Do Governo Eletrônico ao Governo da Inovação

  • 814 views
Uploaded on

Itesp Debate sobre Inovação na Gestão Pública. Palestra realizada por pelo Roberto Agune, coordenador do Grupo de Apoio Técnico à Inovação da Secretaria Estadual de Gestão Pública.

Itesp Debate sobre Inovação na Gestão Pública. Palestra realizada por pelo Roberto Agune, coordenador do Grupo de Apoio Técnico à Inovação da Secretaria Estadual de Gestão Pública.

More in: Technology
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
814
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
6

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1.  
  • 2. governo eletrônico, ano quinze
  • 3. a proposta do governo eletrônico promover uma alteração radical na maneira pela qual os governos e o cidadãos passassem a se relacionar , com apoio forte nas novas tecnologias , principalmente na Internet
  • 4. propiciar uma melhoria qualitativa e quantitativa dos serviços prestados ao cidadão para que?
  • 5. que trajetória teria que ser cumprida
  • 6. o que, de fato, se conseguiu embora a prestação de serviços eletrônicos tenha obtido avanços desde 1995 , os resultados foram bem mais modestos do que o esperado. isto nos permite afirmar que o modelo de e-gov , tal como inicialmente concebido pode ser considerado esgotado .
  • 7. para corroborar esta afirmativa vamos dar uma rápida passada em alguns números que colhemos em estudos e pesquisas sobre governo eletrônico .
  • 8. as primeiras informações foram extraídas do estudo “ Análise do Desenvolvimento do Governo Eletrônico Municipal no Brasil”, coordenado pelo Professor Norberto Torres, cobrindo “sites” de 286 cidades brasileiras , concluído em março de 2007.
  • 9.
    • grau médio de E-Gov, por meio de websites, é muito baixo.
    • nem tamanho do município, nem seu nível de atividade econômica, determinam o nível de E-Gov promovido.
    • os municípios do Sul e Sudeste são os melhores em governo eletrônico.
    • pouco se atingiu em termos de transações on-line e é insignificante o avanço da integração aberta com a sociedade (e-democracia).
    • grau muito baixo de oferta de serviços mais abrangentes e integrados.
    principais conclusões do estudo
  • 10. estudo correlato, realizado em 2006 , cobrindo 686 municípios distribuídos entre Argentina, Brasil, Chile, Colombia, Costa Rica, Espanha, México, Portugal e Venezuela, comandado pelo Professor José Esteves , diretor da cátedra software AG Alianza Sumaq em governo eletrônico, mostra números não menos eloqüentes.
  • 11.
    • grau desenvolvimento muito baixo!
    • pouquíssimas cidades atingem um nivel de excelência em E-Gov. municipal.
    • poucas cidades oferecem todos os E-Serviços considerados básicos.
    • poucas cidades oferecem e-serviços de participação cidadã.
    principais conclusões do estudo
  • 12.
    • muitas cidades oferecem operações on-line, mas a maioria delas não pode ser realizada completamente on-line.
    • quase todas as cidades tem E-mail, mas isto não significa que o cidadão obtenha respostas aos seus E-mails…
    • falta de uma estratégia nacional para governo eletrônico municipal, como ocorre, por exemplo, na Inglaterra.
    principais conclusões do estudo
  • 13. um último estudo, para o qual gostaríamos de chamar atenção é o “Global E-Government, realizado pelo professor Darrell M. West , professor da Brown University, cuja 8ª edição, abrangendo 1667 “sites” governamentais , em 198 países , foi publicada em 2008
  • 14.
    • 50% dos sítios pesquisados não oferecem um único serviço que possa ser totalmente executado “on line”.
    • 30% dos sítios possuem políticas de privacidade em relação aos dados dos usuários.
    • 17% dos ambientes pesquisados possuem política de segurança dos dados.
    • 16% dos sítios contam com recursos orientados para pessoas com necessidades especiais.
    principais conclusões do estudo
  • 15. pouca atenção aos aspectos extra-tecnológicos envolvidos. importante frisar que não se muda o governo sem tecnologia , só com tecnologia, também não . causas do esgotamento 1
  • 16. a modernização governamental não pode ficar circunscrita a um único setor ou saber. ela é intrinsicamente intersetorial e multidisciplinar . 2 causas do esgotamento
  • 17. os sistemas e aplicativos do mundo pré-web tendo sido simplesmente transplantados para o ambiente web, sem os redesenhos necessários . é preciso, antes, entender melhor os desafios de uma sociedade pós-industrial, a sociedade do conhecimento. 3 causas do esgotamento
  • 18. a entrada dos governos na era do conhecimento e da inovação pressupõe tratar estes temas de forma estratégica , colocá-los na agenda política. lembremo-nos, sempre, que uma infra-estrutura de banda larga é tão ou mais importante do que uma estrada, por exemplo, mas poucos têm plena consciência disso, fora do escalão técnico. 4 causas do esgotamento
  • 19. as mudanças necessárias
  • 20. problemas complexos são imunes a remédios velhos , exigem soluções inovadoras .
  • 21. tratá-los de forma burocrática , afasta o governo da cidadania e agrava os problemas .
  • 22. o goveno, como qualquer organização, só será efetivo se for reinventado para a era do conhecimento.
  • 23. Era do Conhecimento
  • 24. o conhecimento sempre foi um fator de produção.
  • 25. hoje, ele é o fator de produção. comanda todos os demais.
  • 26. e como isso muda a nossa visão de futuro?
  • 27. antes extrapolação do passado repetição
  • 28. disrupção mudança radical agora
  • 29. o governo, como qualquer organização, ou percebe essa transformação, ou perde a corrida .
  • 30. o que significa para o governo perder a corrida?
  • 31. como o governo não pode ir a falência, ficar à margem das mudanças significa perder legitimidade e autoridade , sintomas que eu mostrei há pouco.
  • 32. como virar o jogo?
  • 33. igov, ano zero
  • 34. conhecimento Capacidade para ação efetiva . peter senge
  • 35. inovação Uma inovação é a implementação de um produto (bem ou serviço) novo ou significativamente melhorado, ou um processo, ou um novo método de marketing , ou um novo método organizacional nas práticas de negócios, na organização do local de trabalho ou nas relações externas. manual de oslo – versão 3 de 2005 ocde , eurostat e finep
  • 36. inovação A inovação pode ocorrer em qualquer setor da economia, incluindo serviços governamentais . A inovação é também importante para o setor público . manual de oslo – versão 3 de 2005 ocde , eurostat e finep
  • 37. gestão do conhecimento no setor público um método para estimular a criação de ambientes que facilitem o surgimento e a replicação de iniciativas inovadoras em gestão pública.
  • 38. o que fazer para alinhar governo e sociedade
  • 39. 10 mandamentos para um governo inovador promover reformas profundas que o libertem dos modelos mentais da era industrial 1
  • 40. estimular a criatividade do servidor, pois a maioria das soluções está por ser criada 10 mandamentos para um governo inovador 2
  • 41. usar as novas tecnologias à exaustão. lembrar, no entanto, que elas não são uma finalidade 10 mandamentos para um governo inovador 3
  • 42. mostrar ao servidor que aprender passou a ser um evento contínuo e ubíquo 10 mandamentos para um governo inovador 4
  • 43. estimular o intercâmbio de idéias entre servidores com especializações distintas 10 mandamentos para um governo inovador 5
  • 44. inserir-se, de corpo e alma, nas redes sociais. é assim que a sociedade atual se articula 10 mandamentos para um governo inovador 6
  • 45. orientar para que cada servidor saia do seu casulo e conheça o que o cidadão quer 10 mandamentos para um governo inovador 7
  • 46. estimular o trabalho em equipe 10 mandamentos para um governo inovador 8
  • 47. lembrar que a excelência é o melhor caminho para transformar um idéias em inovações 10 mandamentos para um governo inovador 9
  • 48. incorporar a idéia que trabalhar não é sinônimo de sofrimento 10 mandamentos para um governo inovador 10
  • 49. idéias para um novo governo
  • 50. nome blog da ministra da igualdade da Espanha, Bibiana Aido, utilizado por ela como seu principal veículo para comunicação com a cidadania o que é amanece em cádiz
  • 51. iniciativa independente, apoiada pelo governo britânico, na qual o próprio usuário avalia a qualidade dos serviços médicos ofererecidos, segundo critérios como: padrão dos cuidados médicos, serviços de enfermagam, limpeza, estacionamento, etc. recebe 20 mil visitas e 7 mil comentários por dia. metade das avaliações são positivas. o que é patient opinion nome
  • 52. canal instituído pelo governo britânico para estimular a utilização de ferramentas sociais com o objetivo de agilizar e aprimorar a entrega de serviços à população o que é working together nome
  • 53. rede social montada pelo governo, hoje operado pela midia digital privada, na qual os cidadãos podem apontar no mapa problemas de segurança, infra-estrutura, etc., bem como opções de lazer, próprios públicos, entre outros. o que é citix nome
  • 54. site de divulgação de notícias do governo do estado de são paulo, com links apontando para ferramentas sociais como twitter, youtube, facebook, flicker, orkut, etc., utilizadas para divulgar ações ou serviços de interesse para a população. o que é sp notícias nome
  • 55. wiki criado pela prefeitura da cidade de melbourne, na austrália, para permitir o amplo engajamento da população local no plano estratégico do município para o período 2010-2020. no período em que ficou aberto à população, recebeu 30 mil visitas de cerca de 7 mil colaboradores, não acusando a chegada de nenhuma contribuição que pudesse ser considerada ofensiva. o que é future melbourne nome
  • 56. estratégia para a criação de uma nova geração de cidades norte americanas calcadas no estímulo à inovação, concebida por uma extensa rede de urbanistas, prefeitos e demais lideranças urbanas, denominada CEOS for Cities . No centro dessas novas cidades está o conceito da cidade que aprende, onde a escola formal é apenas uma pequena parte do processo de capacitação, que envolve também a família, vizinhança e toda a comunidade. o que é remixing cities nome
  • 57. iniciativa do governo norte americano de disponibilizar bases governamentais de interesse público, em formato universal, acessíveis a toda a sociedade. objetiva tornar transparente o acesso aos dados do governo, ampliar a participação social na melhoria das informações e demandas da cidadania e fomentar a colaboração na produção de novos serviços públicos. o que é open government iniciative nome
  • 58. um programa para a inovação: o caso de são paulo
  • 59.
    • pilares
    • rede Paulista de Inovação em Governo
    • institucionalização - Decreto
    • ações de Implementação
  • 60.
    • princípios
    • cooperação
    • qualificação
    • utilização de Ferramentas Sociais
  • 61.
    • componentes
    • portal (página inicial da rede - knowledge hub)
    • blogs (experiências, capacitação, serviços públicos)
    • podcast (programa de rádio pensando alto)
    • tutoriais (uso de ferramentas sociais)
    • canais de Vídeo (quatro canais, sendo um ao vivo)
    • comunidade
  • 62.
    • decreto 53.963 - objetivos
    • efetividade (políticas públicas e serviços ao cidadão)
    • transparência (informações para o cidadão)
    • criação de cultura para inovação
    • colaboração (entre servidores, entre secretarias)
    • acelerar criação e circulação do conhecimento
    • ampliar oportunidades de capacitação continuada
    • estimular o uso de novas tecnologias e ferramentas
  • 63.
    • decreto 53.963 - diretrizes
    • planejar e executar inic. de fomento à inovação
    • empregar gci na capacitação dos servidores
    • mensurar resultados
    • divulgar ações
    • promover eventos
    • novas formas de organização e gestão
    • aplicações criativas (incubadora)
  • 64.
    • decreto (artigo 4°) - atribuições
    • secretarias de estado – elaborar e implantar programa de GCI
    • sec. de gestão pública – promover ações para estimular a GCI na administração pública
  • 65. decreto 53.963 – linhas de atuação para implementação
  • 66. decreto 53.963 – detalhamento das linhas de atuação
  • 67. muito obrigado. Roberto Agune [email_address] www.igovsp.net