Vida após a morte
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Vida após a morte

on

  • 742 views

Recebi da amiga Nice, compartilho.

Recebi da amiga Nice, compartilho.

Statistics

Views

Total Views
742
Views on SlideShare
742
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
2
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Vida após a morte Presentation Transcript

  • 1. Pra onde Deus levou meu vô? Clique para avançar e ligue o som
  • 2. A maioria das pessoas ao perderem um ente querido sofrem angústias e saudades tão grandes que acabam, muitas vezes, em profunda depressão... O desespero é maior para aqueles que duvidam da vida após a morteporque acham que “ninguém pode voltar pra contar como é do lado de lá”... Isso não é verdade! Graças as mensagens psicografadas por médiuns idôneos,como Chico Xavier, Divaldo Franco, Celso de Almeida Afonso, João Braga e tantos outros, milhares de famílias estão sendo confortadas, pois, “muita gente está voltando pra contar”... Acompanhe os relatos dos casos a seguir e tire suas próprias conclusões...
  • 3. 08/05/76 - Goiânia de Campina (Goiás) Maurício Garcez (15 anos) foi morto por um tiro no peito disparado por seu amigo José Divino (18 anos) - caso apresentado no programa “Globo Repórter” da Rede Globo de Televisão. O acusado foi preso por homicídio, mesmo jurando ter sido um acidente... Uberaba (MG) – Semanas depois da prisão de José, Chico Xavierpsicografou uma mensagem de Maurício inocentando o amigo. A cartafoi entregue às autoridades que julgavam o caso e, devido as riquezas dos detalhes, acabou entrando nos autos do processo.
  • 4. Vários especialistas compararam a assinatura da carta psicografada pelo médium com a assinatura do RG do jovem morto e ficaram impressionados com a semelhança entre elas... Além disso, duas outras coisas chamaram a atenção dos advogados e do juiz: 1 – Como é que Chico Xavier poderia descrever detalhes tão precisos do “crime” se apenas José Divino (o acusado), a própria polícia e Maurício Garcez (o morto) tinham conhecimento?2 – Como seria possível o médium forjar a assinatura de Maurício no final da carta de forma tão perfeita e com os olhos fechados? O Tribunal de Justiça inocentou José Divino. Não havia como duvidar da veracidade daquela mensagem...
  • 5. Mensagem de João Hélio (Garoto arrastado por assaltantes até a morte) recebida no Centro Espírita Léon Dennis Veja como a Lei de Causa e Efeito é justa e nos possibilita reparar desajustes do passado): "Nasci na Gália no ano de 22 da era cristã e desencarnei na Líbia (...). Fui oficial da legião dos leões que estavam em Núbia. Como governador de Al Katrim, me comprazia atrelar na minha biga puxada por dois cavalos velozes, crianças, homens, mulheres, novos e velhos que eram arrastados através da estrada seca e pedregosa daquela região da África. Os corpos se despedaçavam e eu era exaltado pelos meus pares... Morri em combate com tropas egípcias e fui parar numa região de treva profunda. Muitos gritos e rostos aterradores me esperavam. Fui levado a um estado de totalanimalidade por mais de mil anos, até que servos de Maria me resgataram. Já em outro plano, fui aos poucos tendo meu perispírito restaurado, minha mente normalizada e meus pensamentos corrigidos. Foi então que compreendi os horrores que havia feito. Que tristeza DEUS...”
  • 6. “Por quase trezentos anos permaneci me preparando pra reencarnare pedia a graça de receber para desencarne o mesmo destino dado por mim a outros. No ano do Senhor de 2001, após buscar incessantemente por quem me recebesse como filho, um casal tiranizado por mim, aceitou-me. Reencarnei como João Hélio... Agora em comoção generalizada, desencarnei e agradeço ao Pai ter me atendido, dando-me destino igual ao que dei às minhas vítimas do passado... Estou em paz, estou na luz. Resgatei um pouco do meu passado e outros momentos de resgate ainda virão. Confio em Deus... Titus Aelius."
  • 7. O casal Sônia e David, terrivelmente deprimidos pela morte do único filho (Júnior), recebem uma carta psicografada e recobram a alegria de viver...
  • 8. Tatiana Madjarof (23 anos) Estudante de medicina, morta em acidente automobilístico na BR 101, Km 325 dia 04/02/06... Centro Espírita Aurélio Agostinho – 15/09/06 (7 meses após o acidente) Tatiana envia sua 1ª mensagem ao médium Celso de Almeida Afonso – Veja alguns trechos: “...Mãe (Rosana), no dia do acidente me senti igual a um pássaro que atende um amigoque o chama... Dirigia-me à casa de Lydia pra almoçar com ela. Perto de mim, o presente que papai (Jorge) havia me dado: meu cãozinho Thommy... Saímos de Tubarão,mas,...tudo aconteceu. Comentar detalhes do acidente não me fará bem. Digo apenas quemeu Thommy está aqui comigo e nunca desgruda de mim... Não pensem que sofri tudo o que imaginam! Antes de chocar-me com o outro carro, só deu tempo de gritar “Meu Deus!”... Nada senti, nada vi... Lembro-me apenas de abrir meus olhos em outro lugar, num outro espaço de vida... Tia Silvinha, tia Ivete e vovô Paulo me receberam e tiveram um trabalhão pra amenizar meu susto pois, se eu os via é porque EU HAVIA MORRIDO também. Nossa! Fiquei tão apavorada! (risos) “
  • 9. “Pra não complicar o assunto, quero dizer que estou bem e a presença do Thommy me ajudou muito a manter a calma diante de minha nova vida. Sempre que ele me lambe o rosto, mãe, sinto a sua presença e também o carinho do papai, da Lú, da vovó Rosa, enfim, de todos aí.Não chorem mais por mim. Estou bem e feliz. O sofrimento de vocês me deixa confusa eme causa angústia. Peça a vovó Rosa que continue orando muito por mim e por vocês. Ela é um exemplo de coragem e nos ajudará a não fraquejar. Mãe, diga a todos que os amo muito e que continuo viva. Por favor, fale ao papai quecreia no que estou escrevendo e que leve um beijo meu à vovó Jacy e ao vovô Eduardo. Tati”
  • 10. Rosana e Jorge – paisLydia – melhor amiga de TatianaTubarão – cidade onde Tatiana morava por estar cursando faculdade de medicinaRosa – avó maternaLú (Luciana) – irmã caçulaJacy e Eduardo – avós paternosThommy – cãozinho que morreu com ela no acidenteSilvinha – tia desencarnada em 04/05/1986, aos 19 anos, num acidente de carro na viaAnchietaIvete – tia desencarnada em 22/06/2005 aos 44 anos em decorrência de um câncerPaulo – avô materno desencarnado em 12/05/1991, aos 57 anos vítima de infarto Ao fim da reunião, o nome de Tatiana Madjarof foi anunciado e a mensagem psicografada foi entregue à sua mãe... Ainda assim, a dor pela perda da filha tão jovem, tão cheia de vida e sonhos ainda era enorme... Foi então que uma 2ª mensagem aconteceu – Veja alguns trechos:
  • 11. Centro Espírita Aurélio Agostinho (10/11/2006) – 2 meses após a 1ª carta “...Pai, mãe, sei que as vezes pode parecer impossível que uma “pessoa morta” secomunique com os “vivos”. Mas, se hoje estou mais uma vez aqui, é porque ESTOU VIVA e tive nova permissão para vir até vocês. Apenas o corpo morre. Se acreditam num “céu”, então, por que acham que não estou nele? O “céu” não é só para os Santos adorados na Terra. Falo a todos que a morte NÃO EXISTE e que podemos nos reencontrar com os que “partem” junto com a gente ou antes de nós. Tia Silvinha, tia Ivete, vovô Paulo e meu Thommy são um exemplo do que digo... Paizão, acredite, o Thommy está mesmo aqui comigo e a presença viva dele, sempre ao meu lado, é a maior prova de que Deus ama todas as Suas criaturas. Thommy não é o único animal por aqui e, o mais incrível, é que todos são pacíficos e se respeitam. As crianças correm por todos os lados e se divertem com eles. Estou estudando bastante e aprendendo coisas sensacionais! Sou feliz em minha nova vida e já me adaptei por aqui...”
  • 12. “Pai, mãe, ainda posso sentir a dor de vocês. Peço que não se revoltem e nem se deixem perturbar com a maneira que “parti”. Ninguém poderia ter evitado a acidente! O meu momento foi aquele e precisou ser assim! Quando Deus permite que “algo ruim” nos aconteça, creiam, é para nosso próprio melhoramento e ELE SEMPRE SABE O QUE FAZ... Tia Silvinha, tia Ivete e vovô Paulo mandam beijos. Digam pra vovó Rosa que não esmoreça e que eu a amo. Pra nossa Lú, pra vó Jacy e vô Eduardo, abraços fortes e milhões de beijos. Pai, levante a cabeça e fique com Deus.Mãe, confia no tempo e continua com essa sua loucura de amar humanos e animais. Em nome deles, o Thommy agradece... Eu amo vocês... Tati”
  • 13. João Eduardo Lasta - Nascido em 07/10/1981 (Santa Maria – RS) Desencarnado em 28/04/2006 (24 anos) num acidente automobilístico Centro Espírita Aurélio Agostinho - 06/10/2006 (6 meses após o acidente) João Eduardo envia sua 1ª mensagem ao médium Celso de Almeida Afonso. Veja alguns trechos:“...Eu e Rafael ainda estamos um pouco confusos... Não consigo compreender muito bem o que houve e também não lembro de quase nada do acidente. Sinto como se tivessem me “desligado” de uma tomada e quando me “religaram” acordei aqui...Não sinto dores, apenas um pouco de tontura. O ar daqui é muito leve, o céu é mais limpo, as pessoas são gentis, as casas são claras, as flores são mais perfumadas e os animais livres...Nos primeiros dias, Rafael e eu ficamos numa espécie de posto de saúde. Dormíamos muito e tomávamos muitos remédios. Hoje estamos num alojamento para recém-chegados e ainda necessitamos de alguns cuidados... Estou vivo, mãezinha (Myriam)! Seu filho “Du” continua vivo!...”
  • 14. “Não quero que você e o papai (Júlio) continuem sofrendo. A vida não se acaba com amorte do corpo e estaremos juntos novamente algum dia. Posso escutar o choro e a dor de vocês e isso não tem feito bem pra mim. O Rafael pede que digam à família dele que ele não me culpa pelo acidente. Tudo aconteceu como tinha que acontecer. Desencarnamos juntos porque assim era pra ser... Embora não me recorde muito bem, minha consciência diz que nada fiz propositadamente na hora do acidente. Espero que me ajudem e confiem no que falo.Beijos a você, ao papai, a Thaísa, às vovós Márcia e Luíza e aos vovôs João e João Eduardo. Mostrem essa mensagem aos pais do Rafael. Ele envia muitos beijos a eles também. Mãe, agora preciso parar a escrita, mas, estarei sempre com todos. Continuem me abençoando sempre... Du”
  • 15. Myriam e Júlio – paisThaísa – irmã mais velhaMárcia e João Eduardo – avós maternosLuiza e João – avós paternosRafael – amigo desencarnado no mesmo acidente Após o recebimento desta mensagem, a família de João Eduardo Lasta passou a encarar a ausência dele sem o sofrimento de “perda e dor”. Myriam e Júlio (os pais) continuam a viver suas vidas confiantes de que, um dia, lá adiante, os três voltarão a se reencontrar... A MORTE NÃO EXISTE e as provas materiais são incontestáveis! A vida continua em outros planos e é impossível duvidar disso... QUE A PAZ ESTEJA COM TODOS...
  • 16. Música: Illumination (CD Secret Garden)