Your SlideShare is downloading. ×
Tnc ApresentaçãO Port#1
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Tnc ApresentaçãO Port#1

755
views

Published on

A influência da Governança e da Estratégia Socioambiental no Valor de Mercado das Copanhias

A influência da Governança e da Estratégia Socioambiental no Valor de Mercado das Copanhias


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
755
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
12
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Estratégia Corporativa: A influência do Nível da Governança e da Estratégia Socioambiental no Valor de Mercado das Companhias Apresentação ao Conselho Consultivo The Nature Conservancy Brasil São Paulo, 05/05/2010 Jose Antonio Chaves Professor Convidado do Núcleo de Sustentabilidade e Responsabilidade Corporativa da Fundacão Dom Cabral Doutorando em "Corporate Sustainability Finance" - Business School Lausanne, Switzerland Presidente da Câmara de Sustentabilidade e Responsabilidade Corporativa do Conselho Regional de Administração de Minas Gerais I n st i t u t i o n a l S u p p o r t i n g
  • 2. Evidências Empíricas de que estratégias socioambientais podem influenciar o valor de mercado das Companias E1SGI DJI 2003 2004 2005 2006 2007 D o w J o ne s S us t a i na b i l i t y E ur o p e C o m p o s i t e Ind e x v e r sus D o w J o ne s Ind us t r i a l A ve r a g e Ind e x S o ur c e : Y a ho o ! F i na nc e
  • 3. Objetivo da pesquisa Nivel de Governança Socioambiental Alto S&P 500 Baixo Baixo Alto Va l o r i z a ç ã o d a s A ç õ e s d a s C o m p a n h i a s
  • 4. Industrias a serem pesquisadas Base: 20 maiores Companhias por Valor de Mercado, em cada Industria Selecionadas dentro do primeiro quartil aquelas de maior valorização % nos últimos 5 anos
  • 5. Industria Siderurgia e Metalurgia L í d e r e s Va l o r i z a ç ã o d a s A ç õ e s ( % ) Gerdau Posco Mechel Simec S&P 500 So u r c e : F r e e S t o c k C h a r t s . c o m i n t e r a c t i v e p l a t f o r m
  • 6. Industria da Mineração L í d e r e s Va l o r i z a ç ã o d a s A ç õ e s ( % ) Vale Southern Cameco Alum China S&P 500 So u r c e : F r e e S t o c k C h a r t s . c o m i n t e r a c t i v e p l a t f o r m
  • 7. Industria de Energia Elétrica L í d e r e s Va l o r i z a ç ã o d a s A ç õ e s ( % ) CPFL Eletricidad Enersis Sempra S&P 500 So u r c e : F r e e S t o c k C h a r t s . c o m i n t e r a c t i v e p l a t f o r m
  • 8. Industria de Petróleo e Gás L í d e r e s Va l o r i z a ç ã o d a s A ç õ e s ( % ) Petrobras Hess Suncor China P&C PetroChina S&P 500 So u r c e : F r e e S t o c k C h a r t s . c o m i n t e r a c t i v e p l a t f o r m
  • 9. Primeiras descobertas Consolidação de pesquisas existentes com credibilidade
  • 10. Consolidação das principais descobertas das pesquisas Algumas Companhias ainda não entendem o que significa sustentabilidade Fazer a sustentabilidade funcionar na prática é o maior desafio dos dirigentes Comunicação semiótica usada para confundir o significado de sustentabilidade Gap visível entre Estratégia de Sustentabilidade (quando existe) e sua Execução Administradores em todos os níveis não compreendem: A correlação entre sustentabilidade e performance financeira Como rastrear a geração de valor da estratégia de sustentabilidade ao nível em que é criada Como a estratégia de sustentabilidade pode ser convertida em valor para o Acionista Como medir o retorno financeiro baseado na estratégia de sustentabilidade
  • 11. Descobertas provenientes da Aplicação de Análise Morfológica Sob a perspectiva interna Sob a perspectiva externa
  • 12. Conhecendo uma Companhia Sustentável OLHANDO DE DENTRO Administradores em todos os níveis consideram sustentabilidade como parte do seu trabalho; A Estratégia Corporativa prioriza objetivos de sustentabilidade; Objetivos de Sustentabilidade são detalhados, quantificados e monitorados; Performance financeira á atrelada a performance em sustentabilidade; Compensação de Executivos depende a performance em sustentabilidade; Novas terminologias internas: transparência; contabilidade ambiental; pegada da água; pegada de carbono; engajamento de acionistas, etc. Parcerias com Stakeholders na cadeia de valor são usuais; Novos produtos são originados de iniciativas ambientais e sociais.
  • 13. Conhecendo uma Companhia Sustentável OLHANDO DE FORA Se destaca pela transparência nas informações socioambientais; Evolui do conceito de Risco Empresarial para Risco de Sustentabilidade; Desenvolve novas fontes de vantagem competitiva na cadeia de valor inteira, através da diferenciação, inovando em produtos e serviços sustentáveis; Obtém acesso privilegiado aos Mercados Financeiro e de Capitais, por incorporar as boas práticas de gestão sustentável (Princípios do Equador, BOVESPA-ISE, etc.); Lidera em Retorno sobre a Estratégia de Sustentabilidade; Cria valor visível, mensurável e comunicável para todos os Stakeholders; Obtém ganhos de reputação em termos de custo de capital, exportações, etc.; Investidores Institucionais são engajados na Governança Socioambiental da Companhia.
  • 14. Estratégia para Criação de Valor Sustentável Estratégia Socioambiental Criação de Valor Estratégia Métricas Estratégia de Financeira Compensação de Negócios Executivos Engajamento de Acionistas Estratégia do Investidor Private Project Fluxo de Desinves- IPO, M&A Equity Finance Caixa Livre timento
  • 15. Estrutura do ROI Sustentabilidade ROI Baseado em Sustentabilidade Lucro Líquido Fluxo de Caixa Múltiplos & Dividendo Livre Crescimento de Melhoria de Redução do Custo Receita Margem de Capital Entrada Novos Aumento Prêmio pela Produtividade Prêmio Risco Mercados Market Share Diferenciação Operacional Reputação Market Rating Poder de Ditar ESG Accountability Reputação Preços Apoio Público Capex-Opex & Reporting da Marca Ecotech Produtos Engajamento Mapeamento Contabilidade Produtos Foco Social Stakeholders Riscos ESG ESG ESG ESG ESG ESG ESG ESG Inovação & Oportunidades Estratégias de Adoção de Iniciativas de Compliance Adaptabilidade Cadeia de Valor Longo Prazo Standards Liderança Voluntário Captura de Drivers para Criação de Valor
  • 16. Estrutura do Risco-Sustentabilidade Mapa Estratégico do Risco Sustentabilidade Continuidade Proteção da Capital Financeiro Tecnologia do Negócio Operação Humano Viabilidade Recursos Financeiros Implementação Operação Organização e Due Diligences Divestiture Marketing & Vendas Arranjos Legais Arranjos Locais IPO, M&A Contrução da Planta Produção Global Feasibility Project Finance Infraestrutura Logistica Up & Down Core Business Design Private Equity Equipamentos Cadeia de Valor Domínio da Gestão de Risco Tradiciona l ROI Baseado em Sustentabilidade – Métricas de Performance Domínio do Mapa Estratégico do Risco Sustentabilidade Reputação Mudança na Legal & ESG Stakeholders Global-Local Liderança Regulatorio Estratégias Cadeia de Valor Ben ch mar kin g
  • 17. Fontes de vantagem competitivas sustentáveis na cadeia de valor Atividades de Suporte & Capital de Conhecimento Infraestrutura Plataforma de BI & Analytics; Decisões de Capex-Opex baseadas em sustentabilidade; de Gestão Estrutura de Governança Corporativa Socioambiental Capital Criação e internalização da cultura e educação corporativa em sustentabilidade; Sistema de compensação Humano de executivos baseado em performance de sustentabilidade Capital de Desenvolvimento de tecnologias limpas; Design de produtos e Inovação especificação de materiais para fornecedores baseado em sustentabilidade Capital da Prontidão e habilidade para converter a estratégia de sustentabilidade em resultados para Liderança acionistas e demais Stakeholders; Engajamento de Acionistas e demais Stakeholders C orporat e Sust ain ab ilit y Main st ream Desenvolvimento de fornecedores e distribuidores responsáveis Imagem & reputação corporativa Pegadas de água Estimulo ao desenvolvimento de materiais, embalagem, Iniciativas E carbono transporte, armazenagem e disposição de resíduos seguros Life-cycle Estimulo a práticas éticas e anticorrupção, prevenção de fraudes; e adoção de Standards internacionalmente aceitos para ESG Atividades Primárias Logística Logística Logística Upstream & Marketing Serviços Interna & Downstream Supply Chain & Vendas End-Cycle Operações & Canais
  • 18. Estratégia Corporativa de Sustentabilidade Be nchmark in g Plataforma de Gestão de Riscos Objetivos Corporate Sustainability-Risk Strategic Mapping ESG Legal & Compliance Framework Risk StrategyRisco Estratégia de Project Financing-Based ESG Assessment Stakeholder-Based Management Plano de Ação Investor-Based Management Estrutura de Governança External Impacts Measuring and Accounting Desdobramento Goals’ Detailing & Métricas & Metrics Perspectiva da Dashboarding Estratégia Sustentabilidade Business Socioambiental Implementation Drivers & Monitoring Engajamento ROI Business do Perspectiva de Acionistas Stakeholder Strategy Goals Negócio Engagement Estratégia Criação de Valor + Métricas Estratégia de Financeira Compensação de Negócios Engajamento de Executivos Balanced Corporate Perspectiva Sustainability Stakeholders ScoreCard Finance Goals Financeira Communication Comunicação Escopo Sustainability Investor-Based Perspectiva Reporting Competitivo Engajamento de Acionistas Reporting Management Goals do Acionista Estratégia do Investidor Criação e internalizaçã o da cultura de sustentabilidade corporativa
  • 19. Paradigma do Investimento Responsável Incorporar a prática da governança socioambiental no Engajar com os administradores das companhias, com processo de análise e tomada de decisão de vistas a institucionalizar a prática do investimento investimentos responsável Buscar a transparência nas práticas de governança Promover a adesão e implementação dos Princípios socioambiental por parte das companhias as quais no âmbito da indústria do investimento Trabalhar em conjunto com as instituições e Destacar todas as atividades e progressos obtidos na companhias para efetiva implementação dos implementação dos Princípios em nossos Relatórios Princípios de Administração En g ajam e n t o d e Acio n is t as na melhoria da Governança Socioambiental das Companhias Investidas
  • 20. Pesquisa FDC Núcleo de Sustentabilidade e Responsabilidade Corporativa DESAFIOS PARA A SUSTENTABILIDADE E O PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DAS EMPRESAS Pesquisa 2008 -2009
  • 21. Próxima Pesquisa FDC Efetividade do Engajamento de Acionistas: Melhores Práticas de Governança Socioambiental nas Companhias Investidas Publico-Alvo: Investidores Institucionais e suas Companhias Investidas Programa de Capacitação em Melhores Programa de Capacitação em Investimento Responsável Práticas Investimento Responsável para Administradores de para Conselheiros e Diretores Fundos de Pensão e Gestoras Publicação das Companhias de Ativos
  • 22. Muito Obrigado! Jose Antonio Chaves Rua Carvalho de Almeida, 48 Conj. 23 – Cidade Jardim CEP 30380-160 – Belo Horizonte – MG – Brazil Phone: +55 31 3231-4688 - Mobile: +55 31 9312-4688 Email: jose.antonio.chaves@gmail.com

×