• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
5 de outubro de 1919   implantação da república
 

5 de outubro de 1919 implantação da república

on

  • 571 views

 

Statistics

Views

Total Views
571
Views on SlideShare
571
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
3
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    5 de outubro de 1919   implantação da república 5 de outubro de 1919 implantação da república Presentation Transcript

    • 5 de Outubro de 1910
      Implantação da República
    • Monarquia
      Portugal foi, desde a sua fundação, governado por reis. A essa forma de governo chama-se Monarquia.
    • Monarquia
      No entanto, nos finais do século XIX, havia muitas pessoas que achavam que a monarquia não era a melhor forma de governar um país: o rei reinava a vida toda.
      Quando morria era o filho mais velho, o príncipe, que tomava o seu lugar.
    • Razões da Queda da Monarquia
      A maior parte da população vivia mal

      Atraso do desenvolvimento agrícola e industrial
      E se o Rei governasse mal?


      O País tinha grandes dívidas
      Possível guerra com os ingleses…



      Grande agitação e falta de liberdade
    • O Mapa Cor-de-Rosa
      A Conferência de Berlim decidiu que os territórios africanos pertenceriam aos países que os ocupassem efectivamente.
      Portugal exigia o seu direito em ocupar os territórios compreendidos entre Angola e Moçambique – mapa cor-de-rosa
      O Ultimato Inglês
      Em 11 de Janeiro de 1890, a Inglaterra enviou ao rei D. Carlos um Ultimato: ou os Portugueses desocupavam os territórios situados entre Angola e Moçambique ou o governo inglês declarava guerra a Portugal.
    • O Governo viu-se obrigado a aceitar o Ultimato, o que provocou manifestações de descontentamento. Em 14 de Janeiro de 1890, o Partido Republicano Português organizou uma grande manifestação em Lisboa, acusando o rei D. Carlos e o Governo de terem traído os interesses dos Portugueses em África.
    • Monarquia
      Claro que estes problemas podem acontecer com qualquer governante, fosse ele um rei ou outro...No entanto, as vantagens de uma forma de governar diferente eram vistas como boas. Seria um sistema diferente: uma República.
    • Última bandeira da monarquia
    • Última bandeira da monarquia
      Este determinava que a bandeira nacional passasse a ser verticalmente bipartida de branco e azul, ficando o azul do lado do mastro; sobre o conjunto, ao centro, deveria assentar as armas nacionais, metade sobre cada cor.
    • Ultima bandeira da monarquia
      A bandeira para uso terrestre era igualmente bipartida de branco e azul; a para uso naval, essa sim, apresentava o azul e o branco na proporção de 1:2, um pouco à semelhança do que sucede com o actual pendão nacional português.
      Uso naval
      Uso terrestre
    • Ultimo Rei da Monarquia
      D. Manuel II
      O último Rei da Monarquia - D.Manuel II
    • O exílio
      O último rei foi D. Manuel II que partiu para Inglaterra com a restante família real, ficando aí a viver no exílio.
    • 5 de Outubro de 1910
      • A República foi proclamada dos Paços do Concelho (a Câmara Municipal) em Lisboa. A importância deste facto foi tal que se decidiu que essa data fosse um dia feriado.
    • República
      O primeiro presidente foi Teófilo Braga, mas foi apenas presidente do Governo Provisório até às eleições.
    • República
      • O primeiro Presidente de Portugal eleito pelo povo foi Manuel de Arriaga.
    • República
      • A implantação da República fez com que Portugal mudasse a sua bandeira e o seu hino para aqueles que temos actualmente e o nome da sua moeda para o escudo.
    • Bandeira Nacional
      A 19 de Junho de 1911, depois de se implantar a República, a Bandeira Nacional substituiu a Bandeira da Monarquia Constitucional.
    • E como é a nossa Bandeira?
    • Bandeira Nacional
      A Bandeira Nacional é dividida na vertical com duas cores fundamentais: verde escuro do lado esquerdo (ocupando dois quintos) e encarnado à direita (ocupando três quintos).
    • E as suas cores? O que significam?
      o verde, a cor da esperança e do mar, foi escolhida em honra de uma batalha onde esta cor deu a vitória aos portugueses.
      o vermelho é uma cor de força, coragem e alegria, que representa o sangue derramado pelos portugueses;
    • E as suas cores? O que significam?
      Ao centro, sobre as duas cores, tem o Escudo das Armas Nacionais, e a Esfera Armilar Manuelina, em amarelo e avivada de negro.Simboliza as viagens dos navegadores portugueses pelo Mundo, nos séculos XV e XVI.
    • E as restantes cores, significam o quê?
      o branco representa a paz;
      o Escudo lembra a defesa do território;
      as Quinas, a azul, representam as primeiras batalhas na conquista do País (diz-se que são os cinco reis mouros vencidos na Batalha de Ourique por D. Afonso Henriques);
    • E as restantes cores, significam o quê?
      - cada quina contém cinco pontos brancos: as cinco chagas de Cristo que ajudou D. Afonso Henriques a vencer esta batalha;- os sete castelos amarelos representam os castelos tornados aos mouros por D. Afonso III.
    • Sabes o que significa a esfera armilar?
      Foi um símbolo que o Rei D. Manuel I escolheu para representar as descobertas marítimas
    • Hino Nacional“A Portuguesa”
      Heróis do mar, nobre Povo.Nação valente, imortalLevantai hoje de novoO esplendor de Portugal!Entre as brumas da memória,Ó Pátria sente-se a vozDos teus egrégios avós,Que há-de guiar-te à vitória!
      Refrão: Às armas, às armasSobre a terra, sobre o mar,Às armas, às armasPela Pátria lutar,Contra os canhões marchar, marchar!