Your SlideShare is downloading. ×
Aula 5 metodologia do planejamento em enfermagem ppt
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Aula 5 metodologia do planejamento em enfermagem ppt

20,977
views

Published on

Metodologia do planejamento em enfermagem: tipos, fases, instrumentos

Metodologia do planejamento em enfermagem: tipos, fases, instrumentos

Published in: Education

2 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
20,977
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
452
Comments
2
Likes
4
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Aula 5- Metodologia doplanejamento em enfermagem.
  • 2. Autor: Ismael Costa ismac@globo.com www.blogprofismael.blogspot.comby Ismael Costa ismac@globo.com
  • 3. Conceito “Planejamento é a função administrativa que determina antecipadamente o que se deve fazer e quais os objetivos que devem ser atingidos. É um modelo teórico pra a ação futura.” by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 4. Atitudes em relação planejamento Inativo – Os inativistas entendem que o statu quo é o ambiente desejável. Reativo – Planejamento ocorre como reação a um problema. Pré-ativo – Planejamento voltado para o futuro sem levar em conta as experiências passadas. Pro-ativo – Planejamento voltado para o futuro considerando o presente e o passado. by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 5. Fases do Planejamento (NormativoTradicional) Conhecimento do sistema como um todo (sistema técnico e sistema social). Determinação dos objetivos: Princípio da comunicação total, princípio da coerência vertical, princípio da coerência horizontal. Estabelecimento de prioridades; Seleção de recursos disponíveis. Estabelecimento do plano operacional: Planejamento estratégico, tático, operacional; Desenvolvimento; Aperfeiçoamento; by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 6. by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 7. by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 8. Hierarquia do planejamento (Marquis eHuston, 2005). Missão (Visão) Filosofia Metas Objetivos Políticas Procedimentos Normas by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 9. by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 10. Missão Declaração breve que identifica a razão da existência da instituição; Ex: O County Hospital é uma instituição de cuidados terciários que oferece atendimento abrangente e holístico aos moradores da região que buscam tratamento. by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 11. Filosofia É a fundamentação básica que direciona todo o planejamento rumo àquela missão. Delineia o conjunto de valores e crenças que orienta os atos da organização. Ex: O comitê de diretores do County hospital acredita que os indivíduos são únicos, devido à sua constituição genética, suas experiências pessoais.... by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 12. Metas e Objetivos São os resultados para os quais a instituição trabalha. Uma meta pode ser definida como o resultado desejado para que resultem em ação. Os objetivos são mais específicos e mensuráveis do que as metas, uma vez que identificam como e quando estas devem ser alcançadas. by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 13. Políticas São planos reduzidos a enunciados ou instruções que orientam as organizações em sua tomada de decisão. Pode ser explícita ou implícita. by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 14. Procedimentos São planos que estabelecem maneiras comuns ou aceitáveis de realizar uma tarefa específica e que delineiam a sequência de etapas para as ações necessárias. by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 15. Normas São planos (regras) que definem ações ou não-ações. by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 16. Tipos de planejamento by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 17. Planejamento Estratégico situacional (PES) A metodologia do planejamento estratégico situacional (PES) tem como precursores os professores Carlos Matus e Mário Testa. O seu pressuposto é de que não existe uma só racionalidade no planejamento (a econômica) no campo das políticas públicas, há também a influência de fatores políticos e sociais. O Planejamento Estratégico e Situacional, sistematizado originalmente pelo Economista chileno Carlos Matus, diz respeito à gestão de governo, à arte de governar. by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 18. by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 19. A técnica dos cenários Cenários - as diversas realidades Atores – participantes (executam ações/jogadas) Paisagens - a parte fixa ou pouco mutável do cenário (como organizações, estruturas e funções que pouco se alteram durante o projeto). Regras estabelecidas, que podem ser leis, normas, regulamentos, preceitos, costumes, princípios, tradições ou crenças. Acumulações- conhecimentos pessoais, poder econômico, poder político, liderança, Fluxos -representam as ações ou movimentos que se realizam dentro das regras by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 20. A governabilidade Diz-se que um ator tem Governabilidade sobre um problema quando controla os recursos necessários para realizar as jogadas. Do contrário, ele não terá governabilidade, mas pode fazer demandas junto a outro ator que tenha essa governabilidade. Caso esse outro seja da oposição e, portanto, sem chances de aderir ao projeto do ator, resta denunciá-lo. by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 21. Zonas de governabilidade Zona I - Espaço de governabilidade. É o espaço onde se situam as regras, acumulações e fluxos sobre os quais o ator do problema tem governabilidade. Zona II - Espaço fora de governabilidade. É o espaço onde se situam as regras, acumulações e fluxos fora de governabilidade do ator, mas que fazem parte do problema. Zona III - Espaço fora do jogo. São as regras, acumulações e fluxos fora do jogo, mas que podem influenciá-lo. by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 22. Tipos de Poder (MATUS 1996): Poder Político: relacionado a mandatos políticos. Poder econômico: relacionado a quem detém o controle de recursos financeiros Poder administrativo: relacionado a que detém cargo público nas 3 esferas de poder Poder Técnico: quem detém o conhecimento técnico by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 23. Os momentos do PES Momento Explicativo (substitui o antigo “diagnóstico”): Análise do Ator que planeja (limites e potencialidades, ambiente interno e externo), identificação e seleção de problemas estratégicos, montar os Fluxos de explicação do problemas com as cadeias causais respectivas, seleção das causas fundamentais – chamadas de Nós Críticos como centros práticos de ação, construção da Árvore de Resultados a partir de uma Situação-Objetivo definida pelo grupo. Momento Operacional: desenhar ações ou projetos concretos sobre cada Nó Crítico – as chamadas Operações do Plano, definir para cada Operação necessária os recursos necessários, os produtos esperados e os resultados previstos, construir cenários possíveis onde o plano será executado, analisar a trajetória do conjunto das operações em cada cenários e – a partir disto – tentar diminuir a vulnerabilidade do Plano. by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 24. Momento Estratégico: analisar os Atores Sociais envolvidos noPlano, seus interesses, motivações e poder em cada uma dasOperações previstas e cenários imaginados, definir a melhor estratégiapossível para cada trajetória traçada, estabelecer um programa direcionalpara o plano, construir viabilidade estratégica para atingir a Situação-Objetivo.Momento Tático-Operacional (sistema de gestão): debate sobre asformas organizativas, a cultura organizacional e o modus operandida organização de modo a garantir a execução do plano. Nestemomento devem ser encaminhados os seguintes temas: funcionamento daagenda da direção, sistema de prestação de contas, participação dosenvolvidos, gerenciamento do cotidiano, sala de situações e análisesistemática da conjuntura. by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 25. Explicativo: como explicar a realidade?Normativo: como conceber o plano?Estratégico: como tornar viável o plano?Tático-operacional: como agir no cotidiano de formaplanejada? by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 26. Instrumentos utilizados no planejamento Cronograma Gráfico de Gannt PERT-CPM by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 27. by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 28. PERT by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 29. Gráfico de Gannt by Ismael Costa ismac@globo.com
  • 30. Livro Português & SUS – Editora Águia Dourada. Autores: Mara Gonçalves e Ismael Costa by Ismael Costaismac@globo.com