Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
Reprodução dos animais (alterada)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Reprodução dos animais (alterada)

  • 1,198 views
Published

 

Published in Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
1,198
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
61
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. REPRODUÇÃO NOS ANIMAIS
  • 2. Comportamentos reprodutores No período do acasalamento, o macho e a fêmea de alguns animais têm atitudes características que constituem o seu comportamento reprodutor. Este comportamento varia de espécie para espécie. Em algumas espécies, os machos lutam para defender o seu território e a posse das fêmeas. Noutras, as cores do corpo tornam-se mais garridas para atrair a fêmea. Noutras, ainda, libertam cheiros que atraem o outro sexo. Há ainda animais cujos machos, na época do acasalamento, fazem exibições nupciais para atrair a fêmea: cantam, emitem sons, fazem gestos, dança,… Durante a exibição O grou macho nupcial, a ave-lira nupcial executa diante da macho abre a sua fêmea uma exibição cauda colorida junto nupcial em convite da fêmea. ao acasalamento
  • 3. Durante a época da reprodução, a abetarda macho faz grandes exibições: abre a cauda, incha o peito, arqueia as asas levantando as penas e inclina a cabeça para trás, depois roda muito lentamente sobre as patas. A abetarda realiza uma espécie de dança para atrair a fêmea. Esta dança tem o nome de “banho de espuma” pois parece realmente que a ave fica coberta de espuma e muito maior.Os rituais de acasalamento ou paradas nupciais, permitem que macho e nupciaisfêmea da mesma espécie se reconheçam e que a fêmea escolha o macho com asmelhores características para transmitir à descendência, bem como com maiorcapacidade física para defender o território e as crias.
  • 4. O que é a reprodução ?É o processo pelo qual os seres vivos dão origem a outros semelhantes.
  • 5. TIPOS DE REPRODUÇÃO Reprodução Sexuada Reprodução Assexuada É apenas necessário um indivíduo para dar origem a um novo ser semelhante. Exº Estrela do mar, hidra, e bactérias. São necessários doisindivíduos (macho e fêmea) para dar origem a um novo ser semelhante. Ex.ªs Mamíferos, aves, répteis,etc…
  • 6. CÉLULAS SEXUAISCélulas sexuais femininas: óvulos Células sexuais masculinas: espermatozóides Fecundação : União de um óvulo com um espermatozóide A célula que resulta da fecundação é o ovo
  • 7. FECUNDAÇÃO Fecundação externa Fecundação internaDá-se fora do corpo da Dá-se dentro do corpo da fêmea. fêmea (normalmente dentro deágua – como é o caso da Exº Mamíferos, aves e répteismaioria dos peixes e dos anfíbios).
  • 8. DISMORFISMO SEXUALConjunto de características externas que permitem distinguir o macho dafêmea. SEM DISMORFISMO DISMORFISMO DISMORFISMO SEXUAL POUCO ACENTUADO ACENTUADO O macho facilmente se Não se distingue o O macho é mais robusto distingue da fêmea macho da fêmea: e a sua cabeça é maior; pelo colorido das suas Exº Gaivota macho e Ex.º Boi e vaca penas; gaivota fêmea. Exº Leão e Leoa e galo e galinha.
  • 9. DESENVOLVIMENTO DO NOVO SER VÍVIPAROS OVÍPAROS OVOVIVÍPAROS O novo ser desenvolve-se O novo ser desenvolve-se O novo ser desenvolve-se dentro de um ovo comno interior do corpo da mãe fora do corpo da mãe, casca muito e à custa dos dentro de um ovo fina que fica dentro domateriais (nutrientes) que que lhe fornece as reservas corpo da mãe esta lhe fornece alimentares para o seu desenvolvimento
  • 10. DESENVOLVIMENTO APÓS O NASCIMENTOAlguns animais, ao nascer, têm já uma forma semelhante à do ser adulto. Há, contudo,outros animais que sofrem grandes transformações até atingirem a forma adulta. DESENVOLVIMENTO DIRECTO DESENVOLVIMENTO INDIRECTO Se o novo ser nasce semelhante aos progenitores. O novo ser nasce com um aspecto diferente dos progenitores, sofrendo transformações internas e externas até se tornar adulto.
  • 11. METAMORFOSESChamam-se metamorfoses às profundas mudanças de forma que sofremalguns animais, desde o nascimento até ao estado adulto. COMPLETA INCOMPLETA Quando os indivíduos passamQuando as transformações apresentam directamente da faseas fases - Larva, ninfa e adulto. Exemplo: borboleta. larvar à fase adulta. Exemplo: gafanhoto.
  • 12. METAMORFOSE DA BORBOLETA A) Ovo da borboleta B) Lagarta C) Preparando o casulo D e E) Dentro do casulo (crisálida) F,G e H) Rompendo a cutícula da crisálida I) Borboleta pronta para voar
  • 13. METAMORFOSE DO GAFANHOTO
  • 14. METAMORFOSE DA RÃ