Your SlideShare is downloading. ×

Palestra sobre impactos ambientais urbanos

16,196

Published on

Published in: Technology, Business
4 Comments
6 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
16,196
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
712
Comments
4
Likes
6
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide
  •    Poluição do Solo O solo é um corpo vivo, de grande complexidade e muito dinâmico. Tem como componentes principais a fase sólida (matéria mineral e matéria orgânica), e a água e o ar na designada componente "não sólida". O solo DEVE ser encarado como uma interface entre o ar e a água (entre a atmosfera e a hidrosfera), sendo imprescindível à produção de biomassa. Assim, o solo não é inerte, o mero local onde assentamos os pés, o simples suporte para habitações e outras infra-estruturas indispensáveis ao Homem, o seu "caixote do lixo"!. Sempre que lhe adicionamos qualquer substância estranha, estamos a poluir o solo e, direta ou indiretamente, a água e o ar.
  • Quando esse tipo de esgoto não recebe tratamento, ele segue para os rios, deteriorando a qualidade da água que abastece a população e destruindo a vida aquática. Isso aconteceu em rios como o Tietê (São Paulo), Capibaribe (Recife), Reno (Alemanha) e Tâmisa (Londres)
  • processo no qual os gases tóxicos retornam à terra sob forma de chuva, causando danos à cidade. A chuva danifica a vegetação e corrói monumentos históricos. processo no qual os gases tóxicos retornam à terra sob forma de chuva, causando danos à cidade. A chuva danifica a vegetação e corrói monumentos históricos.
  • Transcript

    • 1. IMPACTOS AMBIENTAIS URBANOS “ A educação deve formar gente capaz de situar corretamente no mundo e de influir para que se aperfeiçoe a sociedade humana como um todo” ( Milton Santos) Leila Márcia José Antônio DRE- Gurupi-TO
    • 2. É a alteração no meio ou em algum de seus componentes por determinada ação ou atividade. O QUE É IMPACTO AMBIENTAL?
    • 3.
      • Visão predominante da Natureza como fonte de recursos para geração de riquezas e atendimento de necessidades antrópicas, provocou graves impactos ambientais.
      • Cidadão transformado apenas em consumidor e usuário.
    • 4.
      • A cidade pode ser considerada um ecossistema que integra a sociedade e o Meio Ambiente.
      • Para que sobreviva em boas condições, é necessário que exista uma boa relação entre a comunidade urbana e o meio em que ela vive
    • 5.
      • É todo resíduo sólido proveniente de atividades humanas ou mesmo de processos naturais (poeira, folhas e ramos mortos, cadáveres de animais).
      LIXO
    • 6.
      • O lixo indevidamente administrado provoca mau cheiro, fornece a proliferação de animais nocivos e transmissores de doenças (ratos, formigas, moscas e mosquitos), polui, pelo chorume, o solo e o lençol d´água subterrâneo e também o ar, uma vez que é prática comum a queima do lixo em ruas, lotes baldios e lixões.
      PROBLEMAS COM LIXO
    • 7. TIPOS DE LIXO
    • 8.
      • O lixo urbano é um dos maiores problemas ambientais da atualidade, pois os moldes de consumo adotados pela maioria das sociedades modernas provocam o aumento contínuo e exagerado na quantidade de lixo produzido.
      O LIXO URBANO
    • 9.
      • Também chamado de lixo domiciliar ou residencial, é produzido pelas pessoas em suas casas. Constituído principalmente de restos de alimentos, embalagens plásticas, papéis em geral, plásticos, entre outros.
      LIXO DOMÉSTICO
    • 10.
      • Gerado pelo setor terciário (comércio em geral).é composto principalmente por papéis, papelões e plásticos.
      LIXO COMERCIAL
    • 11.
      • Original das atividades do setor secundário (indústrias), pode conter restos de alimentos, madeiras, tecidos, couros, metais, produtos químicos e outros.
      LIXO INDUSTRIAL
    • 12.
      • Proveniente de hospitais, farmácias, postos de saúde e casas veterinárias. Composto por seringas, vidros de remédios, algodão, gaze, órgãos humanos, etc. Este tipo de lixo é muito perigoso e deve ter um tratamento diferenciado, desde a coleta até a sua deposição final.
      LIXO HOSPITALAR
    • 13.
      • Decorrentes de atividades que envolvem produtos radioativos, entre outros.
      LIXO NUCLEAR
    • 14. TEMPO DE DECOMPOSIÇÃO
    • 15. JORNAIS: 2 SEMANAS PNEUS- INDETERMINDADO EMBALAGENS DE PAPEL – 1 A 4 MESES
    • 16. GUARDANAPOS DE PAPEL três meses CHICLETES    cinco anos PONTAS DE CIGARRO  dois anos
    • 17. Sacos e copos plásticos   200 a 450 anos Pilhas   100 a 500 anos Latas de alumínio  100 a 500 anos
    • 18.
      • É a atividade de transformar materiais já usados em novos produtos que podem ser comercializados. Exemplo : papéis velhos retornam às indústrias e são transformados em novas folhas.
      RECICLAGEM
    • 19.  
    • 20.
      • É separar o lixo para que seja enviado para reciclagem. Significa não misturar materiais recicláveis com o restante do lixo. Ela pode ser feita por um cidadão sozinho ou organizada em comunidades : condomínios, empresas, escolas, clubes, cidades, etc.
      COLETA SELETIVA
    • 21.
      • Menor redução de florestas nativas.
      • Reduz a extração dos recursos naturais.
      • Diminui a poluição do solo, da água e do ar.
      • Economiza energia e água.
      • Possibilita a reciclagem de materiais que iriam para o lixo.
      • Conserva o solo.
      • Diminui o lixo nos aterros e lixões.
      • Prolonga a vida útil dos aterros sanitários.
      • Diminui os custos da produção, com o aproveitamento de recicláveis pelas indústrias.
      • Diminui o desperdício.
      • Melhora a limpeza e higiene da cidade.
      • Previne enchentes.
      • Diminui os gastos com a limpeza urbana.
      • Cria oportunidade de fortalecer cooperativas.
      • Gera emprego e renda pela comercialização dos recicláveis.
      ALGUNS BENEFÍCIOS DA COLETA SELETIVA
    • 22.
      • O principal poluente do solo é o LIXO sobretudo os resíduos sólidos, como metal e plástico, e os produtos tóxicos, como pesticidas e fertilizantes.
      • A incineração do lixo ou sua deposição em aterros também gera poluição. O primeiro polui o ar e o segundo produz substâncias tóxicas que contaminam a água e o solo.
      POLUIÇÃO DO SOLO
    • 23.  
    • 24.
      • A erosão é um processo que faz com que as partículas do solo sejam desprendidas e transportadas pela água, vento ou pelas atividades do homem.
      EROSÃO URBANA
    • 25.
      • Muitas ações devidas ao homem apressam o processo de erosão, como por exemplo:
      • - O desmatamento (desflorestação) desprotege o solo da chuva;
      • a construção de favelas em encostas que, além de desflorestar, provocam a erosão acelerada devido ao declive do terreno;
      • As técnicas agrícolas inadequadas, quando se promovem desflorestações extensivas para dar lugar a áreas plantadas;
      • - A ocupação do solo, impedindo grandes áreas de terrenos de cumprirem o seu papel de absorvedor de águas e aumentando, com isso, a potencialidade do transporte de materiais, devido ao escoamento superficial.
      FATORES QUE CONTRIBUEM PARA A EROSÃO
    • 26. VOÇOROCA URBANA
    • 27.
      • As grandes vítimas da poluição são os cursos d'água que cruzam os centros urbanos. A situação piora em locais onde o saneamento básico é precário e o tratamento dos lixos industriais não é adequado.
      POLUIÇÃO DAS ÁGUAS
    • 28.  
    • 29.  
    • 30.
      • Geralmente ocasionadas por aterros de áreas de drenagens para expansão urbana, por canalização de córregos no interior das cidades, por entupimentos de bueiros causados pelo ácumulo de lixo .
      ENCHENTES
    • 31. A cidade pode ser considerada um ecossistema que integra a sociedade e o ambiente. Para que sobreviva em boas condições é necessário que exista uma boa relação entre a comunidade urbana e o meio em que ela vive. Fonte: www.dummocrats.com/ images/x/album02/stbernard.jpg Fonte: news.nationalgeographic.com/.../ katrina27.jpg
    • 32.
      • Os principais vilões da Poluição Atmosférica são as indústrias e os veículos que liberam gases poluentes. Além de piorar a qualidade do ar, pode causar o Efeito estufa o Aquecimento Global do planeta, Chuva Ácida e Destruição da Camada de Ozônio .
      POLUIÇÃO DO AR
    • 33.
      • O aquecimento global é um fenômeno climático de larga extensão.
      • É um aumento da temperatura média superficial global, isto é, o agravamento do efeito de estufa, que vem acontecendo nos últimos 150 anos.
      EFEITO ESTUFA
    • 34.
      • O efeito de estufa consiste na absorção de radiação solar durante o dia, e a libertação de calor durante a noite.
      EFEITO ESTUFA
    • 35.  
    • 36.
      • As principais conseqüências seriam a alteração das paisagens vegetais, que caracterizam as diferentes regiões terrestres, e o derretimento das massas de gelo, provocando a elevação do nível do mar e o desaparecimento de inúmeras cidades e regiões litorâneas. As principais conseqüências seriam a alteração das paisagens vegetais, que caracterizam as diferentes regiões terrestres, e o derretimento das massas de gelo, provocando a elevação do nível do mar e o desaparecimento de inúmeras cidades e regiões litorâneas.
      CONSEQUÊNCIAS DO EFEITO ESTUFA
    • 37.
      • Ao longo dos últimos 25 anos, tem-se verificado um enfraquecimento progressivo nesta camada, o que está a por em risco a vida no Planeta.
      • O enfraquecimento da camada de ozônio deve-se a dois principais fatores:
        • Os CFC’s (clorofluorcarbonetos), composto altamente poluente presente em vários produtos
        • O brometo de metilo proveniente da fumigação dos solos na agricultura e da queima da biomassa.
      ENFRAQUECIMENTO DA CAMADA DE OZÔNIO
    • 38. O enfraquecimento da camada
      • Ao longo dos últimos 25 anos, tem-se verificado um enfraquecimento progressivo nesta camada, o que está a por em risco a vida no Planeta.
    • 39.
      • O enfraquecimento da camada de ozônio deve-se a dois principais fatores:
        • Os CFC’s (clorofluorcarbonetos), composto altamente poluente presente em vários produtos como gás de refrigaração, aerossóis, etc.
        • O brometo de metila proveniente da fumigação dos solos na agricultura e da queima da biomassa.
      CAUSAS DESSE ENFRAQUECIMENTO
    • 40.  
    • 41.
      • A Chuva ácida é caracterizada por um pH abaixo de 4,5. É causada pelo enxofre proveniente das impurezas da queima dos combustíveis fósseis e pelo nitrogênio do ar, que se combinam com o oxigênio para formar dióxido de enxofre e dióxido de nitrogênio . Estes se difundem pela atmosfera e reagem com a água para formar ácido sulfúrico e ácido nítrico , que são solúveis em água. As principais consequências são: Deterioração das estruturas físicas dos prédios, monumentos e automóveis; contaminação dos solos; danos a biodiversidade.
      CHUVA ÁCIDA
    • 42.  
    • 43. DETERIORAÇÃO DE MONUMENTOS ( Câncer de Pedra ) E DANOS À SAÚDE
    • 44.  
    • 45. ILHAS DE CALOR
    • 46.  
    • 47. TORONTO
    • 48. INVERSÃO TÉRMICA
    • 49. CAUSAS CHEGADA DE UMA MASSA DE AR FRIA RESFRIAMENTO, DURANTE A NOITE E MADRUGADA, DAS GRANDES CIDADES. CONSEQUÊNCIAS BAIXAS TEMPERATURAS AUMENTO DAS DOENÇAS RESPIRATÓRIAS
    • 50. INVERSÃO TÉRMICA
    • 51.  

    ×