Bauhaus

3,549 views
3,363 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,549
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
8
Actions
Shares
0
Downloads
87
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Bauhaus

  1. 2. Discentes: Ana Cec í lia Fonseca Let í cia Feitosa Lourena Kallahan   Mayara de Paula Reinilson Ferreira Vanylla Rebou ç as UFRN - Universidade Federal do Rio Grande do Norte CCHLA / Departamento de Artes Docente: Angela Dias Cordeiro Disciplina: Introdução ao estudo do Design Tema: Staatliches Bauhaus APRESENTAÇÃO
  2. 3. “ A arquitetura é a meta de toda a atividade criadora. Completá-la e embelezá-la foi, antigamente, a principal tarefa das artes plásticas… Não há diferença fundamental entre o artesão e o artista… Mas todo artista deve necessariamente possuir competência técnica. Aí reside sua verdadeira fonte de inspiração criadora… Formaremos uma escola sem separação de gêneros que criam barreiras entre o artesão e o artista. Conceberemos uma arquitetura nova, a arquitetura do futuro, em que a pintura, a escultura e a arquitetura formarão um só conjunto.” Walter Gropius, 1919.
  3. 4. Antecedentes Hist ó ricos - Arts & Crafts (segunda metade do s é culo XIX) - Deutscher Werkbund (1907) - Fim da 1 ª Guerra mundial - Funda ç ão da Rep ú blica de Weimar
  4. 5. <ul><li>Bauhaus (1919) </li></ul><ul><li>Walter Gropius integrou duas escolas existentes na cidade de Weimar, a Escola de Artes Aplicadas de Weimar e a Escola Superior de Belas Artes do Grão-Ducado, e fundou a Das Staatliches Bauhaus (Casa Estatal de Construção). </li></ul><ul><li>Criação de um novo estilo arquitetônico que refletisse a nova época que se iniciava. </li></ul><ul><li>Segundo Walter Gropius, o objetivo era criar &quot;uma nova guilda de artesãos, sem as distinções de classe que erguem uma barreira de arrogância entre o artista e o artesão&quot;. </li></ul><ul><li>- Residiu em três cidades: Weimar (1919-1926), Dessau (1925-1932), e Berlim (1932-1933). </li></ul>
  5. 6. <ul><li>INFLUÊNCIAS: </li></ul><ul><li>Arts & Crafts </li></ul><ul><li>Expressionismo </li></ul><ul><li>Racionalismo </li></ul><ul><li>Construtivismo </li></ul><ul><li>Modernismo </li></ul><ul><li>PROJETO DE ENSINO: </li></ul><ul><li>Vorkus </li></ul><ul><li>Aprendizado pela pr á tica </li></ul><ul><li>Não ensinavam hist ó ria nos primeiros anos </li></ul><ul><li>Destaque para o desenho industrial e a arquitetura </li></ul>
  6. 7. <ul><li>PRINCIPAIS NOMES: </li></ul><ul><li>- Walter Groupius </li></ul><ul><li>&quot;An á rquico expressionista&quot;. </li></ul><ul><li>- Hannes Meyer </li></ul><ul><li>Sucessor de Gropius. </li></ul><ul><li>Processo de constru ç ão tinha que levar em conta as necessidades humanas. </li></ul><ul><li>Embora fosse arquiteto, foi sobre seu comando que o design industrial ganhou evidência em Bauhaus. </li></ul><ul><li>Obs.: Petersschule - um dos seus principais projetos. Nunca saiu do papel. </li></ul><ul><li>- Mies Vand Der Rohe </li></ul><ul><li>&quot;Menos é mais&quot;. </li></ul><ul><li>Ú ltimo diretor da escola. </li></ul><ul><li>Famoso por usar vidros e a ç o em arranha-c é us. </li></ul><ul><li>Obs.: Criador do Pavilhão Alemão. </li></ul><ul><li>- Marcel Breuer </li></ul><ul><li>Destacou-se pela produ ç ão de mobili á rio. </li></ul><ul><li>Amplo uso de metal. </li></ul><ul><li>Considerado por cr í ticos um dos &quot; ú ltimos verdadeiros arquitetos funcionalistas&quot;. </li></ul><ul><li>Obs.: Criador da cadeira Wassily. </li></ul><ul><li>No fim da carreira foi para os EUA e passou a projetar grandes pr é dio ao lado de Van Der Rohe. </li></ul><ul><li>- Herbert Bayer </li></ul><ul><li>O tip ó grafo. </li></ul><ul><li>Criou um alfabeto s ó com letras min ú sculas e reduzidas à s formas mais simples poss í veis. </li></ul><ul><li>- Paul Klee </li></ul>
  7. 9. Henry van de Velde Walter Gropius
  8. 10. Ao iniciar a Bauhaus, Gropius apoiou-se principalmente em três mestres: o pintor americano Lyonel Feininger, o escultor e gravador alemão Gerhard Marcks e o pintor su íç o Johannes Itten. A eles se juntaram depois artistas da categoria de Oskar Schlemmer, Paul Klee, Wassili Kandinski, L á szl ó Moholy-Nagy e Ludwig Mies van der Rohe. Em 1925, Josef Albers e Marcel Breuer passaram a fazer parte do grupo.
  9. 11. A ESCOLA BAUHAUS E O DESIGN DE PRODUTO <ul><li>Ensinava-se a determinar a forma do objeto primeiramente pela sua fun ç ão e, em seguida, pelas conveniências da produ ç ão mecânica. </li></ul><ul><li>O objetivo seria eliminar as desvantagens da m á quina, sem prejudicar nenhuma de suas vantagens reais. </li></ul>
  10. 12. <ul><li>A cadeira Wassily é do designer Marcel Breuer, que fez parte da primeira gera ç ão de formandos da Bauhaus. Posteriormente, ele se tornou professor da escola. O nome da cadeira faz referência a Wassily Kandinsky, tamb é m professor e artista (a cadeira teria sido elaborada para a sala de estar de Kandinsky). </li></ul><ul><li>É uma pe ç a novadora quanto ao material (tubos de a ç o e lona) e ao desenho.   </li></ul>
  11. 13. A ESCOLA BAUHAUS E O DESIGN GR Á FICO <ul><li>Tipografia </li></ul><ul><li>    Sua importância est á na absoluta clareza... Legibilidade a   comunica ç ão   nunca deve ser prejudicada em fun ç ão de uma prioriza ç ão da est é tica. </li></ul>
  12. 14. Mudan ç a para Dessau <ul><li>Amea ç ada de dissolu ç ão, a escola mudou-se em 1925 para Dessau, onde ficou at é o advento do nazismo. </li></ul><ul><li>As atividades da Bauhaus intensificaram-se em Dessau. </li></ul><ul><li>Em 1928, Gropius passou o cargo de diretor ao su íç o Hannes Meyer. </li></ul><ul><li>Em 1930, Meyer foi substitu í do pelo arquiteto alemão Mies van der Rohe. </li></ul>
  13. 15. Ú ltimos anos <ul><li>Em 1928, Sandor Bortink fundou em Budapest o M ü hely, tamb é m chamado Bauhaus de Budapeste, que existiu at é 1938. </li></ul><ul><li>Em 1932, com a chegada dos nazistas ao poder em Dessau, a Bauhaus se transferiu para Berlim, onde continuou a funcionar at é seu fechamento definitivo em 1933. </li></ul><ul><li>Em 1933, Josef Albers instalou um departamento do tipo Bauhaus no Black Mountain College (Carolina do Norte, Estados Unidos) e depois na Universidade de Harvard. </li></ul><ul><li>Em 1937, Moholy-Nagy criou em Chicago a New Bauhaus, mais tarde incorporada ao MIT (Massachusetts Institute of Technology). </li></ul><ul><li>Em 1950 inaugurou-se em Ulm, na Alemanha, a Hochschule für Gestaltung (Escola Superior da Forma), dirigida por Max Bill, ex-aluno da Bauhaus de Dessau. </li></ul>
  14. 17. Bauhaus nos dias de hoje Os efeitos da Bauhaus encontram-se em quase tudo a nossa volta: na mob í lia, na arquitetura, no teatro e nos projetos at é mesmo dos arranha-c é us.
  15. 19. http://www.pitoresco.com.br/art_data/bauhaus.htm http://acriacao.com/2009/03/04/90-anos-da-staatliches-bauhaus/ http://www.itaucultural.org.br/aplicexternas/enciclopedia_ic/index.cfm?fuseaction=termos_texto&cd_verbete=368 http://artemodernafavufg.blogspot.com/2009/07/escola-bauhaus-e-o-design-de-interiores.html http://artemodernafavufg.blogspot.com/2009/07/design-grafico-na-bauhaus.html http://tipografos.net/bauhaus/klee.html http://www.infoescola.com/arquitetura/racionalista/ http://pt.wikipedia.org/wiki/Bauhaus http://www.mitologica.com.br/joomla/index.php?option=com_content&task=view&id=65 referências:

×