Your SlideShare is downloading. ×
Creio em Jesus Cristo, Seu único Filho
Creio em Jesus Cristo, Seu único Filho
Creio em Jesus Cristo, Seu único Filho
Creio em Jesus Cristo, Seu único Filho
Creio em Jesus Cristo, Seu único Filho
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Creio em Jesus Cristo, Seu único Filho

251

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
251
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Juventude Mariana Vicentina do Sobreiro - Sector da Formação «ESTA É A NOSSA FÉ, A FÉ DA IGREJA QUE NOS GLORIAMOS DE PROFESSAR» *Creio em Jesus Cristo, Seu único Filho, Nosso Senhor*1. FormaçãoNa última reunião de formação, vimos que Deus é Pai, existe e foi Ele quemcriou tudo «as coisas visíveis e invisíveis». Mas não basta apenas crer queDeus é Pai e Criador, mas que Jesus Cristo é seu único e verdadeiroFilho.Percorrendo a História desde a Criação:Deus criou Adão e Eva, bem como os Anjos, num estado de inocência e dejustiça em que não estavam sujeitos nem às dores, nem à morte.O demónio, disfarçado de serpente, levou-os a desobedecerem a Deus,comendo do fruto proibido e como castigo da sua desobediência foramexpulsos do paraíso terrestre, e condenados a comer o pão com o suor doseu rosto: ficaram sujeitos à ignorância, à dor, à morte, e excluídos dafelicidade do Céu.O pecado de Adão transmitiu-se a todos os seus descendentes (exceptoNossa Senhora - Imaculada Conceição), de forma que estes nascemculpados do pecado dos seus primeiros pais e sujeitos às mesmas misérias.Chama-se pecado original, isto é, que vem da nossa origem. O PecadoOriginal é dogma de fé.Deus não abandonou o homem depois do seu pecado. Compadeceu-sedele, e prometeu-lhe um Salvador que se chamou o Messias.Os profetas predisseram a época da vinda do Messias, o seu nascimento deuma virgem em Belém, os seus milagres, a sua paixão, a sua morte, a suaRessurreição, e finalmente o a expansão da sua mensagem por toda a Terra.O Salvador prometido ao mundo é Nosso Senhor Jesus Cristo.
  • 2. Mas porque dizemos que Jesus é Verdadeiro Filho de Deus?Ler 2Pe 1, 16-18«De facto, demo-vos a conhecer o poder e a vinda de Nosso Senhor JesusCristo, não por havermos ido atrás de fábulas engenhosas, mas por termossido testemunhas oculares da sua majestade. Com efeito, Ele foi honrado eglorificado por Deus Pai, quando a excelsa Glória lhe dirigiu esta voz:Este é o meu Filho, o meu muito Amado, em quem Eu pus o meu encanto. Eesta voz, vinda do Céu, nós mesmos a ouvimos quando estávamos com Elena montanha santa.»Durante séculos, houve quem se opusesse - heresias - a esta verdade de Fé«Jesus é Filho de Deus» • Fotino (Ano 376) - declarou que Cristo não é filho de Deus senão como os outros homens bons o são. Ou seja, segundo este Bispo, os que vivessem bem e com uma conduta correcta, mereciam ser chamados de Filhos de Deus Desta forma, consideravam que Cristo viveu bem e fez a vontade de Deus, como tal merecia ser chamado Filho de Deus. Este mesmo herético afirmava que Cristo não existiu antes da Virgem Maria, mas que apenas começou a existir quando foi concebido.Por este motivo, os Papas da época acrescentaram ao Credo «FilhoUnigénito de Deus, nascido do Pai, antes de todos os séculos» • Sabélio (séc. II) - não acreditava na Trindade de Deus, mas confundia as Pessoas numa só unidade em Deus. Para ele, as Pessoas eram "modos" em que Deus se manifestava. Apesar de ter dito que Jesus existiu antes da Virgem Maria, afirmou que a Pessoa do Pai era a mesma que a do Filho.Como tal, foi acrescentado ao Credo «Deus de Deus, luz da luz», ou seja:Deus Filho de Deus Pai; e Filho que é Luz, Luz essa que vem do Pai quetambém é Luz.
  • 3. • Ário (336) - a mais perigosa heresia dos tempos primitivos foi o Arianismo, formado por um sacerdote da Alexandria - afirmou que Jesus existia antes da Virgem Maria e que era uma a Pessoa do Pai e outra a do Filho, atribuiu a Jesus, alguns erros: - que Cristo foi Criatura; - que foi feito por Deus como a mais nobre das criaturas,não desde toda a eternidade, mas num determinado tempo; - que não havia uma só substância na Pessoa do Pai e naPessoa do Filho.Em relação a que Jesus era apenas criatura de Deus, acrescentou-se «Deusverdadeiro de Deus Verdadeiro». Pois se o Pai sempre existiu e domesmo modo o Filho, então se o Pai é verdadeiro Deus, também o é oFilho.Em oposição à afirmação que era a Criatura, e neste caso a mais nobre, foideclarado «gerado e não criado»Como contraponto ao erro de que Jesus não era da mesma substância, foiacrescentado «consubstancial ao Pai»3. Considerações finaisEstá, por isso, esclarecido porque devemos acreditar que Cristo é o FilhoUnigénito de Deus, e Verdadeiro Filho de Deus; que sempre existiu com oPai; que uma é a Pessoa do Filho, outra a do Pai e que Ele tem uma sónatureza com o Pai.São João, quando falou do Verbo de Deus (Evangelho que era lido peloPadre no final da missa até ao Concílio Vaticano II) destruiu as trêsheresias que falámos: - A de Fotino, quando disse «No princípio era o Verbo» (desdesempre).
  • 4. - A de Sabélio, ao dizer «e o Verbo estava em Deus» (Jesus estavana Trindade, não era uma manifestação diferente de Deus) - Por fim, a de Ário, quando disse «e o Verbo era Deus» (ou seja,não era criatura, e era da mesma substância).A Virgem Maria deixa-nos 5 recomendações, aquando da geração doVerbo: Ouvir Deus - "O Espírito Santo descerá sobre Ti" Consentir pela fé - "Eis a escrava do Senhor" Receber Deus na nossa vida - Nossa Senhora recebeu o Verbo e carregou-o no Seu seio. Pronunciar/Anunciar Deus - quando Nossa Senhora deu à luz o Seu Filho. Nutrir e alimentar a fé - tal como Maria alimentou o Seu Filho e o amamentou enquanto bebé. Referências no YouCat - 74, 77, 794. OraçãoSenhor, Tu vês-me,E eu vejo-te.És a palavra viva do Pai,Por meio da qual Ele criou o mundoE que se fez Homem, tal como eu sou.És o Filho de Deus e o Filho da Virgem Maria,Que disse «sim» à tua vinda ao mundo.És o bom pastor que vai atrás daquele que se perdeu.És a videira da qual somos os ramos.
  • 5. És a minha porta para o Pai e a porta do Pai para mim.És a compaixão e alegria de Deus connosco.És o perdão de Deus para as nossas ofensasE a sua misericórdia para connosco.És o grão de trigo que é moído e se torna pão e nos dá a vida.És a imagem de Deus, na qual reconhecemos o Pai.És o seu amor encarnado que nunca me deixa sóE que é mais forte do que a morte.És a ressurreição e a vida para todosQue em ti confiam, que em ti acreditam e que a ti seguem.És o juíz justo que um dia há-de voltar,Que resgata justiça aos marginalizadosE coloca a nossa vida na verdadeira luz.E um dia serás tudo em todos.Ver-te-ei a Ti e Tu a mim.Ver-te-ei como és,Alegrar-me-ei em Ti, em comunhão com todosOs que te pertencemPelos séculos dos séculos.Amém Dörte Schrömges - Georg Lengerke Tu és Deus, o Filho

×