Leitura de Imagens - Maria de Lourdes Riobom

  • 829 views
Uploaded on

Observ@rte | 2013

Observ@rte | 2013

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
829
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Leitura de Imagens
  • 2. • A linguagem visual é algo quotidiano que nos rodeia e que faz parte das nossas vidas.
  • 3. • As imagens são para a linguagem visual o mesmo que as palavras são para a linguagem escrita: as suas unidades de representação.
  • 4. • Embora a linguagem visual tenha, desde sempre, sido um veículo de comunicação, a enorme quantidade de mensagens que hoje se transmitem através deste sistema de comunicação resulta do desenvolvimento tecnológico que teve lugar nas sociedades ocidentais desde os anos 60.
  • 5. • A linguagem visual transmite conhecimento, ou seja, a imagem é uma coisa que alguém utiliza para algo.
  • 6. • Temos muitas vezes um conceito idealizado de imagem. No entanto, não são inocentes, transmitem mensagens muito concretas.
  • 7. • As Ciências da Comunicação e a semiótica estudam três sistemas de transmissão de mensagens:• A comunicação verbal• A comunicação escrita• A comunicação visual
  • 8. • Comunicação visual é o sistema de transmissão de sinais cujo código é a linguagem visual.
  • 9. • Linguagem visual é o código específico da comunicação visual.
  • 10. • Todos estudamos na escola a morfologia e a sintaxe da nossa língua materna, mas não estudamos nem a morfologia nem a sintaxe da linguagem visual. No entanto, sabemos lê-la.
  • 11. • Vamos aprendendo desde que nascemos de forma automática, não formalizada e por isso não aprendemos a lê-la de maneira profunda, não aprendemos a descodificá-la nem a construir mensagens.
  • 12. • A linguagem visual é aquela que mais se aproxima da realidade – se disser ou escrever o nome de alguém, ou se tiver uma fotografia da mesma pessoa, obviamente que esta última está muito mais próxima da realidade.
  • 13. • Fig. 1 – Representação com recurso à linguagem visual • Um avião aproxima-se das torres gémeas • Representação de um acontecimento através das linguagens visual e escrita
  • 14. • No entanto, uma imagem não é a realidade.• A realidade não está nem na imagem, nem no texto, mas na imagem parece que está.
  • 15. sexo corrupção appleNa mesma maçã podemos ver (interpretar) diferentes realidades.
  • 16. • Numa 1ª fase de construção de pois o autor transporta consigo a uma representação visual, o sua experiência pessoal, ou seja, emissor representa a realidade, nenhuma representação é igual e no sentido em que substitui uma varia de um indivíduo para outro. coisa pela outra. No campo da Assim, como o processo de semiologia da imagem, representação não pode ser representar consiste em substituir separado da experiência pessoal a realidade através da linguagem do autor, podemos afirmar que a visual. Não nos podemos representação implica esquecer que o acto em que o transformação. emissor decide o que representar se efectua num determinado contexto (momento, lugar, motivos), de maneira que, o acto de representar não é neutro,
  • 17. • Interpretar é dar um certo significado às coisas, sejam elas a própria realidade ou a• O que é interpretar? sua representação. No campo da semiologia da imagem, interpretar é conferir significado a representações de carácter visual.
  • 18. • Neste caso, o protagonista, é o receptor que traz consigo a sua experiência pessoal e, também ele, “consome” a mensagem num determinado contexto.• Assim, também a interpretação varia de indivíduo para indivíduo.
  • 19. • No acto de interpretar, a representação em si desaparece; ao interpretar, o espectador dá um novo sentido aquilo que é representado.
  • 20. • Aquilo que o espectador realmente vê é um somatório de conceitos resultantes da sua experiência pessoal, memória e imaginação, de modo que podemos dizer que o observador é muito mais do que o simples receptor da mensagem; é o construtor da mensagem, já que o objecto não é o objecto em si mas a representação que o observador lhe associa.
  • 21. uma• Podemos assim concluir que imagem não é a realidade, mas sim um espaço físico onde se misturam os interesses de várias pessoas.
  • 22. • O que é afinal uma imagem?
  • 23. • Είκωη - “representação visual que possui uma certa semelhança com o objecto que representa”.• Mais tarde aparece a raiz latina imago – “figura, sombra ou imitação”.
  • 24. • Do primeiro vocábulo deriva a palavra portuguesa representar, do segundo deriva imitar.• Ambos os termos remetem para um processo de substituição – substituição de quê através de quê? Trata-se de uma substituição da realidade.
  • 25. • Imagem: unidade de representação criada através da linguagem visual.