Barreiras inovacao
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Barreiras inovacao

on

  • 1,074 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,074
Views on SlideShare
1,074
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
15
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Barreiras inovacao Presentation Transcript

  • 1. Barreiras para a inovação de produtos em pequenas empresas de base tecnológica no Brasil Autor: Miguel Artur Feldens Trabalho apresentado no 21º Seminário PROFUTURO: “As perspectivas pós-crise para o Brasil na próxima década” 18/03/2011 IBSN: 978-85-99809-02-0 Contato: Programa de Estudos do Futuro/FIA, profuturo@fia.com.br (11)3818-4021 – www.fia.com.br/profuturo
  • 2. Fundação Instituto de AdministraçãoPós-Graduação em AdministraçãoMBA Executivo Internacional Barreiras para a Inovação de Produtos em Pequenas Empresas de Base Tecnológica no Brasil Miguel Artur Feldens Orientador: Emerson Maccari 18 de Março de 2011
  • 3. Sumário1.Introdução & Referencial2.Metodologia & Resultados3.Considerações Finais
  • 4. Introdução• Inovação desenvolvimento econômico (1)• Crescimento do capital empreendedor (2) (3)• Brasil 13o em publicações científicas (4) • Brazil 29o colocado em patentes (5)(1) Schumpeter, J. The theory of economic development.. 1934.(2) Gvcepe. Panorama da indústria brasileira de private equity e venture capital. 2008.(3) Weisz, J. Mecanismos de apoio à inovação tecnológica. 2008.(4) MCT. Relatório de avaliação do Plano Plurianual. 2009.(5) USPTO. Patents by Country, State and Year. 2009.
  • 5. Questão de Pesquisa • “Quais os fatores que dificultam empreendimentos inovadores no Brasil?"
  • 6. Objetivo Geral e Específicos • Identificar as barreiras para o empreendedorismo inovador – Obstáculos para desenvolver e introduzir produtos inovadores – Fatores individuais, relativos aos grupos de indivíduos, sociais, organizacionais, da indústria onde os empreendedores atuam ou técnicos (1) – Práticas (replicáveis) das empresas inovadoras(1) Owens, D. A. The idea conspiracy: exposing the plot against new ideas in your organization. 2010. (Manuscrito do autor, a ser publicado)
  • 7. O que é Inovação “Implementação de um produto, serviço, processo, método de marketing, método organizacional, prática de negócios ou organização do trabalho que seja novo ou significativamente melhorado para a firma… para a indústria ou para o mundo” (OECD. Manual de Oslo, 2005).
  • 8. Conceitos e • Difusão de Inovaçãotemas relacionados (Rogers, 1962) • Grau de Inovação (Christensen, 1997) (Schumpeter, 1934) • Perfis de Empresas Inovadoras: 3M & Google • Mecanismos de fomento (Weisz, 2006) • Panorama de “venture capital” no Brasil (Gvcepe, 2008) • Barreiras para Inovação (Owens, 2010)
  • 9. Sumário1.Introdução & Referencial2.Metodologia & Resultados3.Considerações Finais
  • 10. Metodologia Revisão da Pesquisa Análise de Literatura Qualitativa Resultados• Inovação e temas • Perfil dos • Transcrição relacionados entrevistados • Análises• Estudos • Roteiro das • Principais anteriores entrevistas barreiras • Entrevista piloto • Agrupamento • Demais dos entrevistas (5) entrevistados • Principais barreiras X grupo
  • 11. Perfis dos EntrevistadosEntrevistado PerfilBerthier Ribeiro Netto Diretor da Google / Professor da UFMGCarlo Dapuzzo Sócio do fundo de VC MonasheesGuilherme Ary Plonski Presidente da Amprotec / Professor da USPMarcos Simões Instituto Empreendedor EndeavorMara Abel Sócia da Endeeper / Professora da UFRGSSílvio Meira Cientista Chefe do CESAR / Conselheiro do Porto Digital / Professor da UFPE
  • 12. Barreiras IndividuaisPerspectiva dos Perspectiva dos Investidores &Empreendedores Indutores• Baixa qualidade e • Poucos empreendedores com disponibilidade de pessoal visão de “alto impacto” qualificado e da prestação de • Empreendedores com visão de serviços “dono” e não de sócio• Foco no mercado interno e não • Busca por financiamento, ao na construção de produtos invés de dinheiro e inteligência inovadores em escala global conectados• Dificuldade de traduzir o • Perda de foco devido à visão discurso do produto na voltada para a tecnologia, ao proposição de valor invés do foco no cliente ou problema de negócio
  • 13. Barreiras do GrupoPerspectiva dos Perspectiva dos Investidores &Empreendedores Indutores• Universidade pública tem • Falta de cultura pró-inovação e dificuldade de ver com bons empreendedorismo olhos atividade comercial • Uma pequena minoria dos• Poucos casos de transformação egressos da universidade têm do conhecimento acadêmico- como objetivo empreender (ou científico em empreendimentos trabalhar em uma “start up”) inovadores (i.e. geradores de emprego, renda, exportações, etc.)
  • 14. Barreiras OrganizacionaisPerspectiva dos Perspectiva dos Investidores &Empreendedores Indutores• Muitas indústrias são pouco • Incubados focados na expostas à competição e se resolução de barreiras técnicas, tornam pouco receptivas à com poucos se dedicando à inovação busca da tecnologia mais adequada para o problema, na• Poucas empresas de grande perspectiva do cliente porte enxergam as possibilidade de inovação • A maior parte dos aberta e do licenciamento empreendimentos não possui tecnológico de empreendedores todas as competências de gestão para se tornar grandes• Poucas incubadoras vão além negócios da infra-estrutura e serviços administrativos básicos
  • 15. Barreiras da IndústriaPerspectiva dos Perspectiva dos Investidores &Empreendedores Indutores• Cadeia de valor de VC/PE • Falta de projetos de alto pouco desenvolvida, com impacto poucos investidores dispostos a • Produtos propostos trazem aportar dinheiro em negócios pouca inovação ou são inovadores inovadores regionalmente• Alternativas de saída para o • Investidores de estágio inicial investidor são limitadas, precisam estar preparados para exigindo um ciclo longo de ciclo longo de maturação de investimento negócios • Apoio financeiro com recursos públicos é limitado a algumas e geralmente se focam em P&D
  • 16. Barreiras Sociais (1/2)Perspectiva dos Perspectiva dos Investidores &Empreendedores Indutores• Ambiente altamente • Falta de visão da diversidade burocratizado tira foco da nas 5,5 milhões de empresas inovação, para lidar com no Brasil impossibilita que requisitos legais, fiscais, etc. problemas sejam sistematicamente resolvidos• Inexistência de regimes legais e pelas políticas públicas fiscais específicos para empreendimentos inovadores • Barreiras legais e regulatórias ainda dificultam a formação de novos fundos • Marco legal dificulta uso do poder de compra do estado para produtos inovadores
  • 17. Barreiras Sociais (2/2)Perspectiva dos Perspectiva dos Investidores &Empreendedores Indutores • Legislação limita o universo de empresas que podem obter benefícios fiscais para investimento em inovação • Alto custo de transação dificulta que empresas maiorres invistam em inovação em pequenos fornecedores • Baixa tolerância ao fracasso (cultural e legal) • Regime de insegurança jurídica dificulta entrada de investidores internacionais
  • 18. Barreiras TécnicasPerspectiva dos Perspectiva dos Investidores &Empreendedores Indutores• Um número limitado de • Dificuldade de encontrar universidades forma pessoas pessoas para funções chave com padrão internacional para transformar empreendimentos no portfolio em grandes negócios
  • 19. Sumário1.Introdução & Referencial2.Metodologia & Resultados3.Considerações Finais
  • 20. Conclusões• Inovação e empreendedorismo estão relacionados ao desenvolvimento econômico• Inovação pode ser medida e gerenciada• Descompasso entre a produção científica e o desenvolvimento de produtos inovadores no Brasil
  • 21. Contribuição• Visão abrangente das barreiras para inovação na perspectiva de empreendedores, agentes indutores e investidores• Entendimento das barreiras permite ações concretas para fomentar inovação e mitigar riscos
  • 22. Fundação Instituto de AdministraçãoPós-Graduação em AdministraçãoMBA Executivo Internacional Barreiras para a Inovação de Produtos em Pequenas Empresas de Base Tecnológica no Brasil Miguel Artur Feldens Orientador: Emerson Maccari 18 de Março de 2011
  • 23. Difusão da Inovação (Rogers, 1934) Adotantes Maioria Inovadores Maioria Retardatári- Iniciais Precoce (2,5%) Tardia (34%) os (16%) (13,5%) (34%)• Aceitam • Liderança • Variam no • Céticos e • Forte mais riscos de opinião tempo de resistentes aversão à• Possuem • Exercem adoção à mudanças mudança mais maior • Raramente recursos julgamento são financeiros formadores de opinião
  • 24. 3 M e os “Sete Hábitos dasEmpresas Altamente Inovadoras”• Inovação em todos os níveis• Preservação da cultura, independente dos líderes• Ampla base tecnológica• Comunicação• Objetivos e metas individuais• Quantificar impacto da pesquisa na receita• Pesquisadores devem entender os clientes
  • 25. Nove Princípios da Inovação do Google• Inovação, não perfeição instantânea (lançar e melhorar)• Idéias vêm de toda a parte• Licença para perseguir sonhos (20% projects)• Transformar projetos (fracassados) ao invés de “matá-los”• Compartilhar toda informação possível• Usuários em primeiro lugar• Dados guiam todas as decisões• A criatividade adora restrições• Se você é brilhante, estamos Users contratando
  • 26. Incentivos à Inovação no Brasil Infra-estrutura Normalização Difusão tecnológica Proteção a propriedade intelectual Etc… Subvenção do governo Private Equity “Venture Capital / Private Equity”