelha de classificação de trabalhos).• Implementar novas técnicas pedagógicas, baseadas na utilização das TIC;• Fomentar o trabalho colaborativo. Actividade 6: Criação de manuais electrónicosObjectivos Específicos:• Promover a imagem da escola através da criação de produtos próprios.• Fomentar a utilização da página como recurso tecnológico ao serviço da escola;• Fomentar a cooperação e experimentação pedagógica entre os professores das diversas disciplinas; Actividade 7: “Os nossos parceiros”Objectivos Específicos:• Facilitar a integração do aluno na vida activa;• Fortalecer as relações da comunidade escolar (encarregados de educação, alunos, professores, outros elementos da comunidade educativa da Escola Secundária Daniel Sampaio) e entidades parceiras da escola;• Colaborar com outros intervenientes no processo educativo em tarefas e projectos comuns através de ferramentas colaborativas e das redes de comunicação.• Valorizar o trabalho dos alunos ao longo do ano lectivo; Actividade 8: Iniciativa eTwinningObjectivos Específicos:• Utilizar as TIC, na sua dimensão e potencial comunicacional, assumindo-se como facilitadora da colaboração e trabalho em rede entre comunidades locais e globais, desenvolvendo novas competências e novos conhecimentos.• Melhorar a qualidade das aprendizagens através da comunicação e da colaboração, utilizando meios digitais e plataformas virtuais na comunidade local e entre comunidades; 12
  • Escola Secundária Daniel Sampaio Plano TIC Actividade 9: Criação de e-mails institucionais para professoresObjectivos Específicos:• Promover a utilização das TIC para optimização dos diferentes processos de gestão na comunidade educativa;• Compreender e utilizar as potencialidades das TIC para a (re)organização dos processos de gestão e comunicação da informação em contexto escolar.• Contribuir para a melhoria das relações: Prof./Alunos, Prof./Prof., Prof./EE, Escola/Meio;• Diversificar as formas de contacto dos Encarregados de Educação com a escola. Actividade 10: Utilização de software livreObjectivos Específicos:• Fomentar a utilização de software livre na escola;• Diversificar a utilização de ferramentas informáticas;• Reduzir custos na informatização de salas e outros espaços escolares. 13
  • Escola Secundária Daniel Sampaio Plano TIC 3. Especificação das actividades Actividade 1: Implementação da ferramenta GATo:> (Gestão de Actividades TIC na Educação)Tarefas:• Consulta e marcação de recursos online e em tempo real.Equipa:• Fernando Rebelo• Sérgio FerreiraRecursos/Meios:• Plataforma GATo:>• Página de InternetIndicadores de partida: Não existem.Indicadores previstos (resultados e impacte) de chegada:• Total consulta dos equipamentos disponíveis no Centro de Recursos;• Facilitar o processo de requisição dos equipamentos. Actividade 2: Fórum “ESDS Actual”Tarefas:• Abrir periodicamente (quinzenalmente ou mensalmente) um fórum de discussão actual e contemporâneo a toda a comunidade educativa.Equipa:• Jorge Teixeira• José Afonso• Teresa AntunesRecursos/Meios:• Plataforma Moodle• Página de InternetIndicadores de partida: Não existem.Indicadores previstos (resultados e impacte) de chegada:• Participações na ordem dos 10% do total de membros da comunidade educativa, até Julho de 2008.• Alojamento e discussão de temas abordados e trabalhos realizados, preferencialmente, na Área de Projecto (8º e 12º ano) e Área de Integração (Cursos Profissionais). 14
  • Escola Secundária Daniel Sampaio Plano TIC Actividade 3: Oferta curricular da disciplina de Oficina de InformáticaTarefas:• Promover esta oferta de escola no Ensino Básico;• Criar um currículo próprio da disciplina de acordo com as características da escola, dos seus professores e dos seus alunos;• Promover a interdisciplinariedade e o espirito colaborativo.Equipa:• Jorge Teixeira• Anabela Correia• João LeigoRecursos/Meios:• Plataforma Moodle• Página de Internet• Salas C10 e C11• Professores do Conselho de TurmaIndicadores de partida: Não existem.Indicadores previstos (resultados e impacte) de chegada:• 50% de inscrições do total de turmas do 7.º ano de escolaridade.• Melhoria dos resultados escolares dos alunos, na ordem dos 10%, através da promoção de projectos interdisciplinares. Actividade 4: Implementar a página na plataforma JoomlaTarefas:• Gerir utilizadores;• Criação e disponibilização de modelos de documentação própria;• Tornar a página no principal canal de comunicação organizacional.Equipa:• Jorge Teixeira• Anabela Correia• Rudolfo PereiraRecursos/Meios:• Alojamento Web.Indicadores de partida:• Média de 37445,3 acessos mensais à página da escola.Indicadores previstos (resultados e impacte) de chegada:• Mais e melhor literacia tecnológica de toda a comunidade da escola.• Disponibilizar online todos os formulários e requerimentos oficiais;• Disponibilizar informações internas entre os vários órgãos da escola;• 50% dos departamentos disponibilizarão online os seus critérios de avaliação, planificações e demais actividades. 15
  • Escola Secundária Daniel Sampaio Plano TIC Actividade 5: Moodle – Sistema de Gestão de AprendizagemTarefas:• Trabalhar com aplicações comuns de escritório;• Trabalhar com chats e fóruns em plataformas de aprendizagem;• Realização de webquests;• Trabalhar com Glossários e Wikis em plataformas de aprendizagem;• Realização de mini-testes e trabalhos em plataformas de aprendizagem;• Realização de módulos para quadros interactivos;• Apoiar a produção de materiais educativos em suporte digital.Equipa:• Jorge Teixeira• Anabela Correia• Fátima Delgado• João LeigoRecursos/Meios:• Portáteis• Plataforma Moodle• InternetIndicadores de partida: Não existem.Indicadores previstos (resultados e impacte) de chegada:• Participações na ordem dos 30% do corpo docente da escola. Actividade 6: Criação de manuais electrónicosTarefas:• Apoiar a criação de manuais electrónicos modulares para os cursos profissionais leccionados na escola.Equipa:• Jorge Teixeira• Anabela Correia• Teresa Antunes• João LeigoRecursos/Meios:• Sala C2• Portáteis• Plataforma Moodle• InternetIndicadores de partida: Não existem.Indicadores previstos (resultados e impacte) de chegada:• 10% das disciplinas dos Cursos Profissionais com manuais criados. 16
  • Escola Secundária Daniel Sampaio Plano TIC Actividade 7: “Os nossos parceiros”Tarefas:• Criar um site web para apoio aos estágios dos alunos;• Promover as entidades que colaboram com a escola na disponibilização de locais de estágio;• Promover os trabalhos realizados pelos alunos nos estágios curriculares;• Divulgar o trabalho da escola (e das entidades) na integração dos jovens na vida activa.Equipa:• Jorge Teixeira• Armanda Mendes• Vanda RodriguesRecursos/Meios:• Portáteis• Plataforma Moodle• InternetIndicadores de partida: Não existem.Indicadores previstos (resultados e impacte) de chegada:• Disponibilização de documentação online;• Maior e melhor relacionamento entre a escola e o tecido empresarial local. Actividade 8: Iniciativa eTwinningTarefas:• Participar em parcerias europeias na iniciativa eTwinning.Equipa:• Jorge Teixeira• Maria Chinopa• Lígia LuísRecursos/Meios:• Portáteis• Plataforma Moodle• InternetIndicadores de partida: Não existem.Indicadores previstos (resultados e impacte) de chegada:• 5% do total de alunos envolvidos nos projectos 17
  • Escola Secundária Daniel Sampaio Plano TIC Actividade 9: Criação de e-mails institucionais para professoresTarefas:• Criação de contas de e-mail institucionais para todos os professores da escola;• Fomentar a sua utilização junto dos professores.Equipa:• Anabela Correia• Rodolfo Pereira• Jorge Teixeira• João LeigoRecursos/Meios:• WebServer• InternetIndicadores de partida: 10% do corpo docente utiliza o e-mail institucional.Indicadores previstos (resultados e impacte) de chegada:• 100% do corpo docente com contas individuais de e-mail institucional. Actividade 10: Utilização de software livreTarefas:• Instalação de software livre em várias salas de informática e demais espaços lúdico- pedagógicos da escola;• Fomentar a utilização de software livre.Equipa:• Anabela Correia• Jorge Teixeira• João LeigoRecursos/Meios:• Internet;• Computadores que respeitem os requisitos mínimos.Indicadores de partida: 14 computadores com dual-boot.Indicadores previstos (resultados e impacte) de chegada:• 100% dos equipamentos utilizados para fins pedagógicos com software livre ou devidamente licenciados. 18
  • Escola Secundária Daniel Sampaio Plano TIC 4. Cronograma das actividades 2008 2009 Actividades Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Setembro Outubro Novembro Ferramenta GATo:> Fórum “ESDS Actual”Oferta cur. Oficina Informática Página em Joomla Moodle – Gestão Aprendizagem Manuais electrónicos “Os nossos parceiros” Iniciativa eTwinning Criação de e- mails Utilização de software livre 19
  • Escola Secundária Daniel Sampaio Plano TIC 5. Modelo de acompanhamento e metodologia de avaliaçãoA avaliação do Plano TIC é um dos factores mais importantes pois só se podem avaliaros resultados obtidos e definir novas metas a atingir. No presente ano lectivo osparâmetros de avaliação do Plano TIC são os seguintes: Momentos de avaliação: Avaliação no final do ano lectivo, embora o Plano TIC esteja sempre em constante avaliação por todos os intervenientes que participam na construção do mesmo. Objectos de avaliação: Acções do Plano concretizadas. Resultados obtidos. Critérios e indicadores de avaliação: Número de professores que fizeram formação e/ou foram apoiados. Quantidade e qualidade das medidas do Plano concretizadas. Taxa de utilização dos equipamentos (computadores, projectores de vídeo…) Grau de satisfação dos intervenientes (Comunidade escolar). Instrumentos de avaliação: Aplicação de questionários a alunos e professores. Tratamento e análise das folhas de registo e utilização do material informático (computadores, projector de vídeo, etc.) por professor e por equipamento. Relatório anual.Nota Final: O Plano TIC não é estanque e a sua actualização realiza-se ao longo dotempo. 20