• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
EBD - LIÇÃO - 9  A PUREZA DO MOVIMENTO PENTECOSTAL
 

EBD - LIÇÃO - 9 A PUREZA DO MOVIMENTO PENTECOSTAL

on

  • 3,779 views

Elaborado por:

Elaborado por:
Ev. Sergio Lens

Statistics

Views

Total Views
3,779
Views on SlideShare
3,733
Embed Views
46

Actions

Likes
3
Downloads
79
Comments
0

2 Embeds 46

http://www.escoladominicalemfoco.blogspot.com 35
http://escoladominicalemfoco.blogspot.com 11

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    EBD - LIÇÃO - 9  A PUREZA DO MOVIMENTO PENTECOSTAL EBD - LIÇÃO - 9 A PUREZA DO MOVIMENTO PENTECOSTAL Presentation Transcript

    • Prof. Sérgio Lenz – fone (47) 9932-6230 ou 9221-4433 E-mail: sergio.joinville@gmail.com BLOG:http://cristianismoequilibrado.blogspot.com MSN: sergiolenz@hotmail.com Lição 9– 29 de Maio de 2011 Igreja Evangélica Assembléia de Deus Penha - SC A Pureza do Movimento Pentecostal
    • Lição 9 29 de Maio de 2011 “ Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da Terra” (At 1:8) A Pureza do Movimento Pentecostal Texto Áureo VERDADE PRÁTICA O Movimento Pentecostal é a maior demonstração de que a Igreja de Cristo não é uma mera organização, mas um organismo vivo.
    • Esboço da Lição: 3 – O VERDADEIRO PENTECOSTALISMO 2 – A TRAJETÓRIA DO PENTECOSTALISMO 1 – AS ORIGENS DO PENTECOSTES CRISTÃO
    • I N T R O D U Ç Ã O
      • O que é mais interessante no Pentecostalismo é que:
      • É bibliocêntrico.
      • Tem uma teologia ortodoxa.
      • Procura viver de acordo com os ensinos de Jesus no Sermão do Monte – fazer o “melhor” ao próximo (não consideremos aqueles que são excessão à regra).
      • E ainda assim sempre sofreu ataques desde que foi inaugurado em Jerusalém. Para piorar, nestes 20 séculos, sempre houveram pessoas e correntes de pensamento que, não somente divergiram da verdade, mas também, semearam confusão e contenda contra àqueles que procuram viver de modo bíblico.
      • Vamos, nessa lição, tentar entender essas coisas…
    • I - AS ORIGENS DO PENTECOSTES CRISTÃO 1.1 – O ponto de partida:
    • I - AS ORIGENS DO PENTECOSTES CRISTÃO 1.2 – Como surgiu o termo pentecostalismo:
        • Era a quarta festa do calendário judeu:
            • O Pentecostes era celebrado cinqüenta dias depois das primícias.
            • As primícias ocorriam no dia 16 de Nisan (primeiro mês) e após 50 dias vinha o Pentecostes, 6 de Sivan (terceiro mês).
            • A festa das primícias consistia em trazer os molhos dos primeiros frutos e movê-los perante o Senhor.
            • No pentecostes eram movidos perante o Senhor dois pães levedados, como primícias e dois cordeiros. Lv 23:15-20
          • As primícias eram um símbolo da ressurreição de Cristo:
          • “ Mas, de fato, Cristo ressuscitou dentre os mortos, sendo Ele as primícias dos que dormem”. I Co 15:20
          • E o principal: Foi durante o Pentecostes que quase 120 pessoas receberam o batismo com o Espírito Santo! (At 1:3; 2:1-13)
    • I - AS ORIGENS DO PENTECOSTES CRISTÃO 1.3 – Do pentecostes judaico ao cristão:
    • II - A TRAJETÓRIA DO PENTECOSTALISMO 2.1 – A promessa da efusão do Espírito Pedro entendeu que a profecia de Joel prometia este dom ou batismo do Espírito a todos os crentes; isto parece claro da conclusão do seu grande sermão (Atos 2:38, 39), onde ele aplica a passagem aos seus ouvintes: "Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para remissão dos vossos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo. Pois para vós outros (para nós também) é a promessa, para vossos filhos, e para todos os que ainda estão longe, isto é, para quantos o Senhor nosso Deus chamar". Esta última sentença é uma afirmação muito clara e impressionante. Quer dizer que a promessa do "dom" ou "batismo" do Espírito é para tantos quantos o Senhor nosso Deus chamar. A promessa de Deus está ligada à vocação de Deus. Todos os que acatam o chamado de Deus herdam a promessa divina. Stott, John R. W. Batismo e Plenitude do Espírito Santo. Ed.Vida Nova, SP. 1988
    • II - A TRAJETÓRIA DO PENTECOSTALISMO 2.2 – O movimento pentecostal tem o testemunho dos séculos
      • Não é um modismo sueco ou americano. É legitimamente bíblico. Senão:
      • Não há como seguir adiante, se não cremos.
      • Não há como alcançar promessas, se elas não nos dizem respeito.
      • Não podemos vislumbrar nenhum tesouro espiritual, se a fé não estiver ativa em nossos corações.
      • Quem não for incrédulo para com as preciosas promessas divina poderá provar um pouquinho do céu aqui na terra.
    • II - A TRAJETÓRIA DO PENTECOSTALISMO 2.3 – O genuíno Pentecostalismo:
    • III - O VERDADEIRO PENTECOSTALISMO 3.1 – Características das igrejas pentecostais:
      • Aceitam a soberania da Bíblia Sagrada.
      • Mantém a pureza da sã doutrina.
      • Acreditam na atualidade do batismo com o Espírito Santo.
      • Cumprem as demandas da Grande Comissão.
      • Tem compromisso com a santidade.
    • III - O VERDADEIRO PENTECOSTALISMO 3.2 – Novos movimentos:
    • III - O VERDADEIRO PENTECOSTALISMO 3.2 – Novos movimentos: Franzen, Edson de Almeida. Repensando a Igreja Evangélica – livro 40. Editora Herr. Ctba. 2003. Apostila Eletronica.
    •  
    • III - O VERDADEIRO PENTECOSTALISMO 3.2 – Novos movimentos: Franzen, Edson de Almeida. Repensando a Igreja Evangélica – livro 40. Editora Herr. Ctba. 2003. Apostila Eletronica.
    • C O N C L U S Ã O Antes de curar o mundo, a Igreja Evangélica é quem deveria ser curada. As “pragas” que se apegaram a sua doutrina bíblica, tem-na tornado mais um estorvo do que uma benção para o mundo. Porém, nem tudo está perdido! Deus sempre conservou um número perfeito de crentes fiéis, que jamais perdeu a chama do verdadeiro pentecostalismo. Neste centenário das Assembléias de Deus no Brasil, preservemos e vivamos com intensidade o avivamento que nos legaram Daniel Berg e Gunnar Vingren.