Your SlideShare is downloading. ×
O Discipulado Cristão nas Cartas de João
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

O Discipulado Cristão nas Cartas de João

6,710
views

Published on

Estudo 12 - Discipulado Cristão

Estudo 12 - Discipulado Cristão

Published in: Spiritual

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
6,710
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
356
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. O discipulado cristão Estudo 12 O discipulado cristão nas cartas de João Texto bíblico 1Jo 1 a 5, 2Jo e 3Jo Texto áureo: 1Jo 2.6 ” Aquele que diz estar nele,também deve andar como ele andou”.
  • 2. Introdução (I) Na lição de hoje estaremos estudando o texto que podemos reconhecer, como vindo daquele que foi o discípulo por excelência do Senhor Jesus. Sem dúvida, se João era tido como “o discípulo amado” por Cristo, é porque algo o distinguira dos demais.
  • 3. Introdução (II) Esta distinção, talvez tenha sido determinante para que os textos mais belos e contundentes sobre o amor no NT, depois de 1Co 13 de Paulo, tenham sido aqueles que este discípulo vai inserir em seu Evangelho (capítulos 13 a 17) e depois em vários versículos, de suas cartas.
  • 4. Introdução (III) Vamos ver e ler a inspiração que nos traz em seus textos no Evangelho: João 3.16 João 13.1 João 13.34 João 14.23 João 15.9,10 João 15.12,13 João 17.24-26 João 19.26-27
  • 5. Introdução (IV) Segundo o Evangelho de Mateus, João foi chamado por Cristo quando estava com o seu irmão André cuidando dos negócios de seu pai. (Mt 2.21,22) “ E passando mais adiante viu outros dois irmãos, Tiago e João… consertando as redes, e os chamou. Estes, deixando imediatamente o barco e seu pai, seguiram-no .”
  • 6. Introdução (V) Ele era o mais novo discípulo do colégio apostólico. Deveria ter cerca de 20 anos quando foi chamado. Vai ser o mais próximo discípulo de Jesus, e aquele que 60 anos mais tarde será, por sua resistência, levado cativo para a ilha de Patmos, onde escreverá o último livro do NT, o Apocalipse. (Ap 1.10,12) “ Eu, João… fui arrebatado em espírito no dia do Senhor e ouvi por trás de mim uma grande voz, como trombeta… E voltei-me para ver quem falava comigo ”
  • 7. Introdução (VI) Além de escrever o seu Evangelho, talvez nos anos 80, vai pastorear a igreja de Éfeso, segundo relatos posteriores, morrendo no ano 103 d.C. Segundo a tradição, já velho e cansado, era levado à igreja para ministrar, começando suas palavras sempre com a expressão carinhosa “ meus filhinhos”.Por combater o Imperador Domiciano foi exilado na Ilha de Patmos.
  • 8. Introdução (VII) Por sua experiência com Cristo, por sua índole afetiva e por sua vivência cristã longa e profícua, vai escrever suas três cartas onde fala sobre o exercício do discipulado de forma amorosa e cuidadosa, mas também rigorosa para os que se desviam do Evangelho.
  • 9. Introdução (VIII) Embora não se tenha nenhum registro histórico alguns supõem que foi desta ilha calcárea na Grécia que João escreve suas cartas. Para alguns comentaristas suas cartas foram escritas para as igrejas da Ásia, às quais se referira em sua mensagem do Apocalipse, especialmente, Éfeso.
  • 10. 1João, Capítulo 1 Com as Bíblias abertas vamos acompanhar a leitura dos textos, ressaltando os que mais de perto se aplicam ao discipulado cristão. O texto de abertrura é algo magnífico e só poderia ter sido escrito para quem estivera com Cristo:
  • 11. “ O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e as nossas mãos apalparam, a respeito do Verbo da vida… isso vos anunciamos ”. É a revelação do discipulador para os discípulos de maneira mais significativa e próxima (1Jo 1.1-4 ).
  • 12.
    • Depois da abertura magistral
    • ele vai ensinar nos versículos 5 a 7:
    • Deus é luz;
    • E os que são dele devem viver na luz;
    • E nos versículos 8 a 10:
    • Que todos pecamos;
    • Mas, se os confessamos,
    • Deus nos perdoa.
  • 13.
    • 1João, Capítulo 2
    • Neste capítulo ele vai recomendar ao discipulado cristão:
    • A obediência (v.3);
    • A viver o exemplo
    • de Cristo (v.4-6);
    • 3) A andar na luz
    • (v.7-11);
    • 4) A lutar contra o mundo e seus atrativos (v.12-17)
  • 14.
    • Para então abordar os problemas contra os quais devemos estar preparados e prontos para evitar as suas ciladas:
    • Os falsos mestres (v.18,19);
    • O necessário conhecimento cristão (v. 20-25);
    • A permanência em Cristo (v.26-29).
  • 15. 1João, Capítulo 3 Para em seguida nos indicar os aspectos que devemos seguir em nosso viver: 1) A vida em luta contra o pecado (1-9); 2) O antagonismo entre o crente e o homem do mundo (10-13); 3) A vida em amor do crente em Cristo (14-24)
  • 16.
    • 1João, Capítulo 4
    • Os conselhos com respeito aos cuidados da vida cristã:
    • O cuidado com os falsos mestres (1-6);
    • A insistência no amor entre os irmãos em Cristo (7-21).
    • “ E dele temos este mandamento, que quem ama a Deus ame também a seu irmão .”
  • 17. 1João, Capítulo 5 O apóstolo do amor termina então falando sobre 2 ingredientes essenciais na vida do discipulado. 1) A fé em Cristo como o fundamento maior da vida cristã (1-13); 2) E, como resultado da prática desta fé, a eficácia da oração (14-21).
  • 18.
    • 2João, Capítulo 1
    • Na linguagem codificada do Apocalipse, na segunda carta o apóstolo do amor recomenda:
    • A vida em amor fraternal pelo discipulado cristão;
    • E o cuidado com aqueles que procuram desviar a igreja dos caminhos do Senhor.
  • 19.
    • 3João, Capítulo 1
    • O discipulador nos ensina agora sobre o bom e o mau exemplo de discipulador:
    • O bom exemplo de Gaio e Demétrio;
    • O mau exemplo de Diótrefes;
    • O cuidado que devemos ter.
  • 20. Conclusões 1) Como você pode se identificar vivendo na luz? 2) Como você pode evitar cair em pecado? 3) Quando você peca, você confessa? 4) Procura se redimir depois? 5) É possível diante do mundo andar como Jesus andou? 6) O que é permanecer em Cristo? 7) Como discípulo você sente que o amor de Deus tem se aperfeiçoado em seu viver? 8) Como em sua vida se manifeta o amor de Deus? 9) Qual o grau de sua fé? E a sua oração? Ela tem eficácia? 10. Você é mais Gaio do que Diótrefes?