• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Caractersticas dos amplificadores
 

Caractersticas dos amplificadores

on

  • 944 views

 

Statistics

Views

Total Views
944
Views on SlideShare
944
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
41
Comments
1

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

11 of 1 previous next

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Caractersticas dos amplificadores Caractersticas dos amplificadores Presentation Transcript

    • Grupo:Breno Ventorim ComarellaFelipe Cometti de SouzaGabriel Bravim FurlanHenrique Coelho Borges LoboJoão Ricardo Denicolo BragaLucas Magnago Pereira
    • Valvulados, Transistorizados e Operacionais
    • Amplificador de PotenciaPré Amplificador
    •  Os amplificadores são classificados de acordo com método de operação, eficiência, linearidade e capacidade de potência de saída, por exemplo :  Classes A, B, AB, C, D. Amplificador Classe D XM- ZZR3301 Xplod - Sony
    • Pré-amplificador e Amplificador de Potência
    •  É o estágio de um amplificador que recebe o sinal de baixo nível e corrige-o.
    •  É o estágio de um amplificador que eleva o sinal fornecido pelo pré-amplificador a um nível de tensão ou correte e impedância adequados para o seu funcionamento.
    • Transistores
    • As configurações dos Transistores bipolarespodem ser classificadas da seguinte maneira: Base Comum: Ganho em tensão, sem ganho em corrente; Emissor Comum: Ganho em tensão e corrente; Coletor Comum: Ganho em corrente, sem ganho em tensão.
    •  É utilizada para amplificadores que necessitam de uma impedância de entrada baixa.  Ex: Pré Amplificadores de Microfones
    •  Os circuitos emissor comum são utilizados para amplificar sinais de baixa voltagem.  Ex: sinais de rádios fracos captados por uma antena, sinais de áudio ou vídeo.
    •  Sinais em CA que são inseridos na entrada são replicados quase igualmente na saída; O circuito possui um ganho de corrente típico que depende em grande parte do hFE do transistor ; Esta configuração é comumente utilizada nos estágios de saída dos amplificadores Classe B e Classe AB.
    •  Ligação de vários transistores com a finalidade de aumentar o ganho; O ganho (hFE) total do Darlington é a multiplicação dos ganhos individuais de cada um dos transistores; Utilização apenas com médias frequências e médias potências.
    •  O que é? Como é medida?
    • Categoria Faixa de valorProfissional (PA ou Estúdio) 600 ohms a 10 kilo ohmsProfissional automotivo 5 a 50 kilo ohms (Som para carro, especial)Profissional industrial 600 ohms a 10 kilo ohms (Som ambiente)Semi profissional 10 a 100 kilo ohmsDoméstico separado 600 ohms a 100 kilo ohms (Som de audiófilo)
    •  Não é um indicador de qualidade do amplificador São a principal razão de mau funcionamento dos sistemas de áudio
    •  Evitar impedâncias maiores que 10 kΩ A impedância de entrada deve ser sempre maior que a de saída O valor tem que ser maior que o da impedância de saída para que maior parte da potencia seja utilizada na geração do som.
    •  Impedância de saída representa a medida da impedância nos terminais de saída de um aparelho eletrônico (no caso, de um amplificador de áudio) em uma determinada frequência (que normalmente é 1kHz). Seu valor tem que ser menor que o da impedância de entrada para que maior parte da potencia seja utilizada na geração do som.
    • ƒ = 20Hz a20kHz
    •  Em uso convencional, é o que se conecta na saída de um amplificador. Normalmente sua impedância varia entre 4Ω a 16Ω Woofer (20 ~ 3kHz) Mid-range (300 ~ 5kHz) Tweeter (5kHz ~ )
    •  A relação entre a impedância do alto falante e a impedância de saída é denominado fator de amortecimento. Quanto maior for o fator de amortecimento, maior o controle que o campo magnético do alto falante vai ter sobre o cone. Por isso, quanto mais próximo de 0 é a impedância de saída, melhor.
    •  O decibel é uma escala que relaciona grandezas de mesma unidade (adimensional). Sua escala exprime valores de razões logarítmicas decimais. Como a unidade Bel é muito grande, usa-se o decibel. 1B = 10 dB A unidade Bel é homenagem ao engenheiro Alexander Graham Bell
    • A escala é usada para designar o ganho ouatenuação da potência ou tensão e paracorrente não é usual. Abaixo segue exemploda amplificação da potência (Ap, onde Ap =Pout/Pin quando o amplificador está ligado àcarga):
    •  Vale salientar que a fórmula anterior deve ser usada quando Zi = Zo onde há a máxima transferência de potência. Quando as impedâncias não forem iguais, é melhor trabalhar com Av (ganho de tensão), que é dado pela fórmula abaixo:
    •  Se as impedâncias de entrada e saída forem diferentes, a potência calculada pela fórmula apresentada não irá coincidir com a real. Deve-se considerar separadamente o ganho de potência e tensão, visto que variam de forma diferente e um não pode ser obtido diretamente através do outro.
    •  O ganho unitário corresponde a 0dB Quando o ganho de potência dobra, soma-se 3dB. Quando o ganho de potência dobra, o ganho de tensão é multiplicado por 2^(1/2). Quando há amplificadores em cascata, o ganho final é obtido pelo produto dos ganhos intermediários e em decibel, o ganho é obtido pela soma dos ganhos intermediários.
    •  É a quantidade de energia nescessária para o funcionamento do circuito amplificador. É calculada da seguinte forma: Consumo [Watts] = (Ic + Ir) x Vcc Onde: Ic é a corrente do coletor,Ir é a corrente que passa sobre osresistores e Vcc a fonte detensão contínua (V+).
    •  O que calculamos foi o consumo em repouso do amplificador, mas o consumo aumenta de acordo com a corrente alternada que é inserida na entrada do circuito. Esta corrente faz com que oconsumo do amplificadoraumente linearmente, pois Icvariaria na mesma proporção.
    •  Este consumo então é estabelecido pela seguinte relação matemática: O consumo aumenta até que aconteça a saturação do transistor. A partir desse ponto o consumo se torna constante.
    •  Esta energia consumida no amplificador é transformada em calor. Em modelos de alta potência é nescessário um dissipador.
    • • amplificadores de acoplamento capacitivo
    •  As 3 frequências de banda: As médias frequências, no qual o ganho é praticamente constante. As baixas frequências, onde se verifica um decréscimo do ganho. As altas frequências, onde se verifica também um decréscimo do ganho.
    • *wL - frequência limite inferior de corte.*wH – frequência limite superior de corte.
    •  Largura de banda(BW): Faixa onde o ganho é constante. BW= wH - wL como: wH>>>wL BW=wH
    •  O produto Ganho-Largura de Banda (GB):É um fator de mérito dos amplificadores. GB=Am.wH*onde, Am é o ganho, em unidades lineares, do amplificador nas médias frequências.