Efeitos causados pela tecnologia no trabalho

4,178 views
3,896 views

Published on

Published in: Education
1 Comment
1 Like
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
4,178
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
1
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Efeitos causados pela tecnologia no trabalho

  1. 1. Efeitos causadospela tecnologia notrabalhoÁrea de IntegraçãoFábio Silva & João Almeida
  2. 2. Agrupamento de Escolas de Serafim LeiteCurso Profissional de Comunicação – Marketing, Relações Públicas e Publicidade Ano Letivo: 2012/2013 Disciplina: Área de Integração – 11ºH Professor: João MesquitaEfeitos induzidos pelas novas tecnologias nanatureza e conteúdo do trabalho Fábio Silva | 21117 João Almeida | 19868 Data: 13 de Novembro de 2012
  3. 3. INTRODUÇÃOO trabalho que se segue abrange um conjunto de assuntos relativos a umapesquisa no âmbito do “ Novo Mundo do Trabalho “. Assim, serão abordadosvários componentes da importância desta temática.No final do século XX e início do século XXI, passou por várias transformaçõesnas relações de trabalho. Ficaram mais intensas, principalmente com o avançodas novas tecnologias de informação que trouxe uma nova geração decolaboradores cada vez mais conectados, que executam as suas tarefasremotamente, ou seja, o escritório não é mais um lugar físico, e sim virtual.A introdução de novas tecnologias desencadeou uma série de efeitos sociaisque afetaram os trabalhadores e as organizações. Esses efeitos, os quais sepodem chamar de “impactos sociais”, repercutiram nos processos de trabalho,na qualificação da força de trabalho, nas próprias condições de trabalho, nasaúde do trabalhador e consequentemente nas políticas de ocupação,afetando diretamente a questão do emprego. DESENVOLVIMENTOO uso de novas tecnologias trouxe a diminuição dos operários e uma mudançana organização dos processos de trabalho.Um estudo feito aponta que 80% dos entrevistados afirmam que houveeliminação de postos de trabalho nos sectores industriais equipados com novastecnologias reduzindo a força de trabalho empregada. Apenas 20% dosentrevistados responderam que nas suas indústrias não houve eliminação depostos de trabalhos, mas sim, uma readaptação de trabalhadores nos sectoresprodutivos para se integrarem no processo, visando garantir produtividade.A razão para a eliminação de postos de trabalho, foi que, a modernizaçãotecnológica permitiu reorganizar o trabalho, racionalizando-o e readaptando-oa novas funções produtivas, com fins de manter padrões de qualidade.Existem profissões que a tecnologia não consegue substituir, tais como:carteiros, jardineiros, cabeleireiros, e empregados de balcão.“O trabalho no século XXI adquiriu uma dimensão muito heterogénea. Essasmudanças já vinham se processando desde o final do século XX, a chamadaTerceira Revolução Industrial, a partir da criação da microeletrónica e daentrada da informática no mundo do trabalho. É evidente que esses pontosprovocaram uma mudança não só na forma do trabalho, mas também noconteúdo do trabalho. Então, hoje nós podemos dizer que trabalho não é iguala emprego, como era anteriormente.“ Magda de Almeida in Entrevista do Instituto Humanitas Unisinos
  4. 4. CONCLUSÃOAo realizar este trabalho, obtivemos uma visão do mundo em que estamos.Conseguimos assim, saber sobre o que nos “espera” lá fora.Para a grande maioria da população dos países pobres, o acesso ao ciberespaço e aosbiliões de sítios espalhados é bastante difícil devido ao custo. Com isso, os excluídosnão conseguem conectar-se com os incluídos, os quais têm na navegação pelaInternet o estímulo à criatividade e à descoberta de um oceano de informações quepossibilitará a ampliação dos conhecimentos sobre o planeta.O uso das novas tecnologias tem-se generalizado no âmbito civil, e esse incremento,em vez de ampliar o bem-estar do cidadão e contribuir para o progresso civil donosso tempo, pelo contrário, tem estabilizado o mundo do trabalho e fragmentado osvários segmentos da sociedade civil.

×