Your SlideShare is downloading. ×
A lição do fogo
A lição do fogo
A lição do fogo
A lição do fogo
A lição do fogo
A lição do fogo
A lição do fogo
A lição do fogo
A lição do fogo
A lição do fogo
A lição do fogo
A lição do fogo
A lição do fogo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

A lição do fogo

499

Published on

Recebi da amiga Edi, compartlho.

Recebi da amiga Edi, compartlho.

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
499
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Um homem, que assiduamente compareciaàs reuniões de um grupo de estudos, semcomunicar a ninguém, deixou de participar das atividades coletivas. Depois de algumas semanas, um integrante desse grupo decidiu visitá-lo. Era uma noite muito fria. Ria Slides .
  • 2. O visitante foi encontrá-lo em casa. E oachou sozinho e sentado diante da lareira. Onde o fogo estava brilhante e acolhedor. Ria Slides .
  • 3. Adivinhando o motivo da vinda do visitante quechegara, o dono da casa lhe deu as boas vindas, e aproximando-se dalareira lhe ofereceu uma cadeira grande em frente ao fogo e ficou quieto, esperando. Ria Slides .
  • 4. Nos minutos seguintes houve um grande silêncio. Os dois homenssomente admiravam a dança das chamas em volta dos troncos de lenha que queimavam. Ria Slides .
  • 5. Depois de alguns minutos, o visitante examinou as brasas que se formaram e cuidadosamente escolheu uma delas. A mais incandescente de todas. E afastou-a para longe do fogo. Ria Slides .
  • 6. Sentando-se novamente o visitante permaneceu silencioso e imóvel. O anfitrião prestava atenção a tudo, fascinado e quieto. Dentro de pouco tempo, a chama da brasa solitaria diminuiu, até que após um brilho momentâneo, seu fogo se apagou em um instante. Ria Slides .
  • 7. Em pouco tempo, o que antes era uma festa de calor e luz, agora não passava de um preto, frio e morto pedaço de carvão recoberto de espessa camada de cinza. Nenhuma palavra tinha sido pronunciada desde a protocolar saudação inicial entre os dois amigos. Ria Slides .
  • 8. Levantando-se para ir embora, o visitante movimentou de novo o pedaço de carvão já apagado, frio e inútil, recolocando-ono meio do fogo. Ria Slides .
  • 9. Imediatamente o pedaço de carvão incendiou-sena chama alimentada pela luz e o calor das labaredas dos outros carvões em brasa ao redor dele. Ria Slides .
  • 10. Quando o visitante se aproximou da porta para ir-se embora, seu anfitrião lhe disse: Obrigado pela sua visita e pelobelíssimo e silencioso sermão... Retornarei ao grupo de estudos que muito bem me fez. Ria Slides .
  • 11. Reflexão:Aos membros de um grupo vale lembrar-lhes que eles fazem parte da “chama” do grupo e que longe dela perdem todo seu brilho. Ria Slides .
  • 12. Aos amigos de um grupo vale a pena sempre lembrar-lhes que eles também são responsáveis por manter acesa a chama daamizade entre cada um dos seus membros e de promover a união entre todos eles, para que o fogo seja sempre realmente forte, eficaz e duradouro. Ria Slides
  • 13. Pense nisso e faça a sua parte! Ria Slides

×