A naturalogia   e book grátis
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

A naturalogia e book grátis

on

  • 543 views

A Intenção deste eBook é sugerir uma nova ciência para estudar a lógica da natureza holisticamente.

A Intenção deste eBook é sugerir uma nova ciência para estudar a lógica da natureza holisticamente.

Statistics

Views

Total Views
543
Views on SlideShare
543
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
1
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    A naturalogia   e book grátis A naturalogia e book grátis Document Transcript

    • Jairo AlvesSumário1 Introdução................................................32 Os Pré-requisitos......................................53 Os Fundamentos.......................................64 A Naturalogia...........................................85 As Evidências Principais..........................96 Considerações Finais..............................11 2
    • A aturalogia1 IntroduçãoA humanidade vive atormentada por perguntas tais como: O quesomos nós? O que existe? O que acontece após a morte?Entretanto, as ciências além de não conseguirem respondê-lastambém rejeitam as proposições feitas por outras entidades. Arazão pela qual isto acontece é porque nenhuma destasproposições pode ser testada. Em outras palavras, as ciênciassomente podem considerar como válidas, hipóteses que tenhamsido testadas em conformidade com o método científico, poiscaso contrário, estariam repudiando a lógica através da qual asleis da natureza implementam a realidade.As ciências jamais poderão ignorar as leis da natureza, pois istocorresponderia a renegar a sua própria existência. As ciênciassomente existem graças a lógica que as leis da naturezaimplementam para a construção da realidade. A principal provadisto é que as ciências não fazem outra coisa, senão testarhipóteses relacionais para validar ou não leis naturais. Em razãodisto, as ciências podem ser conceituadas como ferramentaslógicas, cuja finalidade é checar se os fatos estão realmenterelacionados com as causas que lhes são imputadas. 3
    • Jairo AlvesAs ciências ainda não conseguem prover respostas para asgrandes questões que atormentam a humanidade, porquenenhuma delas enxerga a realidade holisticamente. Em outraspalavras, as ciências existentes atuam em subáreascomplementares e por causa disto não conseguem proporcionara visão global da realidade, que as grandes questões humanasrequerem.A Física é única esperança de muita gente, para que algum diaseja possível se esclarecer algumas das grandes questõeshumanas. Ela se fundamenta na certeza de que existe uma únicarealidade física no universo. Entretanto, os próprios físicos jáadmitem, que por este ângulo é praticamente impossível seentender o universo em sua totalidade.Em suma, nenhuma das ciências permite enxergar o universoholisticamente para responder as grandes questões humanas e aspossibilidades alternativas contrariam as leis da natureza. Opróximo tópico apresentará quais são os pré-requisitosindispensáveis, para que uma ciência consiga preencher estalacuna. 4
    • A aturalogia2 Os Pré-requisitosA intenção deste tópico é tentar traçar um perfil que possibilite auma ciência ser vista como holística. Este perfil é composto pelacapacidade desta nova explicar toda a engenharia da natureza epelas seguintes restrições: respeito às ciências, aos fatos e aspercepções coletivas.A engenharia da natureza deve ser desvendada por completo,pois somente assim as grandes questões humanas poderão serrespondidas coerentemente.A integração com as ciências se faz necessária, porque cada umadelas representa um conjunto de leis da natureza, cuja existênciajá foi comprovada e que é complementar aos demais.Os fatos devem ser respeitados, pois qualquer ciência quepretenda ser holística tem a obrigação de se compatibilizar coma realidade.As percepções coletivas também devem ser respeitadas, poiscoincidências muito grandes sempre teem um fundo de verdade. 5
    • Jairo AlvesEm suma, uma ciência com pretensões holísticas deve ser capazde explicar integralmente o mecanismo da natureza. O ponto departida para a realização desta tarefa será apresentado nopróximo tópico.3 Os FundamentosA complementaridade natural e a Teoria Geral dos Sistemasconstituem os fundamentos de qualquer ciência holística pelamesma razão.A complementaridade natural é uma evidência de que todas ascoisas que existem são interdependentes, isto é, de que todas ascoisas fazem parte de corpo imenso que é totalmente integrado.Em outras palavras, a complementaridade natural é uma provade que os fatos naturais podem ser explicados holisticamente.A Teoria Geral dos Sistemas de Karl Ludwig Von Bertalanffytambém é conhecida por ciência das ciências e constitui um dosfundamentos para se explicar a realidade holisticamente, pois ela 6
    • A aturalogiapressupõe que todas as entidades naturais estão completamenteintegradas para formar outras entidades hierarquicamentesuperiores que também são autônomas.Em suma, a certeza de que é necessário se instituir uma novaciência para se explicar holisticamente a natureza, sefundamenta na percepção de que o universo é uma entidadetotalmente estruturada e não caótica, como muitos pensam. Opróximo tópico sugere um nome para esta nova ciência e mostraas razões disto. 7
    • Jairo Alves4 A NaturalogiaO propósito deste tópico é mostrar que o termo “Naturalogia” éperfeito para nomear uma ciência, cujo objetivo seja explicar anatureza holisticamente.O nome “Naturalogia” resulta da aglutinação das palavrasnatureza e lógica, pois a intenção básica de qualquer ciênciaholística é explicar a lógica da natureza.A finalidade da Naturalogia é integrar os fatos sem desrespeitaras leis naturais nem as percepções coletivas, pois esta é a únicamaneira de se apresentar uma visão coerente da engenharia danatureza.A chave para o sucesso da Naturalogia está na seleção corretados fatos que integrarão a estrutura da engenharia natural, poisfatos errados jamais se integrarão e propiciarão uma visãoholística da natureza e do seu funcionamento.Em suma, o termo Naturalogia se adequá para nomear umaciência holística, porque consegue expressar a intenção de sesistematizar todos os fatos, que são importantes para se enxergara lógica da natureza holisticamente. Entretanto, as principais 8
    • A aturalogiaevidências desta adequação serão apresentadas a parte, nopróximo tópico.5 As Evidências PrincipaisO objetivo deste tópico é destacar as principais evidências, deque Naturalogia é o nome mais apropriado para denominar umaciência, cujo objetivo é estudar a natureza holisticamente.A primeira evidência da adequação do termo Naturalogia, residena certeza de que a natureza é a mãe de todas as coisas douniverso e não apenas do planeta Terra. Esta certeza se sustentanos seguintes fatos: a) As leis naturais estão por toda parte e nãoapenas neste planeta. b) O universo é um sistema totalmentefechado, isto é, todas as coisas do universo estão perfeitamenteintegradas entre si. O fato “a” dispensa explicações. O fato “b” éjustificável pela constatação de que tudo na natureza setransforma, porque o universo não dispõe de recursos exteriorese não por que é caótico. Em outras palavras, os fatos provamque a lógica da natureza está em absolutamente tudo. 9
    • Jairo AlvesA segunda evidência da adequação da escolha do termoNaturalogia, está possibilidade de se evitar conflito com asciências. Em outras palavras, O termo Naturalogia é ideal paraabranger simultaneamente a explicação da lógica da naturezaholisticamente e a preservação do conhecimento empírico.Evidente, a condição básica para isto, é que a Naturalogiarespeite as leis da natureza tal como as ciências fazem.Em suma, a relação óbvia da Naturalogia com a natureza e asdemais ciências constitui a principal prova, de que ela é amelhor opção, para designar uma nova ciência, para estudar anatureza holisticamente. 10
    • A aturalogia6 Considerações FinaisPara a Naturalogia a realidade é um origami multidimensionalque compreende do micro ao macrocosmo, cujas figuras sãoconstruídas em conformidade com as leis da natureza.A instituição de uma ciência como a Naturalogia pode contribuirmuito para o desenvolvimento humanístico, pois somente umavisão holística da natureza é capaz de impedir que as crenças, osvalores, os sentimentos e a ignorância atrapalhem a evoluçãocultural que fomenta o mesmo.Em suma, a Naturalogia é a ciência ideal para estudar a lógicada natureza holisticamente, pois a integração lógica dos fatosnaturais e conhecimentos empíricos lhe impõem uma coerênciaque diminui muito a necessidade de realizar testes.A melhor maneira para se julgar a aplicabilidade da Naturalogiaé por meio da análise do funcionamento da natureza e damontagem do universo. “A Teoria do Big Brain” é a única obraonde a Naturalogia foi empregada para isto. Para realizá-laforam necessários mais de 35 anos de estudos. O sucesso destaempreitada se deve aos conhecimentos do autor nas áreas desistemas de processamento de dados e telecomunicações, pois a 11
    • Jairo Alvesbase da engenharia da natureza é lógica e não sobrenatural. Parasaber mais sobre a “Teoria do Big Brain” visite:www.ateoriadobigbrain.blogspot.com “Somente a Verdade Liberta” Jairo Alves www.jairo-alves.blogspot.com http://sites.google.com/site/jairoalvesbigbrain/ 12