Your SlideShare is downloading. ×
Planejamento de física 2° ano   1° bimestre 2012
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Planejamento de física 2° ano 1° bimestre 2012

7,282
views

Published on

FÍSICA DO 2° ANO - CALORIMETRIA.

FÍSICA DO 2° ANO - CALORIMETRIA.

Published in: Education

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
7,282
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
151
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DIRETORIA REGIONAL DE ENSINO DE GURUPI PLANO DE AULA BIMESTRALEscola: Estadual Elesbão LimaEndereço: Av. São João Nº 361 Centro - CEP: 77485-000Telefone: 3358-1184Disciplina: Física Professor: José Antônio PereiraSérie: 2ª Turmas: 2° ano 01 e 02Bimestre: 1º Periodicidade: 24/01 à 25/04/2011 Nº. de aulas: 30 aulasCompetência: • Compreender as ciências naturais e as tecnologias a elas associadas como construções humanas, percebendo seus papéis nos processos de produção e no desenvolvimento econômico e social da humanidade. • Apropriar-se de conhecimentos da física para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-tecnológicas.JUSTIFICATIVA: A Física é uma disciplina pura e aplicada, na qual está presente em nosso cotidiano, ou seja, faz parte de nossa vida, de forma clara, transparente, evidente mostrando sua faceequacional e dedutiva. A Física pode ser mostrada de duas formas, o que chamamos de Física Teórica (explicação dos fenômenos através de algoritmos matemáticos, tabelas e gráficos) e aFísica Experimental (explicação do fenômeno físico através da parte prática). A Física deve contribuir para a formação de sua cultura científica efetiva que permita ao individuo a interpretação defatos, fenômenos e processos naturais, que possam ser elaborados através de modelos, onde estes podem ser construídos a partir da necessidade explicativa de evidencias, em relação diretacom os fenômenos macroscópicos que se quer explicar. Cronograma de Aulas Nº Recursos Aulas Conteúdo Objetivo Habilidades Procedimentos metodológicos Didáticos Explanação do assunto, demostrando Diferenciar e conceituar calor e Será colocado um dos objetivos da aula no quadro e Livro didático, Noções de que a temperatura é, a grandeza temperatura, entendendo o calor como que o mesmo poderá permanecer até o final da Lista de temperatura, o calor física mais presente em nosso uma das formas de energia, o que é mesma, pois, desta forma o aluno familiarizar-se-á na vida e no cotidiano. fundamental para a compreensão do melhor aos conteúdos abordados. exercícios, ambiente quadro teórico da termodinâmica. Quadro branco Em seguida os alunos serão organizados em sala A importância do equilíbrio térmico de aula para as apresentações em slides no data e piloto, 30 no termômetro. Entender o funcionamento de show com o uso do dispositivo Power Point sobre a Materiais termômetros de diferentes modelos e introdução a Calorimetria, estreitamente ao calor e Demonstrar a diferença entre em diferentes escalas. temperatura, abordando a diferença entre elas. recicláveis e Transferência e temperatura e calor. de baixo custo fontes de calor Depois de assistido as apresentações em slides, A importância da dilatações para as Verificar e explicar a dilatação térmica. seguem as discussões sobre as temáticas citadas para a construções. A diferença entre calor com auxílio de livros, revistas, jornais, pesquisa na
  • 2. latente e calor sensível. Noções de temperatura, o calor na vida internet e criação de seus dados em tabelas e realização de e no ambiente Transferência e fontes gráficos sobre a amostra de uma população na área experimentos. de calor da Estatística e Distributiva Descritiva. TV, pendriver Os alunos serão divididos em grupos para a e notebook, resolução de algumas atividades complementares * (elaboradas pelo professor) e desenvolvimento de Cds e Dvds, experimentos práticos, como por exemplo, Vídeos, Slides determinar a quantidade de calor sensível e calor latente dispondo de água e alguns metais. Termômetros, Calorímetro, Não terminado em sala de aula, ficarão como atividades para casa, o relatório das atividades alguns metais, práticas realizadas seguindo a ABNT (Associação como por, Brasileira de Normas e Técnicas) lembrando que na próxima aula as mesmas serão cobradas e exemplo, ferro corrigidas, procurando assim sanar as dificuldades. e cobre. Poderá ser construído com os alunos mapas Laboratório de conceituais e esquemas com as principais palavras Informática. da aula apresentada, procurando assim revisar os conteúdos trabalhados para melhor fixação do processo de ensino-aprendizagem. Aplicação e Resolução de atividades, fixação, propostas, complementares e on-line com o objetivo de Mostrar à física como uma construção humana, uma ciência que procura descrever e controlar a natureza.
  • 3. Avaliação: Os alunos serão avaliados da seguinte maneira: avaliação conceitual (formativa): prova bimestral com questões objetivas e subjetivas com valor de 6,0 pontos;avaliação procedimental: através de 02 trabalhos escritos, com valor de 1,0 ponto cada um, totalizando 2,0 pontos e avaliação atitudinal: através da observação das atitudes eparticipação de cada aluno durante as atividades desenvolvidas em sala de aula e extraclasse, com pontuação de 2,0 pontos.Bibliografia: • Máximo, Antonio e Alvarenga, Beatriz. Física. S. Paulo: Scipione, 2008. vol. 2. • Bonjorno, José Augusto et al. Física História & cotidiano. S. Paulo: F.T.D.VOL. único • Física – Ferraro, Nicolau G. e Soares, Paulo A. T.; Ed. Atual, Volume Único. • PENTEADO, P. C. M; TORRES, C. M. A Física – Ciência e Tecnologia. V.2. São Paulo: Moderna, 2005. • KAZUITO; FUKE; CARLOS. Os alicerces da Física. V.2. São Paulo: Ed. Saraiva, 2007. • Gaspar, Alberto. Física 2; Mecânica. São Paulo, SP, Ed. Ática, 2000. • GREF: Grupo de Reelaboração do Ensino de Física. Física 2; Mecânica. São Paulo, SP, EDUSP, 1990. • Máximo, Antônio, Alvarenga, Beatriz. Curso de Física: Volume II. São Paulo, SP, Editora Scipione, 2000. • Paraná, D.N.S. Física: Mecânica II. São Paulo, SP, ed. Ática, 2000. • Talavara, A.C., Pozzani, L. Física: Mecânica II. São Paulo, SP, Nova Geração, 2002. • Física / vários autores. – Curitiba: SEED – PR, 2006. Dueré – TO, 27 de fevereiro de 2012. __________________________ ________ __________________________________ José Antônio Pereira Professor de Física Coordenador (a) Pedagógico(a)