O Enforcado - Gil Vicente

10,522 views

Published on

Trabalho feito em Língua Portuguesa (9º Ano).

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
10,522
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
85
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

O Enforcado - Gil Vicente

  1. 1. Escola Secundária C/ 3ºCiclo Serafim Leite<br />O Enforcado<br />Auto da Barca do Inferno<br />
  2. 2. Vamos ler…<br />O Enforcado<br />Página 138<br />Personagens<br />Narrador<br />Diabo<br />Enforcado<br />
  3. 3. Resumo<br />O Enforcado<br />Na derradeira parte do auto, aparece-nos um ladrão a quem a Justiça condenou à forca, ainda com o baraço em volta do pescoço, que vem convencido de que irá para o Céu. Quem o persuadiu? Gil Vicente afirma-nos que foi intrujado por Garcia Moniz, Mestre da Balança da Moeda de Lisboa, e provavelmente, superior do poeta de 1513 a 1517. Este teria convencido o ladrão enforcado de que iria para o Paraíso, visto ter-se já purificado dos pecados cometidos no Purgatório do Limoeiro e que poder-se-ia considerar um “santo canonizado” por muito ter sofrido durante toda a sua vida. Contudo, o Enforcado, desiludido pelo Diabo, reconhece finalmente que não tem perdão possível e, tal como já fizera o Judeu, nem sequer vai pedir ao Anjo que o acolha.<br />
  4. 4. Qual o percurso cénico?<br />Cais – Barca do Inferno - Embarque<br />O Enforcado<br />
  5. 5. Qual o símbolo cénico?O que simboliza?<br />O único símbolo cénico, é a corda.<br />Significa o pecado.<br />O Enforcado<br />
  6. 6. Quais os argumentos de acusação? E de defesa?<br />Argumentos de acusação:O enforcado é acusado de ter sido ladrão e de ter sido condenado à morte.<br />Argumentos de defesa:O enforcado usa como defesa o facto de ter sido condenado à morte e enforcado, segundo ele os que morrem assim são livres de Satanás.<br />O Enforcado<br />
  7. 7. Qual a caracterização directa da personagem? E indirecta?<br />Directa: “Bem-Aventurado”<br />Indirecta:Ingénuo, simples, facilmente influenciável pois acredita em tudo o que lhe dizem. Não tem vontade própria.<br />O Enforcado<br />
  8. 8. Quais os tipos de linguagem usados? <br />Diabo: Linguagem Corrente<br />Enforcado: Linguagem Corrente/Popular<br />O Enforcado<br />
  9. 9. Recursos Expressivos<br />O Enforcado<br />Anáfora:<br />“Disse que era o Limoeiro, e ora por ele o salteiro e o pregão vitatório; e que era mui notório…”<br />Ironia:<br />“Venhais embora, enforcado!”;<br />“Entra cá, governarás atá as portas do inferno.”;<br />“Dava-te consolação isso, ou algum esforço”.<br />
  10. 10. O Enforcado<br />Recursos Expressivos (2)<br />Hipérbole:<br />“e com isto mil latins(…)”<br />Comparação:<br />“nem guardião do moesteironom tinha tão santa gente como Afonso Valente, que é agora carcereiro.”<br />Repetição:<br />“Entra, entra no batel (…)”<br />
  11. 11. O que Gil Vicente pretende criticar?<br />Todos os que se matavam;<br />Critica subjacente ao alto-funcionário público (das finanças) que o enganou, pois disse que ele só tinha duas soluções: ir para o paraíso (suicidar-se) ou ir para a prisão (ser preso);<br />A pena de morte.<br />O Enforcado<br />
  12. 12. Fim<br />O Enforcado<br />Trabalho realizado por:<br />Ana Paiva<br />Cristiana Ribeiro <br />Daniela Aguiar<br />João Almeida<br />Disciplina:<br />Língua Portuguesa<br />Professor:<br />António Coelho<br />9ºA<br />

×