Os Salmos de Celebração de Vitórias e de Confiança em Deus (I)

7,084 views
6,781 views

Published on

Estudo 06 - Os Livros Profeticos ( I )

Published in: Spiritual
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
7,084
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,871
Actions
Shares
0
Downloads
106
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Os Salmos de Celebração de Vitórias e de Confiança em Deus (I)

  1. 1. Tema do trimestre Os livros poéticos (I) O livro dos Salmos Estudo 06 Salmos de celebração e confiança em Deus / I Salmos 11,16,27,34,37,62,78
  2. 2. Neste domingo deixamos para traz os salmos de celebração da realeza e messiânicos e passamos à 3ª parte da divisão que estabelemos em nosso plano de estudo: Os salmos de celebração de vitórias e de confiança em Deus
  3. 3. Estes salmos são em número de 14, razão pela qual estaremos lendo um salmo por dia em nossas leituras diárias e procurando nesses dois domingos meditar em 7 deles de cada vez. São os seguintes: 11,16,27,34,37,62,78 e 91,92,95,105,106,112,114
  4. 4. A autoria desses salmos é em sua maioria atribuída a Davi. Talvez não tenhamos na Bíblia outro autor inspirado que haja à maneira do rei-poeta melhor expressado este sentimento. Talvez, também, porque nenhum outro tenha dependido tanto do Senhor, como ele.
  5. 5. Como temos procedido a cada domingo, vamos abrir as Bíblias e com os salmos à frente, leiamos os versículos principais, em cor amarela e comentemos o sentimento que nos traz o texto. Dos 7 salmos para nossa leitura, 6 são de Davi e 1 de Asafe, de onde procuraremos destacar alguns textos em especial.
  6. 6. Salmo 11 (Comentários) Sendo um salmo de Davi os comentaristas atribuem a sua inspiração a algum momento de muita aflição vivida pelo salmista. Davi poderia estar sendo perseguido por Saul, ou mesmo por Absalão, seu filho, e vai refugiar-se em algum lugar para esconder-se da ira inimiga. Para alguns, a citação que faz no texto à presença do Senhor no seu templo, pode ser uma indicação do refúgio que encontrou junto à tenda do Senhor em Nobe, com o sacerdote Aimeleque (1Sa 21.1-9).
  7. 7. Salmo 11 (Leitura dos destaques) 1. No Senhor confio. Como, pois, me dizeis: Foge para o monte, como um pássaro? 2. Pois eis que os ímpios armam o arco, põem a sua flecha na corda, para atirarem, às ocultas, aos retos de coração. 3. Quando os fundamentos são destruídos, que pode fazer o justo? 4. O Senhor está no seu santo templo, o trono do Senhor está nos céus; os seus olhos contemplam, as suas pálpebras provam os filhos dos homens. 5. O Senhor prova o justo e o ímpio; a sua alma odeia ao que ama a violência. 6. Sobre os ímpios fará chover brasas de fogo e enxofre; um vento abrasador será a porção do seu copo. 7. Porque o Senhor é justo; ele ama a justiça; os retos, pois, verão o seu rosto.
  8. 8. Salmo 16 – Comentários Neste salmo, Davi, mais do que nunca vai demonstrar o grau de sua confiança em Deus. Este salmo, talvez cantado (a palavra "mictam" que aparece em algumas versões quer dizer mais ou menos isto), é também destacado por alguns estudiosos como um salmo especial. Ele é identificado numa das traduções bíblicas como "salmo excelentíssimo de Davi". Ele é produto, sem dúvida, de uma vida que enfrentou muitas dificuldades. As expressões aqui colocadas denotam que o autor passou por diversas situações aflitivas e que somente, a bênção do Senhor o teria guardado e protegido, dando-lhe a vitória.
  9. 9. Salmo 16 – Leitura dos destaques 1. Quem, Senhor, habitará na tua tenda? Guarda-me, ó Deus, porque em ti me refugio. 2. Digo ao Senhor: Tu és o meu Senhor; além de ti não tenho outro bem. 3. Quanto aos santos que estão na terra, eles são os ilustres nos quais está todo o meu prazer. 4. Aqueles que escolhem a outros deuses terão as suas dores multiplicadas; eu não oferecerei as suas libações de sangue, nem tomarei os seus nomes nos meus lábios. 5. Tu, Senhor, és a porção da minha herança e do meu cálice; tu és o sustentáculo do meu quinhão. 6. As sortes me caíram em lugares deliciosos; sim, coube-me uma formosa herança.
  10. 10. Salmo 16 – Leitura dos destaques - Continuação 7. Bendigo ao Senhor que me aconselha; até os meus rins me ensinam de noite. 8. Tenho posto o Senhor continuamente diante de mim; porquanto ele está à minha mão direita, não serei abalado. 9. Portanto está alegre o meu coração e se regozija a minha alma; também a minha carne habitará em segurança. 10. Pois não deixarás a minha alma no Seol, nem permitirás que o teu Santo veja corrupção. 11. Tu me farás conhecer a vereda da vida; na tua presença há plenitude de alegria; à tua mão direita há delícias perpetuamente.
  11. 11. Salmo 27 – Comentários Talvez em nenhum outro salmo Davi tenha expressado melhor a sua total e absoluta confiança em Deus do que neste. Em seus 14 versículos ele está repleto de citações maravilhosas sobre a sua segurança e esperança no Senhor Deus de Israel. Sem dúvida, ele só pode ter sido escrito por um coração que enfrentou grandes adversidades, sentiu-se só e abandonado, inteiramente desamparado, até que, por um milagre especial da operação do Espírito Santo de Deus em seu coração, esta vida se viu sendo arrancada da dor e do desespero para o patamar da alegria, do amor e da paz. Uma rápida leitura dos principais eventos que marcaram a vida deste rei, nos faz alcançar um pouco da razão de ser de seus lábios cantarem esta canção.
  12. 12. Salmo 27 – Leitura dos destaques 1. O Senhor é a minha luz e a minha salvação; a quem temerei? O Senhor é a força da minha vida; de quem me recearei? 2. Quando os malvados investiram contra mim, para comerem as minhas carnes, eles, meus adversários e meus inimigos, tropeçaram e caíram. 3. Ainda que um exército se acampe contra mim, o meu coração não temerá; ainda que a guerra se levante contra mim, conservarei a minha confiança. 4. Uma coisa pedi ao Senhor, e a buscarei: que possa morar na casa do Senhor todos os dias da minha vida, para contemplar a formosura do Senhor, e inquirir no seu templo. 5. Pois no dia da adversidade me esconderá no seu pavilhão; no recôndito do seu tabernáculo me esconderá; sobre uma rocha me elevará.
  13. 13. Salmo 27 – Leitura dos destaques - Continuação 6. E agora será exaltada a minha cabeça acima dos meus inimigos que estão ao redor de mim. e no seu tabernáculo oferecerei sacrifícios de júbilo. cantarei, sim, cantarei louvores ao Senhor. 7. Ouve, ó Senhor, a minha voz quando clamo; compadece-te de mim e responde-me. 8. Quando disseste: Buscai o meu rosto; o meu coração te disse a ti: O teu rosto, Senhor, buscarei. 9. Não escondas de mim o teu rosto, não rejeites com ira o teu servo, tu que tens sido a minha ajuda. Não me enjeites nem me desampares, ó Deus da minha salvação. 10. Se meu pai e minha mãe me abandonarem, então o Senhor me acolherá. 11. Ensina-me, ó Senhor, o teu caminho, e guia-me por uma vereda plana, por causa dos que me espreitam.
  14. 14. Salmo 27 – Leitura dos destaques – Continuação 12. Não me entregues à vontade dos meus adversários; pois contra mim se levantaram falsas testemunhas e os que respiram violência. 13. Creio que hei de ver a bondade do Senhor na terra dos viventes. 14. Espera tu pelo Senhor; anima-te, e fortalece o teu coração; espera, pois, pelo Senhor.
  15. 15. Salmo 34 – Comentários Neste salmo Davi vai bendizer ao Senhor pelo muito que tem respondido às suas orações e súplicas, trazendo-lhe a vitória em momentos difíceis. Ele começa louvando a Deus por isso. Vemos neste salmo que o rei-poeta é uma alma grata ao Senhor pelo que tem ele significado em sua vida. Aqui ele vai começar a dizer o "porque" da exaltação que faz ao Senhor. No mesmo propósito, acrescenta então algo de sublime valor para a alma do crente. De cada um dos versículos deste salmo podemos retirar imagens claras sob a segurança e a paz do homem que vive sua vida no temor a Deus e o segue, tecendo o salmista mais uma vez, um verdadeiro perfil do crente.
  16. 16. <ul><li>Salmo 34 – Leitura dos destaques </li></ul><ul><li>Bendirei ao Senhor em todo o tempo; o seu louvor estará continuamente na minha boca. </li></ul><ul><li>2. No Senhor se gloria a minha alma; ouçam-no os mansos e se alegrem. </li></ul><ul><li>3. Engrandecei ao Senhor comigo, e juntos exaltemos o seu nome. </li></ul><ul><li>4. Busquei ao Senhor, e ele me respondeu, e de todos os meus temores me livrou. </li></ul><ul><li>5. Olhai para ele, e sede iluminados; e os vossos rostos jamais serão confundidos. </li></ul><ul><li>6. Clamou este pobre, e o Senhor o ouviu, e o livrou de todas as suas angústias. </li></ul>
  17. 17. Salmo 34 – Leitura dos destaques – Continuação 7. O anjo do Senhor acampa-se ao redor dos que o temem, e os livra. 8. Provai, e vede que o Senhor é bom; bem-aventurado o homem que nele se refugia. 9. Temei ao Senhor, vós, seus santos, porque nada falta aos que o temem. 10. Os leõezinhos necessitam e sofrem fome, mas àqueles que buscam ao Senhor, bem algum lhes faltará. 11. Vinde, filhos, ouvi-me; eu vos ensinarei o temor do Senhor. 12. Quem é o homem que deseja a vida, e quer longos dias para ver o bem? 13. Guarda a tua língua do mal, e os teus lábios de falarem dolosamente. 14. Aparta-te do mal, e faze o bem: busca a paz, e segue-a.
  18. 18. Salmo 34 – Leitura dos destaques - Continuação 15. Os olhos do Senhor estão sobre os justos, e os seus ouvidos atentos ao seu clamor. 16. A face do Senhor está contra os que fazem o mal, para desarraigar da terra a memória deles. 17. Os justos clamam, e o Senhor os ouve, e os livra de todas as suas angústias. 18. Perto está o Senhor dos que têm o coração quebrantado, e salva os contritos de espírito. 19. Muitas são as aflições do justo, mas de todas elas o Senhor o livra. 20. Ele lhe preserva todos os ossos; nem sequer um deles se quebra. 21. A malícia matará o ímpio, e os que odeiam o justo serão condenados. 22. O Senhor resgata a alma dos seus servos, e nenhum dos que nele se refugiam será condenado.
  19. 19. Salmo 37 (Comentários) Este salmo é uma grande lição para o crente. Desde os tempos antigos, a comparação entre a riqueza e o bem- estar muitas vezes desfrutadas pelos ímpios, em contraposição à luta e penúria em que muitas vezes vive uma alma boa e santa, tem servido de empecilho a uma vida cristã mais feliz e satisfeita. Nos tempos de Davi isto já podia ocorrer pelo que o salmista nos traz em 40 versículos, dos quais ressaltaremos alguns, um receituário sobre como enfrentar esta situação: Em vários versículos ele coloca esta situação de comparação entre o viver do crente e do ímpio. Para logo a seguir, começar a incentivar o crente a viver a sua vida santa, independentemente desta comparação lhe parecer injusta e cruel.
  20. 20. Salmo 37 (Leitura dos destaques) 1. Não te enfades por causa dos malfeitores, nem tenhas inveja dos que praticam a iniqüidade. 2. Pois em breve murcharão como a relva, e secarão como a erva verde. 3. Confia no Senhor e faze o bem; assim habitarás na terra, e te alimentarás em segurança. 4. Deleita-te também no Senhor, e ele te concederá o que deseja o teu coração. 5. Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele tudo fará. 6. E ele fará sobressair a tua justiça como a luz, e o teu direito como o meio-dia. 7. Descansa no Senhor, e espera nele; não te enfades por causa daquele que prospera em seu caminho, por causa do homem que executa maus desígnios.
  21. 21. Salmo 37 (Leitura dos destaques) - Continuação 8. Deixa a ira... 9. Porque os malfeitores serão exterminados,mas aqueles que esperam no Senhor herdarão a terra. 10. Pois ainda um pouco, e o ímpio não existirá... 11. Mas os mansos herdarão a terra, e se deleitarão na abundância de paz. 12. O ímpio maquina contra o justo... 13,14,15... 16. Mais vale o pouco que o justo tem, do que as riquezas de muitos ímpios. 17. Pois os braços do ímpio... 18. O Senhor conhece os dias dos íntegros, e a herança deles permanecerá para sempre. 19. Não serão envergonhados no dia do mal, e nos dias da fome se fartarão.
  22. 22. Salmo 37 (Leitura dos destaques) - Continuação 20. Mas os ímpios perecerão... 21. O ímpio toma emprestado... 22. Pois aqueles que são abençoados pelo Senhor herdarão a terra, mas aqueles que são por ele amaldiçoados serão exterminados. 23. Confirmados pelo Senhor são os passos do homem em cujo caminho ele se deleita; 24. ainda que caia, não ficará prostrado, pois o Senhor lhe segura a mão. 25. Fui moço, e agora sou velho; mas nunca vi desamparado o justo, nem a sua descendência a mendigar o pão. 26. Ele é sempre generoso...
  23. 23. Salmo 37 (Leitura dos destaques) – Continuação 27. Aparta-te do mal e faze o bem; e terás morada permanente. 28. Pois o Senhor ama a justiça e não desampara os seus santos. Eles serão preservados para sempre, mas a descendência dos ímpios será exterminada. 29. Os justos herdarão a terra e nela habitarão para sempre. 30. A boca do justo profere sabedoria; a sua língua fala o que é reto. 31. A lei do seu Deus está em seu coração; não resvalarão os seus passos. 32. O ímpio espreita o justo... 33. O Senhor não o deixará nas mãos dele, nem o condenará quando for julgado.
  24. 24. Salmo 37 (Leitura dos destaques) - Continuação 34. Espera no Senhor, e segue o seu caminho, e ele te exaltará para herdares a terra; tu o verás quando os ímpios forem exterminados. 35. Vi um ímpio cheio de prepotência... 36. Mas eu passei, e ele já não era... 37. Nota o homem íntegro, e considera o reto, porque há para o homem de paz um porvir feliz. 38. Quanto aos transgressores... 39. Mas a salvação dos justos vem do Senhor; ele é a sua fortaleza no tempo da angústia. 40. E o Senhor os ajuda e os livra; ele os livra dos ímpios e os salva, porquanto nele se refugiam.
  25. 25. Salmo 62 (Comentários) A expressão deste salmo é inteiramente semelhante a todos os demais que temos lido e procurado conhecer melhor nestas duas semanas: um hino de confiança em Deus e de certeza de vitória, mesmo diante da dificuldade maior que esteja sendo enfrentada pelo crente. No entanto, neste salmo, há um aspecto novo e diferenciado dos demais até aqui vistos por nós. Por duas vezes, Davi, o destaca aqui. Isto ocorre nos versículos 1 e 5. Sim, em todos os demais a expressão pode ser a mesma, mas o salmista a evidencia sempre de uma forma aberta e claramente de clamor, no sentido de que está a falar com Deus, fazendo com que esta sua oração seja por ele ouvida, audivelmente, e que todos os outros circunstantes, saibam também que o rei está a clamar ao Deus de Israel. Aqui ele está a sós com Deus.
  26. 26. Salmo 62 (Leitura dos destaques) 1. Somente em Deus espera silenciosa a minha alma; dele vem a minha salvação. 2. Só ele é a minha rocha e a minha salvação; é ele a minha fortaleza; não serei grandemente abalado. 3. Até quando acometereis um homem, todos vós, para o derrubardes, como a um muro pendido, uma cerca prestes a cair? 4. Eles somente consultam como derrubá-lo... 5. Ó minha alma, espera silenciosa somente em Deus, porque dele vem a minha esperança. 6. Só ele é a minha rocha e a minha salvação; é a minha fortaleza; não serei abalado. 7. Em Deus está a minha salvação e a minha glória; Deus é o meu forte rochedo e o meu refúgio.
  27. 27. Salmo 62 (Leitura dos destaques) - Continuação 8. Confiai nele, ó povo, em todo o tempo; derramai perante ele o vosso coração; Deus é o nosso refúgio. 9. Certamente que os filhos de Adão são vaidade, e os filhos dos homens são desilusão; postos na balança, subiriam; todos juntos são mais leves do que um sopro. 10. Não confieis na opressão, nem vos vanglorieis na rapina; se as vossas riquezas aumentarem, não ponhais nelas o coração. 11. Uma vez falou Deus, duas vezes tenho ouvido isto: que o poder pertence a Deus. 12. A ti também, Senhor, pertence a benignidade; pois retribuis a cada um segundo a sua obra.
  28. 28. Salmo 78 (Comentários) Este salmo é atribuído a Asafe, um dos encarregados do culto no templo do Senhor que deu continuidade à tarefa instituída pelo rei, de criar hinos de confissão e louvor ao Senhor, para a ordem do culto estabelecido na casa de Deus. Foi nomeado por Davi para isto, tornando-se, portanto, o levita que devia reger o coro e os instrumentos por ocasião dos cultos ao Deus de Israel. É ele um dos maiores salmos com seus 72, versículos mas possui 4 divisões claras que podem ser percebidas nitidamente na leitura do texto. É um salmo em que o autor transmite a tristeza pela infidelidade de Israel, confessa os pecados cometidos pelo povo, e aponta para a fidelidade de Deus que, finalmente, sempre ouvia o clamor.
  29. 29. Salmo 78 (Leitura dos destaques) Na primeira parte (1-10) ele exclama o seu lamento pelo povo de Israel que sempre se desviava dos caminhos do Senhor. Não aponta para este ou aquele fato, mas, simplesmente, para a realidade triste de que os filhos de agora, a nação de Davi: “ Escutai o meu ensino… povo meu… Ele instituiu uma lei em Israel… Para que as ensinassem a seus filhos… &quot; não fossem como seus pais, geração contumaz e rebelde, geração de coração instável, cujo espírito não foi fiel para com Deus… Os filhos de Efraim Não guardaram o pacto de Deus e recusaram andar na sua lei.
  30. 30. Salmo 78 (Leitura dos destaques) - Continuação Na segunda parte (11-54) ele vai relatar os inumeráveis eventos em que Deus mostrou a sua misericórdia para com Israel durante o êxodo de volta do Egito e, como, apesar dessas bênçãos visíveis e oportunas eles, &quot;quantas vezes se rebelaram contra o Senhor, e o ofenderam no ermo… Voltaram atrás e tentaram a Deus; e provocaram o santo de Israel… Não se lembraram do seu poder, nem do dia que os remiu do adversário, nem de como operou os seus sinais no Egito… Feriu todo primogênito no Egito… Mas fez sair o seu povo como ovelhas…Guiou-os com segurança… Conduziu-os até a sua fronteira… Contudo, tentaram e provocaram o Deus Altíssimo.&quot;
  31. 31. Salmo 78 (Leitura dos destaques) - Continuação Na terceira parte (55-66) ele apresenta as quedas e fracassos de Israel desde os tempos da conquista da terra até aos tempos dos juízes, mostrando as conseqüências resultantes dos desvios Cometidos pelo povo de Israel: &quot;Contudo, tentaram e provocaram o Deus Altíssimo e não guardaram os seus testemunhos… Desviaram-se como um arco traiçoeiro… Mas tornaram atrás… Deus se indignou… Pelo que desamparou o tabernáculo de Siló… Os seus sacerdotes cairam a espada… Aos seus mancebos o fogo devorou… As suas donzelas não tiveram cântico nupcial…Entregou o seu povo à espada.&quot;
  32. 32. Salmo 78 (Leitura dos destaques) - Continuação E, na quarta e última parte (69-72), ele exalta a fidelidade de Davi, como aquele que trouxe a Israel a volta da presença de Deus, como único Senhor e Salvador: &quot;Escolheu a Davi seu servo e o tirou do aprisco das ovelhas, para apascentar a Israel... Para apascentar a Jacó, seu povo... E a Israel, sua herança... E ele os apascentou segundo a integridade do seu coração, e os guiou com a perícia de suas mãos.&quot;
  33. 33. Nossa oração <ul><li>Que ao final deste estudo possamos </li></ul><ul><li>refletir um pouco sobre a segurança e a confiança que devemos depositar </li></ul><ul><li>em nosso Senhor. </li></ul><ul><li>Que mesmo diante de dificuldades e problemas que estejam nos afrontando, esperemos sempre no Senhor. Ele é o nosso refúgio! </li></ul>

×