Your SlideShare is downloading. ×
Assunto: Mulher Filme: Precious
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Assunto: Mulher Filme: Precious

141

Published on

Centro Universitário Auguto Motta …

Centro Universitário Auguto Motta
Período: 4º
Matéria: Conexões Psicológicas IV
Professor: Marcos Antônio
Assunto: Filme que envolva o tema "MULHER". "Precious" envolve não só o tema mulher, como negra e pobre.

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
141
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Debate sobre o filme“Preciosa - Uma História de Esperança”Componentes: Beatriz SalesGabriela DiasJéssica NascimentoRafael MathiasRayane NascimentoMatéria: Conexões Psi IVProfessor: Marcos AntônioCurso: PsicologiaAno: 2013
  • 2. “A mais longajornada começacom um únicopasso.”
  • 3. “A mãe diz que eu não sei dançar e fala que ninguém quer ver minha bunda gorda.”
  • 4. “Também vou ler pro meu bebê e enfeitar a parede dele. Escuta bebê, a mamãenão é burra, a mamãe vai ler pra você. Escuta.”
  • 5. “-Eu nunca tive um namorado, meu pai me disse que ia se casar comigo, comoele ia fazer isso ? Ia ser contra a lei. Ninguém me ama. O amor não fez nadapor mim. O amor me machucou, me estuprou, me chamou de animal, fez eu mesentir inútil, me deixou doente. –Isso não é amor Preciosa.”
  • 6. “Você é uma vaca burra, não sabe merda nenhuma, ninguém quer você, ninguémprecisa de você. Sai por aí trepando com todo mundo, trepou até com meuhomem, teve dois filhos com ele e um deles é um animal. ”
  • 7. “Papai te ama.” (ato do estupro)
  • 8. “Você roubou meu homem e teve esses bebês de merda, e eu perdi o auxíliofamília porque você não sabe fechar essa boca.”
  • 9. “Minha mãe diz que gay é gente ruim, mas mãe, o que eles fizeram pra você?Não foram os gays que me estupraram. Gays não me deixaram sentada numasala pra não aprender nada, e nem tem gay vendendo crack pro pessoal doHarlem.”
  • 10. “Porque as pessoas que nem me conhecem são mais legais comigo do que minhamãe e meu pai ?”
  • 11. “Escola não ajuda ninguém. Sossega o rabo no seguro desemprego.”
  • 12. “Eu devia ter abortado você sua vagabunda. Você não vale nada. Eu soube nodia que o médico botou você na minha mão. Eu sabia que você não ia prestarpra merda nenhuma.”
  • 13. “Semana passada a dona Rain mandou escrever o que a gente queria ser.Escrevi que queria ser bem magra, com a pele clara e o cabelo cumprido. Elaleu e disse que eu era bonita do jeito que eu sou.”
  • 14. “Faz muita pergunta dona Rain. Queria poder parar de respirar. Só quero ser boamãe.”
  • 15. “A mãe diz que a escola é uma merda, que ninguém aprende nada escrevendono caderno, ela tá errada nisso, por causa que eu to aprendendo.”
  • 16. “Morrer não me preocupa. To nem ai. O que me preocupa é como vou criar ascrianças.”
  • 17. “Eu só queria que ele fizesse amor comigo, ele era o meu homem, aquela merdaera o meu homem, e ele queria a minha filha, por isso eu odiei ela, porque o meuhomem, o cara que devia me amar, que devia só fazer amor comigo estavapegando o meu bebê, ela fez ele ir embora.”
  • 18. “Sempre tem coisa errada nessas provas. Fica parecendo que eu não tenhocérebro. Fica parecendo que eu e minha mãe e minha família toda que a gentesomo idiota; só a gorda feia e preta pra ser jogada fora. As vezes eu queria támorta.”
  • 19. “Tudo é uma dádiva do universo.”
  • 20. “Todo dia eu falo pra mim: uma coisa vai acontecer, tipo, eu vou chegar lá, oualguém vai fazer eu chegar lá. Eu vou ser normal, vou prestar atenção e sentarlá na frente. Um dia.”
  • 21. “Também fui no médico, é legal. A dona Rain ficou besta quando soube que eununca tinha ido ao médico. Nem sei como tive meu primeiro filho no chão dacozinha com minha mãe chutando minha cabeça.”

×