Vigilia de Oracao pelas Vocacoes

1,745 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,745
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
7
Actions
Shares
0
Downloads
33
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Vigilia de Oracao pelas Vocacoes

  1. 1. 2
  2. 2. A Igreja e a sociedade necessitam de mais homens emulheres que aceitem, com alegria, o convite de Deuspara se consagrarem inteiramente a Ele e assim seremfermento do Evangelho no mundo. 3
  3. 3. AS VOCAÇÕES, DOM PARA A IGREJAHá uma grande crise de fé e é preciso trabalhar muito para superá-la. É umacrise do encontro com Cristo, uma crise de convicções, uma crise de testemu-nho, sobretudo no Ocidente e na Europa, que está na origem da diminuiçãodas vocações sacerdotais.Como a transmissão da fé se faz «pelo testemunho», a Igreja tem que ser cadavez mais aberta e partir ao encontro. Um encontro, de resto, incentivado pelonovo Sumo Pontífice, quando exortou os padres a saírem para as periferias ereforçarem a proximidade com o povo.As pessoas estão a reencontrar-se, a procurar e a sentir uma sede maior davivência da fé, talvez por sentirem uma certa saturação de um mundo que ofe-receu muitas respostas que não foram suficientes para preencher o vazio queàs vezes se gera dentro do coração provocado pela ausência de Deus. + Virgílio do Nascimento Antunes Presidente da Comissão Episcopal das Vocações e MinistériosA RAZÃO DA VIGÍLIA DE ORAÇÃOPor mais um ano a JMV Sobreiro propõe, com o apoio do Padre Luís Barros eda comunidade, bem como de toda a paróquia, uma Vigília de Oração pelasVocações.Estamos a viver o Ano da Fé proposto por sua Santidade, o Papa Emérito Ben-to XVI, comemorando os 50 anos da abertura do Concílio Vaticano II de formaa redescobrir este acontecimento na história e vida da Igreja.Há 50 anos atrás iniciava-se também a primeira Semana de Oração pelasVocações. Durante todos estes anos, as vocações decresceram e as pessoasafastaram-se de Deus. Porquê? - eis a pergunta que nos interpela! Porque talcomo Jesus nos disse, é necessário “Pedir ao Senhor da Messe para que enviemuitos operários para a Sua Messe”. Por isso rezemos. Rezemos para que hajamais rapazes e raparigas capazes de dizer o “SIM” que de certo mudará as suasvidas, mas rezemos também para que sejam homens e mulheres santos.Confiemos à protecção maternal de Maria Santíssima, Mãe da Igreja e nossaMãe os nossos seminaristas e todos aqueles e aquelas que se sentem chama-dos pelo Senhor. Juventude Mariana Vicentina - Sobreiro 4
  4. 4. EXPOSIÇÃO DO SANTÍSSIMO SACRAMENTOCânticoJaculatóriasBendito e louvado seja o Santíssimo Sacramento da Eucaristia.Fruto do ventre sagrado da Virgem puríssima, Santa Maria.Graças e louvores se dêem a todo o momento.Ao Santíssimo e Diviníssimo Sacramento.Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo,Como era no princípio, agora e sempre. ÁmenOração à Santíssima TrindadeMeu Deus, Trindade que eu adoro,ajudai-me a esquecer-me inteiramente de mimpara me fixar em Vós,num imóvel sossego como se a minha almajá estivesse na eternidade;Que nada possa perturbar a minha paznem arrancar-me de Vós, ó meu imutável bem,e que cada instante me leve mais dentrona profundidade do Vosso mistério!Pacificai a minha alma e fazei delao Vosso céu, a Vossa morada preferidae o lugar do Vosso repouso:Que eu jamais vos deixe só,sempre vigilante na fé, em total adoraçãono completo abandono à Vossa acção criadora.Ó Deus três vezes Santo, meu tudo,minha bem-aventurança,Solicitude infinita, imensidade em que me perco,entrego-me a Vós como um prisioneiro.Sepultai-Vos em mim para que eu me sepulte em Vós,enquanto espero ir contemplar a Vossa luz,o abismo das Vossas grandezas. Ámen. 5
  5. 5. VIGÍLIA DE ORAÇÃOEm cada ano que passa a Igreja revitaliza no seu ciclo temporal o dinamismoque revela a perenidade dAquele que contagia o coração do homem com umAmor diferente de todos os outros. Através do calendário litúrgico e dos tem-pos fortes em que a Igreja se une em volta de uma intenção e causa comum,todo o Povo de Deus é chamado a fazer a experiência da oração, fundada naFé, a qual alimenta a Esperança para sentirmos, recebermos, vivermos ecomunicarmos a imensidão do Amor divino. Assim sendo, mergulhados naintimidade de Deus, somos chamados a rezar intensamente pelas vocações. Omomento que estamos a viver reveste-se de particular importância na medidaem que celebramos este ano o 50.º Dia Mundial de Orações pelas Vocações,iniciado sob o pontificado e iniciativa do Papa Paulo VI. Rezar pelas vocaçõesé, sobretudo, elevar até Deus a nossa prece para que o Senhor toque os cora-ções de muitos jovens afim de descobrirem o rosto de Deus a partir de um ver-dadeiro e profundo enamoramento.Oração:Senhor Pai Santo, que no Vosso Filho Jesus Cristo, chamaste o Homem a par-ticipar da sua missão redentora, suscitai na Vossa Igreja homens e mulheresatentos às necessidades da Humanidade e ousados na generosidade de vidalevada até à consagração total e perpétua. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vos-so Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Ámen. LITURGIA DA PALAVRALeitura do Livro do Profeta Isaías Is 49, 1-6Quando ainda estava no ventre materno, o Senhor chamou-me, quando aindaestava no seio da minha mãe, pronunciou o meu nome. Fez da minha palavrauma espada afiada, escondeu-me na concha da sua mão. Fez da minha men-sagem uma seta penetrante, guardou-me na sua aljava. Disse-me: «Israel, tués o meu servo, em ti serei glorificado.» Eu dizia a mim mesmo: «Em vão mecansei, em vento e em nada gastei as minhas forças.» Porém, o meu direitoestá nas mãos do Senhor, e no meu Deus a minha recompensa. E agora oSenhor declara-me que me formou desde o ventre materno, para ser o seu ser-vo, para lhe reconduzir Jacob, e para lhe congregar Israel. 6
  6. 6. Assim me honrou o Senhor. O meu Deus tornou-se a minha força. Disse-me:«Não basta que sejas meu servo, só para restaurares as tribos de Jacob, e reuni-res os sobreviventes de Israel. Vou fazer de ti luz das nações, para que a minhasalvação chegue até aos confins da terra.»Palavra do Senhor.Graças a Deus.SALMO RESPONSORIAL Salmo 26 (27)O Senhor é a minha luz e a minha salvação.O Senhor é minha luz e salvação:a quem hei-de temer?O Senhor é protector da minha vida:de quem hei-de ter medo?Uma coisa peço ao Senhor, por ela anseio:habitar na casa do Senhor todos os dias da minha vida,para gozar da suavidade do Senhore visitar o seu santuário.A vossa face, Senhor, eu procuro:não escondais de mim o vosso rosto,nem afasteis com ira o vosso servo.Vós sois o meu refúgio.Espero vir a contemplar a bondade do Senhorna terra dos vivos.Confia no Senhor, sê forte.Tem coragem e confia no Senhor. 7
  7. 7. EVANGELHO Mc 3, 13-19Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São MarcosJesus subiu depois a um monte, chamou os que Ele queria e foram ter comEle. Estabeleceu doze para estarem com Ele e para os enviar a pregar, com opoder de expulsar demónios. Estabeleceu estes doze: Simão, ao qual pôs onome de Pedro; Tiago, filho de Zebedeu, e João, irmão de Tiago, aos quais deuo nome de Boanerges, isto é, filhos do trovão; André, Filipe, Bartolomeu,Mateus, Tomé, Tiago, filho de Alfeu, Tadeu, Simão, o Cananeu, e Judas Isca-riotes, que o entregou.Palavra da SalvaçãoGlória a Vós, Senhor.Tempo de SilêncioCREDO - PROFISSÃO DE FÉConvidam-se os presentes a rezar o Símbolo dos Apóstolos.DA MENSAGEM DO SANTO PADRE O PAPA EMÉRITO BENTO XVI“Em todos os momentos, sobretudo nos mais difíceis, é sempre a fidelidadedo Senhor – verdadeira força motriz da história da salvação – que faz vibrar oscorações dos homens e mulheres e os confirma na esperança de chegar um diaà «Terra Prometida». O fundamento seguro de toda a esperança está aqui:Deus nunca nos deixa sozinhos e permanece fiel à palavra dada. Por estemotivo, em toda a situação, seja ela feliz ou desfavorável, podemos manteruma esperança firme, rezando como salmista: «Só em Deus descansa a minhaalma, dEle vem a minha esperança»”Oremos pelo nosso Santo Padre, o Papa Francisco,para que no exercício do ministério petrino, continue a ser testemunha deCristo Pastor e sinal da unidade da Igreja.Pai-nosso * Cântico * Silêncio 8
  8. 8. DA MENSAGEM DO SANTO PADRE O PAPA EMÉRITO BENTO XVI“Ter esperança equivale a confiar no Deus fiel, que mantém as promessas daaliança. Por isso, a fé e a esperança estão intimamente unidas. Assim a espe-rança nutre-se desta certeza: «Nós conhecemos o amor que Deus nos tem,pois cremos nele» (1 Jo4,16). E este amor exigente e profundo, que vai além dasuperficialidade, infunde-nos coragem, dá-nos esperança no caminho da vidae no futuro, faz-nos ter confiança em nós mesmos, na história e nos outros.”Oremos pelo nosso Bispo, o Patriarca José,para que Deus nosso Senhor, que o elevou ao Episcopado, o conserve e defen-da para governar o povo santo de Deuse por todos sacerdotes, de um modo especial pelo nosso pároco, paraque Deus nosso Senhor, que os chamou ao sacerdócio, continue a assisti-losna busca da santidade e na configuração cada vez mais efectiva e afectiva como coração pastoral de Cristo.Pai-nosso * Cântico * SilêncioDA MENSAGEM DO SANTO PADRE O PAPA EMÉRITO BENTO XVI“Segui-Lo significa entranhar a própria vontade na vontade de Jesus, dar-Lheverdadeiramente a precedência, antepô-Lo a tudo o que faz parte da nossavida: família, trabalho, interesses pessoais, nós mesmos. Significa entregar-Lhe a própria vida, viver com Ele em profunda intimidade, por Ele entrar emcomunhão com o Pai no Espírito Santo e, consequentemente, com os irmãos eirmãs. Esta comunhão de vida com Jesus é o «lugar» privilegiado onde se podeexperimentara esperança e onde a vida será livre e plena.”Oremos pelos monges e monjas contemplativos,que no silêncio dos mosteiros e dos eremitérios, fecundam o mundo com oexemplo da radicalidade e intercedem pela Humanidade dilacerada pelos fla-gelos sociais e humanos.Pai-nosso * Cântico * Silêncio 9
  9. 9. DA MENSAGEM DO SANTO PADRE O PAPA EMÉRITO BENTO XVI“As vocações sacerdotais e religiosas nascem da experiência do encontro pes-soal com Cristo, do diálogo sincero e familiar com Ele, para entrar na sua von-tade. Por isso, é necessário crescer na experiência de fé, entendida como pro-funda relação com Jesus, como escuta interior da sua voz que ressoa dentro denós. Este itinerário, que torna uma pessoa capaz de acolher a chamada deDeus, é possível no âmbito de comunidades cristãs que vivem uma intensaatmosfera de fé, um generoso testemunho de adesão ao Evangelho, uma pai-xão missionária que induza a pessoa à doação total de si mesma pelo Reino deDeus, alimentada pela recepção dos sacramentos, especialmente a Eucaristia,e por uma fervorosa vida de oração.”Oremos pelos religiosos e religiosas de vida apostólica, os quais, seguin-do com radicalidade a Cristo na pobreza, na castidade e na obediência, ser-vem o Senhor nas paróquias, nos hospitais, nas escolas, nos países de missão enos demais lugares onde Cristo deverá ser sempre a novidade do homem detodos os tempos.Pai-nosso * Cântico * SilêncioDA MENSAGEM DO SANTO PADRE O PAPA EMÉRITO BENTO XVI“A oração constante e profunda faz crescer a fé da comunidade cristã, na certe-za sempre renovada de que Deus nunca abandona o seu povoe que o sustentasuscitando vocações especiais, para o sacerdócio e para a vida consagrada, quesejam sinais de esperança para o mundo. Na realidade, os presbíteros e os reli-giosos são chamados a entregar-se de forma incondicional ao Povo de Deus,num serviço de amor ao Evangelho e à Igreja, num serviço àquela esperançafirme que só a abertura ao horizonte de Deus pode gerar.”Oremos pelos leigosque, contrariando as modas do mundo, optaram por servir o senhor no celiba-to ou a Ele se consagraram de alguma forma mais radical, para que sejam salda terra e luz do mundo.Pai-nosso * Cântico * Silêncio 10
  10. 10. Continuaremos agora a oração permanecendo num momento de silêncio.Quando tentamos encontrar palavras para expressar a comunhão com Deus, ainteligência encontra-se rapidamente limitada. Mas, nas profundezas da pes-soa humana, pelo Espírito Santo, Cristo reza mais do que nós imaginamos! Avoz de Deus não se cala, mas Deus nunca se quer impor. Frequentemente, aSua voz escuta-se como um murmúrio, num sopro de silêncio. Permanecerem silêncio na Sua presença, para acolher o Seu Espírito, é já uma forma derezar. Durante o silêncio, somos convidados a deixar Cristo rezar em nós, coma confiança de uma criança e, assim, um dia descobriremos que as profunde-zas da pessoa humana são habitadas. Façamos silêncio dentro de nós, paraescutar uma vez mais o chamamento de Deus. ORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO Ó meu Jesus, creio firmemente que estais presente neste Santíssimo Sacramento! Meu Deus e Senhor! Adoro-Vos, saúdo e louvo a Vossa Santíssima presença. Anjos do Céu, adorai e honrai o único Deus e Senhor que está neste trono do Altar. Minha alma, humilha-te na Sua adorável presença e oferece-lhe preces e louvores. Ó Divina Presença, fazei que esta visita me fortaleça na santa Fé Católica e que nada mais deseje que amar-vos! Ámen. 11
  11. 11. ORAÇÃO DE COMPLETASDeus vinde em nosso auxílioSenhor, socorrei-nos e salvai-nos.Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo,como era no princípio, agora e sempre. Ámen. Aleluia HINOFica connosco, Senhor, porque anoitece.Fica connosco, Senhor, porque anoitece.De noite descia a escada misteriosaJunto da pedra onde Jacob dormia.De noite celebravas a Páscoa com teu povoEnquanto nas trevas caíam os inimigos.De noite ouviu Samuel três vezes o seu nomeE em sonhos falavas aos santos Patriarcas.De noite num presépio nasceste, Verbo eterno,E os Anjos e uma estrela anunciaram a tua presença.À noite celebraste a primeira EucaristiaNo meio dos teus amigos na última Ceia.De noite agonizaste no Jardim das OliveirasE recebeste o beijo frio da traição.A noite guardou o teu Corpo no sepulcroE viu a glória da tua Ressurreição.Na noite da nossa vida, com a luz da fé acesa,Esperamos alegres a tua última Vinda. 12
  12. 12. SALMODIAAnt - Aleluia, Aleluia, Aleluia. Salmo 87 (88) A oração dum homem gravemente enfermo Esta é a vossa hora e o poder das trevas (Lc 22, 53).Senhor Deus, meu Salvador, * dia e noite clamo na vossa presença.Chegue até Vós a minha oração, * inclinai o ouvido ao meu clamor.A minha alma está saturada de sofrimento, * a minha vida chegou às portas da morte.Sou contado entre os que descem à sepultura, * sou um homem já sem forças.Estou abandonado entre os mortos, * como os caídos que jazem no sepulcro,de quem já não Vos lembrais * e que foram sacudidos da vossa mão.Lançastes-me na cova mais profunda, * nas trevas do abismo.Pesa sobre mim a vossa ira, * todas as vossas ondas caíram sobre mim.Afastastes de mim os meus conhecidos, * fizestes-me para eles objecto de horror.Estou preso e não posso libertar-me, * meus olhos se apagaram de tanto sofrer.Clamo a Vós, Senhor, todo o dia, * estendo para Vós as minhas mãos.Fareis Vós maravilhas pelos mortos? * Irão levantar-se os defuntos para Vos louvar? 13
  13. 13. Haverá no sepulcro quem fale da vossa bondade, * ou da vossa fidelidade no reino dos mortos?Serão conhecidas nas trevas as vossas maravilhas, * na terra do esquecimento a vossa justiça?Eu, porém, clamo por Vós, Senhor, * de manhã, a minha oração sobe à vossa presença.Porque então me afastais de Vós, Senhor, * porque escondeis de mim o vosso rosto?Infeliz de mim que agonizo desde a infância, * já não posso mais suportar os vossos castigos.Sobre mim passou a vossa ira * e os vossos terrores me aniquilaram;Como vagas me cercaram o dia inteiro * e todos juntos caíram sobre mim.Afastastes meus amigos e companheiros, * só as trevas me fazem companhia.Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,* como era no princípio, agora e sempre. Ámen.Ant - Aleluia, Aleluia, Aleluia.LEITURA BREVE Jer 14,9Estais no meio de nós, Senhor, e sobre nós foi invocado o vosso nome. Nãonos abandoneis, Senhor nosso Deus.RESPONSÓRIO BREVEV. Em vossas mãos, Senhor, entrego o meu espírito. Aleluia, Aleluia.R. Em vossas mãos, Senhor, entrego o meu espírito. Aleluia, Aleluia.V. Senhor, Deus fiel, meu Salvador.R. Aleluia, Aleluia.V. Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.R. Em vossas mãos, Senhor, entrego o meu espírito. Aleluia, Aleluia. 14
  14. 14. CÂNTICO EVANGÉLICO (Nunc dimittis)Ant. Salvai-nos, Senhor, quando velamos e guardai-nos quando dormimos,para estarmos vigilantes com Cristo e descansarmos em paz. Aleluia. Cântico Lc 2, 29-32 Cristo, luz das nações e glória de IsraelAgora, Senhor, segundo a vossa palavra, * deixareis ir em paz o vosso servo,porque meus olhos viram a salvação, * que oferecestes a todos os povos:luz para se revelar às nações * e glória de Israel, vosso povo.Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,* como era no princípio, agora e sempre. Ámen.Ant. Salvai-nos, Senhor, quando velamos e guardai-nos quando dormimos,para estarmos vigilantes com Cristo e descansarmos em paz. Aleluia.ORAÇÃOConcedei-nos, Deus todo-poderoso, que, permanecendo no descanso da noiteunidos a Cristo Jesus, que na morte repousou dos trabalhos da sua paixão,possamos, ao surgir o novo dia, ressuscitar com Ele para uma vida nova. Eleque é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.V. O Senhor omnipotente nos dê uma noite tranquilae no fim da vida uma santa morte.R. Ámen.Antífona de Nossa Senhora 15
  15. 15. HORA DE LAUDESDeus vinde em nosso auxílioSenhor, socorrei-nos e salvai-nos.Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo,como era no princípio, agora e sempre. Ámen. Aleluia HINOVós que testemunhastes a alegria Levai a grande festa ao mundo inteiro,De ver Cristo Jesus ressuscitado, Proclamai às nações a Boa-Nova.Anunciai que já nasceu o dia Em Cristo, Deus e Homem verdadeiro,Em que o homem é salvo do pecado. A velha humanidade se renova.Cristo ressuscitou, venceu a morte. Chegam, enfim, os tempos gloriosos,O seu corpo se envolve Exultam sobre a terra os altos montes,em luz divina. Brilham no céu os astros jubilosos,Eis o Sol da esperança, Cantam as águas nas alegres fontes.eis o Deus forteQue nos liberta e que nos ilumina. A nova criação hoje começa; Jamais triunfará o vil pecado. O Senhor nos cumpriu sua Promessa No sangue do Cordeiro imaculado. SALMODIAAnt 1 - As Vossas palavras, Senhor, são espírito e vida. Aleluia. Salmo 118 (119), 145-152 Elogio da lei divina Minha mãe e meus irmãos são aqueles que ouvem a palavra de Deus e a põem em prática (Lc 8, 21).De todo o coração Vos invoco: ouvi-me, Senhor, * quero observar os Vossos decretos.Por Vós eu clamo: salvai-me, * e cumprirei as Vossas ordens. 16
  16. 16. Imploro o Vosso auxílio antes da aurora * e espero na Vossa palavra.Meus olhos antecipam-se às vigílias da noite, * a meditar na Vossa promessa.Escutai a minha voz, Senhor, segundo a Vossa bondade, * fazei-me viver segundo os Vossos juízos.Aproximam-se os meus iníquos perseguidores, * que estão longe da vossa lei.Vós estais bem perto, Senhor, * e são firmes todos os Vossos mandamentos.De há muito eu sei que as Vossas ordens * por Vós foram estabelecidas para sempre.Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo * como era no principio, agora e sempre. ÁmenAnt - As Vossas palavras, Senhor, são espírito e vida. Aleluia.Ant 2 - Edificastes, Senhor, um templo e um altar no Vosso monte santo.Aleluia. Cântico Sab 9, 1-6.9-11 Senhor, dai-me sabedoria Eu vos darei palavras de sabedoria às quais não poderão resistir os vossos adversários (Lc 21, 15).Deus de meus pais e Senhor de misericórdia, * que tudo criastes com a Vossa palavra,e com a Vossa sabedoria formastes o homem * para dominar sobre todas as criaturas,para governar o mundo na santidade e na justiça * e proferir os seus juízos com rectidão de espírito,Dai-me a sabedoria que está convosco no Vosso trono * e não me rejeiteis do número dos Vossos filhos;porque eu sou Vosso servo, filho da Vossa serva, * um homem fraco e de existência breve, †capaz de compreender a justiça e as leis. 17
  17. 17. Ainda o mais perfeito entre os filhos dos homens * nada será sem a Vossa sabedoria.Convosco está a sabedoria que conhece as Vossas obras, * ela estava presente quando fizestes o mundo.Ela sabe o que é agradável a Vossos olhos * e o que é recto segundo as Vossas ordens.Enviai-a dos santos céus, * enviai-a do trono da Vossa glória.Esteja comigo e tome parte nos meus trabalhos, *para que eu saiba o que Vos é agradável.Porque ela sabe e conhece todas as coisas: * ela guiará prudentemente os meus passos †e me protegerá com o esplendor da sua glória.Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo * como era no principio, agora e sempre. ÁmenAnt - Edificastes, Senhor, um templo e um altar no Vosso monte santo.Aleluia.Ant 3 - Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Aleluia. Salmo 116 (117) Louvor a Deus Digo-vos: Os gentios dão glória a Deus pela sua misericórdia (Rom 15, 8.9).Louvai o Senhor, todas as nações, * aclamai-O, todos os povos.É firme a sua misericórdia para connosco, * a fidelidade do Senhor permanece para sempre.Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo * como era no principio, agora e sempre. ÁmenAnt - Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Aleluia. 18
  18. 18. LEITURA BREVE Rom 14, 7-9Nenhum de nós vive para si mesmo e nenhum de nós morre para si mesmo.Se vivemos, vivemos para o Senhor, e se morremos, morremos para o Senhor.Portanto, quer vivamos quer morramos, pertencemos ao Senhor. Na verdade,Cristo morreu e ressuscitou para ser o Senhor dos vivos e dos mortos.RESPONSÓRIO BREVEV. O Senhor ressuscitou do sepulcro. Aleluia, Aleluia.R. O Senhor ressuscitou do sepulcro. Aleluia, Aleluia.V. Ele que por nós foi cravado na cruz.R. Aleluia, Aleluia.V. Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.R. O Senhor ressuscitou do sepulcro. Aleluia, Aleluia.CÂNTICO EVANGÉLICO (Benedictus)Ant. Disse Simão Pedro: Para quem iremos nós, Senhor? Vós tendes palavrasde vida eterna: nós acreditamos e sabemos que sois Cristo, o Filho de Deus.Aleluia.Bendito o Senhor, Deus de Israel * Que visitou e redimiu o seu povoE nos deu um Salvador poderoso * Na casa de David, Seu servo,Conforme prometeu pela boca dos Seus santos, * Os profetas dos tempos antigos,Para nos libertar dos nossos inimigos * E das mãos daqueles que nos odeiamPara mostrar a Sua misericórdia a favor dos nossos pais, * Recordando a sua sagrada aliançaE o juramento que fizera a Abraão, nosso pai, * Que nos havia de conceder esta graça:De O servirmos um dia, sem temor, * Livres das mãos dos nossos inimigos,Em santidade e justiça na Sua presença, * Todos os dias da nossa vida. 19
  19. 19. E tu, Menino, serás chamado Profeta do Altíssimo, * Porque irás à Sua frente a preparar os Seus caminhos,Para dar a conhecer ao Seu povo a salvação * Pela remissão dos seus pecados,Graças ao coração misericordioso do nosso Deus, * Que das alturas nos visita como Sol Nascente,Para iluminar os que jazem nas trevas e nas sombras da morte * E dirigir os nossos passos no caminho da paz.Glória ao Pai e ao Filho e ao Espirito Santo, * Como era no princípio, Agora e sempre. Ámen.Ant. Disse Simão Pedro: Para quem iremos nós, Senhor? Vós tendes palavrasde vida eterna: nós acreditamos e sabemos que sois Cristo, o Filho de Deus.Aleluia.PRECESOremos a Cristo, pão da vida, que há-de ressuscitar no último dia aqueles quese alimentam à mesa da Sua Palavra e do Seu Corpo: Dai-nos, Senhor, a paz e a alegria.Cristo, Filho de Deus, que ressuscitastes gloriosamente como Senhor da mor-te e da vida,— abençoai e santificai os homens de toda a terra.Jesus Cristo, fonte de paz e de alegria para todos aqueles que crêem em Vós,— fazei-nos viver como filhos da luz na alegria do Vosso triunfo pascal.Confirmai a fé da Vossa Igreja, peregrina sobre a terra,— para que dê ao mundo o testemunho da Vossa ressurreição.Vós que, através de muitos sofrimentos, entrastes na glória do Pai,— convertei em alegria a tristeza dos que choram.Pai nossoORAÇÃOSenhor nosso Deus, que renovais nas águas do Baptismo os que acreditam emVós, protegei os que renasceram em Cristo, para que, vencendo todos os ata-ques do mal, conservem fielmente os dons da vossa graça. Por Nosso Senhor. 20
  20. 20. HORA DE VÉSPERASDeus vinde em nosso auxílioSenhor, socorrei-nos e salvai-nos.Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo,como era no princípio, agora e sempre. Ámen. Aleluia HINONa sua dor os homens encontraram Os que nos duros campos trabalharamUma pura semente de alegria, Voltarão entre vozes de alegria,O segredo da vida e da esperança: Erguendo ao alto os frutos da colheita:Ressuscitou o Senhor! Ressuscitou o Senhor! Já ninguém viverá sem luz da fé,Ressuscitou, ressuscitou, Já ninguém morrerá sem esperança;Ressuscitou, Aleluia! O que crê em Jesus venceu a morte:Ressuscitou, ressuscitou, Ressuscitou o Senhor!Ressuscitou, Aleluia! Louvemos a Deus Pai eternamenteOs que choravam cessarão o pranto, E cantemos a glória de seu FilhoBrilhará novo Sol nos corações, Com o Espírito Santo que nos ama:Pode o homem cantar o seu triunfo: Ressuscitou o Senhor!Ressuscitou o Senhor! SALMODIAAnt. 1 - A paz de Cristo reine em vossos corações. Aleluia. Salmo 121 (122) Chegada a Jerusalém Vós aproximastes-vos do monte Sião e da cidade do Deus vivo, a Jerusalém celeste (Hebr 12, 22).Alegrei-me quando me disseram: * «Vamos para a casa do Senhor».Detiveram-se os nossos passos * às tuas portas, Jerusalém. 21
  21. 21. Jerusalém, cidade bem edificada, * que forma tão belo conjunto! Para lá sobem as tribos, * as tribos do Senhor,segundo o costume de Israel, * para celebrar o nome do Senhor;ali estão os tribunais da justiça, * os tribunais da casa de David.Pedi a paz para Jerusalém: * vivam seguros quantos te amam.Haja paz dentro dos teus muros, * tranquilidade em teus palácios.Por amor de meus irmãos e amigos, * pedirei a paz para ti.Por amor da casa do Senhor nosso Deus, * pedirei para ti todos os bens.Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo * como era no principio, agora e sempre. ÁmenAnt. A paz de Cristo reine em vossos corações. Aleluia.Ant. 2 - Vós nos resgatastes para Deus com o Vosso Sangue. Aleluia Salmo 129 (130) De profundis Ele salvará o povo dos seus pecados (Mt 1, 21).Do profundo abismo chamo por Vós, Senhor, * Senhor, escutai a minha voz.Estejam os Vossos ouvidos atentos * à voz da minha súplica.Se tiverdes em conta as nossas faltas, * Senhor, quem poderá salvar-se?Mas em Vós está o perdão, * para serdes temido com reverência. 22
  22. 22. Eu confio no Senhor, * a minha alma confia na Sua palavra.A minha alma espera pelo Senhor, * mais do que as sentinelas pela aurora.Mais do que as sentinelas pela aurora, * Israel espera pelo Senhor,porque no Senhor está a misericórdia * e com Ele abundante redenção.Ele há-de libertar Israel * de todas as suas faltas.Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo * como era no principio, agora e sempre. ÁmenAnt. Vós nos resgatastes para Deus com o Vosso Sangue. AleluiaAnt. 3 - Era necessário que Cristo sofresse a morte, para entrar na Sua gló-ria. Aleluia. Cântico Filip 2, 6-11 Cristo, Servo de DeusCristo Jesus, que era de condição divina, * não Se valeu da sua igualdade com Deus, † mas aniquilou-Se a Si próprio.Assumindo a condição de servo, * tornou-Se semelhante aos homens.Aparecendo como homem,humilhou-Se ainda mais, * obedecendo até à morte e morte de cruz.Por isso, Deus O exaltou * e Lhe deu o nome que está acima de todos os nomes,para que ao nome de Jesus todos se ajoelhem * no céu, na terra e nos abismos,e toda a língua proclame que Jesus Cristo é o Senhor, * para glória de Deus Pai. 23
  23. 23. Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo * como era no principio, agora e sempre. ÁmenAnt. - Era necessário que Cristo sofresse a morte, para entrar na Sua glória.Aleluia.LEITURA BREVE 1 Pedro 2, 9-10Vós sois geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo adquirido por Deus,para anunciar os louvores d’Aquele que vos chamou das trevas para a sua luzadmirável. Vós que outrora não éreis seu povo, sois agora o povo de Deus; vósque não tínheis alcançado misericórdia, agora alcançastes misericórdia.RESPONSÓRIO BREVEV. Os discípulos exultaram de alegria. Aleluia, Aleluia.R. Os discípulos exultaram de alegria. Aleluia, Aleluia.V. Quando viram o Senhor.R. Aleluia, Aleluia.V. Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.R. Os discípulos exultaram de alegria. Aleluia, Aleluia.CÂNTICO EVANGÉLICO (Magnificat)Ant. Eu sou a porta, diz o Senhor. Se alguém entrar por Mim, será salvo.Aleluia.A minha alma glorifica ao Senhor * e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador.Porque pôs os olhos na humildade da Sua serva: * de hoje em diante me chamarão bem-aventurada todas as gerações.O Todo-Poderoso fez em mim maravilhas: * Santo é o Seu nome. 24
  24. 24. A Sua misericórdia se estende de geração em geração * sobre aqueles que O temem.Manifestou o poder do Seu braço * e dispersou os soberbos.Derrubou os poderosos de Seus tronos * e exaltou os humildes.Aos famintos encheu de bens * e aos ricos despediu de mãos vazias.Acolheu a Israel, Seu servo, * lembrado da Sua misericórdia,como tinha prometido a nossos pais, * a Abraão e à sua descendência para sempre.Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo, * como era no princípio, agora e sempre. Amen.Ant. Eu sou a porta, diz o Senhor. Se alguém entrar por Mim, será salvo.Aleluia.PRECESOremos a Cristo Jesus, que, ressuscitando de entre os mortos, destruiu a mor-te e nos deu a vida imortal. Invoquemo-l’O dizendo: Vós que viveis eternamente, escutai a nossa prece.Vós que sois a pedra rejeitada pelos construtores, mas escolhida pelo Pai comopedra angular,— fazei de todos nós pedras vivas na edificação da Vossa Igreja.Vós que sois a Testemunha fiel e o Primogénito de entre os mortos,— concedei que a Igreja possa dar sempre e em toda a terra o testemunho daVossa Ressurreição.Vós que sois o único Esposo da Igreja, nascida do Vosso coração aberto nacruz,— fazei de nós testemunhas do Vosso amor pela Igreja e por todos os homens. 25
  25. 25. Vós que sois o Princípio e o Fim, que estáveis morto e agora viveis por toda aeternidade,— concedei-nos a graça de perseverarmos fiéis até à morte e alcançarmos acoroa da vitória.Vós que sois a luz que ilumina a cidade santa de Deus,— iluminai com o vosso esplendor os nossos irmãos defuntos, para que con-vosco reinem eternamente.Pai nossoORAÇÃODeus eterno e omnipotente, conduzi-nos à posse das alegrias celestes, paraque o pequenino rebanho dos Vossos fiéis chegue um dia à glória do reinoonde já Se encontra o seu poderoso Pastor, Jesus Cristo, Vosso Filho. Ele que éDeus convosco na unidade do Espírito Santo. 26
  26. 26. REPOSIÇÃO DO SANTÍSSIMO SACRAMENTOCanta-se o «Tantum ergo», que é um Hino composto por São Tomás de Aquino (1225-1274), quando o Papa Urbano V instituiu a Solenidade do Corpus Christi, em 11 de Agostode 1264.Tantum ergo Sacraméntum Genitóri, GenitóqueVenerémur cérnui: Laus et iubilátio,Et antíquum documéntum Salus, honor, virtus quoqueNovo cedat rítui: Sit et benedíctio:Praestet fides suppleméntum Procedénti ab utróqueSénsuum deféctui. Compar sit laudátio. Amen.Sacerdote: Senhor Jesus Cristo, que neste admirável sacramento nos deixas-tes o memorial da Vossa Paixão, concedei-nos a graça de venerar de tal modoos mistérios do Vosso Corpo e Sangue, que sintamos continuamente os frutosda Vossa redenção. Vós que sois Deus com o Pai na unidade do Espírito Santo.BÊNÇÃO DO SANTÍSSIMO SACRAMENTOBENDITOS:Bendito seja Deus,Bendito o Seu Santo Nome,Bendito Jesus Cristo, verdadeiro Deus e verdadeiro homem,Bendito o nome de Jesus,Bendito o Seu Sacratíssimo Coração,Bendito o Seu Preciosíssimo Sangue,Bendito Jesus no Santíssimo Sacramento do Altar,Bendito o Espírito Santo Paráclito,Bendita a excelsa Mãe de Deus, Maria Santíssima,Bendita a Sua Santa e Imaculada Conceição,Bendita a Sua gloriosa Assunção,Bendito o nome de Maria, Virgem e Mãe,Bendito São José, Seu castíssimo Esposo,Bendito Deus nos Seus Anjos e nos seus Santos. 27
  27. 27. ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES Deus Pai, fonte da vida, que pelo Vosso Filho, Jesus Cristo, nos destes o Espirito de confiança e de amor: enviai operários para a Vossa Igreja; dai vitalidade de fé a cada família, paróquia e diocese, onde despontem numerosas vocações sacerdotais e religiosas e os baptizados vivam generosamente o Evangelho. Iluminai com a santidade da Vossa palavra os pastores e os consagrados; animai os jovens nos seminários e nas casas de formação; Renovai a esperança na Santa Igreja e continuai a chamar muitos para que nunca faltem testemunhas autênticas, transfiguradas no encontro convosco,e anunciadoras da Vossa alegria à comunidade cristã e aos irmãos. Tudo isto Vos pedimos, por intercessão da Virgem Maria, Mãe da Igreja e nossa Mãe. Ámen. 28

×