• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Discipulado Cristão na Carta aos Romanos
 

Discipulado Cristão na Carta aos Romanos

on

  • 3,986 views

Estudo 04 - Discipulado Cristão

Estudo 04 - Discipulado Cristão

Statistics

Views

Total Views
3,986
Views on SlideShare
3,986
Embed Views
0

Actions

Likes
2
Downloads
128
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Discipulado Cristão na Carta aos Romanos Discipulado Cristão na Carta aos Romanos Presentation Transcript

    • O discipulado cristão Estudo 04 O discipulado cristão na Carta aos Romanos Texto bíblico: Romanos 15 e 16 Texto áureo: “ Pois a vossa obediência é conhecida de todos. Comprazo-me, portanto, em vós; e quero que sejais sábios para o bem, mas simples para o mal”
    • Introdução (I) Depois de termos visto o discipulado cristão, sob os prismas do que é e significa, suas características e seus exemplos bíblicos nas três primeiras lições, vamos a partir de agora ver o que nos ensinam as cartas às igrejas do NT sobre o discipulado cristão.
    • Introdução (II) Na ordem neotestamentária vamos tirar de cada epístola os conselhos dos apóstolos sobre o melhor exercício do discipulado. Embora escritos há 20 séculos, eles têm muito de atualidade para nós, os discípulos e para as igrejas de nossos tempos.
    • Introdução (III) Na ordem, a primeira carta, é uma das mais marcantes neste mister. Paulo está escrevendo para uma igreja que não conhece, mas os seus conselhos são de sublime oportunidade para os crentes que conhece e para os demais que formavam a igreja em Roma.
    • Introdução (IV) Como em toda carta os versículos finais são de saudação e despedida aos crentes da igreja a que está escrevendo. Isto vai acontecer também aqui aos Romanos, mas o que se lê aqui será de sublime ensino para as igrejas de todos os tempos sobre a convivência discipular.
    • I – A unidade cristã (Rm 15.1-14) Textos em destaque: 1.A necessidade de renúncia por parte de alguns (1-4); 2.A unanimidade cristã como alvo (5-7); 3.Mesmo em meio a diferenças (13); 4.A responsabilidade assim, deve ser mútua, de todos (14).
    • II – Recomendações pessoais e diretas (Rm 16.1-15) 1.Para a vivência no lar do discipulado (1-5); 2.Para o conhecimento melhor de cada um dos discípulos, saben- do seus nomes e seus atributos (6-15); 3.As características pessoais devem ser reconhecidas pelo discipulador.
    • III – Discipulado: cuidados especiais (Rm 16.17-27) 1.Com as influências negativas (17,18); 2. Destaque à qualidade positiva e a sua recompensa (19,20); 3.A interação da cadeia discipular (21-24); 4.A necessidade sempre do momento de louvor com o grupo (25-27)
    • Conclusões 1.Como discípulo você soma ou divide? 2.Você se acha capaz para o exercício que 15.14 nos exorta? 3.E quanto a 16.19 você se inclui ali? 4.Dentre os perfis de Febe, Priscila e Áquila, Maria, Urbano, Apeles, em qual deles você melhor se enquadra?